menu
Partilhar

Lobo-do-ártico

Atualizado: 2 novembro 2021
Lobo-do-ártico

O lobo-do-ártico, também conhecido como lobo-polar, é uma subespécie do lobo-cinzento, e seu nome científico é Canis lupus arctos. Pertence à ordem dos carnívoros, família Canidae e gênero Canis, que compartilha com raposas, cães e coiotes, entre outros. Também é comum que seja chamado de lobo-branco, pois vive em condições extremas de temperaturas abaixo de 0 ºC, em que poucos mamíferos conseguem sobreviver.

Nesta ficha do PeritoAnimal, vamos te apresentar informações sobre o lobo-do-ártico, e te convidamos a continuar lendo para que possa aprender mais sobre este belo animal.

Origem
  • América
  • Canadá
  • Groênlandia

Características do lobo-do-ártico ou lobo-polar

A seguir, vamos conhecer as características deste lobo, que sem dúvida fazem dele uma espécie que se destaca:

  • É um animal de tamanho menor do que outros lobos, como o cinzento. Da cabeça até a cauda, o lobo-do-ártico tem entre 1 e 1,8 metro. Já a altura varia de 60 a cerca de 80 cm, enquanto o peso varia entre 40 e 80 kg.
  • São principalmente brancos, embora eventualmente possa haver indivíduos com uma cor acinzentada ou castanho claro em algumas áreas do corpo.
  • Possui uma primeira camada de pelagem longa e impermeável à neve e à água. Possui também outra camada inferior, com pelos mais curtos, que ajuda a garantir o isolamento térmico do animal.
  • Uma característica particular do lobo-do-ártico é que, conforme a estação mais fria do ano se aproxima, a camada externa de sua pelagem se torna mais densa.
  • Tem patas fortes adaptadas para isolar o frio do solo sobre o qual deve se mover. Além disso, são dispostas anatomicamente para facilitar a caminhada sobre a neve.
  • Se diferencia de outras espécies por ter um crânio mais reduzido. Estudos realizados recentemente [1] revelaram alterações no crânio do lobo-do-ártico, por um lado, a diminuição desta estrutura, e por outro, o seu alargamento. Além disso, a região facial foi recortada e seus dentes reduzidos.
  • Como possível estratégia para reduzir a perda de calor, as orelhas são menores do que outras subespécies do lobo-cinzento.

Se você gosta desses animais fascinantes, não perca este outro artigo onde mencionamos todos os tipos de lobos.

Habitat do lobo-do-ártico

Agora que revisamos as características do lobo-do-ártico, você pode se estar se perguntando: onde ele vive? O lobo-do-ártico tem distribuição no norte da América, especificamente no extremo norte do Canadá, sendo encontrado em ilhas como Melville e Ellesmere. Além disso, também está distribuído pela Groenlândia. Nesse sentido, o habitat do lobo-polar é constituído pela tundra ártica.

Este tipo de ecossistema é caracterizado por apresentar temperaturas baixas durante o ano todo, atingindo cerca de -30 ºC nos locais onde este animal habita. São condições extremas ao longo do ano. No verão, com muitas horas de radiação solar, mas noites calmas; por outro lado, no inverno, há quase 24 horas de escuridão e ventos com tempestades de gelo de forte impacto na região.

Comportamento do lobo-do-ártico

Os lobos-do-ártico são animais sociais que vivem em alcateias e realizam suas atividades de forma conjunta. O grupo é liderado por um casal, cujos descendentes ocuparão uma posição privilegiada dentro da alcateia. Esses lobos apresentam comportamento migratório durante o inverno, quando alguns aspectos, como a alimentação, se tornam difíceis devido aos dias totalmente escuros. Conheça outros animais que migram neste outro artigo.

Por outro lado, são animais territoriais, que se deslocam por amplas extensões da região em que vivem. Quanto à sua relação com os seres humanos, foi comprovado que não costumam ter medo das pessoas, pelo contrário: podem se aproximar sem qualquer problema e demonstrando curiosidade, provavelmente porque, devido ao lugar que habitam, não é comum sua relação conosco. No entanto, existem registros de ataques de lobos-do-ártico a pessoas e, embora não seja algo que aconteça com muita frequência, é necessário estar atento diante da proximidade com esses animais.

Alimentação do lobo-do-ártico

O que o lobo-do-ártico come? O lobo-polar é um animal essencialmente carnívoro, então sua dieta é baseada na caça de outras espécies. Devido ao quão inóspito seu habitat se torna, a disponibilidade de alimentos acaba sendo restringida.

A alimentação do lobo-do-ártico é constituída principalmente pelo boi-almiscarado (Ovibos moschatus) e também inclui o roedor conhecido como lemingue (Dicrostonyx groenlandicus) e lebres-árticas (Lepus articus). Estudos [2]das fezes desse lobo revelaram a presença de restos de plástico e náilon, o que indica o consumo de lixo por esses animais. Sob certas condições, também podem consumir animais mortos em decomposição, adotando um comportamento típico dos animais carniceiros.

A dieta do lobo-polar ou ártico pode ser sazonal devido às condições ambientais, de modo que também pode incluir, de acordo com a disponibilidade, certas aves, raposas-árticas e besouros.

Reprodução do lobo-do-ártico

Dentro da alcateia, como já mencionamos, existe um casal dominante que tem o privilégio reprodutivo dentro do grupo. Os lobos-do-ártico são monogâmicos, a menos que um dos dois morra, e nesse caso surgirá um substituto para o membro falecido.

A reprodução ocorre apenas uma vez por ano, quando a fêmea entra no cio. O período de gestação dura em torno de 60 dias, intervalo que pode variar, sendo um pouco menor. A fêmea procura uma toca, que pode ser cavada no solo ou ser um buraco em uma árvore ou entre pedra, onde dará luz a uma ninhada de pelo menos três filhotes. Os recém-nascidos são totalmente dependentes dos cuidados da mãe e começam a sair da toca por volta das oito semanas.

As alcateias de lobos-do-ártico, assim como acontece nas alcateias das outras espécies de lobos, caracterizam-se por proteger os menores entre todos. Inclusive, quando já podem se alimentar com comida, vários membros do grupo colaboram com a tarefa de oferecer a eles alimentos.

Estado de conservação do lobo-do-ártico

Entre os vários tipos de lobos que existem, em termos de declínio populacional, o lobo-do-ártico foi um dos menos afetados. Isso sem dúvidas teve a ver com sua distribuição em lugares remotos, no entanto, outras subespécies e até o próprio lobo-cinzento não tiveram a mesma sorte.

Mas esse animal não está totalmente livre de ameaças, uma vez que as mudanças climáticas afetam o habitat de sua principal fonte de alimento, que é o boi-almiscarado. Nesse sentido, quando há diminuição deste, o lobo-do-ártico acaba sendo prejudicado. Assim, as mudanças climáticas são uma ameaça latente tanto para o lobo-polar quanto para a biodiversidade desses locais em geral.

Bibliografia
  • Becker, M. (2021). La familia del lobo de nieve y yo. Disponível em: <https://www.bbc.co.uk/programmes/articles/2Y3BN0thkbqhzBwjLKkcfmh/arctic-wildlife-in-a-warming-world>. Acesso em 2 de novembro de 2021.
  • Mech, D. Arctic Wolves and Their Prey. Biological Resources Division
  • U.S. Geological Survey. Disponível em: <https://www.pmel.noaa.gov/arctic-zone/essay_mech.html>. Acesso em 2 de novembro de 2021.
  • Smith, J. (2002). "Canis lupus". Animal Diversity Web. Disponível em: <https://animaldiversity.org/accounts/Canis_lupus/>. Acesso em 2 de novembro de 2021.

Fotos de Lobo-do-ártico

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Lobo-do-ártico

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?
Lobo-do-ártico
1 de 5
Lobo-do-ártico

Voltar ao topo da página