menu
Partilhar

Animais que vivem em cavernas e tocas

 
Por Nick A. Romero H., Biólogo e educador ambiental. 21 maio 2021
Animais que vivem em cavernas e tocas

A diversidade animal do planeta conquistou quase todos os ecossistemas existentes para seu desenvolvimento, resultando em pouquíssimos lugares que não são o lar de algum tipo de fauna. Neste artigo do Peritoanimal queremos lhe apresentar um artigo sobre animais que vivem em cavernas, conhecidos como animais cavernícolas, e também aqueles que vivem em tocas, que desenvolveram várias características que facilitam a vida nestes lugares.

Há três grupos de animais com adaptações ao habitat das cavernas e tal classificação ocorre de acordo com o uso que eles dão ao ambiente. Assim, há os animais troglóbios, os animais troglófilos e os animais troglóxenos. Neste artigo também falaremos sobre um outro grupo chamado de animais fossoriais.

Você quer conhecer diferentes exemplos de animais que vivem em cavernas e tocas? Então continue lendo!

 

Também lhe pode interessar: Animais que vivem mais tempo

Grupos de animais que vivem em cavernas e tocas

Como já adiantamos, existem três grupos de animais que vivem em cavernas. Aqui os destalharemos melhor:

  • Animais troglóbios: são aquelas espécies que em seu processo evolutivo se adaptaram para viver exclusivamente em cavernas ou grutas. Entre eles estão alguns anelídeos, crustáceos, insetos, aracnídeos e até espécies de peixes como os lambaris.
  • Animais troglóxenos: são os animais que são atraídos por cavernas e podem desenvolver vários aspectos como reprodução e alimentação dentro delas, mas também podem estar fora delas, como algumas espécies de serpentes, roedores e os morcegos.
  • Animais troglófilos: são animais que podem viver fora da caverna ou dentro, mas não possuem órgãos especializados para as cavernas, como os troglóbios. Neste grupo estão alguns tipos aracnídeos, crustáceos e insetos tais como besouros, baratas, aranhas e piolhos de cobra.

Dentre os animais que vivem tocas, destacamos os animais fossoriais. Eles são os indivíduos escavadores e vivem no subsolo, mas também podem se movimentar na superfície, como o rato-toupeira-pelado, o texugo, as salamandras, alguns roedores e até alguns tipos de abelhas e vespas.

A seguir você conhecerá várias espécies que fazem parte destes grupos.

Proteus

O proteus (Proteus anguinus)É um anfíbio troglóbio que respira através das brânquias e tem a peculiaridade de não desenvolver metamorfose, de modo que mantém quase todas as características larvares mesmo durante a fase adulta. Assim, aos 4 meses de vida, um indivíduo é igual aos seus progenitores. Este anfíbio é o único membro do gênero Proteus e tem uma aparência semelhante a alguns espécimes de axolote.

É um animal com um corpo alongado, de até 40 cm, com uma aparência semelhante a uma cobra. Esta espécie é encontrada em habitats aquáticos subterrâneos na Eslovênia, Itália, Croácia e Bósnia.

Animais que vivem em cavernas e tocas - Proteus

Guácharo

O guácharo (Steatornis caripensis) uma ave troglófila nativa da América do Sul, encontrada principalmente na Venezuela, Colômbia, Brasil, Peru, Bolívia e Equador, embora pareça estar presente em outras regiões do continente. Foi identificada pelo naturalista Alexander von Humboldt em uma de suas expedições à Venezuela.

O guácharo também é conhecido como o pássaro da caverna porque passa o dia inteiro neste tipo de habitat e só sai à noite para se alimentar de frutas. Por ser um dos animais que vivem em cavernas, onde não há luz, ele se situa por ecolocalização e depende de seu olfato desenvolvido. Geralmente, as cavernas que habita são uma atração turística para ouvir e ver este pássaro peculiar sair uma vez que a noite cai.

Animais que vivem em cavernas e tocas - Guácharo

Morcego-de-peluche

As várias espécies de animais quirópteros são um exemplo típico de troglófilos, e o morcego-de-peluche (Miniopterus schreibersii) é um deles. Este mamífero é de tamanho médio, conta com cerca de 5-6 cm, tem uma pelagem densa, coloração acinzentada no dorso e mais clara na área ventral.

Este animal é distribuído do sudoeste da Europa, norte e oeste da África através do Oriente Médio até o Cáucaso. Ele fica pendurado nas áreas altas das cavernas localizadas nas regiões em que habita e geralmente se alimenta em áreas próximas à caverna.

Se você gosta desses animais, descubra os diferentes tipos de morcegos e suas características neste outro artigo.

Animais que vivem em cavernas e tocas - Morcego-de-peluche

Aranha Sinopoda scurion

Esta é uma aranha troglóbia identificada há poucos anos em Laos, em um sistema de cavernas de cerca de 100 km. Pertence à família Sparassidae, um grupo de aracnídeos conhecido como aranhas-caranguejeiras gigantes.

A peculiaridade desta aranha caçadora é sua cegueira, muito provavelmente causada pelo habitat sem luz no qual é encontrada. Neste sentido, não possui lentes oculares ou pigmentos. Sem dúvida, é um dos animais que vivem em cavernas mais curiosos.

Animais que vivem em cavernas e tocas - Aranha Sinopoda scurion
Imagem: pinterest.com

Toupeira europeia

As toupeiras são um grupo que está totalmente adaptado a viver em tocas que elas mesmas cavam no chão. A toupeira europeia (Talpa europaea) é um exemplo disso, sendo um mamífero fossorial de pequeno tamanho, atingindo até 15 cm de comprimento.

Sua gama de distribuição é ampla, estando localizada tanto na Europa como na Ásia. Embora possa habitar diferentes tipos de ecossistemas, é geralmente encontrada em florestas decíduas (com árvores caducifólias). Ela constrói uma série de túneis pelos quais se move e, no fundo, fica a toca.

Animais que vivem em cavernas e tocas - Toupeira europeia

Rato-toupeira-pelado

Apesar de seu nome popular, este animal não compartilha a classificação taxonômica com as toupeiras. O rato-toupeira-pelado (Heterocephalus glaber) é um roedor de vida subterrânea caracterizado pela ausência de pelos, o que lhe dá uma aparência bastante marcante. Portanto, é um exemplo claro de animais que vivem em cavernas subterrâneas. Outra característica peculiar é sua longevidade dentro do grupo de roedores, pois pode viver cerca de 30 anos.

Este animal fossorial tem uma estrutura social complexa, semelhante à de alguns insetos. Neste sentido, há uma rainha e múltiplos trabalhadores, e estes últimos são encarregados de cavar os túneis pelos quais viajam, buscar alimentos e proteger contra invasores. É nativo da África Oriental.

Animais que vivem em cavernas e tocas - Rato-toupeira-pelado

Roedor Zygogeomys trichopus

Estes animais são relativamente grandes em comparação com outros roedores, grupo a que pertencem. Neste sentido, eles medem cerca de 35 cm. Provavelmente devido a sua vida quase exclusivamente subterrânea, seus olhos são bastante pequenos.

É uma espécie endêmica do México, especificamente Michoacán. Habita em solos profundos, cavando tocas de até 2 metros de profundidade, portanto é uma espécie fossorial zada e, portanto, outro dos mais representativos animais que vivem em tocas. Ela vive em florestas de montanha, como pinheiros, abetos e amieiros.

Animais que vivem em cavernas e tocas - Roedor Zygogeomys trichopus
Imagem: Reprodução/Alchetron

Castor-americano

O castor-americano (Castor canadensis) é considerado o maior roedor da América do Norte, medindo até 80 cm. Tem hábitos semi-aquáticos, portanto, passa longos períodos na água, podendo submergir por até 15 minutos.

É um animal que pode fazer modificações importantes no habitat onde está localizado devido à construção das represas características do grupo. É especialista na construção de suas tocas, para as quais utiliza toras, musgo e lama, que estão localizados perto dos rios e riachos onde se encontra. É nativo do Canadá, dos Estados Unidos e do México.

Animais que vivem em cavernas e tocas - Castor-americano

Tartaruga-de-esporas-africana

Outro dos animais que vivem tocas mais curiosos e marcantes é a tartaruga-de-esporas-africana (Centrochelys sulcata), que é outra espécie fossorial. É uma tartaruga terrestre pertencente à família Testudinidae. É considerada a terceira maior do mundo, com o macho pesando até 100 kg e com o casco medindo 85 cm de comprimento.

Está amplamente distribuída em diferentes regiões da África e pode ser encontrado próximo a rios e riachos, mas também em áreas com dunas. Geralmente, fica na superfície de manhã e na estação chuvosa, mas no resto do dia constuma situar-se em tocas profundas que escava de até 15 metros. Essas tocas podem às vezes ser usadas por mais de um indivíduo.

Animais que vivem em cavernas e tocas - Tartaruga-de-esporas-africana

Eupolybothrus cavernicolus

Este é mais um dos animais que vivem em cavernas. É uma espécie de centopeia troglóbia endêmica de duas cavernas na Croácia que foi identificada há relativamente poucos anos. Na Europa é popularmente chamada de cyber-centopeia porque é a primeira espécie eucariótica que foi totalmente perfilada geneticamente tanto no DNA quanto no RNA, assim como morfológica e anatomicamente registrada com o uso de equipamentos altamente avançados.

Mede cerca de 3 cm, tem uma coloração que varia de amarelo-acastanhada a marrom-acastanhada. Uma das cavernas onde ela vive tem mais de 2.800 metros de comprimento e há água presente. Os primeiros indivíduos coletados estavam localizados no chão sob as rochas, em áreas sem luz, mas a cerca de 50 metros da entrada, portanto, é outro dos animais que vivem em cavernas subterrâneas.

Animais que vivem em cavernas e tocas - Eupolybothrus cavernicolus

Outros animais que vivem em cavernas ou tocas

As espécies mencionadas acima não são os únicos animais que vivem em cavernas ou são capazes de cavar tocas e levar uma vida subterrânea. Há muitos outros que compartilham estes hábitos. Aqui estão alguns deles:

  • Neobisium birsteini: é um pseudoscorpião troglóbio.
  • Troglohyphantes sp.: é uma espécie de aranha troglófila.
  • Schaefferia profundisima: é um tipo de artrópode troglóbio.
  • Plutomurus ortobalaganensis: um tipo de artrópode troglóbio.
  • Catops cavicis: este é um coleóptero troglófilo.
  • Oryctolagus cuniculus: é o coelho comum, um dos animais de toca mais conhecidos, portanto, é uma espécie fossorial.
  • Marmota baibacina: é a marmota cinza, que também vive em tocas e é uma espécie fossorial.
  • Dipodomys agilis: é o rato-canguru, também um animal fossorial.
  • Meles meles: é o texugo-comum, uma espécie fossorial que vive em tocas.
  • Eisenia foetida: é a minha-vermelha, outro animal fossorial.
Animais que vivem em cavernas e tocas - Outros animais que vivem em cavernas ou tocas

Se deseja ler mais artigos parecidos a Animais que vivem em cavernas e tocas, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL (CPRM). Espeleologia: o estudo das cavernas. Disponível em: <http://www.cprm.gov.br/publique/CPRM-Divulga/Espeleologia%3A-o-estudo-das-cavernas-1278.html>. Acesso em 20 de maio de 2021.
  • Cassola, F. (2016). Castor canadensis. La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN. Disponible en: e.T4003A22187946. Disponível em: <https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2016-3.RLTS.T4003A22187946.en>. Acesso em 20 de maio de 2021.
  • Stoev, Pavel; Komerički, Ana; et al. (2013). Eupolybothrus cavernicolus Komerički & Stoev sp. N. (Chilopoda: Lithobiomorpha: Lithobiidae). Revista de datos de biodiversidad. Editores de Pensoft. 1:e1013. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3964625>. Acesso em 20 de maio de 2021.
  • E. (2020). Miniopterus schreibersii (versión de erratas publicada en 2021). La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN. Disponible en: e.T81633057A195856522. Disponível em: <https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2020-2.RLTS.T81633057A195856522.en>. Acesso em 20 de maio de 2021.
  • PETER JÄGER (2012). Revision of the genus Sinopoda Jäger, 1999 in Laos with discovery of the first eyeless huntsman spider species (Sparassidae: Heteropodinae). Zootaxa 3415: 37–57. Disponível em: <https://www.mapress.com/zootaxa/2012/f/zt03415p057.pdf>. Acesso em 20 de maio de 2021.
  • Petrozzi, F., Luiselli, L., Hema, EM, Diagne, T., Segniagbeto, GH, Eniang, EA, Leuteritz, TEJ y Rhodin, AGJ (2021). Centrochelys sulcata. La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN. Disponível em: <https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2021-1.RLTS.T163423A1006958.en>. Acesso em 20 de maio de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Animais que vivem em cavernas e tocas
Imagem: pinterest.com
Imagem: Reprodução/Alchetron
1 de 12
Animais que vivem em cavernas e tocas

Voltar ao topo da página