Partilhar

Shikoku Inu

Atualizado: 24 agosto 2020
Shikoku Inu

O Shikoku Inu faz parte do grupo dos cachorros tipo Spitz, como o Spitz Alemão e o Shiba Inu, que juntamente ao Spitz Finlândes são algumas das raças caninas mais antigas do mundo.

No caso do Shikoku Inu, por não ser uma raça tão difundida ou popular, visto que normalmente só é encontrada em certas regiões do Japão, há bastante desconhecimento a seu respeito. Por isso, se você deseja expandir seus conhecimentos sobre esta raça canina, aqui no PeritoAnimal vamos te explicar todas as características do Shikoku Inu, seus cuidados e possíveis problemas de saúde. Podemos adiantar que estamos diante de um cachorro forte, resistente e com uma longa história. Quer saber mais? Continue lendo!

Origem
  • Ásia
  • Japão
Classificação FCI
  • Grupo V
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Clima recomendado
Tipo de pelo

Origem do Shikoku Inu

Seu nome pode servir como uma pista para indicar que o Shikoku Inu é uma raça de origem japonesa. O berço da raça Shikoku é a região montanhosa de Kochi, por isso seu nome inicialmente era Kochi Ken (ou cachorro de Kochi, o que dá no mesmo). Esta raça é muito relevante na região, tanto que chegou a ser declarada monumento nacional em 1937. Seu padrão oficial foi elaborado pela Federação Cinológica Internacional em 2016[1], embora a raça já tivesse seu reconhecimento desde 1982.

No início, havia três variedades dessa raça: Hata, Awa e Hongawa. Os Awa não tiveram um destino muito bom, pois desapareceram completamente durante a Segunda Guerra Mundial. As outras duas variedades ainda existem, e enquanto o Hata é mais robusto e sólido, o Hongawa se mantém mais fiel ao padrão, sendo mais elegante e leve. Os Shikokus Hongawas conseguiram manter uma linhagem mais pura, principalmente porque a região de mesmo nome é bastante remota e isolada de outras populações.

Características do Shikoku Inu

O Shikoku Inu é um cachorro de tamanho médio, com peso padrão entre 15 e 20 quilos. Sua altura na cernelha varia de 49 a 55 centímetros nos machos e 46 a 52 nas fêmeas, sendo a ideal 52 e 49 cm, respectivamente, mas é aceita uma variação de cerca de 3 centímetros para mais ou menos. A expectativa de vida do Shikoku Inu varia entre 10 e 12 anos.

Entrando agora nas características do Shikoku Inu relativas à sua forma física, seu corpo tem uma aparência proporcional, com linhas muito elegantes, e um peito largo e profundo, que contrasta com uma barriga mais recolhida. Sua cauda, ​​de inserção alta, é muito grossa e geralmente tem forma de foice ou rosca. Seus membros são fortes e têm músculos desenvolvidos, bem como uma leve inclinação em relação ao corpo.

A cabeça é grande em comparação ao corpo, com uma testa larga e um focinho longo em forma de cunha. As orelhas são pequenas, triangulares e estão sempre eretas, inclinando-se apenas ligeiramente para a frente. Os olhos do Shikoku Inu são quase triangulares, pois apresentam um ângulo de inclinação de fora para cima, são de tamanho médio e sempre de tom marrom escuro.

A pelagem do cachorro Shikoku Inu é espessa e tem uma estrutura em duas camadas. A camada inferior é densa, mas muito macia, e a camada externa é um pouco menos densa, com pelos mais longos e mais duros. Isso proporciona um ótimo isolamento térmico, especialmente em baixas temperaturas.

Cores do Shikoku Inu

A cor mais comum em espécimes de Shikoku Inu é o sésamo, que consiste em uma combinação de fios de pelo vermelhos, brancos e pretos. Dependendo de quais cores são combinadas, existem três variedades ou tipos de Shikoku Inu:

  • Sésamo: branco e preto na mesma proporção.
  • Sésamo vermelho: base vermelha mesclada com pelos negros e brancos.
  • Sésamo preto: o preto predomina sobre o branco.

O filhote de Shikoku Inu

Uma curiosidade sobre os filhotes de Shikoku Inu é que, devido às suas características comuns a outros cachorros Spitz de origem japonesa, eles costumam ser confundidos com essas outras raças. Na verdade, é bastante comum confundir Shikokus e Shibas Inu. Isso é especialmente comum em estágios pré-adultos, quando costuma ser mais fácil distingui-los. Uma informação importante para diferenciar o Shikoku de outras raças é sua pelagem, que geralmente é principalmente da cor sésamo.

Quando filhote, um Shikoku é muito teimoso e só quer brincar e brincar até se cansar. Isso o torna implacável em sua busca por diversão, e ele tenta chamar a atenção por meio de qualquer ferramenta que puder imaginar. Além disso, como acontece com qualquer tipo de cachorro, é aconselhável não separá-lo da mãe até que esteja totalmente desenvolvido e ela tenha sido capaz de dar a ele as primeiras doses de socialização e ensinamentos básicos. Contudo, esse processo deva continuar após sua separação da mãe, uma vez que é essencial oferecer a ele uma educação e socialização adequadas.

Personalidade do Shikoku Inu

Um Shikoku Inu geralmente é um cachorro de personalidade forte, mas muito benevolente. É uma raça que foi treinada durante séculos para a caça e vigilância, por isso não é surpreendente que tenha uma capacidade incrível de atenção e um estado alerta contínuo. É também um cachorro muito astuto e ativo. Sim, o Shikoku Inu é muito, muito ativo, transborda energia por todos os lados, e por isso é totalmente contraindicado para pessoas idosas ou sedentárias, bem como para viver em apartamentos muito pequenos. Ele precisa de atividade praticamente o tempo todo, é incansável e precisa se exercitar diariamente.

Quanto à sua maneira de se comportar com os demais, o Shikoku desconfia muito de estranhos, e por isso tende a ser frio e distante, quase que com medo, podendo responder agressivamente a qualquer "ataque", ou seja, qualquer coisa que ele considera um ataque. A convivência é difícil com outros animais, tanto os de outras espécies, já que os Shikokus os veem como presas, como com outros cachorros, já que o Shikoku Inu tem uma personalidade dominante e pode chegar a lutar com eles, especialmente se for macho.

Contudo, com a sua família ele é leal e dedicado, e embora seja um cachorro independente, ele não deixa de amar a sua família e zela sempre por sua segurança. Equilibra perfeitamente o acompanhamento dos familiares ao longo do dia nas suas atividades, mas sem ser intrusivo. Isso pode te fazer pensar que é um cachorro que se mantém distante e frio, mas a verdade é que ele adora sua família, que protege a todo custo.

Cuidados do Shikoku Inu

A densa pelagem e bicamada do Shikoku necessita de pelo menos 2 ou 3 escovações semanais, e só assim é possível garantir que os acúmulos de pelos mortos, poeira e qualquer tipo de sujeira sejam corretamente removidos. Além disso, é uma forma de verificar se não há parasitas, como pulgas ou carrapatos, aderidos ao couro cabeludo do animal.

Contudo, a maior atenção quando se trata de saber cuidar de um Shikoku Inu sem dúvidas recai sobre sua necessidade de exercícios. Esses cachorros precisam se exercitar todos os dias, e é aconselhável que a atividade seja de moderada a intensa, para que possam se manter equilibrados e saudáveis. Algumas ideias além dos passeios ativos são a prática de esportes especialmente desenvolvidos para cachorros, como os circuitos de Agility, ou simplesmente deixá-lo te acompanhar em atividades como corridas ou caminhadas.

É claro que você não deve negligenciar seu estímulo mental e nem sua alimentação, que deve ser de qualidade adaptada ao seu nível de atividade física. Portanto, as brincadeiras em casa e os brinquedos que estimulam a inteligência são tão importantes quanto a necessidade de correr.

Educação do Shikoku Inu

Dadas as características que já mencionamos sobre a personalidade do Shikoku Inu, muito marcada e forte, você pode pensar que adestrá-lo será quase impossível. Mas isso não poderia ser mais distante da verdade, pois se feito de maneira adequada, ele responde ao adestramento de forma surpreendente e é capaz de aprender de maneira rápida e eficaz.

Este rápido aprendizado é fortemente apoiado por sua grande inteligência e perseverança. Uma premissa fundamental deve ser sempre levada em consideração: nunca punir ou tratar agressivamente um cachorro, nem o Shikoku, nem qualquer outro. Isso é essencial tanto para educá-lo quanto para adestrá-lo, pois se um Shikoku é punido ou agredido, a única coisa que se consegue é fazê-lo ficar distante e desconfiado, perdendo a confiança e rompendo o vínculo. O animal deixará de confiar em seu treinador e isso significa que não aprenderá absolutamente nada com o que você está tentando ensinar a ele. Por isso, é fundamental basear o treinamento em técnicas que respeitem o animal, pois além de serem mais eficazes, não causam desconforto ao cachorro e ao adestrador. Alguns exemplos dessas técnicas são o reforço positivo e o uso do clicker, que se mostra muito útil no reforço de boas condutas.

Além de levar em consideração as técnicas a serem utilizadas na educação e no adestramento, é necessário decidir entre toda a família as regras da casa, para que vocês sejam coerentes e não confundam o cachorro. Da mesma forma, é importante ser constante, paciente e ordenado, pois é melhor ir aos poucos e não querer ensinar todas as regras de uma só vez. Além disso, uma vez iniciado o adestramento, é recomendável optar por sessões curtas, mas repetitivas ao longo do dia.

Saúde do Shikoku Inu

O Shikoku Inu é um cachorro com boa saúde. Ele costuma apresentar um problema bastante comum que se deve à densidade de seu pelo, incompatível com climas quentes. Se as temperaturas são altas, os Shikokus costumam sofrer choques térmicos, mais conhecidos como insolação. Neste artigo, explicamos quais são os sintomas da insolação e como reagir a ela: golpe de calor em cachorros.

Outras das doenças do Shikoku Inu são as congênitas, como por exemplo a displasia de quadril e a luxação patelar, comum em cães desse tamanho. Também são mais frequentes devido aos exercícios intensos de que necessitam, o que às vezes aumenta o risco de sofrer uma torção gástrica perigosa, que se não tratada, é letal. Outras condições podem ser o hipotireoidismo e a atrofia progressiva da retina.

Todas as doenças mencionadas acima podem ser detectadas fazendo as visitas regulares ao veterinário para realizar exames periódicos, bem como vacinações e desparasitações.

Onde adotar um Shikoku Inu?

Se você estiver fora do Japão, você pode presumir que a adoção de um Shikoku Inu é muito complicada. Isso ocorre porque a raça não se espalhou muito além de suas fronteiras japonesas nativas. Portanto, encontrar um cão da raça Shikoku Inu é praticamente impossível fora do Japão. Apenas espécimes exportados podem ser encontrados na Europa ou América, frequentemente com o propósito de participar de exposições e eventos caninos.

Mas se por acaso você encontrar um espécime de Shikoku Inu e quiser adotá-lo, recomendamos que leve em consideração suas características e necessidades. Por exemplo, tenha em mente que ele precisa de muita atividade, que ele não é um cachorro pegajoso e não busca atenção constante. Levar isso em consideração te permitirá, no caso do Shikoku ou de qualquer outra raça, fazer uma adoção responsável. Para isso, recomendamos ir a abrigos de animais, associações e refúgios.

Fotos de Shikoku Inu

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Shikoku Inu

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Shikoku Inu

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Shikoku Inu
1 de 3
Shikoku Inu

Voltar ao topo da página