menu
Partilhar

Diferenças entre cisnes, patos e gansos

 
Por Nick A. Romero H., Biólogo e educador ambiental. 10 julho 2021
Diferenças entre cisnes, patos e gansos

As aves são um grupo de vertebrados intimamente relacionados aos humanos há séculos. Embora tenha havido várias controvérsias a respeito de sua classificação definitiva, em geral, a taxonomia tradicional as considera pertencentes à classe Aves. Enquanto isso, para a sistemática filogenética, elas são incluídas no clado dos Arquossauros, que atualmente compartilham com os crocodilos.

Existem milhares de espécies de aves, que habitam inúmeros ecossistemas, tanto terrestres quanto aquáticos. É bastante comum que as aves nos surpreendam com seus cantos, formas de voo e plumagem. Tudo isso, sem dúvida, fazem delas animais bastante impressionantes. No entanto, dentro deste grupo existe uma grande diversidade, o que às vezes pode causar certa confusão quanto à sua identificação. É por isso que neste artigo do PeritoAnimal, apresentamos asdiferenças entre cisnes, patos e gansos, aves diferentes que causam admiração por sua beleza.

Também lhe pode interessar: Tipos de patos

Taxonomia dos cisnes, patos e gansos

Como essas aves são classificadas taxonomicamente? A partir de agora, vamos nos concentrar nas características distintas entre os cisnes, patos e gansos. Todas essas aves pertencem à ordem Anseriformes e à família Anatidae. As diferenças residem tanto nas subfamílias em que estão incluídas, como no gênero e nas espécies:

Gansos

Os gansos pertencem à subfamília Anserinae e ao gênero Anser, com oito espécies e várias subespécies. Um dos mais conhecidos é o ganso-bravo ou ganso-comum (Anser anser). No entanto, há também outro gênero com espécies conhecidas como gansos, como é o caso de Cereopsis, que inclui o ganso-cinza ou cinzento (Cereopsis novaehollandiae).

Cisne

Este grupo corresponde à subfamília Anserinae e ao gênero Cygnus, no qual existem seis espécies e algumas subespécies. A mais conhecida é o cisne-branco (Cygnus olor).

Pato

Os patos são geralmente classificados em três grupos: os típicos, os assobiadores e os mergulhadores. Os primeiros estão classificados na subfamília Anatinae, onde encontramos o maior número de gêneros; algumas das espécies mais conhecidas são: pato-mandarim (Aix galericulata), pato-doméstico (Anas platyrhynchos domesticus), pato-do-mato (Cairina moschata), pato-de-óculos (Speculanas specularis) e paturi-preta, também conhecida como negrinha (Netta erythrophthalma).

Os segundos correspondem à subfamilia Dendrocygninae, e algumas espécies são o marreco-arbóreo (Dendrocygna arborea), marreca-cabocla (Dendrocygna autumnalis) e marreca-de-java (Dendrocygna javanica).

Os terceiros e últimos pertencem à subfamília Oxyurinae, como o pato-de-papada (Biziura lobata), marreca-de-cabeça-preta (Heteronetta atricapilla) e marreca-cacau (Nomonyx dominicus).

Quer conhecer mais espécies de patos? Não perca nosso artigo sobre os tipos de patos e descubra quantos existem.

Diferenças físicas entre cisnes, patos e gansos

As aves anatídeas, que são os cisnes, patos e gansos, entre outras, compartilham como característica comum viver associadas a corpos d'água, contudo, cada grupo possui características anatômicas que os diferenciam. Para distinguir um ganso, cisne ou pato, a principal coisa que podemos considerar é o tamanho, sendo os cisnes os maiores de todos. Em segundo lugar, encontram-se os gansos, e por último, os patos. Outra característica praticamente infalível é o pescoço, e neste sentido temos, do mais longo para o mais curto, primeiro o cisne, depois o ganso e por último o pato.

Vamos conhecer essas características distintivas:

Características físicas do ganso

Os gansos são, de maneira geral, aves aquáticas e migratórias de grande tamanho, sendo o maior e mais robusto o ganso-bravo ou ganso-comum, que pode pesar cerca de 4,5 kg e medir até 180 cm, contando com a envergadura. A coloração varia de acordo com a espécie, assim encontramos branco, cinza, marrom e até cores mistas.

Seus bicos são grandes, geralmente de cor alaranjada, assim como suas pernas. Embora haja certas exceções, esses últimos membros são adaptados para a natação.

Dentre as três espécies de aves que comparamos neste artigo, podemos dizer que o ganso tem um pescoço de tamanho intermediário, grande se o compararmos com o do pato, mas menor que o do cisne. Além disso, são aves com um voo enérgico.

Características físicas do cisne

A característica mais marcante dos cisnes é seu longo pescoço. A maioria das espécies são brancas, mas também há uma negra e outra de corpo branco, mas com pescoço e cabeça pretos. Estas aves caracterizam-se por serem bastante grandes, e dependendo da espécie, seu peso pode variar entre cerca de 6 kg a 15 kg. Todos os cisnes têm comprimentos que excedem um metro; Um cisne adulto pode atingir uma envergadura de até 3 metros.

Geralmente não há dimorfismo sexual, mas eventualmente o macho pode ser um pouco maior que a fêmea. Os bicos são robustos, de alaranjada, preta ou combinações, dependendo da espécie. Os pés são unidos por uma membrana que lhes permite nadar.

Características físicas do pato

Os patos exibem a maior variedade de colorações na plumagem. Podemos encontrar espécies de uma ou duas tonalidades, mas também existem muitas com combinações de várias cores. Eles se distinguem dos gansos e cisnes por serem os menores entre as três aves, com asas e pescoço mais curtos, e corpos geralmente robustos. Existem espécies com um dimorfismo sexual acentuado.

Eles geralmente não excedem 6 kg de peso e 80 cm de comprimento. São aves adaptadas para nadar e percorrer longas distâncias. Além disso, seus bicos são achatados.

Diferenças entre cisnes, patos e gansos - Diferenças físicas entre cisnes, patos e gansos

Habitat dos cisnes, patos e gansos

Estas aves têm uma ampla distribuição mundial, por um lado devido aos hábitos migratórios, e por outro, porque várias espécies foram domesticadas e mantêm uma relação estreita com as pessoas.

Os gansos habitam quase toda a Europa, grande parte da Ásia, América do Norte e Norte da África. Por sua vez, os cisnes estão espalhados por várias regiões da América, Europa, Ásia e Austrália. Já os patos estão espalhados em todos os continentes, exceto nos polos.

É importante lembrar que atualmente é possível encontrar essas aves em regiões das quais não são originalmente nativas, pois foram introduzidas de forma antrópica.

Conheça todos os detalhes sobre as aves migratórias e suas características neste outro artigo sobre aves migratórias.

Comportamento dos cisnes, patos e gansos

Em seus costumes e características comportamentais, também podemos encontrar diferenças notáveis ​​entre patos, gansos e cisnes. Vamos vê-las:

Comportamento do ganso

Os gansos são aves gregárias, cujo voo coletivo apresenta uma peculiar formação em 'v'. Geralmente são animais muito territoriais, capazes de defender seu espaço de forma bastante agressiva emitindo sons particularmente fortes. No caso de indivíduos domesticados, eles podem se comportar de forma mais sociável. Os gansos emitem um tipo de som conhecido como grasnido.

Comportamento do cisne

Nos cisnes podemos encontrar comportamentos diferentes, como é o caso do cisne negro, uma ave sociável e não migratória, enquanto o cisne branco, pelo contrário, é bastante territorial e pode viver em casal ou formar grandes colônias. Ele também pode viver com outras aves que tolera nas proximidades. Dependendo da espécie, alguns cisnes podem ser mais vocais do que outros, mas em geral expressam uma variedade de sons que são ouvidos como assobios, bufos ou espécies de grunhidos.

Comportamento do pato

Já os patos podem apresentar diferentes tipos de comportamento de acordo com a espécie. Alguns tendem a viver em casal, enquanto outros em pequenos grupos. Várias espécies podem ser tímidas e territoriais, enquanto outras permitem uma certa aproximação, por exemplo, de pessoas, a ponto de viver em lagoas ou corpos d'água artificiais. Os patos emitem sons curtos e secos, que são vistos como um "quack" nasal.

Reprodução dos cisnes, patos e gansos

As formas de reprodução entre cisnes, patos e gansos variam de acordo com o grupo. Para entendê-las, vamos aprender como eles se reproduzem:

Reprodução do ganso

Os gansos têm um parceiro para toda a vida e passam a maior parte do ano juntos, somente substituindo seu parceiro em caso de falecimento. O ganso-comum, por exemplo, costuma fazer ninhos no solo próximo aos corpos d'água onde vive e, embora nidifiquem em grupos, estabelecem uma certa distância uns dos outros. Eles botam cerca de 6 ovos, brancos e quase elípticos, apenas uma vez por ano, e embora o macho permaneça por perto, os ovos são incubados apenas pela fêmea.

Reprodução do cisne

Os cisnes também têm um parceiro para toda a vida e constroem os maiores ninhos do grupo, que podem medir até 2 metros em formações flutuantes ou próximas à água. Eles podem nidificar em grupos pequenos ou grandes, próximos uns dos outros. Embora geralmente seja a fêmea que incuba os ovos, o macho pode eventualmente substituí-la. Tanto o número quanto a cor dos ovos podem variar de uma espécie para outra, com a postura variando de um ou dois até 10 ovos. As cores variam entre o esverdeado, o creme ou o branco.

Reprodução do pato

Os patos têm diferentes formas reprodutivas dependendo da espécie. Alguns nidificam perto de corpos d'água, enquanto outros podem nidificar afastados ou até mesmo em ninhos construídos em árvores. Alguns botam até 20 ovos, que às vezes são cuidados pela mãe ou por ambos os progenitores. Quanto à coloração dos ovos, esta também varia, podendo ser creme, branca, cinza e até esverdeada.

Alimentação dos cisnes, patos e gansos

O ganso é um animal herbívoro que pasta, podendo consumir plantas, raízes e brotos, tanto dentro como fora da água. Para mais informações sobre este tipo de dieta, não perca este outro artigo sobre os animais herbívoros.

Os cisnes, por outro lado, consomem plantas aquáticas e algas, mas também alguns pequenos animais como sapos e insetos.

Por último, os patos se alimentam principalmente de plantas, frutas e sementes, embora possam incluir insetos, larvas e crustáceos em sua dieta. No artigo sobre o que o pato come, você encontrará todos os detalhes sobre sua alimentação.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Diferenças entre cisnes, patos e gansos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Bernis, F; De Juana, E; Del Hoyo, J; Fernández-Cruz, M; Ferrer, X; Sáez-Royuela, R; Sargatal, J (1994). Nombres en castellano de las aves del mundo recomendados por la Sociedad Española de Ornitología (Primera parte: Struthioniformes-Anseriformes). Disponível em: <https://www.seo.org/wp-content/uploads/tmp/docs/vol_41_1_primero.pdf>. Acesso em 30 de junho de 2021.
  • BirdLife International (2021). Lista Roja de la UICN para aves. Disponível em: <http://www.birdlife.org>. Acesso em 30 de junho de 2021.
  • Indefinido. (2016). Cygnus olor. La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN 2016: e.T22679839A85946855. Disponível em: <https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2016-3.RLTS.T22679839A85946855.en>. Acesso em 30 de junho de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Diferenças entre cisnes, patos e gansos
1 de 2
Diferenças entre cisnes, patos e gansos

Voltar ao topo da página