Partilhar

Parson Russell Terrier

Atualizado: 3 março 2020
Parson Russell Terrier

Fazendo parte do grupo de Terriers, encontramos o Parson Russell Terrier, uma variante dos conhecidos Jack Russells. Esses cachorros simpáticos e engraçados se destacam por seu dinamismo e suas habilidades para aprender novos truques, com os quais agradam todos ao seu redor. Se você quiser saber mais sobre essa raça específica de cachorro, continue lendo este artigo sobre as características do Parson Russell Terrier aqui no PeritoAnimal.

Origem
  • Europa
  • Reino Unido
Classificação FCI
  • Grupo III
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Clima recomendado
Tipo de pelo

Parson Russel Terrier: origem

As raízes do Parson Russel Terrier são, sem dúvida, inglesas. Especificamente, esta raça teve sua origem na cidade de Birmingham, onde o Rev. John Russell, membro fundador do Kennel Club do Reino Unido, conseguiu criar esse subtipo de Russells em 1863, embora não tenha sido até 1990 que o Kennel Club reconheceu a raça oficialmente. No caso da Federação Internacional de Cinologia, esse reconhecimento foi feito em 2001 e hoje seu padrão é reconhecido a nível internacional.

Parson Russel Terrier: características

Considera-se que Parson Russell se enquadra na categoria de cachorros pequenos, com um peso médio entre 8 e 10 kg e uma altura de 33 a 36 centímetros na cernelha. Suas extremidades são longas e sólidas, com uma musculatura forte, e o comprimento delas é o que as distingue notoriamente dos Jack Russells, uma vez que estes têm pernas mais curtas. Sua cauda é grossa, curta e de inserção alta.

Sua cabeça tem uma frente plana e uma forma mais fina à medida em que aproxima do focinho, com um stop pouco marcado. Os Parson Russells têm olhos levemente afundados, amendoados e de cor escura, sendo seu olhar muito expressivo e vivaz. Suas orelhas são pequenas e caracterizadas por terem a forma de "V", caindo para a frente ou nas laterais da cabeça.

Continuando com a aparência física dos cachorros Russell Parson, podemos dizer que eles têm uma pelagem densa e espessa, curta, lisa, áspera ou quebrada e com uma sub camada de pelos que os isola do frio. Essa pelagem é geralmente branca, com alguns pontos ou manchas de fogo, limão ou preto, podendo apresentar mais de uma dessas ao mesmo tempo, e principalmente na área da cabeça e na base da cauda.

A cauda é de inserção moderadamente alta, mas de porte muito alto durante o movimento. É grossa na base e se estreita em direção à ponta, sendo também um pouco longa e tão reta quanto possível.

Parson Russel Terrier: personalidade

Sem dúvida, os Parson Russells são uma raça muito ativa e brincalhona, apaixonada por jogos e esportes, nos quais precisam investir toda a sua energia de maneira produtiva. Esses cachorros são muito inteligentes e assertivos, de modo que são capazes de perceber o humor de seus donos e dar todo o seu carinho sem limites quando consideram necessário, o que é frequente, pois são muito afetuosos e carinhosos. É por isso que o Parson Russel não é o melhor companheiro para quem passa muito tempo longe de casa, pois precisa do maior tempo de dedicação possível para estar equilibrado e saudável.

Por outro lado, você precisa considerar se o animal terá que conviver com outros animais, pois geralmente é bastante dominante com outros cachorros, e não costuma tolerar outros animais de estimação, como gatos ou coelhos. Além disso, é bastante possessivo com seus brinquedos, sua cama e outros objetos úteis, por isso você terá que educá-lo conscientemente nesse sentido para impedir que desenvolva proteção de recursos.

No caso das crianças, isso depende muito do cachorro em particular. No entanto, como regra geral recomenda-se que, se forem conviver com crianças, estas não sejam muito pequenas e que ambas as partes sejam educadas para interagir de maneira respeitosa e sempre assertiva.

Vale destacar que essa raça de cachorro é corajosa e curiosa que, como dissemos, precisa ser adequadamente estimulado para evitar problemas comportamentais.

Parson Russel Terrier: cuidados

Como são animais especialmente ativos, precisarão de sessões de exercícios e longas caminhadas para liberar toda essa vitalidade de maneira não destrutiva, uma vez que existem, por exemplo, indivíduos costumam cavar nos quintais e jardins ou destruir alguns móveis quando estão entediados, mas não é nada que você não possa evitar educando e proporcionando a ele tanto atenção quanto brinquedos para mantê-lo entretido. Da mesma forma, é um cachorro perfeito para esportes caninos como o agility.

Devido às peculiaridades de sua pelagem, é aconselhável escová-lo pelo menos duas vezes por semana, caso contrário, soltará muito pelo e também ficará com uma aparência de descuido não muito elegante. Para isso, recomenda-se o uso de escovas de acordo com a pelagem, que neste caso são as escovas para cachorros de pelo curto.

Parson Russel Terrier: educação

Ao treinar seu Parson Russell Terrier, você deve ser especialmente constante e paciente, pois a raça pode às vezes ser um pouco teimosa e cabeça dura, como é geralmente o caso de todos os Terriers. Dessa forma, é recomendável não perder a paciência e ser firme com sua educação. Você não deve ignorar certos comportamentos ou parar de prestar a atenção necessária, pois a verdade é que, ao permitir que o Parson Russel faça tudo o que quiser, você não estará lhe fazendo nenhum favor. Naturalmente, faça sempre uso do reforço positivo para que ele entenda o que é certo e se sinta motivado a repetir a ação. Os castigos e os gritos só pioram a situação.

Uma boa maneira de captar sua atenção é usando jogos ou objetos que sejam atraentes para ele, além de escolher seus petiscos ou prêmios favoritos, pois isso permitirá que se sinta motivado ao realizar as tarefas solicitadas pelo seu tutor.

Parson Russel Terrier: saúde

Os Parson Russells compartilham muitas doenças típicas dos Jack Russels. Entre elas, está a luxação da rótula, que ocorre quando a rótula se desencaixa e causa fortes dores ao animal. É uma doença típica de raças pequenas, que exigirá atenção veterinária para o diagnóstico e tratamento. Outra de suas doenças típicas é a atrofia progressiva da retina, que afeta a visão e causa cegueira noturna e posteriormente também diurna, levando à cegueira extrema em casos muito avançados. Para diagnosticá-la, são realizados os chamados exames retinoscópicos por eletrorretinograma.

Uma das doenças mais graves que podem afetar os Person Russel Terriers é a doença de Von Willebrand, que pode ser diagnosticada por meio de exames genéticos. É uma doença herdada através do DNA dos pais, que causa problemas de sangramento, algo que é bastante problemático quando ocorrem feridas ou quando são necessárias operações cirúrgicas, pois os procedimentos e a recuperação são complicados, às vezes colocando em risco a vida do animal.

Foi decidido que também é uma raça um pouco mais propensa que outras a sofrer de instabilidade vertebral cervical, ou síndrome de Wobbler. Nestes casos, a medula é comprimida no nível do colo do útero, causando dor, falta ou falhas de equilíbrio, além da incapacidade de realizar movimentos. Embora os cachorros que sofrem com isso possam ser operados, é um procedimento clínico altamente complexo e caro.

Para evitar, na medida possível, essas doenças comuns dos Parson Russell Terriers e as complicações que podem resultar delas, recomenda-se fazer exames veterinários completos regularmente, mantendo atualizadas as vacinas e a desparasitação, fornecendo ao animal os tratamentos e as dietas recomendadas por um veterinário de confiança.

Fotos de Parson Russell Terrier

Vídeos relacionados com Parson Russell Terrier

1 de 3
Vídeos relacionados com Parson Russell Terrier
Artigos relacionados

Suba a sua foto de Parson Russell Terrier

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Parson Russell Terrier

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Parson Russell Terrier
1 de 4
Parson Russell Terrier

Voltar ao topo da página