Partilhar

Spaniel Bretão

Atualizado: 19 novembro 2019
Spaniel Bretão

O Spaniel Bretão, também conhecido por seu nome em francês "epagneul breton" é o menor dos cães apontadores de origem francesa. Apesar de seu pequeno porte, essa raça canina surpreende por sua vitalidade e energia, uma vez que estamos falando de um cachorro muito ágil e de olfato aguçado.

O Bretão é um cão apontador que, tradicionalmente, tem se destacado como cachorro de caça ao longo de sua história no centro da região da Bretanha. Atualmente é considerado também um excelente cachorro de companhia, que também se destaca em diversos esportes caninos, como o agility.

Neste artigo do PeritoAnimal iremos te falar em detalhes sobre o Spaniel Bretão ou epagneul breton, detalhando sua origem, características físicas mais notáveis, traços de personalidade, características da raça e problemas de saúde mais frequentes. Continue lendo para para descobrir tudo sobre esse cativante cachorrinho apontador francês!

Origem
  • Europa
  • França
Classificação FCI
  • Grupo VII
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Clima recomendado
Tipo de pelo

Spaniel Bretão: origens

O spaniel bretão pertence às raças de cachorros franceses, pois é originário da região da Bretanha, de forma que seu nome original é epagneul breton.
Em francês, epagneul significa "agachar-se", algo que esses animais fazem com suma perfeição em seus trabalhos como cães de aponte.

É uma das raças Spaniel mais antigas, o que se demonstra pelo fato de que em 1907 já se havia estabelecido o primeiro exemplar da raça em Nantes, fundando-se neste mesmo ano o Club del Epagneul Bretón de cauda curta. Isto é, no início a raça se chama Epagnuel Bretón de cauda curta, mas o adjetivo que faz referência ao tamanho da cauda acabou perdendo-se com o tempo, ficando o nome reduzido a Spaniel Bretão. A raça foi reconhecida em 31 de maio de 1907 pela Sociedade Central Canina.

Os cachorros da raça Spaniel Bretão surgiram da cruza de diferentes raças de Spaniels, como o Setter Inglês. Existem provas de que a primeira ninhada em que se obteve o que hoje conhecemos como Spaniel Bretão nasceu na década de 90 do século XIX, em Fougères, uma comuna francesa, mais precisamente na casa do visconde Du Pontavice, que era um grande criador de Stters e amante da caça.

A ninhada foi possível por uma hibridação entre uma fêmea de Setter Inglês com um Spaniel Francês e seus filhotes se destacam por suas habilidades para rastrear e procurar presas. Essas qualidades os tornaram cães de caça muito valorizados na região, estendendo-se por toda a França ao longo do século XX.

Spaniel Bretão: características

Os Spaniels Bretões são cachorros de porte médio, apresentando uma variável de peso que vai dos quinze aos dezoito quilos, podendo chegar aos vinte quilos no caso de exemplares maiores do que o habitual. Sua altura varia entre 44, 45 e 52,07 cm, sendo as fêmeas normalmente menores do que os machos. A Federação Cinológica Nacional os classifica no grupo 7 (cães de apontamento continentais).

O corpo do Spaniel Bretão é compacto e robusto, sendo sua altura igual em comprimento que a relação escápula-isquiotibiais, isto é, seu corpo tem as mesmas proporções de um quadrado. As costas são retilíneas e curtas, com um lombo também curto, mas largo. Tanto as extremidades como o lombo são musculosos e flexíveis. As pernas são compridas, sendo as posteriores um pouco maiores que as inferiores. Sua cauda é alta, em geral pendurada ou na horizontal, apesar de haver Spaniels Bretões que nascem sem ela.

A cabeça, assim como o perfil, é redonda. Uma característica chave dos Spaniel Bretão é o crânio maior que seu nariz, que é retilíneo, sempre numa proporção 3:2. O focinho apresenta um ângulo bastante perceptível entre o osso frontal e o nasal, mas nada drástico, finalizando em um focinho por si só largo e com as narinas bem abertas, cuja cor irá variar de acordo com a pelagem. As orelhas, assim como a cauda, são altas, largas e curtas, em formato triangular, mas com os extremos arredondados, o que faz com que o conjunto facial seja harmônico. Os olhos são ovais, oblíquos e de cor escura, que harmoniza com a cor do pelo, dando ao Spaniel Bretão um olhar doce que transmite a sagacidade desses cachorros.

O pelo dos Bretões é muito fino e pode tanto ser liso quanto apresentar pequenas ondulações. Seu pelo é mais curto na cabeça e nas costas, mas mais comprido na cauda. Suas extremidades e a barriga apresentam uma franja mais grossa. Quanto às cores, os cachorros Spaniel Bretão apresentam uma ampla gama de possibilidades, mas não espere encontrar um exemplar dessa raça com uma cor só. Eles devem apresentar duas cores, ou três caso apresentem cor de fogo além das outras duas. As combinações mais frequentes são: branco e preto, branco e marrom ou branco e laranja. Os padrões aceitos são manchas brancas distintas pelo corpo ou pelos brancos distribuídos de forma uniforme pelo corpo, entre pelos marrons ou pretos.

Spaniel Bretão: personalidade

De maneira geral, a personalidade do Spaniel Bretão se destaca por ser muito flexível, isto é, ele se adapta sem problemas a todos os tipos de ambientes e famílias. O Spaniel Bretão é capaz de se desenvolver perfeitamente tanto do meio rural quanto no urbano. Claro, é um cachorro muito ativo e que necessita gastar energia diariamente através de passeios, jogos, exercícios e estímulos mentais.

Devido a sua inteligência, o Spaniel Bretão é também um cachorro atento e perspicaz, o que torna notadamente fácil sua educação e treinamento. Graças a isso, podemos conseguir não só uma convivência fantástica como também o cachorro perfeito para diversos esportes caninos, realização de habilidades caninas e convivência em casa. É também uma raça muito apegada aos seus cuidadores, adora passar tempo com eles e receber atenção.

Se você tiver filhos ou receber visitas de crianças com certa frequência, é importante mencionar a extrema ternura e sociabilidade que o Spaniel Bretão mostrará aos pequenos, assim como com outros animais. Você deve prestar bastante atenção na sua correta socialização enquanto filhote, de qualquer forma, o Spaniel Bretão é um cachorro alegre e sociável com estranhos, razão pela qual nunca se destacou como cão de guarda.

Spaniel Bretão: cuidados

Quanto aos cuidados, você deve saber que esta diante de uma raça de fácil manutenção. O Spaniel Bretão precisará de escovação regular para manter seu pelo em boas condições, livre de sujeiras, pelos mortos e nós. Duas ou três escovações semanais serão o suficiente. Quanto ao banho, você pode dar a cada um ou três meses, dependendo do acúmulo de sujeira. Lembre-se da importância de usar um shampoo específico para cachorros e jamais use sabão de uso humano.

Por serem cachorros cheios de vitalidade e dinâmicos, precisam de longos passeios que incluam algum tempo de de relaxamento para que possam cheirar o local e fazer suas necessidades. Também precisam de jogos e atividade física. O ideal é oferecer ao Spaniel Bretão um mínimo de três passeios diários, com duração entre meia e uma hora, no mínimo. Deixá-lo sem coleira por pelo menos quinze minutos também é recomendável. Uma boa opção para essa raça é fazer jogos de olfato, que estimulam os sentidos mais privilegiados, já que ele irá aproveitar muito as atividades que melhorem seu desenvolvimento olfativo.

Se o seu Spaniel Bretão sai para passear ou se exercitar em áreas rurais é necessário conferir as patas ao final para detectar possíveis feridas ou objetos estranhos como espinhos ou lascas, pois podem desencadear uma infecção perigosa. Também deve conferir o pelo, a fim de descobrir se algum carrapato ou pulga contaminou o seu bichinho. Quanto antes eliminar melhor, já que estes parasitas podem causar doenças muito sérias. Por isso, é aconselhável proteger seus pets com repelentes, pipetas ou coleiras anti pulgas. E claro, seguir corretamente o calendário de vacinação.

Spaniel Bretão: educação

Por serem cachorros de grande capacidade e inteligência, a educação do Spaniel Bretão é relativamente simples. Você deve sempre utilizar o reforço positivo, já que este faz com que o cachorro assimile uma conduta mais facilmente e o incentive a repeti-la. Essa técnica também melhora o vínculo com o cuidador e um comportamento equilibrado de forma geral.

Antes que o Spaniel Bretão chegue a sua casa você deve fixar junto com os demais membros da família as normas básicas, de maneira o cachorro possa assimilar com mais facilidade. Quer dizer, rotinas de passeios, horários para alimentação, acesso a determinados locais da casa (como o sofá, por exemplo), onde ele irá dormir e etc. De qualquer forma, se informe sobre como ensinar o Spaniel Bretão a urinar no jornal e, posteriormente, ensiná-lo a urinar na rua. Outro aspecto muito importante da educação do cachorro é ensiná-lo a controlar a mordida, que ocasionalmente pode ser muito forte.

Mais para frente, na sua juventude, você deverá ensinar ao cachorro alguns comandos básicos, como sentar, deitar, vir e ficar quieto. Todas elas são fundamentais para uma boa comunicação e para sua própria segurança. Uma vez que estejam totalmente aprendidas e fixadas, você deve ensinar comandos mais avançados, habilidades caninas, esportes para cachorros, entre outros. No caso de aparecerem complicações ou problemas de comportamento, é aconselhável buscar um educador canino profissional.

Spaniel bretão: saúde

Assim como ocorre com a maioria das raças de cachorro, o Spaniel Bretão é suscetível a sofrer certas doenças hereditárias, como a displasia de quadril, motivo pelo qual você deve prestar atenção ao histórico familiar sempre que for possível, para assim estar alerta e detectar a tempo a aparição desta ou qualquer outra doença. De qualquer modo, aconselhamos que se realizem revisões veterinárias periódicas a cada seis ou doze meses. Especialmente em climas úmidos, também deve estar atento a saúde dos ouvidos, mantendo-os sempre limpos e realizando revisões tanto em casa quanto na consulta veterinária. Devido a morfologia de suas orelhas o Spaniel Bretão está propenso a desenvolver otite.

Por outro lado, é muito importante colocar um microchip no seu Spaniel Bretão, seguir o calendário de vacinação e realizar desparasitações periódicas, tanto internas como externas. Com todos esses cuidados, a expectativa de vida do Spaniel Bretão gira em torno de catorze a dezesseis anos.

Referências

Imagem 6: Reprodução/Confederação Brasileira de Cinofilia.

Fotos de Spaniel Bretão

Vídeos de Spaniel Bretão

1 de 3
Vídeos de Spaniel Bretão
Artigos relacionados

Suba a sua foto de Spaniel Bretão

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Spaniel Bretão

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Spaniel Bretão
1 de 6
Spaniel Bretão

Voltar ao topo da página