Partilhar

Os gatos podem beber leite?

Por Liliana Ramos, Jornalista especializada em mundo animal. Atualizado: 6 novembro 2018
Os gatos podem beber leite?

Ver fichas de  Gatos

Os gatos podem beber leite de vaca? É bom para eles ou, pelo contrário, é prejudicial? Sem dúvida, estas são algumas das primeiras perguntas que nos assaltam quando decidimos adotar um gato, independentemente da idade que tenha. Quantas vezes já viu na televisão ou no cinema os gatos desfrutando de uma boa xícara de leite? Pois bem, neste artigo do PeritoAnimal falamos sobre o sistema digestivo do gato, detalhando aqueles casos em que é possível oferecer este alimento, como dar e que tipo de leite é mais adequado. Continue lendo e descubra se os gatos podem beber leite!

O leite e os gatos

Antes de indicar se o leite é bom para os gatos ou não, é essencial falar do seu sistema digestivo e de como o felino digere este alimento. Como acontece com os humanos, o trato digestivo está sempre mudando, alterando a produção de certas enzimas em função da alimentação seguida, a quantidade de proteínas ingerida, assim como de açúcares, gorduras, etc. Desse jeito, é lógico que as mudanças também estão sujeitas a diferentes etapas do crescimento. Nesse sentido, os lactantes produzem, durante o período de lactância, uma grande quantidade da enzima lactase, encarregue de digerir a lactose que é encontrada no leite. Assim que o desmame avança e a ingestão de leite diminui, o trato digestivo do filhote também diminui a produção de lactase, chegando até a desenvolver intolerância à lactose em alguns casos.

Este processo também pode ocorrer nos humanos, daí a porcentagem de intolerantes à lactose ser tão elevada. Contudo, como mencionamos, nem todos os gatos são afetados de um jeito tão radical na produção da enzima e, por isso, alguns deles podem tolerar o leite na idade adulta. Especialmente os felinos que continuam bebendo leite de vaca depois do desmame têm tendência a continuar produzindo a lactase. Contudo, embora tenham a capacidade de digerir a lactose corretamente, é importante destacar que o leite não deve ocupar toda a dieta do gato. Em seguida, explicamos como oferecer este alimento ao seu gato corretamente. Com o crescimento do filhote, é essencial ir adaptando a sua alimentação para introduzir novos nutrientes, proteínas, vitaminas, etc, necessárias para o seu desenvolvimento correto.

Por outro lado, embora a produção da enzima lactase diminua, se o felino continua produzindo uma pequena quantidade é possível que possa tolerar o leite, também em pequenas quantidades. Do mesmo jeito, os produtos lácteos como o queijo e o iogurte, por terem uma quantidade de lactose menor, também podem ser digeridas em quantidades menores.

Então, filhote de gato pode tomar leite?

Se, com gatos pequenos, nos referimos a filhotes recém-nascidos, o ideal é que se alimentem do leite materno. Se, infelizmente, você está cuidando de um gatinho que ficou órfão, não recomendamos que você lhe dê leite de vaca, uma vez que a composição é diferente do leite materno e, por isso, o animal não estará recebendo os nutrientes, lípidos e proteínas que necessita. Atualmente, é possível obter preparados que simulam o leite materno da gata, sendo necessário recorrer ao veterinário para que ele indique o melhor segundo a idade do filhote. Contudo, você pode conferir algumas dicas nesse artigo que explica como alimentar um gato recém-nascido.

Contudo, se o gato em questão é filhote mas já foi desmamado, você pode oferecer pequenas quantidades de leite para ver se o corpo dele o digere corretamente. Se não apresentar nenhum problema, pode concluir que o gato pequeno pode beber leite de vez em quando, sempre como um complemento e nunca como ingrediente principal.

Os gatos podem beber leite? - Então, filhote de gato pode tomar leite?

Gato pode beber leite de vaca quando é adulto?

Como vimos anteriormente, a maioria dos gatos tem tendência a reduzir progressivamente a produção de lactase depois do desmame. Isso significa que, devido à deficiência da enzina ou o desaparecimento completo da mesma, muitos deles podem se tornar intolerantes à lactose. Por que isso acontece? Muito simples. A lactose é o açúcar que compõe o leite, sendo constituída por glicose e galactose. Para digeri-la, o corpo produz naturalmente a enzima lactase no intestino delgado, a qual se encarrega de decompô-la para transformá-la em açúcares simples e, por isso, facilitar a sua absorção. Quando a enzima não pode cumprir a sua função, a lactose passa ao intestino grosso sem ser digerida e desenvolve vários problemas digestivos por fermentar a cargo da flora bacteriana. Desse jeito, os sintomas da intolerância à lactose em gatos são os seguintes:

  • Náuseas e vômitos
  • Diarreia
  • Gases
  • Inchaço da zona abdominal

Assim, se depois de oferecer leite de vaca ao seu gato adulto você observa estes sintomas, é muito provável que se trate de uma intolerância e, por isso, você deve eliminar a lactose da dieta dele. Contudo, também existe alergia à lactose, uma patologia completamente diferente da anterior. Enquanto que a intolerância à lactose afeta o sistema digestivo, a alergia inclui o imunológico, uma vez que o dito sistema desenvolve uma hipersensibilidade e emite uma reação alérgica quando percebe que o alérgeno em questão entrou no organismo. Neste caso, o alérgeno seria a lactose e a alergia produziria os seguintes sintomas no felino:

  • Coceira acompanhada de urticária
  • Dificuldade em respirar
  • Tosse
  • Vómitos
  • Diarreia
  • Diminuição da tensão arterial
  • Dor de estômago que pode ser identificada por miados repentinos.

Se o seu pet sofrer de alguma dessas reações, não hesite em visitar o veterinário de imediato, especialmente se ele não estiver respirando normalmente.

Por fim, é possível que o animal não desenvolva nenhuma das patologias anteriores e, por isso, seja capaz de digerir corretamente a lactose. Nesses casos, podemos dizer que os gatos podem beber leite de vaca sem problemas, sempre controlando as quantidades e a modo de complemento. Para isso, recomendamos dar um pouco de leite e observar o animal para garantir que realmente pode ingeri-lo de vez em quando ou se, ao invés, deve eliminá-lo completamente da dieta. O mais importante é conhecer o seu gato para poder compreender o pet e saber o que é melhor para a saúde dele!

Como dar leite para gato

Tal como explicamos nos apartados anteriores, se parece que o gato não sofre de nenhuma intolerância ou alergia à lactose, você pode oferecer um pouco de leite para ele. No geral, o mais recomendado costuma ser oferecer leite desnatado ou semidesnatado, embora alguns felinos tolerem o leite integral sem qualquer problema. Por isso, recomendamos que você experimente e observe o seu companheiro peludo para ver como ele reage e, assim, descobrir que tipo de leite ele mais gosta e como se sente melhor.

Por outro lado, se o seu felino mostrou sinais de intolerância mas gostaria de saber se o seu gato pode tomar leite na mesma, você deve ter em conta que a melhor opção é o leite sem lactose. Como acontece com os humanos, o leite sem lactose é mais fácil de digerir e, por isso, previne o aparecimento de problemas relacionados com o trato digestivo.

Em relação à quantidade de leite recomendada para gatos, o certo é que não podemos estabelecer um número determinado de mililitros porque, como pudemos comprovar, tudo depende de cada caso e do grau de tolerância do animal. O que podemos garantir é que, independentemente de ter ou não capacidade para digerir a lactose, não se recomenda um consumo exagerado de leite. O excesso de leite na dieta do gato pode resultar numa porcentagem de cálcio demasiado elevada, o que pode chegar a provocar o desenvolvimento de cálculos renais, por exemplo. Por esse motivo, aconselhamos que você defina uma regra em função das necessidades do seu felino e oferecer leite duas vezes por semana em tacinhas pequenas. Contudo, voltamos a frisar que as porções e as doses podem variar desde que a saúde do animal não seja prejudicada.

Os gatos podem beber leite? - Como dar leite para gato

Gato pode comer derivados do leite?

Como comentado anteriormente, se não existe qualquer alergia ou intolerância à lactose, o gato pode consumir produtos lácteos como o queijo ou o iogurte sem problemas. Como acontece com todos os alimentos processados, você deve sempre ter muita atenção às quantidades. Nesse sentido, e embora sejam bons para o animal, não recomendamos um consumo exagerado, sendo ideal oferecer um par de colheres de sopa de iogurte no café da manhã, por exemplo, ou um pedaço de queijo como prêmio. Contudo, o iogurte deve ser natural e sem açúcar e o queijo suave e cremoso. Você pode alternar o consumo de leite sem lactose com a ingestão desse tipo de produtos lácteos para evitar oferecer ambos alimentos no mesmo dia.

Na verdade, o iogurte em particular é um alimento benéfico para os gatos pelo seu elevado conteúdo de probióticos. Nesse sentido, outro produto recomendado pela mesma razão é o kefir, que inclui uma porcentagem ainda mais elevada e ajuda o animal a regular a flora intestinal e o sistema digestivo em geral. Não aconselhamos que você ofereça mais de duas doses semanais, uma vez que os produtos devem ser dados apenas como complemento.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Os gatos podem beber leite?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Dietas caseiras.

Escrever comentário sobre Os gatos podem beber leite?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Amilcar
Esta informação é super útil. Muito obrigado pelo vosso esforço!

Os gatos podem beber leite?
1 de 3
Os gatos podem beber leite?

Voltar ao topo da página