menu
Partilhar

Cão-lobo-de-saarloos

Atualizado: 8 março 2022
Cão-lobo-de-saarloos

O cão-lobo-de-saarloos é um animal forte e equilibrado que tem a aparência e muitos comportamentos do lobo, de quem é descendente. Apesar de estar incluído no grupo dos cães pastores, não é um animal de trabalho.

Não são muitos os que conhecem esta raça, resultando na dificuldade de encontrar informação útil e válida. Por isso, neste artigo do PeritoAnimal, te contaremos tudo sobre o cão-lobo-de-saarloos, suas características físicas gerais, temperamento, cuidados, dicas sobre sua educação e possíveis problemas de saúde.

Origem
  • Europa
  • Países Baixos
Classificação FCI
  • Grupo I
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Ideal para
Recomendações
  • Focinheira
  • Arnês
Clima recomendado
Tipo de pelo

Origem do cão-lobo-de-saarloos

Apesar da sua aparência de lobo e comportamentos primitivos, esta é uma das raças caninas mais recentes e planejadas. Foi criada por Leendert Saarloos, um holandês aficionado pelo pastor alemão, que pensava que a criação intensiva desses cães os tinha debilitado fisicamente. Pera obter melhores características físicas, Saarloos então cruzou um macho de pastor alemão, Gerard van der Fransenum, com uma fêmea de husky siberiano, chamada Fleuri. Cruzamentos posteriores entre a descendência culminaram em uma população inicial de cães com aproximadamente 25% de sangue de lobo. Estes cães constituíram a raça que posteriormente seria chamada de "cão-lobo-europeu".

Na sua tentativa de mostrar as qualidades da raça, Saarloos conseguiu que estes cães fossem utilizados como guias para pessoas cegas. O tempo, no entanto, deixou claro que o temperamento caueloso e tímido dos cães-lobos não era adequado para ser um cão de trabalho, e muito menos cão-guia.

Em 1975, seis anos após a morte de Leendert Saarloos, a raça foi reconhecida pelo Kennel Club holandês sob o nome de cão-lobo-de-saarloos, em homenagem ao seu criador. Hoje em dia o cão-lobo-de-saarloos é um animal extremamente raro e não muito conhecido fora do seu país de origem, sendo um cão praticamente desconhecido até na Holanda.

Características físicas do cão-lobo-de-saarloos

O corpo deste cão é fino e mais longo do que alto. Apresenta a coluna reta e o peito moderadamente largo. O peito, quando muito largo ou profundo, não é aceito, já que não corresponde à morfologia de um cão trotador. As patas são longas e musculosas.

A cabeça deste cão tem a aparência da cabeça de um lobo, com formato de cunha, crânio achatado e leve stop (depressão naso-frontal). O focinho é bem pigmentado, os olhos são amendoados e estão dispostos obliquamente. Sua expressão é alerta e reservada, motivo pelo qual são preferidos os olhos amarelos, que conferem essa expressão. As orelhas são medianas, eretas, triangulares e com a ponta arredondada.

A cauda do cão-lobo-de-saarloos é de baixa inserção, larga, longa e com pelo profuso, e geralmente fica praticamente reta ou ligeiramente curvada em forma de sabre.

A pelagem deste cão varia de acordo com a época do ano. No inverno, a predominância é da capa interna de pelo que, junto com a camada externa, forma um denso manto de proteção para o cão e uma coleira abundante bem característica. No verão, predomina a pelagem externa. Em todos os casos, no entanto, o pelo é denso e cobre todo o corpo, inclusive o ventre, a parte interna das coxas e o escroto. A pelagem é de tonalidade clara na parte inferior do corpo, na área interna das patas e na parte traseira das coxas. Além disso, as cores aceitas na raça são o preto sombreado, marrom sombreado e diferentes tonalidade de branco (desde o creme até o branco puro).

Estes cães são altos e os machos têm uma altura na cernelha entre 65 e 75 centímetros, ainda que a altura na cernelha nas fêmeas vá de 60 a 70 centímetros. O peso varia entre 36 e 41 quilos.

Temperamento do cão-lobo-de-saarloos

Estes cães não foram criados para realizar um trabalho em particular e por isso seu temperamento não reflete o temperamento típico dos cães pastores. Pelo contrário, os saarloos são cães com comportamentos muito primitivos (do ponto de vista evolutivo), que lembram o lobo. Estes cães são muito enérgicos, ativos, independentes e inteligentes, mas difíceis de treinar.

Devido à herança vinda dos lobos, tendem a ser animais muito reservados com os estranhos e geralmente tímidos. Suas primeiras reações frente a situações e indivíduos desconhecidos são de fuga, mas podem se tornar agressivos se a liberdade de se afastar não lhes for ofertada. Por outro lado, tendem a se dar bem com cães com os quais tenham crescido e podem tolerar cães desconhecidos. No entanto, eles geralmente não são bons companheiros nem para outros mascotes nem para crianças, já que seus instintos caçadores são fortes. É muito importante socializar os saarloos desde muito cedo, já que a janela de socialização é menor que em outras raças de cães.

Cuidados do cão-lobo-de-saarloos

O cuidado com o pelo do cão-lobo-de-saarloos não é especial, bastando escovar e pentear regularmente. Não é recomendado dar banho nos cães desta raça com muita frequência, devendo deixar para fazê-lo apenas quando estiverem sujos.

Os cães-lobos-de-saarloos precisam de muito exercício e não se satisfazem com passeios curtos diários. Necessitam de longas caminhadas, e, melhor ainda, a possibilidade de correr e explorar livremente uma área ampla e segura. Não são cães aptos para a vida em apartamentos ou casas pequenas.

Precisam também de companhia constante, uma vez que evoluíram como animais altamente sociáveis dentro do seu núcleo familiar. Não são cães de canil e precisam passar muito tempo com a família, seja ela composta apenas por humanos ou por outros cães.

Educação do cão-lobo-de-saarloos

Estes cães não são melhores para o adestramento canino convencional, já que costumam ser extremamente independentes na sua forma de pensar. Podem aprender muitas coisas, mas nunca se destacarão na obediência canina clássica nem nos esportes para cães. É importante, de qualquer forma, treiná-los através do reforço positivo na hora de educá-los, especialmente através do adestramento com clicker, porque respondem muito mal ao reforço negativo e às punições.

Um dos principais problemas ao adestrar estes cães é ao ensiná-los a aceitar permanecer em suas caixas de transporte. Os cães-lobo-de-saarloos se sentem muito ansiosos quando estão em lugares restritos e não aprendem com facilidade a ficar na caixa. Por isso, te aconselhamos que consulte nossos artigos sobre como viajar com um cachorro na moto, por exemplo.

Por ter comportamentos primitivos semelhantes, estes cães não são os melhores animais de estimação, podendo apresentar muitos problemas comportamentais quando vivem em cidades muito grandes e movimentadas, vivendo melhor em fazendas e propriedades rurais onde tenham espaço suficiente para correr. Além disso, é preciso tomar cuidado para que não persigam outros pets e animais de criação.

Saúde e cuidados

Por ser uma raça desconhecida, não há dados precisos sobre a incidência de doenças hereditárias. Além disso, pelo saarloos ser um cão de grande porte e ter o pastor alemão como ancestral, é bom se precaver para prevenir problemas causados pela displasia de quadril. Apesar de não ser obrigatório, é interessante tirar radiografias desta região quando o cão chegar aos dois anos de idade ou quando o veterinário julgar necessário. Deve-se também realizar os check-ups periódicos estipulados pelo veterinário, o calendário de vacinação e desparasitação.

Fotos de Cão-lobo-de-saarloos

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Cão-lobo-de-saarloos

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?
Cão-lobo-de-saarloos
1 de 2
Cão-lobo-de-saarloos

Voltar ao topo da página