Partilhar

Gato Siberiano

Atualizado: 24 janeiro 2019
Gato Siberiano

Com pelagem abundante e olhar penetrante, o gato Siberiano tornou-se uma das raças de gatos mais populares e apreciadas do mundo. Seu temperamento equilibrado e características físicas, o tornaram um dos companheiros ideais para todo o tipo de pessoas. No entanto, apesar de ser um felino muito antigo, seu reconhecimento oficial foi cerca dos anos 90, você quer saber por quê? Neste artigo do PeritoAnimal vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre o gato Siberiano, suas características, personalidade, cuidado e curiosidades.

Origem
  • Europa
  • Rússia
  • Ucrânia
Classificação FIFE
  • Categoria II
Características físicas
Peso médio
  • 3-5
  • 5-6
  • 6-8
  • 8-10
  • 10-14
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-15
  • 15-18
  • 18-20
Tipo de pelo

Gato Siberiano: origem

O gato Siberiano é um dos conhecidos como "gatos da floresta ", juntamente com o Maine Coon e o Norueguês da Floresta, uma vez que os exemplares destas raças de gatos se desenvolvem pelos bosques da Rússia e da Ucrânia. Acredita-se que vem da cruzamento de gatos domésticos levados a Rússia e Ucrânia com gatos selvagens das florestas da Sibéria, por isso é conhecido como Gato Siberiano.

Esta raça de gato parece nova, dado que não há documentos que a mencionem até 1871. Desta forma, não teve pedigree oficial até 1987 e a Federação Mundial de Gatos não a reconheceu até poucos anos atrás, dando sua expansão internacional apenas nos anos 90. Isto pode ser explicado pela proibição existente no regime soviético sobre a exploração de animais domésticos, os fazendeiros que possuíam gatos Siberianos faziam isso secretamente. No entanto, suas origens parecem voltar mil anos atrás no tempo. Na Rússia eram companheiros habituais dos nobres, estando muito presentes nos palácios mais distintos da Rússia Imperial. Portanto, faz parte de uma das mais antigas raças de gatos do mundo, apesar de sua documentação oficial nas datas indicadas.

Gato Siberiano: características

Sem dúvida, a característica física do gato Siberiano mais representativa é a pelagem espessa composto por três camadas. Presente em muitas raças, essa característica é muito mais desenvolvidas nesta raça de gatos pois tinham que suportar às temperaturas drásticas da Sibéria para sobreviver. A pelagem tem cobertura dura e, embora seja um pouco mais curta nas pernas e no peito, é consideravelmente longa na cabeça e na barriga. Têm também pelos compridos entre os dedos.

Quanto à cor do pelo e dos olhos, todos são aceitos, exceto chocolate e violeta. Os olhos costumam ser de cor âmber ou verdes, embora possam existir exemplares com olhos azuis porém são raros de encontrar. Independentemente da cor dos olhos, eles são arredondados e expressivos.

Em geral, o peso varia entre 4,5 e 9 kg em machos e fêmeas. É preciso ter em conta que o gato não atingirá o seu tamanho e peso final até aos 4 ou 5 anos de idade, sendo o crescimento consideravelmente mais lento comparado com outras raças. Além disso, como suas patas traseiras são ligeiramente mais longas que as patas dianteiras, suas costas são um pouco arqueadas.

Gato Siberiano: personalidade

Se falamos sobre a personalidade do gato Siberiano, nota-se que esta raça de gato é caracterizada por sua sociabilidade e afabilidade. Embora a sua aparência robusta possa ser impressionante, é um gato muito carinhoso que se adapta bem ao tratamento com outros gatos e até com outros animais como os cachorros. O comportamento dessa raça de gato parece com o de um cachorro, pois esperam pelos tutores e quando eles chegam em casa estão constantemente pedindo atenção e carinho.

Por outro lado, também é verdade que pode levar algum tempo para perder a timidez inicial com estranhos, por isso, se você é o novo tutor deve ter um pouco de paciência, porque depois de te conhecer completamente vai passar horas brincando e implorando por carícias. A princípio, pode mostrar uma personalidade duvidosa com comportamentos como se esconder diante dos visitantes, mas no momento em que se sentir confortável, não hesitará pedir carinho e ronronar bastante.

Se você acabou de adotar um gato Siberiano e precisa de dicas sobre como ganhar a confiança de um gato, leia nosso artigo.

Gato Siberiano: cuidados

Um dos cuidados principais com o gato Siberiano é ter muita atenção e dedicação a manutenção da pele. Dado o comprimento, recomenda-se escovar regularmente para evitar nós e bolas de pelo, principalmente nas áreas da barriga e peito onde o pelo é mais propício a despentear. Entre 2 e 3 vezes por semana será suficiente, conheça as escovas para gatos de pelo longo mais indicadas, nesse artigo do PeritoAnimal.

Outro aspecto para se ter em conta em relação ao pelo do gato são os banhos, recomenda-se não dar banho ou pelo menos não com frequência, pois eliminaria a camada de oleosidade protetora que permite o isolamento do frio e a impermeabilidade. O banho em excesso pode favorecer patologias respiratórias, como pneumonia felina e para além da estética, o pelo também perderia volume e brilho. Portanto, recomendam-se banhos secos, devem ser realizados por bons profissionais que, acima de tudo, cuidam da saúde do felino. Confira mais informações sobre o que fazer para limpar um gato sem lhe dar banho neste artigo.

Gato Siberiano: saúde

Devido a sua origem selvagem e por ter permanecido uma raça inalterada pelos humanos, estes gatos são fortes e robustos, com uma saúde invejável e sem doenças congênitas notáveis. Apesar disso, eles têm doenças comuns como qualquer outra raça, como a cardiopatia hipertrófica, que consiste em um miocárdio ventricular esquerdo aumentado, de modo que as idas veterinárias devem ser frequentes.

Como na maioria dos gatos, é necessário estar atento ao estado do pelo, das unhas, das mucosas e dos dentes para detectar e prevenir doenças. Da mesma forma, é importante realizar um calendário de vacinação e desparasitação adequadas, sempre seguindo as instruções do veterinário.

Curiosidades

  • Existem lendas que atribuem a esses gatos a tarefa de guardar os mosteiros russos.
  • Esta raça em particular gosta de brincar com a água, por isso é preciso ter cuidado, porque como mencionado acima, isso pode ser prejudicial à saúde.
  • Finalmente, os gatos siberianos são considerados gatos hipoalergênicos, isso porque eles não produzem uma proteína chamada FelD1, que é responsável por 80% das alergias aos animais. Por esta razão, os gatos siberianos podem ser uma boa escolha para aqueles afetados por alergias de pelo de gato.

Fotos de Gato Siberiano

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Gato Siberiano

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Gato Siberiano

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Gato Siberiano
1 de 7
Gato Siberiano

Voltar ao topo da página