menu
Partilhar

Como criar e fortalecer o vínculo com meu gato?

 
Por Marta Sarasúa, Etóloga e auxiliar veterinária. 23 junho 2022
Como criar e fortalecer o vínculo com meu gato?

Ver fichas de  Gatos

O vínculo que se cria entre um gato e seu tutor humano é algo realmente especial, como qualquer pessoa que compartilhe ou tenha compartilhado sua vida com um desses felinos domésticos saberá. Embora seja verdade que, como regra geral, os gatos não são tão sociáveis e gregários quanto os cães ou outros mamíferos, eles também desenvolvem um sentimento de apego a seus tutores humanos e é nossa responsabilidade garantir que a relação com nosso amigo peludo seja saudável e benéfica para ambas as partes.

Neste artigo do PeritoAnimal analisamos o que vários estudos dizem sobre a relação que é gerada entre gatos e humanos e damos algumas dicas de como criar e fortalecer o vínculo com um gato. Boa leitura!

Também lhe pode interessar: O furão como animal de estimação

O vínculo entre pessoas e gatos

Dada a reputação dos gatos como animais solitários e independentes, poucos estudos foram realizados sobre os laços entre esses felinos domésticos e os humanos. Entretanto, os dados disponíveis hoje revelam que os gatos estão longe de serem animais isolados ou rudes, como qualquer pessoa que tenha vivido com um ou mais deles pode confirmar, e que eles podem formar uma ampla gama de laços com os humanos. Há, inclusive, gatos bastante carentes.

Um estudo publicado em 2021 por cientistas da Universidade de Lincoln (Reino Unido)[1] definiu três tipos amplos de relações que podem ser estabelecidas entre gatos e pessoas, dependendo, entre outras coisas, do comportamento demonstrado pelos felinos e do envolvimento emocional de seus tutores humanos:

  • De acordo com esta pesquisa, cerca de um quarto das pessoas que vivem com um ou mais gatos têm um "relacionamento aberto" com eles, ou seja, estão preocupados com seu bem-estar, mas oferecem muita liberdade ao animal, na maioria dos casos permitindo que ele tenha acesso ao exterior dos lares. Os gatos que têm este tipo de relacionamento com seus tutores tendem a ser bastante curiosos, sociáveis com estranhos e carinhosos com os membros da família, embora não sejam muito apegados a eles.
  • Por outro lado, outro quarto da população parece ter um baixo envolvimento emocional no cuidado de seu(s) gato(s). Esses tutores passam pouco tempo brincando ou interagindo com seus animais, que, embora muitas vezes sejam amigáveis com eles, são muito independentes e não buscam ativamente a proximidade ou o contato físico com humanos.
  • Finalmente, quase metade dos tutores dos gatos que participaram deste estudo demonstraram uma relação d "codependência" com seus companheiros peludos, estando muito emocionalmente envolvidos com eles e passando grande parte do dia com eles. Estes gatos mostram muitos comportamentos afiliados para com seus tutores, são mais desconfiados em relação aos estranhos e são mais propensos a sofrer de estresse ou ansiedade relacionada à separação e solidão.

Como criar um vínculo com meu gato?

Como você viu, a relação que se cria entre um gato e seu tutor depende de vários fatores, incluindo o nível de envolvimento do humano, a forma como se comporta com o animal e o tempo e esforço que investe em sua educação e cuidado, bem como a personalidade do gato, sua herança genética e experiências anteriores. Por exemplo, adotar um gato adulto que viveu na rua e teve experiências traumáticas com humanos não é o mesmo que adotar um gatinho que passou suas primeiras semanas de vida em um lar com sua mãe e seus irmãos. Da mesma forma, é diferente viver com um gato persa do que com um sphynx ou ser uma pessoa que passa muitas ou poucas horas longe de casa.

Se você quer criar uma boa conexão com um gato, a primeira coisa que você deve fazer é descobrir sobre o animal que você está considerando adotar ou que já está em sua casa: quais são suas necessidades físicas e psicológicas, que tipo de cuidado ele precisa, o que você sabe sobre seu passado? As respostas a estas e muitas outras perguntas formarão a base de um bom relacionamento, mas não se preocupe, um veterinário profissional ou etólogo pode te ajudar com muitas das perguntas que você possa ter. Neste artigo falamos sobre o que um gato precisa para ter qualidade de vida.

Uma vez feito isso, é hora de começar a construir um vínculo positivo com seu amigo peludo. Segundo um estudo publicado em 2019 pela Universidade Estadual do Oregon[2], os gatos formam relações de apego com seus tutores que são muito semelhantes àquelas que os filhotes formam com seus pais. Se o tutor estiver envolvido no bem-estar do gato, entender e respeitar a linguagem do felino, atender todas as suas necessidades físicas, emocionais e sociais, proporcionar segurança e passar tempo de qualidade com o gato, é provável que o bichano desenvolva uma ligação segura com o tutor, desfrute de sua companhia e se apoie nele quando se sentir inseguro.

Entretanto, se o tutor castiga ou intimida o gato, isola, superprotege ou não respeita seus sinais, é provável que o gato desenvolva um apego inseguro, fique ansioso nas interações sociais e sofra de problemas de saúde e/ou de comportamento.

Como fortalecer o vínculo com um gato?

Se um gato faz parte de sua família e você quer melhorar seu vínculo com ele, aqui estão algumas dicas que podem fortalecer seu relacionamento e fazer com que vocês se divirtam mais:

  • Enriqueça seu ambiente: Os gatos são animais muito ativos e curiosos, por isso precisam brincar e explorar livremente seu ambiente. A colocação de arranhadores, torres de escalada, plataformas a partir das quais eles podem ver a rua ou fornecer-lhes brinquedos interativos ajudará a satisfazer essas necessidades e a melhorar o bem-estar de seu amigo peludo.
  • Reserve tempo todos os dias para atividades com o gato: para fortalecer a relação com o bichano, você precisa passar tempo de qualidade com ele. Observe-o e determine o que ele gosta de fazer com você. Brincar juntos ou relaxar e abraçar pode ser uma ótima maneira de melhorar seu vínculo - alguns gatos até gostam de aprender truques!
  • Mantenha-o cuidado: a limpeza é um aspecto muito importante para os felinos e, embora eles se lavem usando a língua, você pode escovar o pêlo dele suavemente ou limpar seu corpo com uma flanela úmida enquanto lhe dá uma massagem. Essas sessões de limpeza reafirmam a relação e reforçam o vínculo entre os indivíduos. Também é muito importante manter a caixa de areia do gato limpa e em uma área de fácil acesso.
  • Evite punições: Os gatos são animais muito sensíveis e um estilo educacional baseado em ameaças e punições não só é ineficaz, como também deteriora seriamente a relação entre o animal e seu tutor, gerando medo e rejeição no primeiro. Se o gato tiver algum problema de comportamento ou se você tiver dúvidas sobre como se comunicar com ele, um etólogo felino que trabalha com uma metodologia atualizada e respeitosa pode te dar uma mão.
  • Cuide de sua saúde física: além de satisfazer suas necessidades psicológicas e emocionais, é essencial que você mantenha seu amigo peludo devidamente vacinado, desparasitado, e que você lhes ofereça alimentos de qualidade. Às vezes, o comportamento indesejado, como agressão ou rejeição do tutor, é o resultado de uma enfermidade física e não de um problema de relacionamento, portanto, levar o gato ao veterinário se você perceber qualquer mudança de comportamento é essencial.

Crie um vínculo com o gato baseado no respeito e você terá um companheiro leal ao seu lado. Agora que você sabe como fortalecer o vínculo com um felino, não perca este outro artigo: 10 sinais de que seu gato te ama.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como criar e fortalecer o vínculo com meu gato?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de O que precisa saber.

Referências
  1. Ines, M., Ricci-Bonot, C., & Mills, D. S. (2021). My Cat and Me—A Study of Cat Owner Perceptions of Their Bond and Relationship. Animals, 11(6), 1601. MDPI AG. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.3390/ani11061601>. Acesso em 17 de junho de 2022.
  2. Vitale KR, Behnke AC, Udell MAR. Attachment bonds between domestic cats and humans. Current Biology (2019) Sep 23;29(18):R864-R865. Disponível em: <10.1016/j.cub.2019.08.036. PMID: 31550468>. Acesso em 17 de junho de 2022.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Como criar e fortalecer o vínculo com meu gato?
Como criar e fortalecer o vínculo com meu gato?

Voltar ao topo da página