Partilhar

Como saber se o meu gato tem toxoplasmose

Como saber se o meu gato tem toxoplasmose

Ver fichas de  Gatos

Quando falamos de toxoplasmose estamos nos referindo a uma doença do tipo infecciosa que pode afetar os gatos. A doença torna-se realmente preocupante se o dono do gato for uma mulher grávida.

Trata-se de uma doença que pode ser contagiada para o feto (dificilmente) da mulher grávida e, por este motivo é um tema de preocupação por parte de algumas famílias.

Se está preocupado e quer descartar o fato do seu gato sofrer de toxoplasmose, no PeritoAnimal ajudamos você com informação útil e de interesse. Assim, continue lendo este artigo e aprenda como saber se o seu gato tem toxoplasmose.

Também lhe pode interessar: A capivara como animal de estimação

O que é a toxoplasmose

A toxoplasmose é uma infecção que se pode transmitir ao feto. As probabilidades disto acontecer são muito baixas, no entanto perante uma gravidez é totalmente compreensível que muitas mulheres se interessem pelo tema e tentem descobrir como podem identificar a toxoplasmose.

O parasita da toxoplasmose pode-se encontrar na carne crua e nas fezes dos gatos infetados, transmitindo-se basicamente por contato direto com algum destes dois elementos. Pode acontecer lavarmos de forma incorreta a caixa de areia do gato e a infecção se propagar.

Cerca de 10% dos gatos de todo o mundo sofrem dela e cerca de 15% são portadores desta doença que costuma se propagar quando o gato se alimenta de animais silvestres como pássaros e ratos.

O que é a toxoplasmose

Contágio da toxoplasmose

Como já referimos anteriormente, a toxoplasmose contagia-se através do contato direto com as fezes do animal infetado ou através de carne crua. É por este motivo que muitos veterinários recomendam pegar nas fezes da caixa de areia com luvas, desta forma evita-se o contato direto. Também recomendam não manusear carne crua.

O contágio pode ocorrer em qualquer fase da gravidez, embora seja realmente grave quando ocorre nos primeiros três meses, durante a formação do embrião. O contágio pode ocorrer sem nos darmos conta, pois trata-se de uma doença assintomática, ou seja, não manifesta sintomas claros que nos façam identificar a doença.

Contágio da toxoplasmose

Detetar a toxoplasmose

Como referimos antes, a toxoplasmose é uma doença assintomática, isto significa que no início o gato infetado não mostra sintomas claros de estar sofrendo uma doença. No entanto, podemos detetar algumas anomalias no gato se este estiver sofrendo de toxoplasmose como as seguintes:

  • Diarreia
  • Defesas baixas
  • Febre
  • Falta de apetite
  • Dificuldade para respirar
  • Apatia

Para detetar a toxoplasmose, o recomendável é realizar uma análise de sangue ao nosso gato no seu veterinário habitual. Este é o exame mais fiável que irá revelar se efetivamente o animal está doente. A análise de fezes não é recomendável pois não é determinante em todas as fases da doença.

Detetar a toxoplasmose

Evitar a toxoplasmose em gatos

A toxoplasmose pode ser prevenida com uma dieta adequada baseada em produtos embalados, como a ração ou a comida úmida, fundamentais na alimentação do gato. Retirar alimentos crus é a melhor opção, sem dúvida.

Na sua maioria os gatos domésticos vivem dentro de casa, por esse motivo se o animal tiver as suas vacinas em dia, comer alimentos preparados e não tiver contato com outros animais no exterior podemos estar tranquilos, uma vez que é pouco provável que sofra dessa doença.

Evitar a toxoplasmose em gatos

Tratamento da toxoplasmose em gatos

Depois de realizar uma análise de sangue e ter confirmado a presença de toxoplasmose no gato, o veterinário emite um diagnóstico e é então quando podemos começar o tratamento para combater a doença.

No geral, aplica-se um tratamento antibiótico durante duas semanas, via parenteral ou oral, embora no geral se aplique a segunda opção. No PeritoAnimal lembramos a importância de seguir as indicações do veterinário se o nosso sofrer da doença, por este motivo devemos seguir com cuidado todos os passos que nos indicar, especialmente se houver uma grávida em casa.

Tratamento da toxoplasmose em gatos

As grávidas e a toxoplasmose

Se o nosso gato já está há muito tempo infetado ou se tivemos um gato que sofreu de toxoplasmose antes, pode ser que a grávida também tenha sofrido a doença também alguma vez, relacionando-a pelos sintomas como um leve resfriado.

Existe um tratamento eficaz para combater a toxoplasmose em mulheres grávidas, embora a maioria das vezes não precise de qualquer tratamento se a gestante não apresentar sinais evidentes da doença (à exceção de casos graves nos quais os sintomas persistam de forma repetida).

As grávidas e a toxoplasmose

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como saber se o meu gato tem toxoplasmose, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças infecciosas.

Escrever comentário sobre Como saber se o meu gato tem toxoplasmose

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Mônica Bispo
Tem vacina, preventiva contra essa doença?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Mônica! Não, a única forma de prevenir é não alimentar os animais com alimentos crus ou mal cozidos e evitar que o animal saia para caçar e consequentemente adquira a infecção a partir de roedores e aves.

Como saber se o meu gato tem toxoplasmose
1 de 7
Como saber se o meu gato tem toxoplasmose
Voltar ao topo da página