Partilhar

Bulldog Inglês

Atualizado: 16 outubro 2018
Bulldog Inglês

O Buldogue Inglês é um cachorro com uma aparência inconfundível. Robusto e baixo, tem uma aparência feroz (devido às suas origens), embora o seu caráter costume ser carinhoso e tranquilo. São ideais para aquelas famílias em que se dedica uma atenção especial aos pets, uma vez que é um cachorro que precisa de estar em contato contínuo com os seus donos.

Além disso, os cães desta raça consideram-se muito fiéis porque é muito difícil fazer com que um Bulldog Inglês mude de dono, mas também se caraterizam por serem bastante possessivos com a comida ou os brinquedos, por isso se quiser adotar um destes cachorros, no PeritoAnimal vamos lhe mostrar as suas principais caraterísticas para o conhecer um pouco melhor.

Origem
  • Europa
  • Reino Unido
Classificação FCI
  • Grupo II
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Ideal para
Clima recomendado
Tipo de pelo

Origem do Buldogue Inglês

O Bulldog Inglês tem origem nas lutas com touros (bull-baiting) que se levavam a cabo na Grã Bretanha, sendo que o objetivo deste cão era atacar, enfurecer e agarrar o touro. Estes hábitos deram origem às lutas de cachorros com touros e outros animais grandes, mas felizmente este esporte cruel foi proibido no século XIX.

Quando foram proibidas as lutas de cachorros com touros, o Bulldog perdeu popularidade entre os ingleses e foi desaparecendo gradualmente. Alguns imigrantes ingleses que viviam nos Estados Unidos mantiveram a raça com poucas alterações, dando origem aos ancestrais Buldogue Americano. No entanto, na Inglaterra, o Buldogue original foi cruzado com cachorros mais pequenos e menos agressivos, modificando a sua forma até à que tem atualmente.

O Bulldog Inglês da atualidade não é o cachorro agressivo capaz de lidar com touros, mas sim um animal que, apesar da sua aparência feroz, é de companhia. O seu tamanho e morfologia atual não lhe permitem fazer trabalhos intensos e, o seu caráter carinhoso fez com que ganhasse o posto de animal de estimação em milhares de casas onde é mais um membro da família.

Caraterísticas do Buldogue Inglês

O padrão da raça não indica um tamanho pré-determinado, mas o Bulldog costuma ter uma altura à cruz de cerca de 40 centímetros. O peso, que está indicado no padrão, ronda os 25 quilos para os machos e os 23 quilos para as fêmeas.

Este é um cão de estrutura pesada, estatura baixa e pelo curto. À primeira vista vê-se que é um animal largo, poderoso e compacto. A cabeça do Buldogue é grande em relação ao seu corpo e apresenta rugas subtis tanto na testa como nas bochechas. O stop é profundo e largo. O pescoço, grosso e forte, apresenta uma grande papada. A cara do Buldogue Inglês é, sem dúvida, a sua caraterística mais distintiva. É curta e tem um focinho largo, que se inclina para cima com prognatismo evidente. Na teoria esta morfologia ajuda o cachorro a morder sem soltar a presa, mas é pouco provável que seja assim e, de fato, não é uma morfologia comum em predadores naturais. De qualquer forma, o mito continua a estar presente. Os olhos redondos e médios estão bem separados entre si e são muito escuros, quase pretos. Não são salientes nem de baixo relevo. Por sua vez, as orelhas são de inserção alta, pequenas, finas e em forma de rosa. Os lábios do Bulldog Inglês ficam pendurados para os lados, mas não na parte frontal. O nariz é largo e de cor preta. As mandíbulas são largas, muito fortes e quadradas e, a inferior fica à frente da superior e virada para cima.

O corpo curto e de boa estrutura não deve apresentar qualquer tendência à obesidade. A região posterior é alta e forte, mas claramente mais leve que a região anterior que é muito robusta. O peito é largo, redondo e profundo, e continua em um abdômen retraído. As extremidades são fortes, musculadas e robustas. As fêmeas são menos desenvolvidas que os machos. A linha superior forma um arco suave, sendo o lombo mais alto que a cruz. A cauda, de inserção baixa, é de comprimento moderado a curto, grossa na base e terminada em uma ponta fina. O Bulldog leva-a normalmente baixa e, nunca a leva acima do nível da linha superior.

O pelo fino, curto e liso destes cães pode ser de uma cor sólida (o corpo todo da mesma cor) ou apresentar mais cores, em que tem o corpo da mesma cor mas com uma parte do focinho de outra cor. Este cachorro pode apresentar as seguintes cores: fulvo e branco, tigrado e branco, vermelho, vermelho e branco, fulvo e gray brindle.

O movimento do Bulldog Inglês também é muito caraterístico, sendo pesado, com passos curtos e rápidos sobre a ponta dos dedos. As patas traseiras apenas se levantam, parecendo que estão a arrojar pelo solo. Segundo o padrão da raça, nenhuma parte do corpo do Bulldog deve ter um tamanho excessivo em relação às outras, quebrando assim a simetria geral, fazendo parecer o cão deformado ou interferindo com a sua capacidade de movimento, mas isto é discutível. Embora o Bulldog Inglês seja um cachorro morfologicamente simétrico, a sua estrutura pode ser considerada por muitos como deformada e pode prejudicar a capacidade de movimento até certo ponto.

Caráter do Buldogue Inglês

O Bulldog é um cachorro determinado, forte, alerta, corajoso e leal. Segundo o padrão da raça, também deve ser um animal ativo, mas os Buldogues adultos costumam ser calmos. Este cão precisa de muita atenção e não é um animal que se deva deixar sozinho por períodos de tempo longos. Forma laços intensos com a sua família humana e é difícil (mas não impossível) mudar de dono.

A sua aparência feroz dá geralmente uma impressão errada. Estes cachorros costumam ter um caráter amável, calmo e tranquilo, embora também sejam teimosos quando querem alguma coisa. Costumam ser muito pacientes com as crianças e são geralmente excelentes pets, mas não são cães muito ativos. O caráter é variável dependendo do cachorro e depende também das condições em que o cachorro viver ou viveu.

Quando o Bulldog fica com raiva, é um animal a ser temido. Quando defende o seu território, a sua família ou as suas coisas, é um cachorro bravo e capaz de causar muitos danos. Por isso, é muito importante socializá-lo desde filhote e educá-lo sobre boas maneiras e obediência canina. Um dos aspetos que podem desencadear a agressão do Buldogue é a competição por comida e brinquedos. Estes cães têm tendência a serem possessivos, pelo que deve evitar que se convertam em guardas de recursos. O adestramento em obediência e, especialmente, os exercícios de autocontrole ajudam muito nisto. Por sua vez, essa caraterística pode ser aproveitada para fazer do Buldogue Inglês um bom guardião de casa. Ao não ladrar de forma compulsiva, este cachorro pode dar alarme quando é realmente preciso, e a sua aparência pode assustar muitas pessoas. No entanto, a sua mesma estrutura física faz com que não seja um cachorro de proteção ideal.

Sendo adulto, o Buldogue pode ser agressivo com outros cachorros, especialmente do mesmo sexo e com outros animais. No entanto, quando tiver sido corretamente socializado, pode dar-se bem com outros cães e outros pets. De qualquer forma, muitos donos desta raça preferem castrar os seus cachorros para minimizar a probabilidade de brigas.

Cuidados do Bulldog Inglês

O calor é um risco para a saúde do Bulldog Inglês. A cara extremamente achatada tem um efeito sobre as vias respiratórias do cachorro e dificulta a respiração quando o Buldogue se agita e, em consequência, quando está muito calor. É bom que o Buldogue faça exercício moderado para se manter em forma, mas o exercício intenso pode ser um fator de risco, especialmente em climas quentes. Nunca deve deixar um Buldogue ou qualquer outro cachorro em um carro fechado, pelo risco de choque térmico. Este nõa é um cachorro para exercícios intensos. Não vai vencer um campeonato de agility com o seu Bulldog Ingles, a menos que estejam a competir apenas cachorros desta raça. Mas precisa de passeios diários para se exercitar e socializar com pessoas e outros cães. Por outro lado, o Buldogue não é um cão para viver no jardim, não resiste bem as variações climáticas, por isso deve viver dentro de casa. Além disso, a sua grande necessidade de companhia faz dele pouco apto para viver no jardim. A boa notícia é que é um cão mais limpo que outras raças e não é muito ativo. A má notícia é que pode babar muito.

Estes cachorro perde pelo regularmente, por isso deve escová-lo com frequência, mas o seu pelo é fácil de manter. Escová-lo duas ou três vezes por semana costuma ser suficiente. Além disso, deve limpar com um pano suave e úmido, ou uma esponja suave umedecida, as rugas que se forma na cara, no pescoço e na cauda. Depois deve secar com um pano seco e suave.

Educação do Buldogue Inglês

O Buldogue Inglês aprende com facilidade quando é adestrado com métodos positivos, tais como o adestramentos com clicker. No entanto, quando o adestramento canino se baseia em técnicas tradicionais e a teoria da dominância, cria-se muito conflito e o cachorro não responde bem. Seja qual for o método utilizado para o treinar, não pode esperar que o Buldogue responda com tanta prontidão às ordens como faria um cão mais atlético (um Boxer ou um Pastor Belga Malinois, por exemplo)

Saúde do Buldogue Inglês

Pela intensa e não muito bem planejada seleção artificial à qual foi submetida, esta raça apresenta muitas doenças hereditárias e outros problemas de saúde. Entre as doenças que são comuns no Bulldog Inglês encontram-se a displasia de quadril e de cotovelo, os problemas respiratórios, caratas, ceratoconjuntivite, entrópio, palato alongado, cauda invertida, problemas de pele e torção gástrica. Por conseguinte, também podem apresentar outras doenças de cachorros, dependendo do cuidado que receber cada animal e do seu genótipo particular.

Um problema relativamente frequente, derivado da cara achatada do Bulldog Inglês é a dificuldade respiratória. O encurtamento exagerado da cara fez com que muitos Buldogues atuais apresentem problemas respiratórios.

Por outro lado, a diferença de massa entre fêmeas e machos, adicionada ao fato da parte posterior do corpo ser leve enquanto a da frente é pesada, dificulta a reprodução destes cachorros. Costuma ser necessária a assistência humana tanto durante o cruzamento como durante o parto.

Fotos de Bulldog Inglês

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Bulldog Inglês

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Bulldog Inglês

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Bulldog Inglês
1 de 10
Bulldog Inglês

Voltar ao topo da página