Partilhar

Border Terrier

Atualizado: 24 outubro 2018
Border Terrier

O border terrier pertence a um grupo de raça de cães pequena mas com grande personalidade. Sua aparência um pouco rústica e seu excelente caráter fazem dele um animal de estimação incrível. Se for socializando corretamente, dedicando o tempo que ele precisa, o border terrier é obediente, muito carinhoso com as crianças e respeita os animais.

Se você é uma daquelas pessoas que estão à procura de um animal de estimação, mas odeia pelos em toda parte, o border terrier é perfeito. Continue lendo esta ficha do PeritoAnimal e descubra as características gerais do broder terrier, seus cuidados, educação e possíveis problemas de saúde, a fim de oferecer tudo ele precisa.

Origem
  • Europa
  • Reino Unido
Classificação FCI
  • Grupo III
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Clima recomendado
Tipo de pelo

Border terrier: origem

O broder terrier foi desenvolvido na área de Cheviot Hills, na fronteira entre a Inglaterra e a Escócia, de onde vem o seu nome, que em português significa "terrier da fronteira". Originalmente, era usado para caçar raposas, que eram uma praga para os agricultores daquela região. Seu porte pequeno permitia que ele entrasse nas tocas da raposa e as fizesse fugir. Mas, ao mesmo tempo, era grande o suficiente para seguir os cavalos dos caçadores e lutar contra as raposas quando necessário.

Hoje esta é uma raça de cão pouco conhecida, mas não corre o risco de desaparecer. Pelo contrário, a sua aparência engraçada e o seu treino fácil levaram alguns border terrrier a fazerem parte do elenco de alguns programas de televisão, o que aumentou um pouco a sua popularidade.

De qualquer forma, hoje, o border terrier é um cão de companhia em vez de um cão de caça, embora ainda seja usado para trabalhar em alguns lugares tal como em suas origens.

Border terrier: características físicas

Pequeno mas atlético, o border terrier é um verdadeiro cão de trabalho e isso se reflete em sua aparência rústica. A principal característica física deste cão é a cabeça. É típico da raça e, como o padrão indica, tem uma forma de lontra. Os olhos de expressão vivaz e as orelhas em "V" ajudam a definir a aparência típica do border terrier.

As pernas deste cão são longas em relação à sua altura, essa é uma das características que lhe permitem "ser capaz de seguir um cavalo", como indicado pelo padrão oficial da raça.

O border terrier tem uma pelagem dupla que oferece excelente proteção contra variações climáticas. O revestimento interno é muito denso e proporciona boa proteção. Por outro lado, o revestimento exterior é denso e áspero, fato que dá a este terrier certo ar desalinhado. A cauda de inserção alta é muito espessa na base e afunila gradualmente na direção da ponta.

O padrão FCI da raça não indica uma certa altura. No entanto, os machos geralmente têm um tamanho entre 35 e 40 centímetros na cernelha, enquanto as fêmeas geralmente estão entre 30 e 35 centímetros. De acordo com o padrão, o peso ideal dos machos esta entre 5,9 e 7,1 quilos. O peso ideal das fêmeas é entre 5,1 e 6,4 quilos.

Border terrier: personalidade

O border terrier é um cão muito ativo e determinado. Sua personalidade forte é facilmente notada, mas ele não tende a ser agressivo. Pelo contrário, geralmente é muito amigável, tanto com pessoas quanto com outros cães. No entanto, é particularmente amigável para as crianças e, portanto, pode ser um excelente animal de estimação para famílias com crianças grandes, que entendam que os cachorros não são brinquedos, evitando assim, que tenha qualquer tipo de acidente pois é um cachorro de raça de porte pequeno.

Não se esqueça que é um cão de caça e por isso, tem um grande instinto de presa. Geralmente se da bem com outros cães mas pode atacar outros animais de estimação como gatos e roedores.

Border terrier: educação

Em termos de treinamento, o border terrier geralmente aprende facilmente quando usa métodos amigáveis. Os métodos tradicionais de treinamento, baseados principalmente na punição e no reforço negativo, não dão bons resultados com esta raça. No entanto, métodos como o treinamento do clicker são realmente eficazes. Tenha em mente que o reforço positivo é sempre a melhor maneira de educar um cão, por isso é recomendável ter ossinhos e brinquedos à mão para recompensá-lo sempre que ele fizer algo certo.

Este cão precisa de companhia frequente e muito exercício. Se ficar entediado ou sentir-se ansioso, tende a destruir as coisas e a cavar no jardim. Além disso, é importante socializar desde filhote para superar possíveis problemas de comportamento na vida adulta. Apesar de não tender a ser um cão agressivo, este terrier pode ser tímido e um tanto retraído se não for socializado corretamente desde a infância.

Border terrier: cuidados

O cuidado do pelo é mais ou menos simples, já que o cachorro border terrier não perde muito pelo. Escovar duas vezes por semana pode ser o suficiente, embora seja melhor complementá-lo com o "stripping" (remover manualmente os pelos mortos) duas ou três vezes por ano, sempre feito por um profissional. O cão deve tomar banho apenas quando necessário.

Por outro lado, o broder terrier exige muita companhia e não é um cão para ficar sozinho por períodos prolongados. Companhia e uma boa dose diária de exercício são elementos necessários para esta raça.

Border Terrier: saúde

Em geral, o border terrier é mais saudável do que muitas outras raças de cães. No entanto, é bom fazer verificações veterinárias de rotina, porque este cão tende a não apresentar sintomas de dor, mesmo quando há problemas físicos.

Algumas doenças comuns no border terrier são:

  • Cataratas
  • Problemas auto-imunes
  • Deslocamento de patela
  • Problemas de tiroide
  • Alergias
  • Problemas neurológicos
  • Problemas cardíacos
  • Displasia da anca

Lembre-se de que você deve manter o calendário de vacinação do border terrier atualizado, bem como desparasitá-lo quando orientado pelo veterinário para evitar picadas de carrapatos e pulgas, bem como o aparecimento de outras doenças contagiosas, como o parvovírus.

Fotos de Border Terrier

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Border Terrier

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Border Terrier

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Border Terrier
1 de 6
Border Terrier

Voltar ao topo da página