menu
Partilhar

Gato caracat

Atualizado: 4 junho 2021
Gato caracat

O começo dos gatos caracat foi totalmente acidental em um zoológico da Rússia no final do século XX, quando um caracal selvagem reproduziu com um gato doméstico que estava por perto. O resultado foi um gato com uma personalidade e caráter selvagem semelhante ao caracal, mas de tamanho menor e cor diferente, por isso foi rejeitado e esquecido.

No entanto, depois começaram a cruzar intencionalmente, pois o interesse por essa mistura havia aumentado por considerar que era mais fácil de domesticar que um selvagem caracal. O cruzamento com o gato abissínio foi considerado a melhor mistura para que o pequeno caracat nascesse com as cores mais semelhante ao caracal selvagem, já que ambas as pelagens dos progenitores são parecidas. Ainda assim, é questionável moralmente o cruzamento entre esses dois felinos e a descendência pode ter sérios problemas. Continue lendo para conhecer sobre o curioso gato caracat, sua origem, personalidade, características, cuidados e saúde.

Origem
  • Europa
  • Rússia
Características físicas
Peso médio
  • 3-5
  • 5-6
  • 6-8
  • 8-10
  • 10-14
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-15
  • 15-18
  • 18-20
Tipo de pelo

Origem do gato caracat

O caracat é um felino resultante do cruzamento entre um macho caracal e uma fêmea de gato doméstico, principalmente da raça de gato abissínio. O caracal ou lince do deserto é chamado assim porque tem tufos em suas orelhas parecidos com os linces, que consistem em pelinhos pretos de até 6 cm de comprimento, com os quais ajudam a localizar a origem dos sons e os utilizam como sensores. No entanto, não estão realmente relacionados aos linces, mas sim ao serval. É um gato solitário e noturno de tamanho médio que vive nas estepes, savanas e desertos pedregosos e arenosos da África, Arábia e Índia. Se alimenta de múltiplas presas, mas principalmente de aves, para as quais salta até 4 ou 5 metros para caça-las.

O primeiro cruzamento entre um caracal e um gato doméstico ocorreu em 1998 de maneira totalmente acidental, no zoológico de Moscou, na Rússia. A notícia foi publicada na revista alemã Der Zoologische Garten, Vol.68. Este cruzamento trouxe um filhote que chamaram de “bastardo” e foi esquecido e sacrificado por não ter as cores que um caracal deveria ter, embora tivesse seu comportamento selvagem.

Atualmente, no entanto, é um dos gatos híbridos mais procurados, especialmente nos Estados Unidos e Rússia, por serem considerados mais fáceis de domesticar que os caracais selvagens. Por causa disso, têm sido criados em cativeiro para poder satisfazer o aumento da demanda desses felinos. Hoje em dia, prefere-se cruzá-los com um gato abissínio por ser o mais parecido em cores com o caracal. Este cruzamento é realizado em cativeiro, com caracais educados “artificialmente”, pois na natureza os caracais veem os gatos como presas e não como iguais para acasalar e ter descendência. Assim, a criação deste híbrido é moralmente questionável devido a todo seu processo e, como veremos, aos problemas de saúde que a prole pode ter.

Características do gato caracat

O caracat apresenta um tamanho inferior ao caracal selvagem, mas muito maior que o pequeno gato abissínio. O peso que esses gatos podem alcançar pode chegar os 13-14 kg, medir cerca de 36 cm de altura e chegam a 140 cm de comprimento, incluindo a cauda.

A cor da pelagem é muito parecida à do caracal se for misturado com um gato abissínio. Desta forma, o caracat é caracterizado por apresentar o pelo laranja acobreado com listras ou faixas escuras (ticking) ou por ter os mesmos tons de pelagem que o caracal (marrons, canelas e pretos, com peito e barriga brancos). A pelagem é densa, curta e macia. Além disso, no caracat também se podem ver os tufos pretos na ponta de suas longas orelhas (chamados tufos nos caracal), o nariz de cor preta, olhos grandes, olhar selvagem e corpo forte, mas estilizado e estético.

Personalidade do caracat

Os híbridos de primeira geração, ou seja, aqueles que vêm diretamente do cruzamento entre um caracal e um abissínio, tendem a ser mais inquietos, enérgicos, brincalhões, caçadores e selvagens que os da segunda ou terceira geração, quando já cruzam caracat com caracat, que são mais domésticos e carinhosos.

Depende da sorte que se tem com os espécimes de primeira geração, podem ser bons ou não como animais de companhia, pois alguns podem ter instintos selvagens desagradáveis, sendo irritantes, violentos e destrutivos no lar e, embora seus instintos selvagens aflorem às vezes, em outros momentos parecem um gato normal, mas mais independente e solitário.

Algo a ter em mente é que os exemplares que apresentam maior porcentagem de caracal tenham, ao invés de um miado comum, costumam rugir ou emitir uma mistura entre guincho e rugido.

Cuidados do caracat

A alimentação do caracat é mais parecida com a do caracal do que com a do gato doméstico, por isso deve ser baseada em carne ou presas mortas (aves pequenas, roedores ou pequenos mamíferos) por serem carnívoros estritos. Comem mais quantidade e requerem maior quantidade de calorias diárias que um gato doméstico padrão devido ao seu tamanho maior e maior força, energia e vitalidade. No entanto, alguns comem comida para gatos grandes, úmida e seca. Descubra o que os gatos comem neste outro artigo e o que é a alimentação natural para gatos, já que quando se trata de cuidar de um caracat, esta é uma alimentação mais do que recomendada.

Além de levar em consideração as necessidades alimentares, é importante oferecer ao caracat um adequado enriquecimento ambiental. Se nos gatos domésticos este aspecto é fundamental para evitar o estresse, a ansiedade, o tédio e a frustração, no caracat é ainda mais. Da mesma forma, este felino tende a ter mais necessidade de explorar e caçar, por isso é conveniente dar uma caminhada.

Por outro lado, os gatos caracat podem ser afetados pelas mesmas doenças infecciosas que os gatos domésticos, sendo necessária sua vacinação e desparasitação. A escovação também é importante, assim como monitoramento do estado de seus ouvidos e dentes para a prevenção de doenças.

Saúde do caracat

O principal problema dos gatos caracat ocorre no final da gestação, quando ocorre o parto. É necessário pensar que um macho caracal é cruzado com uma fêmea abissínia. Para começar, as abissínias são gatas que não se caracterizam por apresentar uma ninhada grande, geralmente dando à luz apenas dois filhotes. Se adicionarmos a isto que foi cruzada com um felino muito maior que ela, ela só gestará um gato enorme ou dois menores, mas maiores do que uma gatinha costuma dar à luz. Pensar no parto nessas condições é bastante desagradável e essas fêmeas passam muito tempo sofrendo, necessitando muitas vezes de assistência veterinária. Infelizmente não é difícil imaginar que alguma fêmea morra durante o parto, perca muito sangue ou sofra danos em seu aparelho reprodutor durante o processo.

Uma vez que nascem, muitos filhotes caracat morrem em poucos dias porque a gestação de ambos felinos é diferente, sendo a dos caracal de cerca de 10-12 dias mais longos do que os gatos domésticos. Outros sofrem de problemas intestinais, como a doença inflamatória intestinal, dificuldades em digerir a dieta para gatos, maior predisposição a doenças ou aumento da marcação com urina por sua natureza selvagem e territorial.

É possível adotar um caracat?

No mundo existem muito poucos exemplares de caracat, não mais do que 50, portanto, conseguir encontrar um é extremamente difícil. Além disso, esta criação é uma crueldade, portanto, antes de tudo, é preciso pensar nos danos que causa às gatas abissínias e forçar algo que não é natural apenas por capricho humano.

Na internet você pode pesquisar até encontrar algum, embora geralmente peçam muito dinheiro por eles, de modo que a incapacidade de sua adoção se soma à falta de ética deste cruzamento. O melhor é apreciar os dois animais separadamente (o caracal e o gato abissínio), ambos são lindos e grandes felinos como são, sem necessidade de forçar um terceiro de sua mistura.

Fotos de Gato caracat

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Gato caracat

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?
1 comentário
A sua avaliação:
Clara Bach Luz
nossa, lindo o gato.quanto custa um desses

Gato caracat
1 de 3
Gato caracat

Voltar ao topo da página