Partilhar

Bobtail

11 maio 2016
Bobtail

O cachorro Bobtail nasceu no oeste da Inglaterra, durante o século XIX, quando se utilizava como cachorro pastor pelas suas grandes aptidões. Desconhece-se a sua origem embora fontes afirmem que tem a sua origem na antiga raça Ovcharka, com o Bearded collie, o Deerhound e o Caniche. Depois de uma primeira apresentação em uma exposição, em 1880 reconheceu-se a raça Bobtail no Kennel Club. Saiba mais sobre esta raça de seguida no PeritoAnimal.

Origem
  • Europa
  • Reino Unido
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Recomendações
  • Arnês
Clima recomendado
Tipo de pelo

Aparência física

Há muito tempo atrás conhecia-se como antigo pastor inglês, um cachorro de tamanho grande e musculado. Destaca-se pela sua pelagem de tons cinzas, azuis e brancos embora normalmente o vejamos de duas tonalidades. À medida que os anos passam, o pelo do Bobtail torna-se mais comprido, duro e denso o que o faz precisar de cuidados constantes.

Poderíamos definir a sua aparência como doce e e amável, embora o seu tamanho o converta em um peluche gigante. Os machos medem até 61 centímetros até à cruz e as fêmeas uns 55 centímetros. O peso está entre os 30 e os 35 kg. O seu corpo é compacto, grande e quadrado que acaba em uma cauda curta que a maioria das vezes é de origem natural. Também há criadores que lhe cortam a cauda, algo ilegal em muitos países.

Caráter

A personalidade do Bobtail deixa qualquer um encantado, uma vez que a maioria das pessoas se referem a ele como "um cão muito humano" pela confiança, carinho e empatia que sentem ao conhecer esta raça. Na Inglaterra é conhecido como nanni-dog pois trata-se de um cão paciente, amável e no qual costumam confiar muitos pais no momento da brincadeira com as crianças.

Comportamento

No geral, falamos de um cachorro muito amável que se comportará muito bem com crianças e adultos prestando atenção especial aos seus familiares que segue e mostra o seu carinho. Também costuma se dar bem com outros animais de estimação que possamos ter em casa.

Cuidados

Este cachorro tem duas necessidades muito importantes que devemos cumprir se desejamos que seja um cachorro feliz junto de nós.

Para começar, devemos saber que o Bobtail precisa de uma grande dose de exercício e de passeios, por isso é ideal para pessoas que praticam diversos tipos de esporte com seus animais ou que têm disponibilidade para realizar caminhadas e excursões. Deve ser consciente que este cachorro precisa de, pelo menos, 3 passeios por dia combinados com algum exercício, algo que lhe ajudará a manter os seus músculos fortes e saudáveis.

É muito importante ter em atenção à sua necessidade de exercício, caso contrário será muito prejudicial para o Bobtail podendo derivar em problemas graves de estresse e frustração. O Bobtail bem exercitado poderá se adaptar inclusive a viver em um apartamento, isto sempre que tivermos tempo para lhe dedicar e uma temperatura nele que seja estável e fresca, pois o Bobtail não suporta o calor extremo.

Outra coisa que deve ter clara é a dedicação que deve dar ao seu pelo para que fique bonito, saudável e livre de nós. Escová-lo todos os dias deve ser uma das suas tarefas cotidianas. Além disso, ao ter um pelo comprido e susceptível a nós, deve ser consciente que deve levá-lo a um centro de estética canino ou aprender a cortar-lhe o pelo, uma tarefa que é ideal para pessoas cuidadosas e delicadas.

Saúde

O primeiro problema que temos de referir é o risco de sofrer de otite, uma vez que as orelhas cheias de pelo favorecem a umidade que, poderá causar uma infecção. Também deve cuidar do pelo da cara para que não acabe nos seus olhos.

Também são susceptíveis à displasia do quadril, um problema comum nos cachorros de tamanho grande. Esta doença é degenerativa e afeta principalmente a mobilidade como causa da má formação da articulação. Outra doença muito idêntica é o síndrome de Wobbler que afeta os filhotes causando cãibras nas patas de trás.

Outros problemas de saúde podem ser a diabetes, a surdez ou os transtornos nos olhos (cataratas e atrofia de retina).

E para acabar com o tema da saúde do Bobtail, temos de fazer referência à sua predisposição a sofrer de uma torção de estômago, algo que podemos evitar facilmente dividindo a alimentação em várias refeições e evitando exercício antes e depois de comer.

Adestramento

Tal como acontece com todos os cachorros devemos socializar o Bobtail desde filhote para que respeite, conheça e comece o seu adestramento como mais um membro da nossa família. Simpatizam bastante com seus familiares se receberem um tratamento cordial, amável e baseado no reforço positivo.

Fotos de Bobtail

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Bobtail

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Bobtail

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Bobtail
1 de 7
Bobtail

Voltar ao topo da página