menu
Partilhar

Raposa-andina (Lycalopex culpaeus)

Atualizado: 8 março 2022
Raposa-andina (Lycalopex culpaeus)

A raposa-colorada ou raposa-andina (Lycalopex culpaeus), também conhecida como raposa sul-americana, é um dos maiores canídeos que habitam a América do Sul. Sua população está distribuída pela Cordilheira dos Andes, mas está mais concentrada na região da Patagônia, entre o Chile e a Argentina. Você quer saber mais sobre este animal típico da Patagônia? Então, continue lendo esta ficha do PeritoAnimal para saber mais sobre a origem, características físicas, comportamento e reprodução da raposa-colorada ou raposa-andina.

Origem
  • América
  • Argentina
  • Chile

Origem da raposa-colorada

Como já mencionamos na introdução, a raposa-colorada (Lycalopex culpaeus) é um tipo de raposa nativa do oeste da América do Sul, cuja população é distribuída ao longo da Cordilheira dos Andes, desde o Equador até o extremo sul da Patagônia Argentina e do Chile. É o segundo maior canídeo que vive nesta região, não ultrapassando em tamanho apenas o aguará guazú (mais conhecido como o "lobo-guará").

O primeiro indivíduo desta espécie, que mais tarde seria conhecido como a raposa-colorada-comum, foi descrito pela primeira vez em 1782 por Molina. Mas, neste momento, o pesquisador descreve esta nova espécie sob o nome científico Canis culpaeus. Vários anos depois, a raposa-colorada foi transferida para o gênero Lycalopex, no qual as chamadas "falsas raposas" do Novo Mundo são classificadas. A sinonímia Pseudalopex culpaeus ainda é aceita e tem sido bastante comum até o início do século 21.

Atualmente, são reconhecidas as seguintes seis subespécies de raposa-colorada:

  • Raposa colorada de Achala (Lycalopex culpaeus smithersi)
  • Raposa-andina (Lycalopex culpaeus andinus)
  • Raposa-colorada (Lycalopex culpaeus culpaeus)
  • Raposa-colorada-equatoriana (Lycalopex culpaeus reissii)
  • Raposa-colorada-fueguina (Lycalopex culpaeus lycoides)
  • Raposa-colorada-patagônica (Lycalopex culpaeus magellanicus)

Características físicas da raposa-colorada

Em comparação com as raposas das Américas, trata-se de uma raposa relativamente grande, cujo corpo pode medir entre 60 e 103 centímetros, com um comprimento de cauda de 30 a 53 centímetros. O peso corporal médio desses canídeos geralmente varia entre 5 e 9 quilos, com os machos sendo visivelmente mais robustos do que as fêmeas. Também é importante mencionar que as raposas-coloradas-fuegianas, que habitam a Ilha Grande de Tierra del Fuego compartilhada pela Argentina e pelo Chile, tendem a ser muito maiores e mais musculosas. De fato, estes indivíduos podem pesar até 14 quilos, ultrapassando notavelmente as outras subespécies em tamanho e robustez.

Sua pelagem é relativamente longa e densa, tornando-se especialmente espessa durante o inverno. Seu corpo é predominantemente branco ou amarelado, que são misturados com preto no dorso. As orelhas, pernas e cabeça são de uma cor avermelhada intensa. Sua cauda tem uma pelagem ainda mais grossa, com muitos pelos acinzentados com uma mancha preta na base e outra na ponta. No entanto, a Raposa colorada de Achala tem uma pelagem completamente avermelhada, combinando algumas manchas pretas com uma variedade de tonalidades de vermelho em seu corpo.

Ocasionalmente, podem ser encontradas raposas "louras", cuja pelagem é completamente amarelada ou levemente acastanhada, sem pelos acinzentados ou pretos na pelagem externa. Supõe-se que esta característica deriva de uma mutação genética que também faria com que a cauda da raposa fosse mais fina e sua aparência fosse mais esbelta.

Comportamento da raposa-colorada

As raposas-coloradas possuem hábitos principalmente noturnos, saindo para caçar e se alimentar durante as noites frias das regiões andinas, principalmente quando vivem perto de áreas habitadas por humanos. Entretanto, quando vivem em áreas mais preservadas e isoladas dos centros urbanizados, eles também são ativos durante as horas crepusculares.

Geralmente, são animais solitários que constroem seus abrigos dentro de troncos ocos ou em cavernas. Em seu habitat natural, é muito raro que se sobreponham a seu território, mesmo com indivíduos do sexo oposto, e tendem a se mover dentro de um alcance máximo de 10 km2.

Em termos de dieta e técnicas de caça, as raposas-coloradas são carnívoras oportunistas. Suas principais presas são mamíferos de pequeno a médio porte, como lebres, coelhos e outros roedores. Eventualmente, também podem caçar aves, répteis, ovos e consumir algumas frutas e bagas para complementar sua alimentação. Além disso, graças ao seu tamanho privilegiado, as raposas-coloradas-fuegianas também podem caçar animais maiores, como os guanacos. Em épocas de escassez de alimentos, principalmente durante o inverno, a raposa-colorada também pode se alimentar de carniça deixada por outros predadores, como os pumas.

Reprodução da raposa-andina

Durante as últimas semanas do inverno, as Lycalopex culpaeus machos começam a emitir seu chamado característico para atrair as fêmeas. A época de reprodução geralmente começa em agosto e dura até o final de outubro. As raposas-coloradas são geralmente monogâmicas e fiéis a seus companheiros, com os quais caçarão e permanecerão juntas por quase seis meses para criar e proteger seus filhotes.

Como todos os canídeos, as raposas-coloradas são animais vivíparos, ou seja, a fertilização e o desenvolvimento da prole ocorre dentro do útero da mãe. Após o acasalamento, as fêmeas passarão por um período de gestação de 55 a 60 dias, no final do qual darão à luz uma ninhada de 3 a 8 crias no abrigo que compartilham e protegem junto com o macho.

Os machos participam ativamente da criação das crias e também são responsáveis por trazer alimentos para manter a fêmea e suas crias bem nutridas e seguras. A partir do terceiro mês de vida, as crias começam a aprender técnicas de caça com seus pais, com os quais viverão juntos até os 9 ou 10 meses de vida. Geralmente, atingem a maturidade sexual após completar seu primeiro ano de vida, quando estão prontos para encontrar um companheiro.

Estado de conservação da raposa-colorada

A raposa-colorada é atualmente classificada como uma espécie de "menor preocupação" de acordo com a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da UICN (União Internacional para a Conservação da Natureza). Embora sua população ainda seja abundante (especialmente na região da Patagônia), experimentou uma redução significativa nas últimas décadas.

Por este motivo, é possível encontrar diferentes estados de conservação, dependendo do país ou região onde estiverem. Por exemplo, na Bolívia, é considerado um animal ameaçado, enquanto na Argentina, é uma espécie potencialmente vulnerável, e no Chile considera-se que não há dados suficientes sobre sua população.

As raposas-coloradas não têm muitos predadores naturais, além do puma. Mas eles têm sido muito caçados em seu território por mais de dois séculos e seu habitat tem sido progressivamente reduzido pelo avanço dos centros urbanos e das atividades econômicas humanas. Espera-se que com a expansão dos Parques Nacionais nos países andinos, sua população se torne mais estável.

Bibliografia
  • Canevari, M y O. Vaccaro. (2007). Guía de mamíferos del sur de América del Sur. L.O.L.A. Buenos Aires, Argentina. 424 p.
  • Jiménez, J.E., Lucherini, M. & Novaro, A.J. (2008). Lycalopex culpaeus. Lista Roja de especies amenazadas de la UICN.
  • Wang, X., R. H. Tedford, B. Van Valkenburg, y R. K. Wayne. (2004. Phylogeny, Classification, and Evolutionary Ecology of the CanidaeEn: Canids: Foxes, Wolves, Jackals, and Dogs. Status Survey and Conservation Action Plan. IUCN/SSC Canid Specialist Group, Gland, Switzerland, and Cambridge, 430 pp.
  • Zunino, G.E., Vaccaro, O.B., Canevari, M. and Gardner, A.L. (1995). Taxonomy of the genus Lycalopex (Carnivora: Canidae) in Argentina. Proceedings of the Biological Society of Washington 108: 729-747

Fotos de Raposa-andina (Lycalopex culpaeus)

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Raposa-andina (Lycalopex culpaeus)

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?
Raposa-andina (Lycalopex culpaeus)
1 de 6
Raposa-andina (Lycalopex culpaeus)

Voltar ao topo da página