Meu gato mia quando me vê, porquê?

Meu gato mia quando me vê, porquê?

Embora eles utilizem principalmente a linguagem corporal para se comunicar, são muitos os sons que os gatos emitem e seus possíveis significados. Certamente, o miado é a expressão mais conhecida e ouvida nos lares onde esses lindos companheiros encontram o ambiente ideal para se expressar livremente.

Portanto, se você tem o prazer de compartilhar o seu dia a dia com um gato, é provável que faça perguntas como: "Por que o meu gato mia quando me vê?", "Por que o meu gato mia muito?" ou "Por que o meu gato mia de uma forma estranha?" Como você vê, os miados aparecem em diferentes contextos e podem ter diferentes significados. Tudo depende do que o seu gato quer "dizer" quando ele emite esse som característico que revela muito sobre o seu estado de espírito e como ele reage aos estímulos que percebe em seu ambiente.

Neste artigo do Perito Animal o convidamos a conhecer os possíveis significados do miado dos gatos para conhecer o seu amigo peludo e saber interpretar o que ele quer comunicar o tempo todo. Isso irá ajudá-lo não apenas a entender por quê o seu gato mia quando o vê, mas também a estabelecer uma melhor comunicação e fortalecer o seu vínculo com ele.

Miados de gatos e os seus possíveis significados

Os miados de um gato podem ter diferentes significados, dependendo do contexto em que o animal se encontra e o que ele quer expressar ao seu cuidador ou a outros indivíduos (humanos ou felinos). Para interpretar cada miado, é essencial conhecer a linguagem corporal dos gatos, já que a vocalização será acompanhada de certas posturas e expressões faciais que "revelam" o que ele sente naquele momento. Além disso, devemos estar atentos ao tom, intensidade e frequência. Em geral, quanto mais forte, mais intenso e frequente o miado, mais urgente e importante é a mensagem que o felino deseja transmitir.

Por exemplo, um gato agressivo emitirá miados fortes e intensos, possivelmente, intercaladas com roncos, e adotará uma postura defensiva anunciando um possível ataque (como a cauda eriçada e tufada com os pelos eriçados, e as orelhas para trás). Por outro lado, um gatinho que mia para anunciar que ele está com fome, manterá um padrão de meow prolongado, além de se posicionar perto comedor, prosseguir o seu dono ou ficar perto de onde o alimento costuma ser guardado.

Durante o cio, as gatas não esterilizadas ou não castradas emitem miados fortes, com um tom muito alto e insistentemente. É um chamado sexual que se assemelha a um choro intenso e pode causar alguma angústia quando aos nossos ouvidos após muitas horas. Como o cio nas gatas pode ocorrer em qualquer época do ano, esses miados costumam ser frequentes em gatas domésticas "íntegras" ou fêmeas de rua. A única maneira confiável e segura de controlar esses miados é esterilizar a gata.

Gatos miando quando olham para seus tutores - 7 razões

Normalmente, um gato mia para chamar a atenção do seu cuidador e comunicar uma mensagem que lhe parece importante. No entanto, esta mensagem pode expressar diferentes humores, desejos ou necessidades que o seu corpo experimenta. Para ajudá-lo a entender melhor a linguagem e a comunicação dos gatos e interpretar por quê o seu gato mia quando ele o vê, resumimos abaixo os 7 significados mais comuns dessa vocalização:

  1. Dar as "boas-vindas": o miado é uma das maneiras que os gatos têm para cumprimentar o seu dono. Esta vocalização tem um tom alegre e é acompanhada por posturas igualmente amistosas, como a cauda levantada, as orelhas para a frente e uma expressão facial calma. Por esse motivo, se o seu gato mia quando você chega em casa, podemos dizer que ele está dando-lhe as "boas-vindas".
  2. Pedir algo que deseja ou precisa: quando o gato emite um miado de petição, está comunicando uma necessidade ou desejo ao seu tutor. Por exemplo, a fome, a vontade de sair ao exterior, o desejo de obter uma guloseima, etc. Nestes casos, os miados são fortes e intensos, e o gato os emite insistentemente, até conseguir o que requer. Se o seu gato mia com insistência e em tom alto quando o vê, pode ter certeza que ele pede alguma coisa. Lembre-se que os gatos são animais que se apegam a uma rotina para se sentirem seguros no seu ambiente, então, sempre respeitem os seus horários de alimentação e hábitos na vida doméstica.
  3. Quando ele gosta ou se surpreende com algo que você faz: os gatos também podem miar quando algo os surpreende, interessa ou agrada. Esta vocalização é muito curta e se assemelha a um breve choro, como uma exclamação positiva. O seu amigo peludo pode miar dessa maneira quando perceber que você pega o seu petisco preferido, que irá servir-lhe uma saborosa comida caseira que lhe agradada ou quando você escolher o seu brinquedo favorito para se divertir um pouco com ele.
  4. Quando o seu gato quer conversar: cada gato possui uma personalidade única, que não é determinada apenas pela sua herança genética (mesmo que seja um fator relevante). O ambiente, o cuidado e a educação, fornecidos por cada dono também são determinantes no comportamento de um gato e na sua forma de se expressar no dia a dia. Se o seu gato é sociável e comunicativo, e ainda encontra as condições ideais em casa e, acima de tudo, tem o seu carinho, ele pode emitir sons como um meio para interagir com você. Então, se o seu gato mia quando lhe vê e parece convidá-lo a conversar, respondendo aos seus comentários com miados constantes e serenos, aproveite a oportunidade para compartilhar com o seu gatinho esse momento de amizade e reforçar o seu vínculo com ele.
  5. Dizer que está muito entediado: se o seu gato está entediado ou quer receber algumas carícias, ele pode miar para chamar a sua atenção e pedir que você gaste algum tempo para atender as suas necessidades e desejos. Em geral, esses miados serão macios e calmos, semelhantes aos que emitem os gatos que tiveram filhotes, para chamar a atenção dos seus pequeninos. No entanto, se você notar que o seu felino apresenta sintomas de tédio constantemente, você deve observar o seu ambiente para verificar se o animal encontra maneiras de gastar a energia, com entretenimento e exercícios. O enriquecimento ambiental é crucial para proporcionar um ambiente positivo que estimule o seu gato a brincar, praticar a atividade física diária e exercitar os seus sentidos e inteligência. Isso ajudará a gerenciar um peso saudável e manter um comportamento equilibrado, prevenindo os sintomas da obesidade em gatos e problemas comportamentais que podem estar associados a uma rotina sedentária.
  6. Pedir a sua ajuda: se o seu pequeno companheiro sentir dor, estiver doente ou ferido, pode usar o miado para chamar a sua atenção e pedir ajuda. A tonalidade, frequência e intensidade desses miados variam de acordo com a urgência, o estado de saúde e o grau de dor que o gatinho experimenta. Se ele mia de forma profunda e constante, não hesite em levá-lo à clínica veterinária para verificar o seu estado de saúde. Além disso, se você notar quaisquer mudanças negativas na sua aparência ou no seu comportamento habitual, também recomendamos consultar o seu veterinário de confiança.
  7. Comunicar a sua insatisfação: se você fizer algo que o seu gato não goste, como trancá-lo, por exemplo, você pode ouvir alguns miados de reclamação. Essa é uma maneira que os felinos têm para comunicar insatisfação com certas atitudes suas ou alguns eventos anormais na sua rotina doméstica. Além disso, se o seu gato não tiver um ambiente enriquecido para se entreter enquanto estiver sozinho em casa, esses miados também podem aparecer quando você sair e o deixar sem companhia, e podem ser acompanhados de choro frequente.

No entanto, apesar dos avanços na etologia clínica, não existe um manual padrão e rigoroso que permita entender os miados do gato, já que cada gato é um ser único, com um comportamento único. Por isso, é essencial que você dedique tempo para conhecer a sua personalidade, observar o seu comportamento e aprender pouco a pouco a interpretar cada som e cada postura. Este é um exercício bonito e muito divertido que lhe permitirá compartilhar bons momentos com o seu felino e melhorar o seu relacionamento diário com ele.

O seu gato mia muito ou estranho?

Como o miado dos gatos tem vários significados, também existem muitas explicações possíveis do por quê um gato mia muito. O seu amigo peludo pode miar muito, porque ele está doente e sente dor, por isso é essencial estar atento para garantir a sua boa saúde e oferecer a medicina preventiva adequada durante toda a sua vida. Os gatos idosos podem começar a miar mais do que o habitual, pois, o envelhecimento provoca uma deterioração progressiva dos seus sentidos e funções cognitivas, tornando-os mais vulneráveis ​​ou fracos, e são hipersensíveis e reativos a todos os tipos de estímulos.

Se o seu gato passa muito tempo sozinho e não tem um ambiente enriquecido para se entreter e se exercitar, o miado excessivo pode parecer um sintoma de estresse, tédio ou ansiedade. Por outro lado, se você chega em casa e o seu gato mia muito quando o vê, ele pode estar pedindo a sua atenção e/ou fazendo você lembrar que ele tem fome, ou quer brincar com você.

Por outro lado, se você perceber que o seu gato mia estranho ou parou de miar, você deve saber que a afonia ou rouquidão pode ser um sintoma de resfriados em gatos, assim como algumas condições na laringe ou sistema respiratório. Portanto, recomendamos que você o leve ao veterinário ao perceber qualquer alteração nas suas vocalizações, posturas ou comportamentos, como ouvir um miado "entrecortado" profundo ou mais fraco do que normalmente costuma soar.

O seu gato mia quando usa a caixa de areia?

Se o seu gato mia quando vai para a caixa de areia, você deve ter cuidado, pois, isso pode ser um sinal de que ele sente dor e tem dificuldade para urinar ou defecar. A micção dolorosa pode ser um sintoma de algumas doenças do trato urinário, como a infecção urinária em gatos. Por outro lado, a dor durante a defecação ou constipação pode indicar distúrbios digestivos, ou acúmulo excessivo de bolas de pelo no trato gastrointestinal. Portanto, se você perceber que o seu gato mia quando vai ao banheiro, o ideal é levá-lo ao veterinário com urgência e contar sobre esse comportamento do seu gatinho.

Entretanto, se o seu gato tem o hábito de "chamá-lo", miando para vê-lo fazer as suas necessidades ou acompanhá-lo para comer, você pode estar diante de um hábito herdado desde a infância. Ao adotar um filhote de gato, muitos tutores têm o hábito de estar presentes e acompanhá-los enquanto se alimentam ou se aliviam.

Não é considerado ruim, já que é muito importante prestar atenção na nutrição do seu gato e verificar se as suas fezes ou urina não apresentam nenhuma anomalia, como sangue ou a presença de parasitas. No entanto, o seu gato pode associar esse comportamento como parte da sua rotina e irá realizá-lo na fase adulta, devido ao condicionamento durante o seu estágio de filhote.

Nesse caso, você notará que o seu miado é diferente, pois, não expressa dor, senão que deseja reter a sua atenção e garantir a sua presença. Além disso, como é um hábito, essas vocalizações aparecerão diariamente, diferentemente dos miados decorrentes de dor ou dificuldade em "ir ao banheiro", que começará subitamente quando o organismo do gatinho for afetado por alguma condição.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Meu gato mia quando me vê, porquê?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.