menu
Partilhar

Schipperke

Atualizado: 30 agosto 2021
Schipperke

O schipperke é um pequeno cão pastor originário da Bélgica. Sua aparência de raposa não esconde seu parentesco com o cão pastor-belga, ao qual está ligado por um ancestral comum. Assim como a maioria dos cães pastores, o schipperke é um cão de temperamento curioso e ativo, ideal para vigilância devido aos seus latidos agudos que alertam sobre qualquer imprevisto. Apesar de seu tamanho pequeno, o schipperke precisa de doses média-altas de exercícios diários, por isso é muito melhor que viva em uma casa ou apartamento com espaço ao ar livre.

Se você ama esta raça de cachorro e está interessado em adotar uma, não perca esta ficha do PeritoAnimal na qual apresentamos todas as informações que precisa saber sobre o schipperke, desde suas origens e aparência física até sua personalidade e o cuidado de que precisa para ser um cão saudável e feliz.

Origem
  • Europa
  • Bélgica
Classificação FCI
  • Grupo I
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Caráter
Ideal para
Clima recomendado
Tipo de pelo

Origem do schipperke

A história desta raça está ligada à dos pastores-belgas, uma vez que compartilham um ancestral comum. Schipperke significa "pequeno pastor" em flamengo, e o ancestral do qual esses cães e todos os pastores belgas derivam era chamado de "leuvenaar".

No século XVII, esses cães eram os animais de estimação favoritos dos sapateiros do bairro de San Gery, em Bruxelas, e eram responsáveis ​​por manter baixas as populações de ratos, camundongos e outras pragas. Naquela época suas caudas eram amputadas, devido a uma tradição cruel que felizmente está se extinguindo.

Mais tarde, a rainha Maria Henrica se apegou à raça, e isso colocou o schipperke entre as raças de cães mais procuradas da Bélgica e uma das mais populares da Europa. Hoje não é uma raça tão famosa, mas goza de grande popularidade em seu país de origem e em outros países europeus.

Características físicas do schipperke

O padrão da raça não indica uma altura específica. No entanto, os schipperke são cães pequenos que medem cerca de 29 centímetros. As fêmeas geralmente têm uma altura na cernelha entre 25 e 30 centímetros, enquanto a dos machos fica entre 28 e 33 centímetros.

O peso pode variar de 3 a 9 quilos, sendo a média entre 4 e 7 quilos. O corpo é curto e largo, mas não excessivamente volumoso ou pesado. O comprimento da ponta do ombro à ponta da nádega é igual à altura na cernelha, dando a este cão uma estrutura quadrada. As pernas são finas quando comparadas ao corpo, pois têm ossos finos.

A cabeça lupóide (semelhante ao lobo) é larga e em forma de cunha. Não é alongada e o focinho é curto. O nariz é preto e pequeno. Os olhos são castanho-escuros, pequenos e amendoados. Eles têm uma expressão travessa, intensa e penetrante. As orelhas são retas, pontiagudas, pequenas e triangulares.

A cauda do schipperke tem inserção alta e é longa, chegando pelo menos até o jarrete. O cão costuma deixá-la caída ou, quando em ação, um pouco levantada, mas não ultrapassando a vertical. De toda forma, são aceitas caudas enroladas ou dobradas sobre as costas. Alguns cães também nascem sem cauda ou com uma cauda rudimentar, situações que também são aceitas pelo padrão da raça.

O pelo desses cães é de comprimento médio na maior parte do corpo, mas curto nas orelhas, na cabeça, na parte anterior dos membros anteriores, nos jarretes e nos canhões posteriores. No pescoço o pelo é mais longo e forma um distintivo colar da raça. Possui duas camadas, sendo a camada externa dura, reta, densa e firme. A subcamada é lisa e densa.

Temperamento do schipperke

Muitas pessoas que pretendem adotar esta raça se pergungam: como é ter um schipperke? Em geral, esses cães são curiosos, cheios de vitalidade e protetores. Embora sejam independentes, também precisam de muita companhia.

Os schipperkes tende a ser muito amigáveis com a família, mas não confia em estranhos. Isso faz deles excelentes cães de guarda, pois tendem a latir diante da menor surpresa. Podem se dar bem com outros cães e animais de estimação, desde que tenham sido devidamente socializados. Para evitar problemas, tanto com humanos quanto com outros animais, é importante socializar estes cães em idade precoce.

Quando esses cães são bem socializados e educados, podem ser excelentes animais de estimação para quase todas as famílias. No entanto, eles são muito "infantis" para tolerar o tratamento rude de crianças pequenas, por isso não são recomendados como animais de estimação para famílias com crianças menores de oito anos.

Cuidados do schipperke

Esses cães perdem pelo regularmente, mas especialmente durante a época de queda, que pode ser tão frequente quanto três vezes por ano. Nas épocas em que não estão caindo, uma escovação semanal é suficiente para a manutenção da pelagem. Na época da troca, no entanto, a escovação deve ser mais frequente e o cão pode precisar de um banho ocasional para ajudar a remover o subpelo morto.

Apesar de seu tamanho pequeno, o schipperke precisa de muito exercício, mas felizmente as suas necessidades podem ser facilmente satisfeitas. Para que esses pequenos cães pastores gastem suas energias, uma boa caminhada diária ou algum tempo brincando todos os dias pode ser suficiente. No entanto, deve-se ter cuidado para não sobrecarregar os cães, especialmente com exercícios de salto, para evitar lesões em seus quadris.

Educação do schipperke

Esses cães não têm destaque no adestramento canino, mas isso não significa que eles não sejam inteligentes: simplesmente se distraem mais facilmente do que outros cães. Assim como os demais, os métodos tradicionais de adestramento não funcionam bem com eles porque tentam corrigir o mau comportamento com punição. É por isso que melhores resultados são alcançados ao aproveitar os instintos naturais dos cães e usar métodos de adestramento positivos, como o adestramento com clicker.

Como são pequenos e vêm de uma linhagem de cães pastores, os schipperkes geralmente não causam muitos problemas. Contudo, tendem a latir muito e seus latidos agudos e constantes podem ser um problema para muitas pessoas, especialmente se morarem em um prédio, mas se esses cães forem treinados para não latir continuamente, podem viver perfeitamente bem em um apartamento, e melhor ainda em uma casa com jardim ou quintal, onde o schipperke ficará feliz em passar parte do dia (com acesso a água e sombra, claro), mas não deve ficar sozinho o dia todo, nem tampouco dormir fora.

Saúde do schipperke

Quanto tempo vive um schipperke? Em média, os cachorros desta raça vivem entre 12 e 15 anos, mas há relatos de indivíduos que alcançaram 16 e até 17 anos. Embora esta raça geralmente não apresente mais doenças hereditárias do que a média, é suscetível a algumas. Entre estas doenças, estão as seguintes:

  • Doença de Legg-Calve-Perthes (deformação da articulação coxofemoral)
  • Displasia de quadril
  • Distiquíase
  • Catarata
  • Atrofia progressiva da retina.

Devido à predisposição da raça a sofrer com problemas de quadril, é importante evitar que schipperke tenha sobrepeso.

Fotos de Schipperke

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Schipperke

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Schipperke
1 de 7
Schipperke

Voltar ao topo da página