menu
Partilhar

Porquinho-da-índia sheltie

Atualizado: 21 junho 2021
Porquinho-da-índia sheltie

O porquinho-da-índia sheltie é um dos mais recomendados para ter como animal de companhia. É um belo roedor que se caracteriza por apresentar um pelo longo, macio e sedoso, que é mais curto na cabeça, por isso sua visão não é prejudicada. Além disso, o pelo do rosto desse porquinho é muito mais curto que o dos porquinhos-da-índia peruanos, de onde provém. Especificamente, provém do cruzamento entre um porquinho-da-índia peruano e um porquinho-da-índia self black. Surgiu propositalmente no início dos anos 1970 e hoje em dia é um dos porquinhos-da-índia mais populares em todo o mundo.

Continue lendo esta ficha de raça do PeritoAnimal para conhecer todas as características do porquinho-da-índia sheltie, sua origem, personalidade, cuidados e saúde.

Origem
  • Europa
  • Reino Unido

Origem do porquinho-da-índia sheltie

O porquinho-da-índia sheltie se originou nas ilhas Shetland do Reino Unido, daí seu nome, quando um porquinho-da-índia self black de pelo curto cruzou com um porquinho-da-índia peruano de pelo longo na década de 1970 para fins experimentais. Hoje em dia pode ser encontrado em qualquer país do mundo, sendo um dos porquinhos-da-índia mais populares e conhecidos.

Tal raça foi reconhecida em 1973 no Reino Unido, país de origem. Em 1980 foi reconhecida como porquinho-da-índia sheltie no continente americano, embora já fosse conhecido antes desse ano com o nome de porquinho-da-índia angorá. Hoje em dia, mais do que como porquinho-da-índia sheltie, muitos os conhecem como porquinhos-da-índia silkie ou silky, devido a sua sedosa pelagem.

Características do porquinho-da-índia sheltie

O porquinho-da-índia sheltie apresenta um tamanho médio. A fêmea mede até 25cm de comprimento e pesa 700 gramas, enquanto o macho mede 30cm e pesa 1,4 kg. Atinge a maturidade sexual aos três meses de vida.

Como todos os porquinhos-da-índia, o porquinho sheltie ou silkie apresenta um corpo alongado e compacto, com patas curtas, cabeça grande, orelhas caídas e olhos redondos e vivos. Quando nasce, seu pelo é curto e sem rosetas, mas cresce em média 2,5 cm por mês até chegar à sua pelagem de adulto definitiva. Esta pelagem é longa, densa, sedosa e muito macia, sendo esta a característica do porquinho-da-índia sheltie mais representativa. Porém, nunca chega a cobrir o rosto como no caso dos porquinhos-da-índia peruanos porque é mais longo nessa área e com tendência a cair para frente, já no porquinho-da-índia sheltie o pelo da cara é mais curto e cresce no sentido contrário (para trás). Desta forma, não existe o porquinho-da-índia sheltie de pelo curto.

Personalidade do porquinho-da-índia sheltie

Os porquinhos-da-índia sheltie são tranquilos e simpáticos. Embora possam ser tímidos no início, rapidamente ganham confiança e afeto. Não são porquinhos que procuram atenção com gritos ou incômodos, pelo contrário, têm uma personalidade muito dócil e são muito carinhosos.

Por tudo o que foi mencionado sobre a personalidade do porquinho-da-índia sheltie, é um dos melhores porquinhos para ter como animal de companhia e para conviver com crianças ou outros animais, principalmente por sua docilidade e sua personalidade calma e amigável. Embora seja um dos melhores porquinhos-da-índia para se ter em casa, também precisam de momentos de descanso e independência. Também é fundamental educar as crianças para que saibam tratá-los corretamente e, sobretudo, que entendam que não são brinquedos.

Cuidados do porquinho-da-índia sheltie

O porquinho-da-índia sheltie deve ter uma gaiola com espaço considerável localizada em um lugar tranquilo para que possa descansar confortavelmente e evitar a ansiedade por vozes ou ruídos. Deve ter várias camas que devem ser trocadas frequentemente para evitar umidade da urina e frutas e verduras. Obviamente, nenhum porquinho-da-índia deveria permanecer confinado em sua gaiola 24 horas por dia, de modo que é mais aconselhável permitir que possa se mover fora dela durante algumas horas do dia. Para isso, é conveniente verificar se não há cabos nem objetos que possam machucar o porquinho. Você pode até mesmo disponibilizar um quarto inteiro para o porquinho e colocar sua gaiola lá.

Em relação ao ponto anterior, o porquinho-da-índia sheltie, como qualquer outro, deve poder usufruir de um enriquecimento ambiental adequado, constituído por brinquedos variados que o mantenham entretido. Portanto, a ideia de disponibilizar um quarto para ele é tão recomendado. Se você é daquelas que preferem fabricar seus próprios brinquedos, não perca este artigo: "como fazer brinquedos para porquinhos-da-índia?".

Continuando com os cuidados do porquinho-da-índia sheltie, as unhas devem ser cortadas mensalmente ou quando for observado que enrolam excessivamente. Os dentes devem ser verificados para detectar problemas, como má oclusão, que causam um crescimento excessivo dos dentes e provocam infecções e lesões com salivação excessiva.

Devido a sua pelagem particular, o porquinho-da-índia sheltie deve ter alguns cuidados específicos para mantê-lo limpo e evitar nós. Para isso, deve-se escovar várias vezes por semana com um pente suave de plástico na direção do pelo. É importante ter cuidado na parte inferior, pois tende a apresentar mais emaranhados. Se o pelo em alguns lados for excessivamente longo, pode ser aparado um pouco.

Outra forma de cuidar o pelo do porquinho-da-índia sheltie é por meio do banho com um xampu especial para roedores quando está muito sujo ou com mau cheiro. Durante o banho é importante garantir que a água não entre no nariz, olhos ou ouvidos do porquinho para prevenir infecções ou irritações. Também pode umedecer um pano e passá-lo em vez de dar banho se o momento do banho for estressante, embora não ficará igual.

Alimentação do porquinho-da-índia sheltie

A alimentação do porquinho-da-índia sheltie ou silkie não é diferente do resto dos porquinhos-da-índia. Quando são filhotes, consumirão feno e deverão ser introduzidos frutas, verduras e ração de maneira progressiva.

No porquinho-da-índia adulto, a alimentação deve ser a seguinte:

  • O feno deve constituir 70% da alimentação diária, sendo o alimento principal para os porquinhos-da-índia.
  • As frutas e verduras constituem 30% da dieta do nosso porquinho-da-índia. Entre elas, podem consumir cenouras, aipo, pimentões, tomates, couve, espinafres, acelgas, morangos e cerejas. Descubra a lista completa de frutas e verduras boas para porquinhos-da-índia neste outro artigo.
  • A ração deve ser específica para porquinhos-da-índia de forma a garantir que o alimentemos com todos os nutrientes e suas proporções corretas para o adequado desenvolvimento e saúde do porquinho-da-índia. A ração constitui 5-10% da alimentação diária.

A água deve estar sempre disponível através de um bebedouro para roedores, uma vez que as tigelas de água não são recomendadas por estagnar e ser fonte de infecção. Deve ser trocada frequentemente.

Algo importante a se ter em mente sobre os cuidados do sheltie é que se deve prevenir a obesidade, pois tendem a sofrer dela, com exercício físico ou uso de brinquedos.

Saúde do porquinho-da-índia sheltie

A expectativa de vida dos porquinhos-da-índia sheltie está entre 5 e 8 anos, desde que sejam alimentados com uma dieta equilibrada e tenham os cuidados necessários e exames de rotina no veterinário de exóticos.

Entre os problemas de saúde mais frequentes que os porquinhos-da-índia shelties podem sofrer são:

  • Parasitas, principalmente por causa do seu pelo longo, já que são mais difíceis de encontrar. Se você observar uma coceira excessiva do seu porquinho, pode ser indicativo de um processo parasitário (ácaros, piolhos, pulgas) ou alérgico. A solução e prevenção é a desparasitação de rotina.
  • Problemas digestivos, que são especialmente frequentes se não seguem uma alimentação equilibrada. Estes problemas são a principal causa de mortalidade em porquinhos-da-índia.
  • Escorbuto, uma doença causada pelo déficit de vitamina C, vitamina essencial nos porquinhos-da-índia que deve ser suplementada nas rações, pois eles próprios não podem sintetizá-la. Essa doença pode causar doenças do aparelho respiratório, hiper salivação, anorexia, imunossupressão, pododermatite, hemorragias internas, fraqueza, claudicação, alopecia, pele escurecida ou dor, entre outros. Daí a importância de alimentar nosso porquinho-da-índia com uma ração destinada para tal espécie, que contém a proporção necessária dessa vitamina para prevenir a deficiência.
  • Problemas dentários, por isso é fundamental o controle para a detecção precoce da má oclusão dental e ir rapidamente ao veterinário para resolvê-la. Você não deve lixar ou cortar os dentes em casa, pode causar sérios danos ao seu porquinho-da-índia.

Consulte como saber se seu porquinho-da-índia está doente neste outro artigo.

Fotos de Porquinho-da-índia sheltie

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Porquinho-da-índia sheltie

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Porquinho-da-índia sheltie
1 de 3
Porquinho-da-índia sheltie

Voltar ao topo da página