menu
Partilhar

Quantos dentes tem um cachorro?

 
Por Cristina Pascual, Veterinária. 16 março 2023
Quantos dentes tem um cachorro?

Ver fichas de  Cachorros

Como você bem sabe, a dentição dos animais é especificamente adaptada ao seu tipo de alimentação. Os cães, por serem animais carnívoros, possuem dentes incisivos e caninos que lhes permitem agarrar, rasgar e dilacerar a carne, bem como pré-molares e molares que lhes permitem cortar e triturar alimentos. Entretanto, entre os vários tipos de dentes, quantos os cachorros têm de cada um?

Além disso, quantos dentes tem um cachorro no total? Continue lendo este artigo do PeritoAnimal para descobrir tudo sobre a dentição canina.

Também lhe pode interessar: Quantos dentes tem um gato?

Quantos dentes tem um cachorro?

Assim como as pessoas, os cachorros são animais heterodontes, o que significa que possuem dentes de formatos e tamanhos diferentes. Especificamente, nossos companheiros caninos têm 4 tipos de dentes:

  • Incisivos
  • Caninos
  • Pré-molares
  • Molares

A fórmula dentária é uma representação esquemática que nos permite saber quantos dentes de cada tipo tem um animal. Para interpretar esse esquema simples, devemos considerar os seguintes pontos:

  • Os dentes são numerados seguindo essa ordem: incisivos (I), caninos (C), pré-molares (P) e molares (M).
  • O numerador faz referência à arcada superior (maxila) e o denominador, à arcada inferior (mandíbula).
  • Tanto o numerador quanto o denominador referem-se somente à metade da arcada (ou seja, ao meio da maxila ou ao meio da mandíbula, respectivamente), tendo em vista que são simétricas (isto é, há o mesmo número de dentes no lado esquerdo e no direito). Por isso, para saber quantos dentes os cachorros têm no total, é preciso multiplicar a fórmula dentária por 2.

Com isso em mente, já podemos revelar qual é a fórmula dentária dos cachorros. Antes, no entanto, precisamos lembrar que os cachorros possuem dois tipos de dentição (dentes de leite e permanentes) e que cada uma tem uma fórmula dentária diferente. Por isso, devemos abordar de forma separada quantos dentes tem um cachorro filhote e quantos dentes tem um cachorro adulto.

  • A dentição primária dos cachorros segue a fórmula: 2x (I 3/3, C 1/1, P 3/3). Ou seja, os cachorros filhotes têm um total de 28 dentes.
  • A dentição permanente dos cachorros segue a fórmula: 2x (I 3/3, C 1/1, P 4/4, M 2/3). Desse modo, cachorros adultos possuem um total de 42 dentes.

Sabendo como interpretar esses esquemas simples, podemos responder com muita facilidade a perguntas como:

  • Quantos dentes tem um cachorro filhote na parte de cima da boca? Para descobrir, basta somar os denominadores e multiplicar o resultado por 2. Por exemplo, os filhotes têm (3 + 1 + 3) x 2 = 14 dentes na arcada inferior.
  • Quantos dentes molares um cachorro tem? Para descobrir, devemos nos atentar à fração correspondente aos molares; o numerador indica o número de molares na arcada superior e o denominador a da arcada inferior. Por exemplo, cães adultos têm 2x2=4 molares na maxila e 3x2=6 molares na mandíbula. Ou seja, eles têm um total de 10 molares.

Cachorros têm dentes de leite?

Agora que você sabe quantos dentes molares tem um cachorro adulto, vamos agora entrar em detalhes sobre se os cachorros têm dentes de leite. Como já vimos anteriormente, sim, os cães têm dentes de leite. Isso se deve ao fato de terem duas dentições:

O processo de troca da dentição decídua pela permanente começa aproximadamente no terceiro mês, e termina entre o sexto e o sétimo mês de vida do animal. Especificamente, os primeiros dentes permanentes a nascerem são os incisivos centrais (aos 3 meses), depois nascem os incisivos médios (aos 4 meses) e finalmente os incisivos laterais (aos 5 meses). Os dentes caninos são trocados, com os pré-molares, entre 4-6 meses; e os molares, entre 5-7 meses.

Confira o artigo do PeritoAnimal sobre troca de dentes do cachorro.

Como é a dentição de um cachorro?

Aqui é preciso explicar com maior profundidade quais são as principais características da dentição de um cachorro. Pois bem, vamos começar afirmando que todos os dentes de cachorro são formados por 3 partes bem definidas:

  • Coroa: é a parte visível do dente.
  • Raiz: é a parte do dente incluída no osso alveolar da maxila ou mandíbula.
  • Colo: é o limite entre a coroa e a raiz.

Tanto a coroa quanto a raiz são formadas principalmente por dentina. Por sua vez, a coroa é coberta por esmalte (tecido mais duro e mineralizado do corpo) e a raiz é recoberta por cemento (tecido semelhante ao osso).

A parte central de cada dente (cavidade pulpar) é ocupada pela polpa dental, que, por sua vez, contém nervos, vasos sanguíneos e linfáticos, tecido conjuntivo e odontoblastos (células que produzem a dentina). O aparato que dá suporte e segura cada dente é conhecido como periodonto, formado pela gengiva, ligamento periodontal e o cemento que cobre a raiz e o osso alveolar.

Ainda que todos os dentes tenham a mesma estrutura e composição, cada um dos tipos possui características particulares:

  • Incisivos: tem coroas menores, colos muito marcados e só uma raiz.
  • Caninos: são grandes, cônicos, curvos e possuem uma única raiz. Separam-se do incisivo lateral por um espaço interdental denominado diastema.
  • Pré-molares: variam em tamanho e número de raízes. O primeiro é menor e tem só uma raiz, enquanto o quarto é consideravelmente maior, tendo três raízes.
  • Molares: são os mais caudais e seu número de raízes varia entre um e três.

Por último, vamos definir alguns termos que caracterizam a dentição dos cachorros e que, embora sejam pouco comuns, são fáceis de entender. Cães são animais:

  • Difiodontes: têm uma dentição com duas gerações (a primária e a permanente).
  • Anelodontes: diferentemente de e outros animais (como coelhos), os dentes do cachorro não crescem continuamente.
  • Braquiodontes: as raízes dos dentes são mais compridas do que as coroas.
Quantos dentes tem um cachorro? - Como é a dentição de um cachorro?

O que acontece se o dente de um cachorro cair?

Naturalmente, os cachorros com uma dentição saudável ​​devem manter todos os dentes durante a vida. No entanto, às vezes patologias ou alterações da cavidade oral acabam causando a perda de um dente. Trata-se de algo relativamente comum em cachorros que sofrem de doença periodontal avançada, ou em animais que sofrem fortes traumatismos na região da cavidade oral.

De qualquer forma, a perda de um dente sempre é causada por algum motivo patológico. Desse modo, quando um evento do tipo ocorre, é importante ir a um centro veterinário para determinar a causa e instituir o tratamento mais adequado para cada caso.

Por um lado, deve-se tratar a causa primária que provocou a queda do dente e, por outro lado, pode-se considerar uma cirurgia para substituir o dente perdido por um implante. No entanto, esse tipo de procedimento não costuma ser feito habitualmente. Todavia, é uma alternativa que costuma ser reservada para cães atletas, cães de trabalho, etc.

Agora que você já sabe quantos dentes tem um cachorro adulto e também quantos dentes tem um cachorro filhote, talvez possa te interessar este outro artigo sobre a melhor alimentação para cães sem dentes.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Quantos dentes tem um cachorro?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Brook, A., Gawor, J., Nemec, A., Clarke, D., Tutt, C., Gioso, M., Stegall, P., Chandler, M., Morgenegg, G., Jouppi, R., Stewart, K. (2020). Guías Dentales de la Asociación Mundial de Veterinarios de Pequeños Animales. World Small Animal Veterinary Association (WSAVA)
  • Fernández, J.M. (2014). La odontología en la clínica diaria. Asociación de Veterinarios Españoles Especialistas en Pequeños Animales (AVEPA)

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Quantos dentes tem um cachorro?
1 de 2
Quantos dentes tem um cachorro?

Voltar ao topo da página