Partilhar
Partilhar em:

Como evitar que o meu cachorro coma a comida do gato

Como evitar que o meu cachorro coma a comida do gato

A convivência entre cachorros e gatos é, na maioria das vezes, divertida e enriquecedora, tanto para os próprios animais como para nós, os humanos. No entanto, existem sempre pequenos incidentes, como por exemplo os "furtos" de comida entre eles.

Se se trata de um problema pontual não deve se preocupar, no entanto, se os cachorros comem comida de gato de forma excessiva podem sofrer carências nutricionais e até derivar em problemas de saúde, tal como indicamos no nosso artigo, "Os cachorros podem comer comida de gato?". No entanto neste artigo do PeritoAnimal damos-lhe alguns conselhos para que saiba como evitar que o seu cachorro coma a comida do gato.

Também lhe pode interessar: Evitar que o cachorro coma a árvore de Natal

Por que o cachorro come a comida do gato?

É muito importante compreender porque os cachorros levam a cabo este comportamento uma vez que, embora em algumas ocasiões possa ser um simples capricho, em alguns casos pode esconder algo mais. Em seguida explicamos-lhe os motivos mais habituais:

  • A qualidade da comida que dá ao seu cachorro é deficiente e por essa razão procura alimento com um aporte nutricional mais elevado. Lembre-se que isso pode acontecer até com as marcas mais comerciais. A comida de gato, ao ser rica em gordura e proteínas costuma ser mais apetitosa para eles. Verifique a composição da ração do seu cachorro e descubra se se trata ou não de um alimento de qualidade.
  • O cachorro não se sente saciado com a qualidade de alimento que lhe dá. Como acontece com o labrador, alguns cães têm uma autêntica obsessão por comida. Nestes casos é muito recomendável consultar o nosso veterinário sobre a opção de lhes dar uma ração melhor e que os ajude a se sentirem cheios.
  • Alguns cachorros demonstram um mau comportamento quando os seus cuidados não são ótimos. Embora não nos demos conta, existem alguns fatores que podem propiciar os problemas de comportamento: falta de passeios ou passeios de má qualidade, estresse e ansiedade, falta de atenção e carinho, sede, desconforto (frio, não ter cama própria, intranquilidade devido a ruídos excessivos ou elas circunstâncias do tempo), falta de expressão, isolamento, medo, castigos...
  • Os problemas de saúde (geralmente intestinais) podem levá-los a comer alimento alheio, num tentativa de melhorar a sua digestão. Recorrer ao veterinário é sempre recomendável, esteja o cachorro visivelmente doente ou não.
  • Por fim pode acontecer de o seu cachorro simplesmente se sentir atraído pela comida do seu gato. Ao não saber racionar o seu alimento e encontrar o do seu companheiro desprotegido, o seu cachorro simplesmente decide comê-lo.

 

Truques para evitar que o cachorro coma a comida do gato

1. Separe os comedouros

Se é daquelas pessoas que raciona a ração do gato dando-lhe comida uma única vez por dia (ou repartido em várias refeições) basta dar-lhes a comida ao mesmo tempo em cômodos separados. Feche o gato em um quarto, ou o cachorro, e não abra a porta até ambos terem terminado.

Nestes casos é muito recomendável seguir um horário fixo de refeições para ambos. Este tipo de solução é positiva: o gato comerá de forma relaxada sabendo que o seu companheiro não lhe irá roubar a comida e o cachorro diminui o seu nível de estresse e excitação por não ter que roubar.

2. Situe o comedouro do gato em um lugar elevado

Se pelo contrário é dos que oferece ração ilimitada ao seu gato, será conveniente situar o seu comedouro em um lugar elevado. Deve certificar-se que o cachorro não consegue ter acesso a ele, mas que o gato sim consegue chegar ao comedouro. Escolher o lugar costuma ser um pouco complicado, uma vez que alguns cachorros são extremamente inteligentes e habilidosos e farão qualquer coisa para conseguirem o seu prêmio.

Neste casos é útil instalar em alguma parede livre um pequeno sistema de passadiços e estantes, ou então pode utilizar um determinado móvel. Você mesmo deve escolher o lugar ideal, mas recomendamos-lhe que fique alerta nos primeiros dias para se assegurar de que tudo corre bem.

3. Trabalhe obediência com o seu cachorro

Se não pretende mudar o ligar da comida ou a rotina dos seus animais pode sempre optar por trabalhar a obediência básica com o seu cão, mais concretamente o "Pare" ou "Stop". Embora seja preciso algum tempo para conseguir bons resultados, o certo é que ensinar o seu cachorro a ficar quieto quando você manda é a melhor das opções e além disso fomentará uma boa comunicação e passará mais tempo com ele, algo que ele vai adorar.

Não se esqueça que no começo deve estar presente sempre que for a hora do seu gato comer, para lembrar ao seu cachorro que deve parar e deixar de comer a comida do seu companheiro. Através das repetições e o uso do reforço positivo (felicitações depois de um bom comportamento) o seu cachorro deverá ter este comportamento sozinho.

4. Compra um comedouro automático com microchip

No mercado podemos encontrar comedouros especiais que se abrem automaticamente quando se aproxima um determinado animal. Funciona com microchip (que colocamos no seu colar) e é perfeito para casas com muitos animais. Esta opção tem um custo econômico elevado mas além de evitar furtos, consegue manter a comida úmida e em melhores condições durante mais tempo. Uma opção é o "comedouro automático SureFeed com microchip".

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como evitar que o meu cachorro coma a comida do gato, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre Como evitar que o meu cachorro coma a comida do gato

Muito útil

Como evitar que o meu cachorro coma a comida do gato
1 de 6
Como evitar que o meu cachorro coma a comida do gato