menu
Partilhar

Quantas vezes um gato deve comer por dia?

 
Por Maria Besteiros, Auxiliar técnica veterinária. 21 outubro 2021
Quantas vezes um gato deve comer por dia?

Ver fichas de  Gatos

A alimentação é um aspecto fundamental dos cuidado dos gatos. Além da escolha dos melhores alimentos, os tutores também têm dúvidas sobre sua administração. Quantas vezes um gato come ou as possíveis variações dependendo se é um gato adulto ou um gato filhote estão entre as questões que preocupam as pessoas que vivem com esses animais.

Neste artigo da PeritoAnimal apresentamos recomendações sobre como alimentar corretamente um gato em qualquer idade. Vamos explicar quantas vezes um gato deve comer por dia. Boa leitura.

Quantas vezes um gato deve comer por dia em estado selvagem?

Na natureza, é comum que os gatos cacem pequenas presas sozinhos várias vezes ao dia. Essas presas podem ser roedores, aves ou mesmo répteis que têm em comum a alta porcentagem de água: cerca de 70%. Trazendo esses hábitos alimentares para o ambiente doméstico, podemos pensar que o melhor para nosso gato, o mais adaptado à sua fisiologia, seria fornecer-lhe alimentos em pequenas quantidades espalhadas ao longo do dia. Além disso, o alimento terá que conter uma alta porcentagem de umidade, pois os gatos, acostumados a presas com uma alta ingestão de água, quase não bebem água.

Mas, em nossas casas, são introduzidas variações que modificam o padrão natural. Por exemplo, existem outros gatos para competir por recursos? Além disso, nós os alimentamos com rações que fornecem apenas 8% de líquido ou adotamos um gatinho órfão que não pode nem mesmo se alimentar. Todos esses fatores influenciam quantas vezes um gato come por dia, conforme detalhado a seguir.

Quantas vezes um gato recém-nascido deve comer por dia?

Infelizmente, especialmente em certas épocas do ano, não é raro encontrar gatinhos órfãos que tenham sido literalmente jogados fora por indivíduos sem coração. Eles são tão pequenos que não conseguem sequer abrir os olhos, não conseguem regular sua temperatura, muito menos alimentar-se sozinhos. Nesses casos, teremos que alimentá-los com mamadeiras, sempre utilizando um leite especialmente formulado para filhotes que podemos comprar em clínicas veterinárias e pet shops.

Estes recém-nascidos, pelo menos durante os primeiros 10-15 dias de vida, precisarão comer a cada 2-3 horas, tanto durante o dia como à noite. Pouco a pouco a alimentação será espaçada e poderá ser dada a cada 3-4 horas, depois a cada 6 horas e, com aproximadamente 3-4 semanas de idade, poderemos começar a oferecer ração formulada para filhotes, sempre continuando com o leite até o desmame completo.

Quantas vezes um gato deve comer por dia? - Quantas vezes um gato recém-nascido deve comer por dia?

Quantas vezes um gato filhote deve comer por dia?

Quando adotamos um gatinho, o ideal é que ele chegue em casa com pelo menos oito semanas. Até esse momento é muito importante que ele permaneça com sua mãe e seus irmãos, não apenas por conta do leite materno, que o nutre e lhe fornece defesas contra doenças, mas também para os ensinamentos que só poderá receber de sua família felina e que são fundamentais para seu equilíbrio psicológico no futuro. A socialização do gatinho começa aí, e é por isso que um gato não deve ser adotado antes desse tempo.

No entanto, nem sempre é possível esperar esse período ideal, pois muitas vezes pegamos gatinhos muito menores na rua. Nesses casos, a primeira coisa a fazer é ir ao veterinário para verificar o gatinho e determinar sua idade. Dessa forma saberemos se o gatinho ainda está lactando e temos que oferecer-lhe leite específico, como explicamos na seção anterior, ou se ele já pode comer sólidos sem qualquer problema.

Neste caso, se ele tiver mais de um mês de idade, é comum deixar comida e água ao seu alcance durante todo o dia para que ele possa comer quando quiser. Esta é uma boa opção se lhe dermos um menu baseado em ração, que pode ser mantida em boas condições ao longo do dia. Entretanto, como já vimos, a ração fornece muito pouco líquido. Portanto, recomenda-se que a dieta seja pelo menos uma mista, ou seja, uma combinação de alimentos secos e úmidos.

O problema é que os alimentos enlatados, se deixados no comedouro o dia todo, secam, estragam ou atraem insetos. Para evitar isso, podemos dividir a ração diária em vários alimentos que o gatinho pode comer imediatamente sem deixar nada no prato. Uma opção é alimentar a demanda e oferecer ao gatinho quatro ou mais vezes ao dia sua porção de alimentos úmidos.

É muito importante calcular quanta comida seca e úmida ele precisa de acordo com sua idade ou peso, dar-lhe metade de cada uma e, por sua vez, dividir a lata nas diferentes porções. O excesso de alimentos coloca seu filhote em risco de obesidade, o que não é apenas um problema estético, mas também tem implicações para a saúde, aumentando as chances de algumas doenças, complicando outras e diminuindo a tolerância ao calor, exercício ou anestesia.

Agora que você sabe com que frequência um gato pequeno come, verifique a quantidade diária de comida para gatos.

Quantas vezes um gato deve comer por dia? - Quantas vezes um gato filhote deve comer por dia?

Quantas vezes um gato adulto deve comer por dia?

Com gatos adultos, é possível seguir o mesmo padrão que para gatos filhotes, ou seja, alimentá-los sob demanda (deixando a comida no comedouro para todo o dia) e dar-lhes quatro ou cinco vezes ao dia sua porção correspondente de alimento úmido. Isto pode funcionar bem em lares onde só há um gato, mas também em lares com vários gatos. Isto porque o livre acesso aos alimentos limita o estresse da competição por recursos. Entretanto, se um gato sofre de obesidade, existe o risco de que ele coma mais do que sua parte, perpetuando e exacerbando o problema.

Além disso, a baixa ingestão de água pode estar ligada a uma série de problemas de saúde que afetam os sistemas renal e urinário. Tem sido demonstrado que os gatos alimentados várias vezes ao dia, em vez de serem alimentados sob demanda, bebem mais, o que melhora a hidratação e infelizmente problemas comuns como doenças renais e cristais de urina.

Em conclusão, em gatos saudáveis podemos optar pela alimentação sob demanda ou em pequenas porções, que podem ser três, quatro, cinco, etc., dependendo das necessidades do gato. Em gatos com problemas físicos ou psicológicos, será mais conveniente escolher uma ou outra opção. Em outras palavras, se precisamos que gato beba mais, é melhor racionar. Por outro lado, se os problemas de estresse forem diagnosticados, ajudará a ter sempre acesso aos alimentos, pois o racionamento pode aumentar o estresse. Em caso de dúvida, consulte um veterinário ou etólogo.

Se você oferece uma dieta caseira e se pergunta quantas vezes o gato deve comer por dia, a resposta é a mesma da ração úmida - quatro a cinco vezes ou até mais, dependendo das necessidades de cada gato e do que ele normalmente come a cada alimentação. Portanto, é essencial conhecer seu animal de estimação a fim de ajustar os tempos de alimentação à sua rotina e às suas necessidades.

Agora que você sabe quantas vazes um gato deve comer por dia, recomendamos que você assista ao seguinte vídeo em que tiramos uma dúvida bastante comum entre tudores: será que gatos podem comer ração de cachorro?

Se deseja ler mais artigos parecidos a Quantas vezes um gato deve comer por dia?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Dietas equilibradas.

Bibliografia
  • Baciero, Gemma. La clave en el tratamiento de la urolitiasis felina es la dilución urinaria. Axón Veterinaria nº 42. pp. 42-45.
  • Le Brech, Susana. (2020). Problemas de eliminación inadecuada relacionados con el estrés. Webseminario.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Quantas vezes um gato deve comer por dia?
1 de 3
Quantas vezes um gato deve comer por dia?

Voltar ao topo da página