menu
Partilhar

Griffon belga

Atualizado: 9 março 2021
Griffon belga

O griffon belga, o griffon de Bruxelas e o petit brabançon são três raças de cães de companhia muito semelhantes, que compartilham história e vêm do mesmo lugar, a cidade europeia de Bruxelas, na Bélgica. Poderíamos dizer que são três raças em uma, pois só se diferenciam pela cor e tipo de pelo. Na verdade, embora a Federação Cinológica Internacional (FCI) considere estes cães como três raças separadas, outras organizações, como o Kennel Club Inglês reconhecem três variedades de uma única raça denominada griffon de Bruxelas.

Nesta ficha de PeritoAnimal, vamos contar tudo o que você precisa saber antes de adotar um griffon belga, desde sua origem e características físicas, passando por seu temperamento e seus cuidados, até sua educação e problemas de saúde mais comuns.

Origem
  • Europa
  • Bélgica
Classificação FCI
  • Grupo IX
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Ideal para
Clima recomendado
Tipo de pelo

Origem do griffon belga

O griffon belga, assim como o griffon de Bruxelas e o petit brabançon, são três raças que descendem do "Smousje", um antigo cão do tipo terrier com o pelo duro que vivia em Bruxelas e era usado para eliminar ratos e camundongos em estábulos. Durante o século XIX, estes cães belgas foram cruzados com pugs, e com King Charles spaniels, dando origem aos atuais griffons belgas e de Bruxelas e petit brabançon.

A popularidade dessa raça junto com as outras duas, cresceu repentinamente na Bélgica e em toda Europa quando a rainha Maria Enriqueta introduziu a criação e manutenção desses animais. No entanto, as duas guerras mundiais posteriores extinguiram quase completamente as três raças, mas, felizmente para a cinofilia europeia, os criadores ingleses conseguiram resgatá-las, porém, nunca recuperaram sua antiga popularidade.

Hoje em dia, as três raças de cães de companhia belgas são utilizadas como animais de estimação e em exposições caninas e, embora sejam cães muito pouco conhecidos no mundo, felizmente não estão em perigo de extinção..

Características físicas do griffon belga

A única coisa que diferencia essa raça das outras duas anteriormente mencionadas é a pelagem. Assim, o griffon belga tem o pelo duro, longo, levemente ondulado e com uma camada interna de pelo. As cores aceitas são preto e preto com castanho, mas também é permitido o preto misturado com marrom-avermelhado.

Por outro ado, as três raças têm algumas características físicas idênticas: a altura do garrote não está indicada no padrão FCI de nenhuma dessas três raças de cães, mas tanto o griffon belga, como o de Bruxelas e o petit brabançon geralmente têm um tamanho entre 18 e 20 centímetros. O peso ideal para essas três raças é de 3,5 a 6 quilogramas. Estes cães de raça são pequenos, robustos e de perfil corporal quase quadrado. No entanto, por seu tamanho pequeno e peito largo, possuem movimentos elegantes.

A cabeça é a característica mais marcante do griffon belga. Nas três raças, a cabeça é grande, larga e redonda. O focinho é muito curto, o stop é muito marcado e o nariz preto. Os olhos são grandes, redondos e escuros. De acordo com o padrão FCI, não devem ser proeminentes, mas aparentemente essa é uma avaliação subjetiva ou um critério que nem sempre é atendido nessas três raças de cães. As orelhas são pequenas, de inserção alta e bem separadas entre si. Infelizmente, a FCI continua aceitando orelhas amputadas, embora esta prática represente apenas um dano para o animal.

A causa dessa raça de cães é de inserção alta e geralmente o cão a deixa levantada. Nesta ocasião, o padrão FCI também não favorece o bem-estar animal, uma vez que aceita a cauda amputada mesmo que não haja razão para tal. Felizmente, o costume de amputar caudas e orelhas por razões "estéticas" está desaparecendo no mundo todo e já é ilegal em alguns países.

Temperamento do griffon belga

Essas três raças de cachorros são tão próximas entre si que compartilham até características de temperamento. Muitos desses cães são um pouco nervosos, mas não muito. Em geral, os griffons belgas são cães ativos, alertas e corajosos; e tendem a se apegar a apenas uma pessoa, que eles acompanham a maior parte do tempo.

Embora os griffons belgas, de Bruxelas e petit brabançons possam ser amigáveis e brincalhões, também podem ser tímidos ou agressivos quando não foram corretamente socializados. Estas três raças podem ser mais difíceis de socializar que outros cães de companhia, pois seu temperamento é forte e temerário, e podem se irritar com outros cães e com outras pessoas que tentam dominá-los querendo torná-los submissos. Mas quando esses cães são socializados corretamente e desde cedo, podem tolerar sem nenhum problema outros cães, outros animais e pessoas desconhecidas.

Como eles necessitam de muita companhia, são de personalidade forte e tendem a seguir a mesma pessoa, podem desenvolver facilmente alguns problemas de comportamento quando vivem no ambiente errado. Estes cães podem ter comportamentos destrutivos, se tornar ladradores ou até sofrer de ansiedade por separação quando passam muito tempo sozinhos.

Mas, apesar de todos esses problemas potenciais, o griffon belga e seus primos caninos são excelentes animais de estimação para pessoas adultas que têm tempo suficiente para passar com seus cães. Não são bons animais de estimação para tutores de primeira viagem porque precisam de muita atenção e nem são para famílias com crianças, pois estes cães costumam reagir mal a movimentos repentinos e aos ruídos..

Cuidados do griffon belga

Tanto o griffon belga, o griffon de Bruxelas e o petit brabançon têm grandes necessidades de companhia e atenção. As três raças precisam passar a maior parte do tempo com a pessoa a quem são mais apegados e com sua família. Os griffons belgas não são feitos para viver em um jardim ou em um pátio, embora gostem de estar ao ar livre quando estão acompanhados. Se adaptam bem a viver em um apartamento, mas é melhor que vivam em uma área calma e tranquila e não no centro de grandes cidades.

As três raças são muito ativas e precisam de muita atividade física, e graças ao seu pequeno tamanho podem realizar este exercício dentro de casa. Ainda assim, é importante passear com os cachorros diariamente e dar-lhes algum tempo para brincar. Deve-se levar em consideração que são cachorros de focinhos achatados que são susceptíveis aos choques térmicos, portanto, não devem ser exercitados intensamente quando há temperaturas elevadas e em ambientes muito úmidos.

Em relação ao cuidado com a pelagem, existem algumas pequenas diferenças entre as três classes de raças. Assim, para os griffons belgas e de Bruxelas é necessário escovar o pelo duas ou três vezes por semana e fazer stripping (remover manualmente o pelo morto) cerca de três vezes por ano. E só deve dar banho neles banhá-los quando estiverem realmente sujos.

Educação do griffon belga

Além de uma correta socialização, para estas três raças, o adestramento canino é muito importante, pois é necessário para poder controlar estes pequenos cães de forte personalidade. O adestramento tradicional, baseado no castigo e no domínio do cachorro, não costuma dar bons resultados com o griffon belga nem com as outras duas raças, pelo contrário, costuma gerar mais conflitos do que benefícios. Por outro lado, os estilos de adestramento em positivo, como o adestramento com clicker, costumam dar muito bons resultados com qualquer uma das três.

Saúde do griffon belga

Geralmente, o griffon belga ou o de Bruxelas e o petit brabançon costumam ser animais saudáveis e não apresentam doenças caninas com mais frequência que outras raças. Mesmo assim, é muito importante conhecer alguns dos problemas de saúde mais comuns dentro destas três raças para poder preveni-los. Entre elas destacam-se: narinas estenótica, exoftalmia (protrusão do globo ocular), lesões do globo ocular, cataratas, atrofia progressiva de retina, luxação patelar e distiquíase.

Fotos de Griffon belga

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Griffon belga

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Griffon belga
1 de 7
Griffon belga

Voltar ao topo da página