Partilhar
Partilhar em:

Terra-nova

Terra-nova

O cachorro Terra-nova é conhecido como "o gigante gentil" isto porque se trata de um dos maiores e mais bondosos cães que existe. Embora sejam muitos os mitos que rondam esta raça, no PeritoAnimal explicamos-lhe qual é a verdadeira história e muitos outros detalhes que deve conhecer se está pensando em adotar este maravilhoso cachorro, como por exemplos a sua personalidade, as características físicas ou os cuidados que necessita.

Descubra no PeritoAnimal tudo sobre o cachorro Terra-nova.

Origem
  • América
  • Canadá
Classificação FCI
  • Grupo II
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Tipo de pelo

Origem do Terra-nova

a origem do cão Terra-nova situa-se na ilha de Newfoundland, no Canadá em português como "Terra Nova". Acredita-se que a raça se desenvolveu a partir dos cachorros nativos da ilha e dos cachorros que importavam os antigos vikings, como o "cão urso preto", a partir do ano de 1.100.

Mais tarde, em 1610 e durante a colonização da ilha, chegaram novas raças de cães a Newfoundland, principalmente pelas mãos dos pescadores europeus. A partir de então e embora o Terra-nova já tivesse umas características estandardizadas, começa-se a experimentar novos cruzamentos que culminam na formação e revigoramento da raça, dando lugar ao Terra-nova moderno, o qual conhecemos hoje em dia.

O cão Terra-nova, graças às suas características, foi capaz de suportar o intenso clima da ilha, trabalhar no mar, arrastar grandes carregamentos (redes, linhas e trenós) ou trabalhar como cachorros salva-vidas. Atualmente o Terra-nova continua sendo um excelente cão de resgate e é considerada uma das raças mais bonitas e trabalhadoras da história.

Características físicas do Terra-nova

O Terra-nova é um cão gigante, poderoso e maciço. É mais comprido que alto (perfil de corpo retangular), mas de corpo compacto. A linha superior é reta desde a cernelha até ao garrote, e apresenta um lombo largo e forte. O peito é largo, profundo e espaçoso, e o ventre não é recolhido. A cauda é comprida e nunca deve estar enrolada nem curvada entre as patas posteriores. Os dedos apresentam uma membrana interdigital.

A cabeça deste cão é maciça, ampla e com o occipital bem desenvolvido. A depressão naso-frontal está bem marcada, mas não é abrupta como no São Bernardo. O nariz é castanho em cães castanhos e preto nos de outras cores. O focinho é quadrado e moderadamente curto. Os olhos são moderadamente afundados, bem separados e sem terceira pálpebra. As orelhas são pequenas, triangulares e as pontas arredondadas.

O pelo do Terra-nova é de dupla camada. A camada interna é densa e suave. A camada externa é comprida lisa, excepto na cabeça, as orelhas e o focinho é onde é mais curto. Pode ser de cor preta, branco e preto, ou castanho. A Federação Cinológica Internacional (FCI) reconhece uma raça muito semelhante chamada Landseer que é de cor branca e preta. Outra organizações não reconhecem essa raça e consideram que os Landseer são simplesmente Terra-nova preto e brancos.

As medidas e o peso aproximado do cão Terra-nova são:

  • Machos: altura até à cernelha 71 centímetros e 68 quilogramas de peso
  • Fêmeas: altura até à cernelha de 66 centímetros e 54 quilogramas de peso

Personalidade do Terra-nova

Apesar do seu imponente tamanho, o Terra-nova é um cachorro especialmente carinhoso e afetuoso, muito sociável e tranquilo. Não é excessivamente brincalhão, embora adore água, podendo passar várias horas nela. Além de ser sociável com os adultos, o Terra-nova costuma tolerar de forma incrível o trato com outros animais e é muito paciente com as crianças, as quais adora e trata com suma delicadeza.

A FCI descreve o Terra-nova como um cão que reflete a bondade e a doçura, um cão alegre e criativo, sereno e gentil.

Cuidados do Terra-nova

A manutenção do pelo do Terra-nova requer um esforço moderado ao longo do ano, embora seja necessária a escovagem diária. No entanto, nas épocas de muda anuais pode precisar de um esforço maior, uma vez que perde muito pelo. O banho pode ser dado a cada dois meses aproximadamente.

O Terra-nova não é especialmente ativo, mas é importante que faça exercício moderado para que não sofra de sobrepeso. Recomenda-se realizar três passeios diários e procurar de forma regular parques ou bosques onde possa brincar e fazer alguma atividades. Sem dúvida o melhor lugar para o Terra-nova será aquele onde exista uma praia ou um lago. Se não dedicarmos tempo ao nosso Terra-nova, devido ao seu caráter tranquilo, podemos observar frustração no cachorro e um aumento significativo do peso.

É importante destacar que este cachorro precisará de grandes quantidades de alimento ao longo da sua vida. Lembre-se que o seu peso situa-se entre os 54 e os 68 quilogramas, por isso precisamos em volta de 500 gramas de ração por dia, dependendo do alimento ou do peso exato do cão.

Não se esqueça que os Terra-nova tendem a babar muito e quando bebem água molham tudo, por isso não são os cães mais indicados para pessoas com ansiedade por limpezas. Recomendam-se casas grandes, com jardim, para que o cão possa entrar e sair, exercitando-se ao mesmo tempo.

Educação do Terra-nova

O Terra-nova é um cão muito inteligente e embora não seja especialmente indicado para trabalhar habilidades caninas, a verdade é que é um excelente cão de resgate aquático, de fato é o mais popular. Adora nadar, por isso é uma raça muito usada como cão de resgate aquático, especialmente em águas frias onde outras raças de cães teriam um maior risco de sofrer hipotermia. Responde muito bem ao adestramento canino feito com reforço positivo, sempre e quando o proprietário tenha consciência das limitações e virtudes que esta raça possui.

Embora seja uma raça especialmente sociável, o certo é que será muito importante separar na idade correta o cachorro Terra-nova da sua mãe e irmãos e dedicar tempo à socialização do cachorro depois de adotado. Na sua etapa adulta também deve continuar a relacionar-se com outros animais, pessoas e crianças. Mantê-los presos e isolados por muito tempo, sem oportunidade e socializar, gera cães agressivos.

Por outro lado é muito importante assinalar que precisam de companhia frequente e podem desenvolver hábitos destrutivos e inclusivamente transtornos relacionados com a separação quando são isolados por períodos prolongados. Este tipo de condutas são habituais em cães que residem permanentemente no jardim.

Este cão não costuma ser agressivo, mas pode agir com muita determinação e ferocidade quando tem que defender os seus de algum ataque. Devido ao seu tamanho impressionante é um bom cão de dissuasão, o que o converte em um bom guardião embora geralmente sejam totalmente inofensivos.

Saúde do Terra-nova

Como acontece com todas as raças, o Terra-nova é susceptível a padecer de algumas das doenças genéticas que lhe explicamos em seguida. É importante destacar que as probabilidade de que sofra alguma delas devem-se principalmente às más práticas realziadas pelos seus criadores, como reproduzir familiares diretos, mas também podemos encontrar-nos com alguma doença hereditária que não se manifestou nos progenitores. As doenças mais comuns são:

Para procurar o bom estado de saúde do nosso cachorro Terra-nova, será fundamental ir ao veterinário a cada 6 meses e seguir o calendário de vacinas que o mesmo indique. Além disso, devemos prestar atenção também a desparasitação, interna e externa, com a regularidade apropriada, especialmente no verão.

Fotos de Terra-nova

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Terra-nova

Suba a foto do seu Pet
Fotos e comentários (0)

Escrever comentário sobre Terra-nova

Adicione uma imagen
Clique para selecionar uma imagem

Terra-nova
1 de 8
Terra-nova