Partilhar

Por que o gato mia?

Por que o gato mia?

Ver fichas de  Gatos

Quando você convive com gatos, logo se acostuma com seus miados característicos e percebe que eles emitem sons muito diferentes, dependendo do que pretendem conseguir. É importante aprender a reconhecê-los e interpretá-los, tanto para que haja uma boa comunicação entre o dono e o felino, quanto para detectar imediatamente qualquer problema ou necessidade.

Neste artigo do PeritoAnimal explicaremos porque o gato mia para que você possa melhorar sua compreensão e comunicação com eles. Analisaremos os tipos de miados que você pode ouvir e seus significados, falaremos sobre gato miando muito e em que casos o som indica que é necessária uma visita ao veterinário.

Também lhe pode interessar: Por que meu gato mia tanto

Quando os gatos começam a miar?

Os miados do gato fazem parte de seu sistema de comunicação, portanto, a intenção comunicativa explica por que os gatos miam e justifica porque começam a fazê-lo desde muito cedo. Os gatos começam a miar já nas primeiras semanas de vida, antes da 3ªou 4ª. Os pequenos miam quando ficam sozinhos ou sentem frio ou fome. Os miados, neste caso, são muito agudos e curtos. Conforme crescem, você vai notar que os miados se modificam até parecerem um som mais semelhante ao dos gatos adultos.

Por que o gato mia? - Quando os gatos começam a miar?

Por que os gatos miam?

A razão pela qual os gatos miam é a comunicação dos gatos. Assim, os miados juntam-se a outros sons, como bufos, grunhidos ou choros, e movimentos corporais que completam a comunicação do gato e permitem que ele se relacione com outros gatos, outros animais e seres humanos. Além disso, embora seja imperceptível para nós, os gatos exibem comunicação através do cheiro e emissão de feromônios.

Como em qualquer outra língua, os miados podem ser de tipos muito diferentes, dependendo do que o gato quer te dizer. É claro que é possível encontrar gatos muito falantes, enquanto outros raramente soltam um miado. Neste último caso, você terá que procurar outras formas de comunicação para se entender com ele, como por exemplo a linguagem corporal dos gatos.

Gato miando, o que pode ser?

Você nunca deve ignorar um miado ou brigar com o gato que mia, pois tudo o que ele está tentando fazer é falar com você. Muitas das características atuais do miado de gatos se desenvolveram graças à relação entre gatos e humanos estabelecida pela domesticação, pois é mais incomum que os gatos se comuniquem entre si miando. A razão pela qual os gatos miam como bebês, com sons agudos, pode estar relacionada ao impacto que a voz do bebê causa nas pessoas, programadas para cuidar deles. O miado nos torna receptivos a responder rapidamente às necessidades do gato, como se fosse um bebê humano chorando.

Tipos de miados

Dependendo da sua necessidade no momento, o significado dos miados do gato vai variar, o que justifica porque o gato não mia de uma maneira concreta. Os sons mais comuns dos gatos são:

  • Chamada: um gato miando claro e alto, direcionado a você quando te vê Podemos dizer que esta é uma chamada genérica. O gato quer algo e exige sua atenção para que, assim que a tiver, possa fornecer mais informações sobre o que ele precisa. Este tipo de miado também é emitido quando o gato não te vê e te chama, assim como quando os gatinhos perdem sua mãe de vista.
  • Cio: uma gata no cio miará insistentemente, em tom alto e agudo. A razão pela qual as gatas miam no cio é para fazer uma reivindicação a todos os gatos machos ao redor. Este período fértil é acompanhado por esfregamento, elevação da pelve, aumento da micção, etc.
  • Fome: nós normalmente alimentamos os gatos à vontade para que eles não fiquem com fome, mas se você se esquecer de encher o pote ou se o gato desejar uma comida específica, como ração úmida ou algo que você está comendo, não é incomum que se aproxime miando e olhando para você. Ele pode fazer isso perto de seu pote de ração, no local você está comendo ou ao lado dos alimentos que lhe interessam.
  • Estresse: os gatos são muito sensíveis às mudanças em seu ambiente, e miar é uma maneira de manifestar isso. Se seu gato começar a miar de repente, mais do que o normal, pode ser devido à alguma mudança que alterou sua rotina. Geralmente este é um miado grave e forte. O tédio e a solidão também podem ser uma causa de estresse. Para evitar estressar o gato, você deve introduzir gradualmente qualquer alteração e mantê-lo em um ambiente enriquecido, onde ele possa se desenvolver completamente.
  • Carinho: um miado harmonioso, geralmente acompanhado por ronronar e um esfregamento das laterais do rosto contra o seu corpo, amassamento com as patas, lambidas ou pequenas mordidas, faz parte da saudação afetuosa que seu gato pode te dedicar quando está feliz em te encontrar.
  • Mal-estar: alguns gatos podem miar quando sentem alguma dor ou desconforto. Se você suspeita que é o caso do seu, é uma boa ideia verificar e explorar seus arredores para detectar um problema. Lembre-se de que muitos gatos doentes não miam para avisar, mas se escondem, permanecem apáticos ou param de comer. Ou seja, você não precisa esperar que ele mie para levá-lo ao veterinário.
  • Brigas: por fim, o gato pode miar quase gritando se estiver na defensiva e perto de atacar outro gato ou animal. Nesses casos, o pelo fica arrepiado, as orelhas dobradas, a boca aberta, a cauda levantada e os bufados acompanham os miados. Você deve tirá-lo dessa situação com calma para evitar danos.

Gato miando estranho, o que pode ser?

Agora, que você entendeu porque o gato mia, você já se deparou com um miado estranho? Se você não for capaz de descobrir o que está acontecendo com ele, ou notar alterações nos miados usuais que seu gato emitia até então, deve procurar o veterinário. Se notar que o gato está rouco, ele pode estar sofrendo de doenças respiratórias como a rinotraqueíte, que vai provocar inflamação das vias respiratórias, secreção nasal e ocular, perda de apetite, etc.

Também é possível que o gato pare de miar completamente devido a causas físicas e problemas relacionados ao estresse. O veterinário deve primeiro descartar uma doença. Se for um distúrbio comportamental, será necessário entrar em contato com um etólogo ou especialista em comportamento felino.

Por que os gatos miam à noite?

Como forma de comunicação, a única solução para o miado cessar é atender ao pedido que o gato está fazendo, ou seja, você precisa descobrir porque ele está miando. Quando os miados se intensificam durante a noite, a gata pode estar te dizendo que está passando pelo período de cio. A solução nesse caso seria inibi-lo, e a maneira de fazê-lo recomendada atualmente é a esterilização ou castração, que consiste em remover o útero e os ovários das fêmeas, e os testículos dos machos.

Gato miando muito à noite, o que fazer?

Antes de ir dormir, você precisa garantir que a caixa de areia esteja limpa, que há água e comida, que o gato não está trancado em lugar algum e que, em suma, tenha todas as comodidades para que não não precise solicitá-las durante a noite. Caso contrário, é muito provável que o gato te acorde de madrugada. Manter o gato entretido durante o dia e oferecer um ambiente enriquecido no qual ele possa descarregar sua energia são opções a serem consideradas para evitar um excesso de atividades noturnas.

Por que o gato mia? - Por que os gatos miam à noite?

Se deseja ler mais artigos parecidos a Por que o gato mia?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Morris, Desmond. 1994. Observe a su gato. Barcelona. Plaza & Janés Editores.

Vídeos de Por que o gato mia?

1 de 3
Vídeos de Por que o gato mia?

Escrever comentário sobre Por que o gato mia?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Moara M
Gostei do texto, explica bem e confere com o que tenho observado em meus dois bichanos (um macho e uma fêmea).

Por que o gato mia?
1 de 3
Por que o gato mia?

Voltar ao topo da página