Partilhar

Características do gato

 
Por Maria Besteiros. 8 novembro 2019
Características do gato

Ver fichas de  Gatos

Com fama de independentes e pouco apegados aos seus cuidadores, a verdade é que os gatos são excelentes companheiros para qualquer lar. Eles podem ser tão afetuosos quanto os cachorros, mas apresentarão diferenças consideráveis, não apenas físicas. É essencial que você conheça o caráter, o comportamento e as necessidades, ou seja, todas as características dos gatos antes de adotar um.

Para garantir uma convivência feliz, neste artigo do PeritoAnimal, abordamos todos os detalhes e vamos te explicar como são os gatos.

Também lhe pode interessar: Características dos gatos amarelos

Origem e evolução dos gatos

São muitas as qualidades dos gatos. Inteligentes, elegantes e ágeis são apenas algumas das qualidades possíveis para se referir a esse felino que se adaptou a viver com seres humanos, dentro de suas casas e nas cidades, formando o que chamamos de colônias. Os gatos se aproximaram de pessoas há cerca de 10.000 anos, atraídos pela abundância de roedores que vagavam nos povoados humanos, que por sua vez perceberam o valor do gato para controlar essas pragas. Mas, além disso, em civilizações como a egípcia, os gatos eram animais sagrados, deuses e tão respeitáveis que eram enterrados com honras.

Com o passar dos anos, o relacionamento entre gatos e seres humanos passou por diversos altos e baixos, mas os felinos sempre conseguiram se adaptar a cada situação para sobreviver. Hoje, eles fazem parte dos animais de estimação favoritos das pessoas, mas infelizmente, ainda existem muitas pessoas que decidem abandoná-los nas ruas.

Quanto à origem do gato como espécie, são várias as teorias que existem a respeito, por isso ainda se discute como os gatos surgiram e onde. Mamíferos, carnívoros e com cios sazonais, a seguir vamos nos aprofundar mais nas características dos gatos.

Taxonomia dos gatos

Quanto às características do gato com sua taxonomia, que é a classificação científica que coloca essa espécie no reino animal de acordo com seus parâmetros mais importantes. É a seguinte:

  • Reino: Animalia;
  • Subreino: Eumetazoa;
  • Subfilo: Vertebrata;
  • Classe: Mammalia;
  • Subclasse: Theria;
  • Infraclasse: Placentalia;
  • Ordem: Carnivora;
  • Subordem: Felifornia;
  • Família: Felidae;
  • Subfamília: Felina;
  • Gênero: Felis;
  • Espécie: Felis silvestris;
  • Subespécie: Felis silvestris catus.

Como são os gatos?

Quanto às características físicas do gato, estamos falando de um mamífero quadrúpede, com cauda, embora o gato de Manx não possua uma, garras retráteis e pelos recobrindo todo o corpo. Possui 230 ossos que lhe conferem grande flexibilidade e elasticidade. Destacam-se seus bigodes, que são pelos modificados com função sensorial.

Sua coloração é muito variável e pode ser monocromática, bicolor ou tricolor, apresentando diferentes padrões de listras e comprimentos. Embora existam variações entre espécimes e raças maiores ou menores, podemos estabelecer um peso médio entre 3 e 5 kg.

Além disso, os gatos são animais vivíparos, o que significa que dão à luz suas crias em ninhadas de cerca de 4-5 filhotes que serão alimentados com o leite da mãe durante as primeiras semanas de vida. Também se destacam seus sentidos de visão, audição e olfato, que facilitam sua vida como um animal predador. A temperatura do seu corpo dos gatos fica entre 38 e 39°C.

Características do gato - Como são os gatos?

Onde os gatos vivem?

Os gatos estão distribuídos por todo o mundo. Atualmente, podemos falar sobre o habitat do gato doméstico, que seria o correspondente as espécimes que vivem sob cuidado dos seres humanos em suas casas e de outros gatos, considerados selvagens, encontrados em ambientes naturais sem contato com pessoas. Além disso, ao redor dos núcleos humanos, há gatos livres que seguem a vida sem que nenhuma pessoa seja diretamente responsável por eles. Nestas condições, os gatos apenas sobrevivem.

Enriquecimento ambiental para gatos

É importante levar em consideração as características do gato para que a coexistência em sua casa seja bem-sucedida. Para isso, é necessário ter utensílios essenciais, como uma caixa de areia com uma pá, um arranhador, um pote de comida, um bebedouro e comida adaptada às necessidades nutricionais do gato de acordo com a fase de vida em que se encontra. Além disso, é conveniente fornecer ao gato entretenimento, para o qual você encontrará vários brinquedos à venda, bem como um ambiente onde ele possa escalar, se esconder, descansar, etc.

Alimentação dos gatos

Os gatos são animais estritamente carnívoros. Sua alimentação no ambiente natural se baseava na caça de roedores, aves e lagartos, mas não é incomum a ingestão ocasional de plantas, supostamente para complementar sua dieta.

Atualmente, você pode escolher entre várias opções, como comida caseira, ração, comida úmida ou desidratada, mas sempre de acordo com a fase da vida em que o gato se encontra, para que não ocorram deficiências nutricionais.

Ao contrário da crença popular, na qual a imagem do gato é associada a um prato de leite, os gatos adultos não precisam consumir esse alimento. De fato, com a idade, eles perdem a enzima essencial para digerir o leite, o que torna o leite indigesto para esses animais. Saiba mais sobre o tema no artigo "Os gatos podem beber leite?".

Comportamento e personalidade dos gatos

Entre as características do gato, o seu caráter se destaca, apesar de ser possível encontrar grandes variações dependendo do indivíduo e das experiências que ele viveu ao longo de sua vida. É possível destacar sua rica comunicação, que inclui a linguagem corporal e sons como miados, bufos e ronronos. Os feromônios que emite e detecta são outra forma muito importante de comunicação.

Os gatos se destacam por sua limpeza e, exceto quando doentes, dedicam muitas horas à auto-limpeza. Muito do tempo restante é gasto dormindo. Além da limpeza, é necessário que os gatos afiem as garras. Se você não fornece locais adequados para isso, como um raspador, é provável que seus móveis ou cortinas acabem rasgados. Ainda sobre higiene, eles fazem as necessidades na caixa de areia desde pequenos.

Os gatos, com exceção da fêmea e seus filhotes, tem hábitos solitários. Embora possam viver em colônias ou coletivos, também é verdade que para eles essa é uma situação estressante, o que se manifesta com a defecação inadequada, brigas, falta de apetite, etc. Gatos amam rotina, portanto, qualquer alteração deve ser feita após um período de adaptação. Ao contrário dos cachorros, eles não precisam aprender comandos básicos, embora seja conveniente estabelecer algumas regras de convivência e dedicar a eles tempo para brincadeiras e atenção.

Reprodução dos gatos

Como os gatos se reproduzem? Os gatos machos podem se reproduzir sempre que perceberem a proximidade de alguma gata no cio. Elas são poliéstricas sazonais, ou seja, durante os meses com maior incidência de luz solar, passam por cios contínuos. Isso faz com que uma das características dos gatos seja a capacidade de produzir até três ninhadas por ano. A gestação dura cerca de nove semanas. Após o nascimento, os filhotes devem passar pelo menos oito semanas com a mãe e os irmãos.

Gatos atingem a maturidade sexual rapidamente, em aproximadamente 6-8 meses. Recomenda-se a esterilização precoce de machos e fêmeas como parte dos cuidados responsáveis para evitar problemas de convivência, saúde e reprodução descontrolada.

Raças de gatos: classificação

Atualmente, existem mais de 100 raças de gatos padronizadas e registradas. As raças mais antigas tinham pelo curto e são as descendentes dos gatos que os romanos espalharam por toda a Europa. O primeiro gato de pelos compridos foi o Angorá, da Turquia. O seguinte foi o famoso persa, da Ásia Menor. Do Extremo Oriente vieram os Siameses, enquanto da Rússia, se difundiu o Azul Russo e da Etiópia, o Abissínio.

As características do gato não variam fundamentalmente de uma raça para outra, mas podemos encontrar certas características mais típicas de uma ou de outra. É conveniente que você se informe antes de adotar. Segundo a Federação Internacional dos Felinos, as raças de gatos são agrupadas em quatro categorias, que são as seguintes:

  • Categoria I: persas e exóticos como o Ragdoll;
  • Categoria II: pelo semi longo como o Norueguês da Floresta, o Siberiano ou o Angorá;
  • Categoria III: pelo curto como o Gato-de-Begala, o Chartreux, o Gato-Comum-Europeu ou o Manx;
  • Categoria IV: siameses e orientais como o Abissínio, o Sphynx, o Devon Rex, o Azul Russo ou o Balinês.

Expectativa de vida dos gatos

Se você decidiu adotar e se pergunta quanto tempo vive um gato, embora haja variações dependendo da qualidade de vida recebida, você poderá usufruir de sua companhia por cerca de 12 a 15 anos. Obviamente, também existem gatos que ultrapassam essa idade e vivem até 20 anos. Tudo vai depender da qualidade de vida que ele teve e dos cuidados recebidos.

Para oferecer tudo o que seu gato precisa, não perca nosso vídeo no YouTube com todos os cuidados para que seu gato viva mais:

Curiosidades dos gatos

Uma das características dos gatos mais curiosas é que o macho tem pênis com espinhos. Essa conformação se deve ao fato de que, ao terminar a cópula, a gata precisa receber um estímulo para que a ovulação ocorra. Os espinhos do pênis, quando é retirado no sentido contrário, fazem isso.

Outra curiosidade sobre sua anatomia é a pelagem carey ou tricolor, que ocorre apenas nas fêmeas, uma vez que a chamada cor vermelha está associada ao cromossomo X. Além disso, os gatos deixaram de ser animais reverenciados, com punições a quem ousasse prejudicá-los, para se relacionar com as celebrações pagãs, de forma que eventualmente acabaram sendo associados ao diabo e à bruxaria. Assim, em muitos lugares, os gatos pretos são associados à má sorte.

Por outro lado, a resistência dos gatos popularizou a crença de que eles têm sete vidas. Sete é um número que é considerado de boa sorte, e os gatos sempre caem de pé. Embora essa afirmação não seja totalmente verdadeira, é outra curiosidade dos gatos o fato de conseguirem endireitar seu corpo para cair bem quando saltam das alturas.

Finalmente, o amor pelos gatos e sua popularidade atual levaram alguns espécimes a se tornarem prefeitos de suas cidades. Um exemplo é o famoso Stubbs, governante honorário de uma pequena cidade do Alasca, que morreu alguns anos atrás.

Veja mais curiosidades sobre os gatos no nosso vídeo no YouTube:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Características do gato, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Morris, D. (1994). Observe a su gato. Barcelona: Plaza & Janés Editores.
  • Bradshaw, J. (2013). En la mente de un gato. Barcelona: RBA Libros.

Vídeos de Características do gato

1 de 3
Vídeos de Características do gato

Escrever comentário sobre Características do gato

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Características do gato
1 de 2
Características do gato

Voltar ao topo da página