menu
Partilhar

Tipos de texugos

 
Por Nick A. Romero H., Biólogo e educador ambiental. 4 fevereiro 2022
Tipos de texugos

A família dos mustelídeos contempla um grande grupo de animais carnívoros, com mais de 60 espécies, onde se encontram os texugos, as doninhas, os arminhos, os furões, os visons, as martas, os glutões e as lontras.

Neste artigo do PeritoAnimal te apresentamos os tipos de texugos, um grupo de animais onívoros parentes dos gambás e caracterizado por suas pernas curtas, o que causa uma aparência rechonchuda, além de seus hábitos de escavação. Os texugos são polifiléticos, ou seja, se agrupam em diversas espécies que não necessariamente possuem uma mesma origem evolutiva, mas compartilham vários traços. Neste sentido, o termo texugo é de uso mais genérico que taxonômico.

Quanto a este último aspecto, existem divergências na classificação destes animais, mas mostraremos a seguir a classificação mais aceita. Sendo assim, os texugos são classificados em seis gêneros (Arctonyx, Meles, Melogale, Mellivora, Taxidea e Mydaus, este último tendo mudado para outra família, como veremos), dentro dos quais encontramos um total de 15 espécies de texugos. Você sabe onde vivem os texugos? Também te contaremos. Boa leitura.

Texugo nariz-de-porco (Arctonyx collaris)

A coloração da pelagem é cinzenta ou castanha, enquanto a cauda pode ser branca ou amarela clara. É caracterizada pela presença de duas faixas escuras no rosto, enquanto a área da garganta é branca, assim como suas garras. O focinho é semelhante ao de um porco e seus dentes, utilizados para mexer na terra, foram modificados. Pesa entre 7 e 14 kg, e mede entre 55 e 70 cm.

Esta espécie de texugo é nativa de Bangladesh, Camboja, Índia, República Popular do Laos, Mianmar, Tailândia e Vietnam. Como geralmente acontece com texugos, ele gosta de cavar no chão para se enterrar. Habita desde terras baixas até zonas montanhosas, em diversos tipos de florestas, desde perenes até caducifólias, zonas rurais não arborizadas e zonas aluvionares com presenças de pastagens. A alimentação deste texugo é composta principalmente por vermes. Está classificado como vulnerável pela União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN).

Você sabe qual animal é o texugo? Confira a foto para conhecê-lo:

Tipos de texugos - Texugo nariz-de-porco (Arctonyx collaris)

Texugo-nariz-de-porco-do-norte (Arctonyx albogularis)

Este texugo é nativo da Ásia, especificamente da China, Índia e Mongólia. Difere do tipo anterior de texugo por seu porte menor e porque só possui uma única crista sagital. Tem uma coloração cinzenta não uniforme, que é mais clara e até mesmo branca em várias áreas do corpo.

É uma espécie versátil do ponto de vista ecológico, já que se desenvolve desde o nível do mar até os 4.300 metros. Tem presença em bosques arbustivos, zonas agrícolas, plantações abandonadas, pastagens de montanha, zonas rurais e até mesmo em florestas não ocupadas. Alimenta-se de vários tipos de animais, folhas, raízes e nozes. É classificado como de menor preocupação.

Se quiser conhecer mais animais da Ásia, não perca este outro artigo!

Tipos de texugos - Texugo-nariz-de-porco-do-norte (Arctonyx albogularis)
Imagem: zoochat.com

Texugo-nariz-de-porco-da-Sumatra (Arctonyx hoevenii)

É caracterizado por ser a menor espécie do gênero Arctonyx, e sua pelagem costuma ser menos abundante e mais escura que os tipos anteriores de texugos. Para que você tenha uma ideia, o tamanho deste texugo é geralmente semelhante ao de um gato.

Como o seu nome indica, este tipo de texugo é nativo de Sumatra, na Indonésia. Se desenvolve em habitats como bosques, arbustos e pradarias de áreas de montanhas baixas, geralmente cobertas de musgos, onde costuma escavar. Alimenta-se principalmente de invertebrados, como vermes, besouros e larvas. Está localizado na categoria de menor preocupação.

Tipos de texugos - Texugo-nariz-de-porco-da-Sumatra (Arctonyx hoevenii)
Imagem: forumnauka.bg

Texugo-europeu (Meles meles)

Dentro do gênero Meles encontramos um dos texugos mais conhecidos, o texugo-europeu, que tem estrutura robusta, com patas e cauda curta. O peso varia de 7 a 16,6 kgs, os machos sendo mais pesados que as fêmeas. Na longitude não existe diferença, ambos tendo uma média de 56 a 90 cm. A pelagem é cinza, com a base de cada cabelo branco e a ponta mais escura. Sua característica distinta é duas faixas pretas que vão desde o nariz até as orelhas, que estão separadas por uma linha branca. A UICN considera que existe uma subespécie dentro da espécie, denominada Meles meles canescens, embora existam propostas para que se considere uma espécie separada e seja conhecida como "texugo caucasiano".

Têm uma ampla distribuição pela Europa e Ásia, desenvolvendo-se por florestas caducifólias, pastagens abertas com presença de manchas arbustivas, florestas de coníferas e matagais, mas também uma variedade de vegetação, como frutas, nozes, bolotas e bolbos, entre outros, e invertebrados e pequenos mamíferos. Este tipos de texugo é considerado de menor preocupação em relação ao risco de extinção.

Tipos de texugos - Texugo-europeu (Meles meles)

Texugo-japonês (Meles anakuma)

A coloração desta espécie é marrom, mas não é totalmente uniforme. O rosto é mais claro, branco em alguns casos, com uma faixa marrom em cada olho que chega a se estender para o focinho e orelhas. Tanto machos como fêmeas têm a mesma coloração. A média de peso vai desde 3,9 kg até 11 kg, e a longitude média é de 75 cm.

Esta espécie de texugo é um animal nativo do Japão e se desenvolve em florestas perenes ou de coníferas com diversas altitudes. Consome minhocas, besouros e bagas. Está classificado como de menor preocupação pela UICN.

Tipos de texugos - Texugo-japonês (Meles anakuma)

Texugo-asiático (Meles leucurus)

É um tipo de texugo robusto e com aparência alongada. Este animal carecteriza-se por suas unhas de até 26 mm, utilizadas para escavar agilmente. Seu peso e tamanho variam de acordo com a região, mas vai de 3,5 a 9 kgs e um máximo de 70 cm. Geralmente é acinzentado, mas a tonalidade varia de acordo com a região, com duas faixas escuras em cada olho.

Está distribuído em várias regiões da Ásia e do leste da Europa. Seu habitat consiste em florestas caducifólias e pastagens abertas com manchas arborizadas, mas também áreas com coníferas, matagais, áreas semidesérticas e até suburbanas. A espécie está inserida na categoria de menor preocupação.

Tipos de texugos - Texugo-asiático (Meles leucurus)

Furão-texugo-chinês (Melogale moschata)

Passamos agora ao gênero Melogale e começamos com o furão-texugo-chinês, conhecido também como furão-texugo de dentes pequenos, um texugo pequeno que pesa no máximo 3 kg e tem uma longitude de até 40 cm. Apresenta diferentes cores marrons que podem ser escuras, amareladas ou acinzentadas. O rosto é preto com a frente branca e tem um padrão que forma uma espécie de máscara, que varia entre os indivíduos. Tem uma risca branca nas costas.

Costuma habitar em cavernas feitas por outros animais, em florestas, pastagens e áreas ocupadas, embora os tipos de habitats não sejam conhecidos com precisão. Alimenta-se de vermes, insetos, rãs, caracois, frutas e animais mortos, e está classificado como de menor preocupação.

Se ficou com alguma curiosidade sobre o fato de ele viver em cavernas e quiser saber mais, não perca este outro artigo sobre os Animais que vivem em cavernas e tocas.

Tipos de texugos - Furão-texugo-chinês (Melogale moschata)

Texugo-furão birmanês (Melogale personata)

Conhecido também como texugo-furão de dentes grandes, não há clareza quanto à sua distinção como espécie pela similaridade com M. moschata. Embora a UICN sugira a realização de estudos, no entanto, o mantém como uma espécie separada. Esta é uma espécie de texugo de porte pequeno, com peso que varia entre 1 e 3 kgs e que possui corpo alongado, medindo até 43 cm. A coloração deste animal vai de cinza a marrom, com as patas curtas e palmadas, como é comum no gênero. A cabeça costuma ser preta e branca, com uma típica faixa preta no focinho, duas mais finas na cara também de cor preta e uma branca que vai da cabeça à cauda.

Este texugo é nativo de várias regiões da Ásia e se desenvolve em florestas, pradarias, matagais e áreas ocupadas. Está classificado como sendo de menor preocupação.

Tipos de texugos - Texugo-furão birmanês (Melogale personata)
Imagem: biocone.org

Texugo-furão de Bornéu (Melogale everetti)

Pesa por volta de 2 quilos e tem um comprimento de até 44 cm. A cauda é comprida, medindo entre 15 e 23 cm e apresentando pelagem abundante. Suas garras são fortes e as patas igualmente curtas. Sua característica distinta é a forma de máscara amarelada ou clara no rosto. Além disso, a listra dorsal pode ser branca ou avermelhada.

Esta espécie de texugo é nativa da Malásia, onde se desenvolve em colinas com formações sempre verdes, arbustos e florestas montanhosas. Estima-se que se alimenta de vermes e vertebrados de menor tamanho. Está classificado como em risco de extinção pela UICN.

Tipos de texugos - Texugo-furão de Bornéu (Melogale everetti)
Imagem: mammalage.com

Furão-texugo oriental (Melogale orientalis)

Este é um tipo de texugo de menor porte, como o restante das espécies do gênero. Possui a cabeça pequena e alongada para formar o focinho. Seu peso varia entre 1 kg e 2 kg, e o comprimento entre 35 e 40 cm, além de ter uma cauda longa de até 17 cm. Sua coloração é marrom com tons avermelhados e patches típicos brancos na cabeça e rosto, além de outras áreas do corpo. Possui uma faixa marrom nos olhos, garganta e parte de trás das orelhas.

É uma espécie nativa da Indonésia, desenvolvendo-se em florestas, arbustos e áreas urbanas. Está catalogado como de menor preocupação.

Tipos de texugos - Furão-texugo oriental (Melogale orientalis)
Imagem: biolib.cz

Texugo-furão vietnamita (Melogale cucphuongensis)

Este tipo de texugo foi nomeado com base em apenas dois exemplares, um localizado em um museu, e outro fotografado. Por este motivo, faltam investigações para validar a espécie e conhecer, no caso de sua existência, os traços que o caracterizam. A espécie seria nativa do Vietnã, e está categorizada entre os animais com dados insuficientes pela UICN.

Texugo-do-mel (Mellivora capensis)

Começando agora o gênero Mellivora, encontramos uma única espécie, o texugo-de-mel. Possui porte grande, com até 12 kg e comprimento máximo de 70 cm, os machos sendo maiores que as fêmeas. Sua coloração é bem distinta: a parte superior é branca ou cinza, enquanto a inferior é escura. As patas dianteiras estão mais desenvolvidas que as posteriores, e o mesmo acontece com as garras.

Está distribuído por várias regiões da Ásia e África, estando presente em florestas, arbustos, savanas e até mesmo em áreas desérticas. Alimenta-se de uma vasta variedade de animais e é também necrófago. Está categorizado dentre as espécies de menor preocupação.

Tipos de texugos - Texugo-do-mel (Mellivora capensis)

Texugo-americano (Taxidea taxus)

Dentro do gênero Taxidea encontramos apenas uma espécie viva, o texugo-americano, que mede entre 52 e 85 cm, sua cauda geralmente não ultrapassando 15 cm. A faixa de peso varia entre 4 e 12 kg, as patas são curtas e robustas e o corpo tem forma achatada. Sua pelagem é relativamente abundante se comparada a outras espécies, e possui coloração acinzentada a avermelhada no dorso e nas laterais, enquanto a barriga é mais bege. O pescoço e rosto são esbranquiçados, mas o rosto possui padrões pretos. Além disso, há uma faixa branca que vai desde o nariz até os ombros nos indivíduos que estão localizados mais ao norte, ou até as costas nos que estão ao sul.

Ao contrário das espécies vistas anteriormente, este tipo de texugo é um animal nativo do Canadá, Estados Unidos e México. Pode ser encontrado ao nível do mar até 3.600 metros em pradarias e espaços abertos com pouca cobertura debaixo da terra. Está categorizado como sendo de menor preocupação.

Tipos de texugos - Texugo-americano (Taxidea taxus)

Texugo-gambá da Malásia (Mydaus javanensis)

Conhecida comumente como texugo e previamente classificada como dentro da família dos Mustelídeos, esta espécie pertence agora à família dos Mefitídeos, correspondendo a um tipo de gambá. Sua coloração é preta ou marrom-escuro com tons brancos que se estendem desde a cabeça até a causa, por vezes de forma irregular. Tem uma pelagem mais abundante no dorso do que na zona ventral. O peso vai de 1,4 a 3,6 kg, enquanto o comprimento vai de 51 a 97 cm. Possui, como os outros do grupo, uma glândula olfativa anal bastante desenvolvida.

É nativo da Indonésia e Malásia, onde se desenvolve tanto em florestas primárias quanto secundárias e formações vegetais adjacentes a estas. Possuem uma dieta onívora, alimentando-se de vermes, insetos, ovos, carniça e plantas. Está categorizado como sendo de menor preocupação pela UICN.

Tipos de texugos - Texugo-gambá da Malásia (Mydaus javanensis)
Imagem: arhub.ru

Texugo-fedorento-de-Palawan (Mydaus marchei)

Esta espécie também tinha uma classificação taxonômica diferente, como no caso anterior, e foi recentemente colocada na família dos Mefitídeos. Por consequência, atualmente já não é considerado um tipo de texugo, e sim um tipo de gambá. Seu tamanho varia de 32 a 46 cm, com um peso médio de 2,5 kg. Possui extremidades e garras fortes adaptadas para a escavação. Sua pelagem tende a ser marrom escura com uma mancha amarela clara na cabeça que se estende até os ombros. Se for aborrecido, excreta uma substância fedorenta através de suas glândulas anais.

Esta espécie é nativa das Filipinas, tendo como habitats florestas primárias, secundárias, pastagens e áreas ocupadas. Também têm sido vistos nas bordas de manguezais e córregos. Alimenta-se principalmente de vermes e artrópodes. Está categorizado como sendo de menor preocupação.

Agora que você já conhece os tipos de texugo e viu diversas características desses animais, não perca este outro artigo sobre os animais marsupiais.

Tipos de texugos - Texugo-fedorento-de-Palawan (Mydaus marchei)
Imagem: pinterest.co.kr

Se deseja ler mais artigos parecidos a Tipos de texugos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN. Disponível em: <https://www.iucnredlist.org/>. Acesso em 3 de fevereiro de 2022.
  • Myers, P., R. Espinosa, CS Parr, T. Jones, GS Hammond y TA Dewey. (2021). The Animal Diversity Web. Disponível em: <https://animaldiversity.org.>. Acesso em 3 de fevereiro de 2022.
  • Wund, M. (2005). Mustelidae. Animal Diversity Web. Disponível em: <https://animaldiversity.org/accounts/Mustelidae/>. Acesso em 3 de fevereiro de 2022.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Tipos de texugos
Imagem: zoochat.com
Imagem: forumnauka.bg
Imagem: biocone.org
Imagem: mammalage.com
Imagem: biolib.cz
Imagem: arhub.ru
Imagem: pinterest.co.kr
1 de 15
Tipos de texugos

Voltar ao topo da página