menu
Partilhar

Curiosidades sobre as cobras

 
Por Nick A. Romero H., Biólogo e educador ambiental. 22 março 2022
Curiosidades sobre as cobras

As cobras são animais cordados que pertencem à classe Reptilia, ordem Escamosos (Squamata) e à subordem das Serpentes; sem dúvida alguma, correspondem a um grupo muito peculiar dentro dos répteis. Esses animais sem membros causam tanta fascinação quanto medo, já que algumas delas não apenas podem ser agressivas, mas também letalmente venenosas. No entanto, são belos animais que muitas vezes respondem diante de situações de medo ou ameaças.

Como todos os animais silvestres, possuem um papel importante dentro dos ecossistemas em que habitam, e neste artigo do PeritoAnimal falaremos das principais e mais surpreendentes curiosidades sobre as cobras. Convidamos você a continuar lendo para descobrir tudo o que precisa saber sobre as cobras.

Também lhe pode interessar: Curiosidades sobre as raposas

1. As cobras pertencem a um grupo muito diverso

Iniciamos nossa lista de curiosidades sobre as cobras falando do grupo a qual fazem parte, que é muito diverso, estando atualmente agrupadas na subordem Serpentes, a qual é subdividida em duas infraordens: Scolecophidia e Alethinophidia. A primeira contém as cobras cegas, formadas por cinco famílias. Em relação à segunda, existem discrepâncias no número de famílias, mas, de acordo com o sistema Integrado de Informações Taxonômica, são identificadas 24, onde encontramos o restante dos grupos, por exemplo, corais falsas, boas, serpentes típicas, pítons, boas anãs, víboras, cobras, mambas, marinhas, entre outras. O total de espécies listadas somam 3.691 serpentes, com 1.245 subespécies.

Descubra neste outro artigo os diferentes Tipos de cobras: classificação e fotos.

2. Suas dimensões são variáveis

As cobras são um grupo muito variado quanto aos tamanhos que exibem. Assim, atualmente existem indivíduos pequenos, como é o caso da cobra-fio-de-Barbados (Tetracheilostoma carlae), com cerca de 10 cm de comprimento, e espécies enormes, por exemplo, uma das maiores do mundo é a sucuri-verde ou anaconda (Eunectes murinus), nativa da América do Sul, da qual existe registros que indicam que mede entre 10 e 12 metros de comprimento e pesa cerca de 250 kg.

Curiosidades sobre as cobras - 2. Suas dimensões são variáveis

3. Seus sentidos são surpreendentes

Os sentidos são um aspecto curioso nas serpentes. A visão varia de acordo com o tipo, de modo que diversas espécies tem uma visão deficiente, enquanto que algumas de hábitos arbóreos de florestas tropicais têm sentido bem desenvolvido, como o azulão-boia (Leptophis ahaetulla), que habita na América do Sul e Central.

Com relação à audição, as cobras não possuem ouvido externo e médio, mas não são surdas, já que possuem ouvido interno, o que lhes permite ter certa audição. Esses répteis são bastantes sensíveis e percebem vibrações no solo, que é importante para caçar ou se manter alerta.

Outra das maiores curiosidades das cobras é que estes animais dependem em maior parte da percepção química para cheirar, para isso utilizam sua língua bífida que constantemente é vista em movimento fora da boca. Com a língua, vão recolhendo as partículas no caminho, que introduzem na boca para que os rastros químicos sejam captados por algumas estruturas conhecidas como órgãos de Jacobson, que estão localizados no paladar e estão cobertos de tecido olfativo, deste modo o animal cheira suas presas ou caçadores.

Um aspecto chamativo de certas cobras como as víboras, pítons e boas é sua especial capacidade termorreceptora, já que possuem estruturas conhecidas como os órgãos de poço, que são orifícios em sua cara, entre as narinas e os olhos, que tem uma membrana especializada para detectar a radiação infravermelha de potenciais presas ou predadores. Neste sentido, essas estruturas permitem detectar facilmente suas presas, inclusive na ausência total de luz, porque percebem o calor que o outro indivíduo gera.

4. Possuem diferentes maneiras de se moverem

A locomoção em um animal ápode (sem patas) pode parecer, à princípio, um problema, no entanto, as cobras desenvolveram estratégias que lhes permitem se mover sem nenhuma dificuldades, de fato, fazem isso de forma muito eficaz e, sem dúvida, curiosa. Vejamos a seguir como elas fazem:

  • Umas das formas de deslocamento que utilizam é a ondulação lateral, com um típico movimento em forma de S, que é possível porque o animal se propulsiona lateralmente contra as irregularidades da superfície. É graças a presença de suas numerosas vértebras, que são curtas e largas, que conseguem fazer essas rápidas ondulações.
  • Outra maneira que as cobras têm para se moverem e que também é muito curiosa é através do movimento de sanfona, útil quando estão em um canal ou sobem em alguma árvore. Nesses casos, o réptil estende o corpo para frente, ao mesmo tempo que vai formando o S para os lados.
  • Também podem se deslocar de maneira retilínea, principalmente as com maiores pesos. Neste caso, alguns pontos do corpo se apoiam no chão, enquanto outros, pela ação de certos músculos se levantam e permitem que o corpo se desloque para frente.
  • As cobras que estão em lugares como desertos com areias soltas, nos quais não podem se apoiar para realizar o movimento, se deslocam através do conhecido "sinuoso lateral", o qual possui um mínimo de contato com o solo. O animal vai formando ondulações à medida que se movimento para frente, enquanto que o corpo forma um ângulo de cerca de 60 graus em relação com a direção para onde se dirige.

Neste outro artigo falamos sobre como os animais se locomovem.

Curiosidades sobre as cobras - 4. Possuem diferentes maneiras de se moverem

5. Possuem diferentes estratégias de caça e formas de comer

As cobras são animais carnívoros, muito ágeis no momento de caçar, se alimentam de uma variedade de indivíduos dependendo do habitat e do tamanho do próprio réptil. As espécies venenosas utilizam sua picada venenosa quando apanham a presa para matá-la antes de comê-la. As que não têm veneno, ao contrário, capturam seu alimento e o matam geralmente por constrição, mas até algumas podem devorar a sua presa ainda viva.

Outro fato curioso das cobras é que diversas espécies, graças às suas mandíbulas não se unirem rigidamente, mas serem vinculadas por músculo e pele, têm um aparelho bucal extremamente flexível, o que lhes permite consumir presas muito maiores que o próprio animal e até ovos de tamanho enormes em relação à dimensão da boca. Neste sentido, engolem inteiramente o alimento e logo após iniciam um complexo sistema de digestão que as mantêm inativas por determinado tempo.

Curiosidades sobre as cobras - 5. Possuem diferentes estratégias de caça e formas de comer

6. Nem todas se reproduzem da mesma forma

Se você ainda quer conhecer mais informações sobre as cobras, sua forma curiosa de se reproduzir te surpreenderá. Embora todas as cobras tenham fertilização interna, exibem diversos tipos de reprodução, o que, sem dúvida, é um aspecto curioso dentro de um mesmo grupo. Neste sentido, existem espécies ovíparas, como é o caso do grupo das pítons, que cuidam do seu ninho até que nasçam os filhotes; outras são ovovivíparas, como por exemplo as do gênero Crotalus, que conhecemos comumente como cascavel: enquanto que as boas são serpentes vivíparas.

Outra das curiosidades sobre as cobras é que as fêmeas podem armazenar o esperma e decidir quando fertilizar os ovos, e até conseguem ir colocando em intervalos diferentes de tempo depois da copulação.

Conheça mais profundamente os diferentes Tipos de reprodução em animais neste outro artigo.

7. Algumas são venenosas e outras não

Um aspecto pelo qual as cobras são temidas é pelo seu veneno, portanto sempre é importante ser prudente com esses animais, principalmente se não conhecemos informações suficientes. O veneno das cobras é uma mistura complexa de proteínas, que tem impactos neurotóxicos ou hemolíticos, de modo que afeta o sistema nervoso ou causa a destruição dos glóbulos vermelhos nas vítimas.

Tradicionalmente as serpentes são divididas em diferentes grupos de acordo com suas presas:

  • Temos a família dos Viperídeos, onde estão as víboras, que possuem presas em formato tubular na área anterior da boca por meio das quais inoculam o veneno.
  • Também está a família dos Elapídeos, caracterizadas pela presença de presas curtas, que se mantêm eretas todo o tempo e que vão desprendendo o veneno durante a mordida. Neste grupo estão as cobras, mambas, corais e serpentes marinhas, entre outras.
  • Finalmente, no grupo dos Colubrídeos, estão localizadas na sua maioria as serpentes não venenosas com presas dispostas na parte posterior da boca. No entanto, aqui existem certas espécies que são uma exceção, como o caso da boomslang da África (Dispholidus typus) que é venenosa.

Curiosamente, a saliva de todas as cobras, incluindo a das não venenosas, possuem um certo efeito tóxico, mas isso é devido a uma ferramenta muito útil que utilizam para iniciar uma pré-digestão dos seus alimentos antes de engoli-los.

Neste outro post falamos das Serpentes mais venenosas do mundo.

8. Se distribuem por quase todo o mundo

As serpentes são animais que estão distribuídos por quase todo o planeta, com exceção da Antártida e algumas ilhas. O habitat desses répteis pode ser muito variado, por isso encontramos espécies em áreas de selva, como a píton-verde-arborícola (Morelia viridis), desérticas como um dos tipos de cascavel (Crotalus scutulatus), marítimas, como por exemplo a cobra-do-mar-cabeça-dura (Hydrophis annandalei), pantanosas ou de água doce, como é o caso da sucuri-verde (Eunectes murinus), de hábitos semiaquáticos e até em áreas temperadas, como a cobra liga comum (Thamnophis sirtalis) muito difundida na América do Norte.

Todas estas curiosidades sobre as cobras nos aproximam um pouco mais desses fantásticos animais, mas é importante lembrar que devem permanecer em seu habitat natural sem serem incomodados. Desta forma, se você encontrar uma cobra, não tente tocá-la nem pegá-la, pois as consequências podem ser muito graves. Você conhece algum fato curioso sobre as cobras que não esteja neste artigo? Deixe seu comentário!

No vídeo a seguir, além das curiosidades sobre as cobras que já apresentamos, há algumas outras:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Curiosidades sobre as cobras, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Fang, J. (2010). Snake infrared detection unravelled. Disponível em: <https://web.archive.org/web/20161228022254/http://www.nature.com/news/2010/100314/full/news.2010.122.html>. Acesso em 14 de março de 2022.
  • Hickman, C., Roberts, L., Parson A. (2000). Principios integrales de zoología. McGraw Hill Interamericana: España
  • Milord, L. 2012. Eunectes murinus (en línea), Animal Diversity Web. Consultado em 5 de janeiro de 2022 em https://animaldiversity.org/accounts/Eunectes_murinus/>. Acesso em 14 de março de 2022.
  • Sistema Integrado de Información Taxonómica (2022). Serpentes. Disponível em: <https://www.itis.gov/servlet/SingleRpt/SingleRpt?search_topic=TSN&search_value=174118#null>. Acesso em 14 de março de 2022.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Curiosidades sobre as cobras
1 de 4
Curiosidades sobre as cobras

Voltar ao topo da página