menu
Partilhar

Binturong - Características, habitat, alimentação e reprodução

 
Por Nick A. Romero H., Biólogo e educador ambiental. 18 agosto 2021
Binturong - Características, habitat, alimentação e reprodução

O binturong (Arctictis binturong) é um animal asiático que apresenta características particulares, o que o faz destacar-se dentro da família dos viverrídeos a que pertence. Uma dessas características é ser considerada a maior espécie de seu grupo, dadas as suas dimensões. O binturong também é conhecido como urso-gato-asiático ou binturongue, em seu nome aportuguesado.

Este curioso animal tem um papel importante dentro dos ecossistemas em que habita, porém não escapou da ação humana, razão pela qual foi incluída na lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) como espécie ameaçada de extinção devido ao seu grau de declínio populacional. Neste artigo do PeritoAnimal, apresentamos informações sobre o binturong, suas características, habitat, alimentação e reprodução.

Classificação taxonômica do binturong

O binturong ou urso-gato-asiático é taxonomicamente classificado da seguinte forma:

  • Reino: Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Mammalia
  • Ordem: Carnivora
  • Família: Viverridae
  • Gênero: Arctictis
  • Espécie: Arctictis binturong

Em relação à existência de subespécies de Arctictis binturong, alguns cientistas reconhecem nove, entretanto, posições mais recentes expressam a necessidade de revisão desta classificação devido a várias controvérsias a esse respeito [1].

Características do binturong

O binturong é a maior espécie entre os viverrídeos, com peso que pode variar entre 9 e 20 kg. Quanto ao comprimento, pode chegar a cerca de 100 cm, isso sem contar sua cauda, que pode medir até 90 cm. Além disso, a cauda do binturong se caracteriza por ser preênsil, o que o torna um dos poucos carnívoros com essa peculiaridade.

Continuando com as características do binturong, ele possui uma pelagem bastante longa, de cor preta e áspera, eventualmente com pontas acinzentadas. Os pelos do rosto são menos abundantes e geralmente um pouco mais claros, com listras acinzentadas ou ligeiramente mais claras sobre os olhos; ele também tem bigode de cabelos brancos. As orelhas são pequenas, com tufos de pelo saindo delas. Quanto aos olhos, também são pequenos, de coloração marrom-avermelhada.

O dimorfismo sexual no binturong está presente em relação ao tamanho, uma vez que as fêmeas são ligeiramente maiores que os machos.

Binturong - Características, habitat, alimentação e reprodução - Características do binturong

Comportamento do binturong

O binturong ou urso-gato-asiático, embora não seja muito territorial, costuma ser solitário e geralmente evita outros indivíduos da espécie. Tem hábitos arbóreos, para os quais depende de sua cauda preênsil. Entretanto, dado seu peso, às vezes é difícil saltar entre as árvores, de modo que também é ativo no chão para se mover de uma planta para outra.

Há relatos contraditórios quanto aos horários em que é mais ativo, com alguns estudiosos relatando que geralmente é noturno ou crepuscular, com pouca ação durante o dia, enquanto outros estudos indicaram que a espécie é ativa durante o dia[2]. Outro de seus hábitos é a capacidade de nadar a fim de obter alimentos.

O binturong se comunica principalmente pelo olfato, já que tanto os machos quanto as fêmeas têm duas glândulas ao lado do ânus. A fêmea também tem duas glândulas adicionais ao lado da vulva. Essas estruturas produzem um odor que tem sido descrito como semelhante ao da pipoca, que é deixado nas árvores como uma forma de indicar sua presença na área. Esta espécie também usa certas vocalizações, como grunhidos, uivos e uma espécie de assobio para se comunicar.

Onde o binturong vive

O binturong é nativo da Ásia, de países como Bangladesh, Butão, Camboja, China, Índia, Indonésia, República Democrática Popular do Laos, Malásia, Mianmar, Nepal, Filipinas, Tailândia e Vietnã.

Quanto ao habitat do binturong, em alguns países, como em Laos, o binturong prospera em grandes extensões de florestas sempre verdes. Em outras, como nas Filipinas, ela se encontra tanto em florestas de planície primária como secundária, mas também em pastagens. Geralmente vive em altitudes de quase 400 m, e excepcionalmente tem sido avistado a quase 1000 m de altura.

Por outro lado, o binturong pode ocorrer em alguns ecossistemas florestados e até abandonados, que foram desmatados.

Binturong - Características, habitat, alimentação e reprodução - Onde o binturong vive

O que o biturong come

Embora taxonomicamente ela pertença à ordem dos animais carnívoros, a dieta do binturong é baseada especialmente em frutas, particularmente de um tipo de figo como a espécie Ficus altissima, portanto sua dieta é preferencialmente frugívora.

Entretanto, também pode consumir outras partes das plantas, como brotos e folhas, bem como insetos, peixes, pequenos pássaros, roedores, ovos e até mesmo carniça, de modo que, estritamente falando, é um animal onívoro.

Binturong - Características, habitat, alimentação e reprodução - O que o biturong come

Reprodução do binturong

As fêmeas amadurecem sexualmente aos dois anos e meio, enquanto os machos amadurecem um pouco mais cedo. A espécie tem taxas de reprodução mais elevadas de janeiro a março, embora possa procriar durante todo o ano. Os machos geralmente ficam na defensiva em relação às fêmeas, exceto quando elas estão receptivas, o que comunicam com rosnados. A gestação dura 90-92 dias e as ninhadas geralmente consistem de dois filhotes, embora possam nascer até seis filhotes de uma vez só.

O filhote de binturong recém-nascido pesa em média 142 gramas, tem os olhos fechados e fica escondido dentro da pelagem da mãe durante os primeiros dias de vida. O desmame ocorre entre 6 e 8 semanas. Geralmente, a ninhada é cuidada somente pela mãe e é comum observar as fêmeas sozinhas com suas crias, mas eventualmente alguns machos compartilham a tarefa até que as crias sejam independentes. Em alguns casos, o grupo familiar pode ser mantido, mesmo quando a prole não precisa mais dos cuidados dos pais.

O binturong é uma espécie com certa longevidade, vivendo até 18 anos na natureza, enquanto em cativeiro há registros de indivíduos que viveram até 25 anos.

Estado de conservação do binturong

O binturong está classificado como uma espécie vulnerável pela IUCN devido a sua tendência de declínio populacional e também porque está cada vez mais raro encontrá-lo em sua distribuição natural. Na verdade, estima-se que o binturong em algumas regiões esteja próximo da extinção local.

As ameaças às espécies incluem o tráfico para o comércio de animais de estimação, a caça para consumo humano, em alguns países é a espécie mais comumente mantida em gaiolas para exposição, sem falar na venda de sua pele. Embora em algumas das áreas onde a espécie é encontrada existam leis e tratados para sua proteção, assim como a manutenção de certas áreas protegidas, ainda há necessidade de uma aplicação mais rigorosa de medidas que realmente garantam a conservação do binturong em seu habitat natural.

Agora que você conhece melhor o binturong ou urso-gato-asiático, deixamos aqui um vídeo que pode te interessar em que falamos sobre como as mudanças climáticas afetam os animais:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Binturong - Características, habitat, alimentação e reprodução, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Referências
  1. Veron, G., Debruille, A., Kayser, P., Fernandez, D., Bourgeois, A. (2020). Diversidad genética y estructura del binturong Arctictis binturong (Carnivora: Viverridae): Estado del esquivo binturong de Palawan e implicaciones para la conservación. Zoological Journal of the Linnean Society, Volumen 188, Número 1, enero de 2020, páginas 302–318. Disponível em: <https://doi.org/10.1093/zoolinnean/zlz100>. Acesso em 19 de agosto de 2021.
  2. Willcox, DHA, Chutipong, W., Gray, TNE, Cheyne, S., Semiadi, G., Rahman, H., Coudrat, CNZ, Jennings, A., Ghimirey, Y., Ross, J., Fredriksson, G. y Tilker, A. (2016). Arctictis binturong. La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN 2016: e.T41690A45217088. Disponível em: <https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2016-1.RLTS.T41690A45217088.en>. Acesso em 19 de agosto de 2021.
Bibliografia
  • Schleif, M. 2013. Arctictis binturong. Animal Diversity Web. University of Michigan. Museum of Zoology. Disponível em: <https://animaldiversity.org/accounts/Arctictis_binturong/>. Acesso em 19 de agosto de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Binturong - Características, habitat, alimentação e reprodução
1 de 4
Binturong - Características, habitat, alimentação e reprodução

Voltar ao topo da página