Partilhar

Alimentos com ômega 3 para cães

Por Liliana Ramos, Jornalista especializada em mundo animal. Atualizado: 14 março 2018
Alimentos com ômega 3 para cães

Ver fichas de  Cachorros

Os ácidos graxos ômega 3 são um tipo de gorduras presentes em alta concentração em determinados alimentos, sendo benéficos para a saúde dos perros em alguns aspetos. Além disso, estes ácidos graxos são essenciais, ou seja, o organismo do cachorro não pode sintetizá-los, o que faz com seja necessário tomá-los com os alimentos.

Felizmente, existem muitos alimentos ricos em ômega 3 que podem ser incluídos na dieta dos cachorros, resolvendo este problema facilmente. No PeritoAnimal, indicamos alguns alimentos ricos em ômega 3 para cães.

Também lhe pode interessar: Alimentação do porquinho da Índia

Benefícios do ômega 3 para cães

Como mencionado antes, é necessário reforçar a dieta do animal com uma dose destes nutrientes, uma vez que o organismo não é capaz de fabricá-los. É por isso que são chamados de ácidos graxos essenciais.

Um déficit de ácidos graxos pode provocar diversos sintomas que se repercutem, sobretudo, na saúde e no estado de pele do cachorro, assim como na pele e nas unhas. Também podem surgir problemas articulares. Além de serem necessários, estes compostos apresentam certos benefícios para a saúde dos nossos cachorros.

Além de agirem como antioxidantes para o organismo e de terem um leve efeito anticoagulante - o que ajuda a prevenir doenças cardiovasculares - são benéficos para o sistema nervoso do animal, sendo isto particularmente relevante para cachorros e animais geriátricos.

Por outro lado, os ácidos graxos ômega 3 são especialmente benéficos para a pele e para o pelo dos cachorros, melhorando a saúde dos mesmos e reforçando a sua função como barreira protetora.

isto é muito interessante em casos de animais com problemas de alergias, como os cachorros shar pei ou os cães tipo bull dog. Também podem diminuir a coceira que estas alergias provocam, uma vez que melhoram o estado da pele e possuem efeito anti-inflamatório.

Por todos estes motivos, é recomendado que os tutores incluam ácidos graxos ômega 3 na dieta dos cachorros.

Alimentos com ômega 3 para cães - Benefícios do ômega 3 para cães

Alimentos ricos em Ômega 3 para cães

Os ácidos graxos Ômega 4 são particularmente abundantes em certos alimentos como os peixes azuis e algumas sementes. Confira quais são:

  • Salmão. É um dos alimentos ricos em Ômega 3 mais conhecidos. É comum encontrá-lo em rações para cachorros ricas neste tipo de gordura, especialmente as de boa qualidade, já que não é um ingrediente barato.
  • Sardinha. Apesar de o salmão ser o exemplo típico de peixe rico em ácidos graxos Ômega 3, não é o único que contém o nutriente. Outros pescados azuis, como as sardinhas, também são ricos nestes ácidos graxos.
  • Sementes de linhaça. Não só os pescados azuis são ricos em Ômega 3, também algumas sementes incluem o nutriente em grande quantidade. É o caso da linhaça que pode ser ingerida em sementes ou em óleo, sendo uma excelente fonte de Ômega 3.
  • Sementes de chia. As sementes desta planta originária da América Central e que, cada vez mais, está na moda, possui um conteúdo abundante em ácidos graxos Ômega 3. Podem ser encontrada em algumas rações enriquecidas com este tipo de gorduras, assim como as sementes de linhaça.
  • Soja. Apesar de ser conhecida como um vegetal com alto teor proteico, a soja é um alimento rico em ômega 3 que pode ser oferecida aos cachorros.

Como mencionado, algumas rações específicas são enriquecidas com ômega 3, incluindo alguns dos alimentos da lista. Este tipo de alimento é altamente indicado para quem deseja enriquecer a dieta do cachorro com este tipo de composto. Estas rações são uma opção cômoda e segura, já que estão especificamente formulados para cobrir as necessidades do animal.

Também existem cápsulas, geralmente à base de óleos de peixem, que podem ser usadas como reforço adicional de ácidos graxos para o cachorro, caso não seja usada uma ração específica.

Contudo, estas opções não são a única opção para suplementar a dieta dos cachorros com ácidos graxos. Também existem produtos com uma fórmula oral (como um xarope) e até pipetas, umas gotas que devem ser aplicadas na pele do dorso do animal.

Contraindicações do excesso do Ômega 3 em cães

Os efeitos secundários que podem surgir com o excesso de ácidos graxos Ômega 3 incluídos na dieta canina são leves e são resolvidos com facilidade, bastando reduzir a dose administrada.

Por serem gorduras, os ácidos graxos Ômega 3 possuem um elevado conteúdo calórico, pelo que a sua ingestão excessiva pode provocar problemas de excesso de peso no seu pet e, em alguns casos, fezes mais líquidas. Como mencionado, estes sintomas desaparecem ao reduzir a quantidade de ácidos graxos ômega 3.

Alimentos com ômega 3 para cães - Contraindicações do excesso do Ômega 3 em cães

Se deseja ler mais artigos parecidos a Alimentos com ômega 3 para cães, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Dietas caseiras.

Escrever comentário sobre Alimentos com ômega 3 para cães

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
3 comentários
TOY
OLA BOA NOITE ,OMEG 3 PROVOCA SONO E DESANIMO>ELE SÓ QUER DORMIR.
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Toy! Essas reações não são características comuns do omega 3. O mais aconselhável, é buscar ajuda de um médico veterinário de confiança.
Patrícia Santos Macedo
Boa Noite
Minha cachorra tem 9 meses, é vira lata e teve cinomose e eu gostaria de comprar uma racao com ômega 3 e 6 .
Existe ?
A sua avaliação:
Elaine Cavalheiro
Tenho uma lhasa de 8 anos com DRC.Gostaria de receber receitas de comidas caseiras .

Alimentos com ômega 3 para cães
1 de 3
Alimentos com ômega 3 para cães

Voltar ao topo da página