menu
Partilhar

Sapos mais venenosos do Brasil

Por Anne Caroline Gonçalves, Jornalista. Atualizado: 6 outubro 2021
Sapos mais venenosos do Brasil

Os sapos, assim como as rãs e as pererecas, fazem parte da ordem dos anuros, um grupo de anfíbios que se diferencia pela ausência de uma cauda. Existem mais de 3.000 espécies destes animais pelo mundo e, só no Brasil, é possível encontrar 600 delas.

Neste artigo do PeritoAnimal apresentamos algumas das espécies de sapos mais venenosos do Brasil. É bom conhecê-los para evitar quaisquer complicações. Boa leitura.

Também lhe pode interessar: Animais marinhos mais venenosos do Brasil

Existem sapos venenosos no Brasil?

Na fauna brasileira podemos encontrar diversos animais venenosos e perigosos, sejam aranhas, cobras e até sapos! Você pode até nunca ter imaginado que um animal destes possa não ser inofensivo, mas a verdade é que eles podem ser perigosos e sim, existem sapos venenosos no Brasil!

Tipos de sapos venenosos

Os sapos, assim como as rãs e as pererecas, fazem parte da ordem dos anuros, um grupo de anfíbios que se diferencia pela ausência de uma cauda. Existem mais de 3.000 espécies destes animais pelo mundo e, só no Brasil, é possível encontrar 600 delas.

Muitas pessoas sentem nojo desses bichinhos por conta de sua pele viscosa e pela maneira como o queixo se movimenta quando coaxam, mas é importante lembrar que eles são essenciais para o equilíbrio da natureza: com uma dieta baseada em insetos, os sapos ajudam a controlar o excesso de moscas e pernilongos.

A principal diferença entre os sapos e as rãs, assim como as pererecas, é que eles têm a pele mais seca e menos lustrosa, além de ser mais troncudo. A similaridade entre essas duas últimas é maior, porém, as pererecas têm a capacidade de pular e escalar árvores e plantas altas.

Esses anuros têm a língua pegajosa, assim, quando vêem um inseto se aproximar, é só projetar o corpo e lançar a língua, grudando o seu alimento e puxando de volta. Sua reprodução ocorre por meio de ovos que são depositados em ambientes externos.

Todo sapo é venenoso?

No geral, os sapos são inofensivos e não oferecem perigo aos seres humanos. Mas, alguns grupos, caracterizados por suas cores chamativas, como se tivessem sido pintadas a mão, contém alcaloides na pele.

Essas substâncias são obtidas a partir da alimentação dos sapos, que comem ácaros, formigas e plantas que já contenham alcaloides. Apesar de suas propriedades tóxicas, os alcaloides presentes na pele dos sapos vêm sendo estudados para a produção de medicamentos capazes de tratar diversas doenças.

Dentro desta família, existem vários tipos de sapos venenosos que você deve conhecer.

Sapos mais venenosos do Brasil - Tipos de sapos venenosos

O sapo mais venenoso do mundo

Você sabe qual é o sapo mais perigoso do mundo? Com apenas 2,5 centímetros, a pequena rã-dardo-venenosa-dourada (Phyllobates terribilis) não é apenas o sapo mais venenoso do mundo, como também aparece na lista de animais terrestres mais perigosos. Seu corpo traz um tom de amarelo extremamente vivo e lustroso, o que, na natureza é um sinal claro de “perigo, não se aproxime”.

Esta espécie pertence ao gênero Phyllobates, compreendido pela família Dendrobatidae, berço dos sapos perigosos que vemos por aí. Porém, vale lembrar que nenhum deles se compara a nossa pequena rã-dourada. Menos de um grama de seu veneno é o suficiente para matar um elefante ou um ser humano adulto. A toxina espalhada por sua pele é capaz, a partir de um simples toque, de paralisar o sistema nervoso da vítima, a impossibilitando de transmitir impulsos nervosos e movimentar a musculatura. Esses fatores levam à insuficiência cardíaca e fibrilação muscular em instantes.

Originário da Colômbia, este sapo venenoso tem como habitat natural florestas temperadas e bastante úmidas, com a temperatura em torno de 25°C. Essa rã ganhou o nome de “dardos venenosos” porque os índios utilizavam seu veneno para cobrir a ponta de suas flechas quando saiam para caçar.

A história é um pouco assustadora, mas não devemos esquecer que a rã-dourada não irá utilizar o seu veneno contra nós caso cruzemos com ela em uma mata. As toxinas são liberadas apenas em situação de perigo extremo, como um método defensivo. Ou seja: é só não mexer com ela que ela não mexerá com você.

Sapos mais venenosos do Brasil - O sapo mais venenoso do mundo

Sapos venenosos no Brasil

Muitas pessoas se perguntam quantos sapos venenosos existem e, na realidade, este é um dado um tanto complexo de precisar. O que se sabe é que existem cerca de 180 espécies de dendrobatidaes espalhadas pelo mundo, sendo todas de sapos venenosos e, atualmente, tem-se o conhecimento de ao menos 26 delas no Brasil, concentradas, principalmente, na região que compreende a floresta amazônica.

Diversos especialistas afirmam que não há a incidência de sapos do gênero Phyllobates no país. No entanto, temos anfíbios do grupo Dendrobates que, por serem da mesma família, carregam características semelhantes, como a preferência por florestas temperadas, por clima úmido e campos terrenos, mas, sobretudo, é preciso explicar que os Dendrobates são são tão venenosos quanto alguns de seus primos que encontramos em outras regiões.

Esse gênero compreende um grupo especial de sapinhos, conhecidos como ponta-de-flecha, uma vez que também eram utilizados pelos índios no revestimento de suas armas.As principais características dos animais que integram esse grupo é o colorido intenso de sua pele, um sinal silencioso do veneno que carregam. Apesar de não se comparar a rã dardo venenosa dourada, esses sapos podem ser letais, caso suas toxinas entrem em contato com algum machucado na pele de quem o manusear, atingindo a corrente sanguínea da pessoa. No entanto, seu veneno dificilmente chegaria a ser fatal, a não ser que sejam engolidos por algum predador, ufa!

Muitos dos sapos que encontramos entre os ponta-de-flecha foram descobertos recentemente e, por isso, ainda é muito difícil diferenciá-los aqui no Brasil. Apesar de terem seus nomes científicos específicos, acabam chegando ao conhecimento popular como se fossem uma só espécie, por conta de suas características parecidas.

Os sapos venenosos fazem mal aos seres humanos?

Sim, alguns desses sapos possuem venenos que podem prejudicar a saúde e, dependendo da espécie, liberar um veneno considerado letal para os humanos. No entanto, biólogos explicam que essas toxicinas só são realmente perigosas para as pessoas se entrarem em contato com nossas mucosas, como boca e olhos, ou com a nossa corrente sanguínea.

Sapos mais venenosos do Brasil - Sapos venenosos no Brasil

Lista completa de sapos venenosos da fauna brasileira

A título de curiosidade, segue a lista completa de sapos venenosos do Brasil que podemos encontrar. Alguns foram descobertos há menos de dez anos e acredita-se que existam muitos outros pelo país que ainda não foram catalogados.

  • Sapinho-ponta-de-flecha (Adelphobates castaneoticus)
  • Adelphobates galactonotus
  • Adelphobates quinquevittatus
  • Ameeraga berohoka
  • Ameerega braccata
  • Ameerega flavopicta
  • Ameerega hahneli
  • Ameerega macero
  • Ameerega petersi
  • Ameerega picta
  • Ameerega pulchripecta
  • Ameerega trivittata
  • Dendrobates leucomelas Steindachner
  • Dendrobates tinctorius
  • Hyloxalus peruvianus
  • Hyloxalus chlorocraspedus
  • Kambô (Phyllomedusa bicolor)
  • Perereca-das-folhagens (Phyllomedusa burmeisteri)
  • Ranitomeya amazonica
  • Ranitomeya cyanovittata
  • Ranitomeya defleri
  • Ranitomeya flavovittata
  • Ranitomeya sirensis
  • Ranitomeya toraro
  • Ranitomeya uakarii
  • Ranitomeya vanzolinii
  • Ranitomeya variabilis
  • Ranitomeya yavaricola

Agora que você já conheceu alguns dos sapos venenosos do Brasil, recomendamos que assista ao vídeo a seguir sobre os animais mais venenosos do mundo:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Sapos mais venenosos do Brasil, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • BARBOSA, Talitta Cardoso Duarte. Educação Ambiental e Valores: um olhar para os animais venenosos. 2015. Disponível em: <https://repositorio.unesp.br/handle/11449/131721>. Acesso em 6 de outubro de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Daison Xavier Conceição
Olá. Só uma pequena correção.
Anura não é Família, é Ordem.

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Amphibia
Ordem: Anura
Família: na ciência, a terminação sempre vai terminar com 'ae', tanto pra espécies animais, quanto vegetais (vegetais é 'aceae').
E na fonética é com som de 'i'.

Exemplos:
Família Bufonidae (dos sapos-cururus), Leptodactylidae (Rãs-choronas), Hylidae (pererecas) e por aí vai...

Fonética:
Bufonidi, Leptodactilidi, Hylidi...

Em vegetais: Asteraceae, Rutaceae, Moraceae, Cyperaceae...
Fonética: Asteraci, Rutaci, Moraci, Cyperaci...
Equipe editorial do PeritoAnimal (Editor/a de PeritoAnimal)
Olá, Daison. Agradecemos pela observação e já alteramos esta palavra no texto. Ficamos felizes em contar com a sua ajuda!
Um abraço da equipe do PeritoAnimal!

Sapos mais venenosos do Brasil
1 de 4
Sapos mais venenosos do Brasil

Voltar ao topo da página