Partilhar
Partilhar em:

Vantagens de adotar um filhote de gato

Vantagens de adotar um filhote de gato

Ver fichas de  Gatos

Quando pensamos em adotar um pet é normal surgirem muitas dúvidas, entre elas gato ou cão, grande ou pequeno, estas são apenas algumas das perguntas que muitos donos têm. No PeritoAnimal queremos ajudá-lo a tomar a melhor decisão, para poder adotar um animal de forma tranquila. Se se tiver decidido por um gato ao invés de um cão, saiba que existem algumas vantagens de adotar um filhote de gato, especialmente se na sua família houver crianças, pois assim irão desfrutar mais ao mesmo tempo que aprendem.

Para além de falarmos nas vantagens neste artigo, vamos falar também das diferenças em relação a um gato adulto e, verá como chegará a conclusões bastante interessantes, tanto se já tiver um gato como pet como se for um dono iniciante.

Também lhe pode interessar: Vantagens de adotar um gato adulto

Como ser um bom pai e mamãe adotivos?

Existem certas considerações que devemos ter em conta para evitar algumas consequências, principalmente relacionadas com o desenvolvimento físico e psicológico do felino. Sempre que for possível, deve se informar para saber quando se podem separar os filhotes de gatos da sua progenitora. O recomendável é afastar os pequenos da sua mãe apenas a partir das 6 semanas de vida.

Apesar de ser muito tentador e talvez gostasse de criar o filhote desde pequeno alimentando com mamadeira com leite, deve saber que separá-lo antes do tempo da sua mãe pode ter consequências negativas para a sua saúde e pode fomentar o aparecimento de problemas de comportamento.

Separação prematura dos gatinhos

Para o seu correto desenvolvimento, deveríamos respeitar a idade do pequeno, embora às vezes as circunstâncias nos levem a ter que fazer de pais de um pequeno felino. Seja porque a mãe morreu ou porque o encontramos na rua abandonado.

A primeira coisa a ter em conta é tentar calcular sua idade, uma vez que o primeiro mês de vida é crítico. Para isso, pode levá-lo a um veterinário para o orientar e guiar neste novo desafio. De qualquer forma, de seguida vamos lhe dar um pequeno guia para o orientar:

  • Entre 10 - 12 dias de idade: abrirá os olhos, antes disso só se arrastará. Nesta altura começa a explorar e a caminhar sem jeito.
  • Entre os 14 - 20 dias de idade: aparecerão nas gengivas as pontas dos seus dentes de leite incisivos e a partir dos 20 dias aparecerão os molares e caninos.

Esta informação é meramente orientativa, por isso é importante guiar-se sempre pelos conselhos de um profissional. O que não podemos deixar de mencionar é o pequeno não consegue termorregular a sua temperatura corporal, pelo que é necessário que onde se encontrar tenha uma temperatura de 28 graus constante. Quando os filhotes estão junto à sua mãe é ela que se responsabiliza pela sua temperatura, mas caso isso não seja possível você deve ser o responsável por lhe oferecer os cuidados necessários para um filhote de gato.

Receber o filhote de gato em casa

Uma das principais vantagens de adotar um gato filhote é vê-lo crescer, ensinar-lhe segundo os nossos gostos e adaptá-lo o melhor possível à nossa família humana. Começará a descobrir com ele as brincadeiras, respeitando sempre a sua vontade e curiosidade na hora de aprender. Antes de receber o gatinho em casa, é fundamental se preparar para a sua chegada e comprar um bebedouro de água, de comida, brinquedos e a sua cama.

Ensine os seus filhos que o filhote não é um brinquedo

Se em sua casa há criança, então tem um compromisso extra, ensinar os seus filhos a respeitá-lo como um ser vivo, ensinar-lhes que não se trata de mais um brinquedo. Não devem usá-lo como brinquedo ou magoá-lo. As crianças costumam entender isso bem e, dependendo das suas idades, são compromissos que podemos ir incutindo na educação dos nossos filhos.

É mais uma forma de centrar a sua atenção e de melhor a relação com outras crianças, uma vez que ao convidar amigos para casa eles irão explicar-lhes como se devem relacionar com o filhote e as brinquedos que podem ter com ele. Para além disso, também reforça o sistema imunológico dos nossos filhos diminuindo, especialmente as alergias.

E as pessoas idosas?

Assim como destacamos o benefício para os nossos filhos em ter um gato filhote por os ensinar a cuidar deste pet, acontece o mesmo na hora de escolher a idade do felino para as pessoas idosas. Isto costuma causar uma certa incerteza e alguns medos na hora de pensar se é o ideal adotar um filhote de gato. É importante que fale muito bem com as pessoas, pois muitas vezes a melhor opção é um gato adulto que os acompanhe e não lhes cause tanto compromisso na hora da sua criação.

Lembre-se que...

  • Deve respeitar o seu período de socialização para desenvolver um temperamento correto (por volta das suas 8 semanas de vida).
  • Não o humanize, lembre-se que se trata de um felino.
  • Deve conhecer as suas necessidades alimentares e higiênicas.
  • Escolha um gato de pelo longo apenas se tiver tempo de o escovas, caso contrário o melhor é de pelo curto.
  • Prepare a casa antes do pequeno chegar.
  • Adotar é um gesto de amor e o seu pequeno felino ficará sempre agradecido.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Vantagens de adotar um filhote de gato, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de O que precisa saber.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre Vantagens de adotar um filhote de gato

Muito útil

Vantagens de adotar um filhote de gato
1 de 4
Vantagens de adotar um filhote de gato