Curiosidades do mundo animal

Visão das aves - saiba como funciona

 
María Luz Thomann
Por María Luz Thomann, Bióloga e ornitóloga. Atualizado: 16 novembro 2023
Visão das aves - saiba como funciona

A visão das aves é um campo que tem sido estudado ao longo de décadas. As aves, com sua diversidade de formas e tamanhos, evoluíram para ver o mundo de maneiras impressionantes e, em muitos casos, surpreendentemente diferentes das dos seres humanos. Seus olhos possuem uma precisão biológica que lhes permite realizar proezas extraordinárias, desde detectar o menor movimento a longas distâncias até distinguir uma ampla paleta de cores em seus ambientes. Entretanto, surgem dúvidas: como essas capacidades visuais evoluíram? Que adaptações únicas as aves desenvolveram em termos de anatomia ocular e processamento cerebral?

Você já se perguntou como os pássaros enxergam? Para saber mais, confira este artigo do PeritoAnimal sobre "Visão das aves - saiba como funciona".

Também lhe pode interessar: Características das aves
Índice
  1. Anatomia ocular das aves
  2. Como é a visão das aves?
  3. Como as aves veem cores?
  4. Como os pássaros enxergam à noite?
  5. Como os pássaros veem os humanos?
  6. Como as aves podem ver diretamente à frente?

Anatomia ocular das aves

A anatomia ocular das aves é uma maravilha da evolução, e é projetada para atender às necessidades específicas dessas criaturas em voo e em seu estilo de vida diversificado. A seguir, descrevemos algumas das características mais destacadas da anatomia ocular das aves:

  • Tamanho do olho: os olhos das aves são, em proporção ao tamanho de seus corpos, bastante grandes e ocupam uma grande parte de suas cabeças. Isso lhes permite captar uma grande quantidade de informação visual;
  • Cristalino especializado: o cristalino (a lente do olho) das aves é mais esférico e flexível do que o dos seres humanos. Isso lhes permite mudar rapidamente o foco e ajustar sua visão conforme necessário;
  • Cones e visão de cores: a maioria das aves tem uma alta densidade de cones (células fotorreceptoras) em suas retinas, o que lhes permite perceber uma ampla gama de cores. Algumas aves, como os beija-flores, podem ver cores ultravioletas que são invisíveis para os seres humanos;
  • Pécten ocular: em algumas espécies de aves, como falcões e águias, o íris do olho é equipado com uma estrutura chamada "pecten oculi". Essa estrutura fornece sangue e nutrientes ao olho de forma eficaz e pode ajudar a manter a acuidade visual;
  • Terceira pálpebra: algumas aves têm uma terceira pálpebra conhecida como "membrana nictante" ou "membrana nictitante", que desliza horizontalmente sobre o olho para protegê-lo e mantê-lo limpo enquanto voam.

A diversidade na anatomia ocular das aves reflete sua adaptação a uma variedade de ambientes e comportamentos. Desde as águias que necessitam de visão aguda para caçar em grandes altitudes até os colibrís que dependem da percepção de cores para encontrar néctar nas flores, cada adaptação é um testemunho da engenhosidade da evolução no mundo das aves.

Visão das aves - saiba como funciona - Anatomia ocular das aves

Como é a visão das aves?

A visão das aves é extraordinária e altamente especializada para atender às suas necessidades em voo, busca de alimento e comunicação. Mas como é a visão das aves? Muitas delas possuem uma visão binocular significativa devido à disposição de seus olhos na parte frontal de suas cabeças. Isso lhes permite sobrepor parcialmente as imagens que veem com cada olho e perceber a profundidade e as distâncias com maior precisão. Essa visão é essencial para caça, navegação e voo. Além disso, as aves têm a capacidade de manter uma visão estável durante o voo, o que lhes permite navegar e procurar alimento enquanto se deslocam pelo ar.

Embora a visão binocular seja importante, as aves também possuem um campo de visão lateral significativo, muitas vezes próximo a 360 graus. Isso permite que detectem presas ou predadores a partir de uma ampla variedade de ângulos sem precisar mover a cabeça.

Além disso, muitas aves têm uma excelente percepção de cores e podem ver uma gama mais ampla de cores do que os humanos. Como mencionado, algumas espécies podem até enxergar cores ultravioleta, o que lhes permite detectar padrões e sinais invisíveis para nós. Além disso, os olhos das aves são altamente sensíveis ao movimento, o que as ajuda a detectar presas ou ameaças em movimento em seu ambiente. Isso é especialmente útil para as aves de rapina, como falcões e águias, que possuem uma visão excepcionalmente aguçada e podem detectar presas pequenas a partir de grandes alturas durante o voo.

Algumas aves noturnas, como corujas e o bacurau-norte-americano, têm adaptações para enxergar em condições de pouca luz. Isso inclui uma alta densidade de bastonetes na retina, que são sensíveis à luz fraca. Outras aves, como os flamingos, possuem um reflexo ocular que lhes permite manter um nível constante de visão enquanto se inclinam ou se agacham para se alimentar em águas rasas.

Como as aves veem cores?

A visão de cores nas aves é muito especializada e se diferencia da dos seres humanos em vários aspectos-chave. Sua capacidade de ver cores baseia-se na presença de cones na retina, células fotossensíveis que respondem a diferentes comprimentos de onda de luz. O que distingue a visão de cores das aves é a maior densidade e variedade de cones em comparação com a visão humana, o que lhes permite enxergar uma gama mais ampla de cores no espectro visível.

Além disso, algumas espécies de aves podem ver cores ultravioletas, uma habilidade que lhes permite detectar padrões e sinais no ambiente que são invisíveis para nós. Essa habilidade tem múltiplos propósitos e desempenha um papel crucial na vida das aves. Ela permite que identifiquem suas fontes de alimento, como insetos e flores, que possuem padrões de reflectância ultravioleta. Além disso, sinais de acasalamento frequentemente incluem padrões ultravioleta nas penas, o que é essencial para a escolha de parceiros e a comunicação durante a temporada de reprodução. Em termos de navegação, algumas aves migratórias utilizam pistas visuais ultravioletas para se orientarem durante suas longas viagens migratórias. Além disso, a visão ultravioleta ajuda a detectar predadores e presas que podem ser difíceis de ver na luz visível. Por fim, a identificação de indivíduos e a distinção entre membros de sua própria espécie ou grupo social também podem depender das diferenças em padrões ultravioleta.

Visão das aves - saiba como funciona - Como as aves veem cores?
Imagem: boredpanda.es

Como os pássaros enxergam à noite?

Ao falar da visão das aves, não podemos deixar de abordar sua visão noturna. Esta varia de acordo com a espécie, mas, em geral, muitas delas não têm uma visão tão aguçada na escuridão quanto durante o dia. Muitas outras aves são crepusculares, o que significa que são mais ativas durante o amanhecer e o entardecer, quando há alguma luz disponível, mas não é plenamente dia nem completamente noite. Seus olhos estão adaptados para funcionar melhor em condições de pouca luz durante esses momentos do dia.

Nas retinas das aves noturnas, como corujas e algumas aves oceânicas, há uma alta densidade de bastonetes, as células fotorreceptoras sensíveis à luz baixa. Isso permite que detectem movimentos e objetos em condições de pouca luz. Algumas aves noturnas têm pupilas grandes que se dilatam amplamente na escuridão para permitir a entrada de mais luz no olho. Isso aumenta a sensibilidade à luz e melhora a visão em situações de penumbra. No entanto, muitas aves noturnas dependem mais da audição do que da visão na escuridão. Elas usam vocalizações e a ecolocalização (emitem sons e ouvem os ecos) para detectar presas e se mover durante a noite.

Essas adaptações para a visão noturna podem variar de acordo com a espécie e o ambiente em que as aves vivem. Enquanto algumas aves têm adaptações especializadas para a visão noturna, outras podem ser menos ativas durante a noite e descansar nesse período.

Como os pássaros veem os humanos?

A percepção que as aves têm dos seres humanos depende de vários fatores, como a espécie de ave, a distância, o comportamento humano e a capacidade de percepção visual da ave em questão. As aves possuem uma visão de cores altamente desenvolvida, o que lhes permite notar detalhes de cores nas roupas, na pele e em outros objetos que podem não ser tão evidentes para nós. Algumas aves também possuem visão binocular, o que lhes permite perceber a profundidade e calcular distâncias com maior precisão.

O tamanho e o comportamento humano em relação à ave são fatores cruciais. As aves geralmente estão cientes de potenciais ameaças e reagem de diferentes maneiras. Algumas podem voar para longe, outras podem permanecer imóveis e observar, e algumas podem ignorar os humanos se não perceberem uma ameaça. As aves adaptadas a ambientes urbanos, como pombas e pardais, podem ser mais tolerantes à presença humana. No entanto, na natureza, é fundamental respeitar a distância e o comportamento natural das aves para minimizar a perturbação e não causar estresse desnecessário a esses animais. As espécies migratórias, por exemplo, podem estar focadas em suas jornadas e menos interessadas nos humanos em seu caminho, mas é importante evitar perturbá-las, pois o estresse e a fadiga podem afetar negativamente sua capacidade de completar suas migrações.

Como as aves podem ver diretamente à frente?

As aves podem ver diretamente à frente devido à disposição de seus olhos em suas cabeças e à capacidade de movimento ocular. Ao contrário de alguns animais, como peixes, que têm olhos dispostos nas laterais da cabeça para obter uma ampla visão panorâmica, os olhos da maioria das aves estão situados na parte frontal de suas cabeças.

Essa disposição frontal dos olhos, juntamente com a capacidade de alguns pássaros de movê-los em suas órbitas, permite que eles foquem seu olhar em um ponto específico e vejam objetos de frente. A visão binocular resultante, na qual as imagens de ambos os olhos se sobrepõem parcialmente, permite que percebam a profundidade e calculem distâncias com maior precisão.

A visão frontal é particularmente importante para aves de rapina, como falcões e corujas, que precisam de uma visão precisa e percepção de distância para caçar presas em movimento ou detectar pequenos detalhes em seu ambiente.

Agora que você sabe como as aves veem, não deixe de aprender mais sobre esses animais fascinantes. Por isso, sugerimos a leitura de nosso artigo sobre pássaros que cantam à noite. Confira!

Visão das aves - saiba como funciona - Como as aves podem ver diretamente à frente?

Se deseja ler mais artigos parecidos a Visão das aves - saiba como funciona, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Bennett, A. T., & Cuthill, I. C. (1994). Ultraviolet vision in birds: what is its function?. Vision research, 34(11), 1471-1478.
  • Bowmaker, J. K. (1980). Colour vision in birds and the role of oil droplets. Trends in Neurosciences, 3(8), 196-199.
  • Donner, K. O. (1951). The visual acuity of some passerine birds.
  • Jones, M. P., Pierce Jr, K. E., & Ward, D. (2007). Avian vision: a review of form and function with special consideration to birds of prey. Journal of exotic pet medicine, 16(2), 69-87.
  • Martin, G. R. (2009). What is binocular vision for? A birds' eye view. Journal of Vision, 9(11), 14-14.
  • Zeigler, H. P., & Bischof, H. J. (Eds.). (1993). Vision, brain, and behavior in birds. MIT Press.
Escrever comentário
Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Imagem: boredpanda.es
1 de 4
Visão das aves - saiba como funciona