Partilhar

A diarreia em gatos

Por Nídia do Carmo, Editora e redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 24 janeiro 2019
A diarreia em gatos

Ver fichas de  Gatos

O seu gato tem diarreia? A primeira coisa que deve fazer é tentar descobrir a causa desse distúrbio do estômago: se alterou a sua comida, se ele ingeriu algum ingrediente novo ou se comeu alguma planta ou erva, etc. Caso a diarreia dure mais de 24 horas e você não saiba qual pode ser a causa, é essencial que leve o gato ao veterinário para que ele o examine e possa administrar um tratamento. É fundamental que NUNCA o medique você mesmo com medicamentos que já usou no passado, pois os motivos da alteração atual podem ser outros, sendo que o remédio dado pode ser ainda pior do que a doença em si,

Nesse artigo do PeritoAnimal, vai descobrir tudo sobre a diarreia em gatos: as possíveis causas, os sintomas que o seu pet pode ter, a alimentação que deve seguir, etc. Continue lendo e aprenda a cuidar do seu gato em momentos como esse.

Também lhe pode interessar: Doenças mais comuns nos hamsters

Causas da diarreia em gatos

Qualquer alteração na alimentação do gato pode provocar um desajuste do estômago que provoca o aparecimento de diarreia e mau estar no animal. Algumas das causas mais comuns são:

  • Ter comido alimentos tóxicos para gatos: cebola, chocolate ou embutidos podem ser tóxicos para um gato. Por esse motivo, é importante conhecer os alimentos proibidos para gatos e cuidar da sua saúde.

  • Plantas nocivas à sua saúde: assim como os alimentos, também existem algumas plantas que não são boas para gatos (macieiras, poinséttias, eucalipto, tulipas, palma de sagu, hera, etc).
  • Comer alimentos estragados: muitos gatos costumam se aproximar do lico para comer alguns restos de comida. Os alimentos podem estar estragados ou podres.
  • Mudança na sua alimentação: se mudou a sua ração ou se introduziu novos alimentos na sua dieta, é possível que o estômago do sue gato não os esteja assimilando bem, podendo ser essa a causa.
  • Mudanças na sua rotina: os gatos são criaturas de hábitos. Se mudou de casa ou se introduziu um novo animal no lar, é possível que o gato tenha ficado estressado e, por esse motivo, tenha diarreia.
  • Ter algum vírus ou doença que provoca o aparecimento de diarreias ou inflamação do intestino. A diarreia também pode ser um sintoma de outra doença, por isso é essencial levar o animal ao veterinário.
A diarreia em gatos - Causas da diarreia em gatos

Sintomas da diarreia nos gatos

Pode detetar que o gato está sofrendo de diarreia por percebe que as suas fezes são mais líquidas e frequentes que o habitual. Mas esse não é o único sintoma que pode determinar que o seu gato tem diarreia. A diarreia também é acompanhada de outros sinais, como os seguintes:

  • Flatulência abundante
  • Perda de peso e anorexia, ou seja, que não sinta vontade de comer
  • Febre e mal estar geral
  • Náuseas e vômitos
  • Aparecimento de sangue nas fezes: Nesse caso, é de vital importância que o leve de imediato a um especialista pois o animal pode ter uma hemorragia interna.

Se detetar algum destes sintomas, não medique o animal por sua conta. Não sabendo que tipo de diarreia o gato tem e a sua verdadeira causa faz com que medicá-lo possa desequilibrar ainda mais a sua flora intestinal, piorando a diarreia. É importante que, caso queira dar algum remédio ao animal, consulte a opinião de um veterinário primeiro.

A diarreia em gatos - Sintomas da diarreia nos gatos

Alimentar um gato com diarreia

Quando detetar diarreia no seu gato, a primeira coisa que deve fazer é deixar de o alimentar por, no mínimo, 12 horas. O período de jejum é essencial para que as células intestinas se regenerem e a flora bacteriana se regenerar devidamente (é a responsável por absorver os nutrientes dos alimentos). Tenha em conta que as rações habituais que damos aos animais não permitem que a flora se reponha e, por isso, não corrigem o desequilíbrio.

Durante essas 12 horas, não pode alimentar o animal mas é importante que lhe dê água pois, caso contrário, pode sofrer de desidratação graças à diarreia. Quando o período de jejum tiver terminado, deverá introduzir alimentos na sua dieta, pouco a pouco, sempre seguindo as regras de uma dieta suave para que o estômago do gato não seja afetado. Assim, os melhores ingredientes que pode dar ao gato são:

  • Frango desossado cozido sem sal ou temperos
  • Arroz branco cozido (nunca integral!) sem sal
  • Batata cozida sem sal
  • Peixe branco cozido, também sem sal

Durante as 48 ou 72 horas após a primeira diarreia, o gato terá que seguir essas orientações de dieta suave e, pouco a pouco, pode ir dando novos ingredientes para que o seu estômago recupere. Além disso, recomendamos que dê pequenas porções e as divida em diferentes refeições por dia. Assim, a digestão será facilitada e o seu pet se sentirá melhor.

Depois, poderá começar a oferecer a sua ração habitual, sempre tendo em conta as orientações básicas para que o seu gato tenha uma boa saúde digestiva. Em PeritoAnimal explicamos tudo sobre a alimentação do gato.

A diarreia em gatos - Alimentar um gato com diarreia

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a A diarreia em gatos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas intestinais.

Escrever comentário sobre A diarreia em gatos

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

A diarreia em gatos
1 de 4
A diarreia em gatos

Voltar ao topo da página