menu
Partilhar

Animais da tundra ártica - Características e curiosidades

 
Por Aerton Guimarães, Jornalista e editor do PeritoAnimal. 24 novembro 2021
Animais da tundra ártica - Características e curiosidades

A tundra ártica é uma zona extensa, a mais setentrional do planeta, e corresponde à área que circunda o gelo polar no continente Norte-americano e no continente Euro-asiático. Para alguns cientistas, existem dois tipos de tundras: a tundra ártica e a tundra alpina.

Na tundra ártica coexistem diversas espécies de animais. Os mais conhecidos são o urso-polar, a raposa-do-ártico, a foca-anelada, a beluga, o lobo-do-ártico, a morsa e o narval.

Neste artigo do PeritoAnimal, vamos detalhar os animais desta área e falar um pouco sobre suas características e outras curiosidades. Continue lendo para aprender mais sobre os animais da tundra ártica.

O que é a tundra ártica

A tundra é um dos sete biomas que existem no planeta. São eles:

  • Campo ou pradarias pou estepes.
  • Deserto.
  • Taiga ou floresta de coníferas.
  • Floresta temperada.
  • Floresta tropical.
  • Savana.

Um bioma, por sua vez, é um conjunto de ecossistemas onde predomina um tipo de clima, flora, fauna e solo. A tundra, por exemplo, é o bioma mais frio do planeta Terra.

Alguns autores defendem que existem dois tipos de tundras: a tundra ártica e a tundra alpina. Enquanto a tundra ártica recebe pouca luz e chuva e conta com um clima polar seco e frio, a tundra alpina possui um solo com boa drenagem mas não tem árvores. Outro diferencial das duas tundras é que na alpina o terreno não permite a formação de permafrost - solo que passa todo o ano congelado e pode ser composto por pequenos fragmentos de gelo ou grandes massas. Por isso, a diversidade de espécies na tundra alpina é um pouco maior que na tundra ártica, principalmente de insetos.

Dentre os principais animais da tundra ártica, destacamos:

  • Urso-polar
  • Raposa-do-ártico
  • Foca-anelada
  • Beluga
  • Lobo-do-ártico
  • Morsa
  • Narval

A seguir vamos falar detalhadamente de cada um desses animais que formam a fauna da tundra ártica.

1. Urso-polar

Iniciamos nossa lista de animais da fauna da tundra com o ícone dessa região, o urso-polar ou urso-branco (Ursus maritimus). Juntamente com seu parente urso-de-kodiak, é a maior espécie de ursídeo do planeta.

Ao atingir a idade adulta, os ursos-brancos machos têm um peso que varia entre 450-600 kg, embora já tenham sido observados exemplares excepcionais que ultrapassavam uma tonelada. O peso das fêmeas varia entre 350-500 kg.

As fêmeas adultas de ursos-brancos têm até 2 metros de altura. Os machos podem atingir até 2,6 metros. O principal alimento do urso-polar são as focas-aneladas, embora eles também comam belugas e outros ursos-polares. Ocasionalmente, também capturam filhotes de morsa, embora evitem confrontar espécimes adultos porque eles são os únicos animais árticos que podem feri-los e até matá-los.

A maior parte da existência do urso-polar está presente sobre o banco de gelo, que é a área de água do mar congelada e flutuante que cobre imensas extensões do oceano Ártico. O urso-polar é um excelente nadador e se desloca desta maneira por muitos quilômetros.

Os ursos polares vivem de 30 a 40 anos. Está em perigo de extinção devido à poluição e às mudanças climáticas.

Animais da tundra ártica - Características e curiosidades - 1. Urso-polar

2. Raposa-do-ártico

A raposa-do-ártico (Vulpes lagopus) é uma raposa pequena que compõe a fauna da Tundra Ártica, mais especificamente ao sul desta área. Não é uma espécie em perigo de extinção, pois se adaptou bem à convivência com os humanos, com alguns espécimes inclusive se tornando animais de estimação.

Existem quatro subespécies de raposa-do-ártico: raposa-do-ártico-da-Groenlândia, raposa-do-ártico-da-Islândia, raposa-do-ártico-das-ilhas-Bering e raposa-do-ártico-das-ilhas-Pribilof. A raposa-do-ártico em si é um animal pequeno, medindo entre 55 e 85 cm, além de sua cauda que é quase tão longa quanto o corpo do canídeo.

Durante o inverno, essa raposa apresenta uma pelagem branca, razão pela qual também é chamada de raposa-branca. Tem uma pelagem muito espessa e sedosa, que brilha com um tom branco nevado que a ajuda a se camuflar de maneira eficaz em meio ao gelo e a neve da tundra ártica.

Durante curto período de verão, esta raposa muda sua pelagem, que escurece para tons de marrom escuro e ocasionalmente alguns indivíduos apresentam um belo tom de azul. Ao mudar, o comprimento do pelo diminui, assim como sua quantidade, até que no final do outono torna a cair e sua pelagem recupera o tom branco característico. A raposa branca é onívora e esta condição permite que ela sobreviva confortavelmente nas latitudes gélidas do norte. Alimenta-se de lêmingues, aves, carniça, etc.

Durante o inverno, dezenas de raposas-do-ártico seguem os ursos-polares para se alimentar dos restos que os plantígrados deixam para trás após suas caçadas.

Animais da tundra ártica - Características e curiosidades - 2. Raposa-do-ártico

3. Foca-anelada

As focas-aneladas (Pusa hispida), além de serem as presas favoritas dos ursos-polares, são as menores e mais numerosas focas da Tundra Ártica. Quando adultas, medem entre 100 e 110 cm, e pesam 110 kg.

Elas são chamadas de focas-aneladas, ou pintadas, porque seu pelo curto e de aparência metálica é coberto por manchas aneladas de tom marrom acinzentado, mais escuras que o restante da pelagem. Os pelos desta foca se assemelham às cerdas de uma escova de dentes, são curtos e ásperos.

Elas constroem galerias subterrâneas na neve para ter seus filhotes e protegê-los. Seus principais inimigos são os ursos-polares, as orcas e as morsas.

Esses animais da fauna da Tundra vivem na parte superior do banco de gelo e caçam sua comida sob ele. Seu alimento preferido é o bacalhau, embora também consumam crustáceos. Sua expectativa de vida é estimada em cerca de 25 a 30 anos.

Animais da tundra ártica - Características e curiosidades - 3. Foca-anelada

4. Beluga

A beluga (Delphinapterus leucas) é um belo cetáceo de tamanho considerável da tundra ártica. Os machos adultos medem entre 3,4 e 5 metros, com peso de 800 a 1500 kg. As fêmeas adultas medem entre 3,3 e 4 metros.

Ao nascer, elas são de um tom cinza pálido, e sua cor vai clareando gradualmente até se tornar branco marfim. São presas eventuais dos ursos-polares, que as perseguem quando emergem dos buracos espalhados pelo banco de gelo, que também são usados ​​por focas. Muitas belugas têm marcas na pele que mostram seus percalços com os ursos-polares.

As belugas comem polvos, lulas, caranguejos e peixes. São animais gregários que vivem em grupos que variam de meia dúzia a trinta indivíduos. Às vezes, se agrupam em numerosas congregações com milhares de exemplares.

Infelizmente, é um dos animais ameaçados de extinção e, segundo a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN, seu estado é considerado de "vulnerável à extinção" e, por isso, é uma espécie protegida.

Animais da tundra ártica - Características e curiosidades - 4. Beluga

5. Lobo-do-ártico

O lobo-do-ártico (Canis lupus arctos) não vive no banco de gelo do Ártico e, sim, em terra firme, seja nas ilhas boreais ou no continente.

Este outro dos animais da tundra ártica é um pouco menor do que os lobos comuns. Os machos adultos medem no máximo 2 metros, incluindo sua cauda. Sua morfologia é mais compacta e maciça que a do lobo comum. Seu peso varia de 45 a 80 kg, sendo as fêmeas menores que os machos.

O lobo-do-ártico caça em alcateias, assim como todos os outros lobos. Suas presas usuais são os bois-almiscarados e os caribus. Eles também caçam lebres-árticas, lêmingues, focas e perdizes-árticas.

Os filhotes são acinzentados quando nascem e, à medida que vão crescendo, o tom vai clareando até chegar à cor branca que os distingue dos demais lobos comuns.

Neste artigo falamos sobre os tipos de lobos e suas características.

Animais da tundra ártica - Características e curiosidades - 5. Lobo-do-ártico

6. Morsa

A morsa (Odobenus rosmarus) vive em águas onde a presença de icebergs é comum. Para se reproduzir, elas se reúnem em grupos muito grandes, de centenas de indivíduos, nas áreas rochosas da costa. Também costumam descansar em pequenos grupos nos icebergs flutuantes do banco de gelo do Ártico.

O formato do corpo da morsa é semelhante ao das focas, mas muito maior. Os machos adultos medem até 4 metros, podendo chegar a pesar 1600 kg. As fêmeas têm um tamanho menor, podem chegar a 2,6 metros com um peso de 1250 kg.

Além do tamanho, o traço mais característico das morsas é seu par de presas superdesenvolvidas que crescem ao longo de toda sua vida, chegando a atingir 1 metro nos espécimes de vida mais longa. As densas vibrissas, ou bigodes, que têm no lábio superior também são características. Este órgão é usado para detectar os moluscos e crustáceos enterrados dos quais se alimentam.

As presas são utilizadas para desenterrar a comida e como apoio quando se movimentam pelo gelo. Os predadores da morsa são a orcas e ursos-polares, todos formando parte da cadeia alimentar da fauna da tundra ártica.

Animais da tundra ártica - Características e curiosidades - 6. Morsa

7. Narval

O narval (Monodon monoceros) é um cetáceo que vive nas águas geladas do Ártico em grupos de cerca de 20 espécimes. Durante o verão, centenas de indivíduos se reúnem. Os machos adultos medem até 4,7 metros, pesando 1.600 kg, e as fêmeas medem até 4,2 metros, pesando até 1.000 kg.

O narval macho tem uma presa espetacular que cresce para fora, formando uma espécie de chifre que cresce em espiral. Em alguns indivíduos esta presa chega a medir até 2,7 metros.

Os narvais comem lulas, camarões, bacalhaus e outros peixes pelágicos. Os inimigos naturais do narval são as orcas e os ursos-brancos. Esses animais da tundra ártica não correm sério perigo de extinção, mas sua caça é muito limitada, sendo permitida apenas ao povo Inuit.

Animais da tundra ártica - Características e curiosidades - 7. Narval
Imagem: macorisserie23.com

Outros animais da tundra

Seja da tundra ártica ou alpina, também podemos encontrar estes outros animais da tundra, sejam eles migratórios, como as aves, ou

  • Cabras-da-montanha
  • Alces
  • Carneiros
  • Lêmingues
  • Cisnes
  • Patos
  • Gansos
  • Mergulhões
  • Renas
  • Veados
  • Marmotas
  • Gafanhotos
  • Borboletas
  • Escaravelhos

Agora que você já conheceu os principais animais da tundra, não perca o vídeo a seguir em que falamos sobre como as mudanças climáticas afetam os animais:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Animais da tundra ártica - Características e curiosidades, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Revista Educação Ambiental em Ação. A biosfera é classificada em sete biomas mundiais? Disponível em: <https://revistaea.org/artigo.php?idartigo=1787>. Acesso em 23 de novembro de 2021.
  • Portal São Francisco. Tundra. Disponível em: <https://www.portalsaofrancisco.com.br/geografia/tundra>. Acesso em 23 de novembro de 2021.
  • G1. Entenda o que são os 'permafrost' e por que são uma ameaça à saúde humana. Disponível em: <https://g1.globo.com/natureza/noticia/2019/08/29/entenda-o-que-sao-os-permafrost-e-por-que-sao-uma-ameaca-a-saude-humana.ghtml>. Acesso em 23 de novembro de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Animais da tundra ártica - Características e curiosidades
Imagem: macorisserie23.com
1 de 8
Animais da tundra ártica - Características e curiosidades

Voltar ao topo da página