menu
Partilhar

Pequeno brabançon

Atualizado: 3 novembro 2021
Pequeno brabançon

O pequeno brabançon, o griffon de bruxelas, o griffon belga, são cães de companhia originários da cidade belga de Bruxelas que têm muito em comum. De fato, embora a Federação Cinológica Internacional (FCI) considere estes cães como três raças distintas, outras organizações como o American Kennel Club e o English Kennel Club reconhecem três variedades de uma única raça chamada griffon de bruxelas, portanto, pode-se dizer que são três raças em uma, pois diferem apenas na cor e no tipo de pelagem.

Neste artigo do PeritoAnimal, vamos mostrar como o pequeno brabançon difere das outras duas raças, que é basicamente a pelagem curta e lisa, e tudo o que você precisa saber sobre estes animais de estimação, se estiver pensando em adotar um.

Origem
  • Europa
  • Bélgica
Classificação FCI
  • Grupo IX
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Ideal para
Clima recomendado
Tipo de pelo

Origem do pequeno brabançon

Tanto o pequeno brabançon como o griffon belga ou o griffon de Bruxelas descendem do "smousje", um antigo cão do tipo terrier de pelo duro que vivia em Bruxelas e era usado para matar ratos e camundongos nos estábulos. Durante o século XIX, esta raça de cão belga foi cruzada com pugs e o king charles spaniels, dando origem aos modernos pequenos brabrançons, griffons de bruxelas e belgas.

Estas três raças alcançaram repentinamente o auge de sua popularidade na Bélgica e em toda a Europa quando a rainha Maria Henriqueta iniciou a criação e cuidado destes cães. No entanto, as duas guerras mundiais posteriores extinguiram quase completamente o pequeno brabançon e as outras raças irmãs. Felizmente para a criação de cães europeus, os criadores ingleses conseguiram resgatar as raças, mas nunca reconquistaram sua popularidade anterior. Hoje, todas as três raças de cães belgas são usadas como animais de estimação e para exposições caninas e, apesar de serem pouco conhecidas no mundo, elas não estão em perigo de extinção.

Características físicas do pequeno brabançon

A diferença entre a raça pequeno brabançon e as outras duas raças é o tipo de pelagem, que é curta, áspera, lisa e brilhante. As cores dos dois griffons, o belga e o de bruxelas, são aceitáveis, mas a máscara costuma ser sempre preta. A altura à cernelha, como nas outras duas raças, não é indicada no padrão da FCI. Entretanto, as três classes geralmente têm entre 18 e 20 centímetros de altura e, idealmente, pesam entre 3,5 e 6 quilos. Estes cães são fisicamente caracterizados por serem pequenos, robustos e quase quadrados no perfil do corpo.

A cabeça é a característica mais marcante do pequeno brabançon, do griffon belga e do griffon de bruxelas. Em todos os três casos, é grande, ampla e redonda. O focinho é muito curto, o stop muito marcado e o nariz preto. Os olhos são grandes, redondos e escuros. De acordo com a norma da FCI, os olhos não devem ser salientes, mas isto parece ser um julgamento subjetivo. As orelhas são pequenas, altas e bem afastadas. Infelizmente, a FCI continua a aceitar orelhas amputadas, embora esta prática represente apenas um transtorno para o animal.

O rabo é alto e o cão geralmente anda com a cauda levantada. Mas neste caso, a norma FCI também não favorece o bem-estar animal, pois aceita o rabo cortado. Felizmente, a prática de cortar rabos e orelhas por razões "estéticas" está desaparecendo em todo o mundo e já é ilegal em muitos países.

Personalidade do pequeno brabançon

Estes três pequenos cães são tão parecidos um com o outro que também são muito semelhantes na sua personalidade. Em geral, eles são cães ativos, vigilantes e corajosos, muito apegados a uma pessoa, que eles acompanham a maior parte do tempo. Muitos desses cães são um pouco nervosos, mas não em excesso.

Embora as três raças sejam amigáveis e brincalhonas, elas também podem se tornar cães tímidos ou agressivos quando não foram devidamente socializados. Além disso, eles podem ser mais difíceis de socializar do que outros cães de companhia, pois sua personalidade é forte e imprudente, e podem ter conflitos com outros cães e com pessoas que tentam dominá-los. No entanto, quando esses cães são devidamente socializados desde a infância, eles podem tolerar voluntariamente outros cães, outros animais e estranhos.

O fato de que os pequenos brabançons precisam de muita companhia, têm tendência a seguir a mesma pessoa e têm uma personalidade forte, significa que eles podem facilmente desenvolver alguns problemas de comportamento quando vivem no ambiente errado, tais como comportamento destrutivo, latidos em excesso ou até mesmo ansiedade em relação ao isolamento quando passam muito tempo sozinhos. Eles também podem ser agressivos ou tímidos quando não foram socializados desde a filhotes.

Além destes problemas potenciais, o pequeno brabançon e seus primos caninos são animais de estimação muito bons para adultos que têm tempo suficiente para passar com seus cães. Eles não são bons animais de estimação para donos de primeira viagem porque exigem muita atenção, nem são bons animais de estimação para famílias com crianças, pois estes cães podem reagir bastante mal a ruídos e movimentos bruscos.

Cuidados com o pequeno brabançon

Tanto o pequeno brabançon como o belga ou o griffon de bruxelas são raças de cães muito ativos que precisam de muito exercício físico. No entanto, graças ao seu tamanho, eles podem fazer isso dentro de casa, de modo que não precisam de grandes espaços para viver. Mesmo assim, é importante passear com os cães diariamente e oferecer algum tempo de brincadeira. Deve-se ter em mente que estes cães têm focinhos planos e são suscetíveis a choques térmicos, portanto, não devem ser exercitados intensamente em altas temperaturas e em ambientes muito úmidos.

Também é necessário enfatizar as necessidades de companhia e atenção, que são muito altas nestes cães. Todas as três classes de raças precisam passar a maior parte do tempo com sua família e com a pessoa a quem estão mais apegadas. Eles não são cães para viver em um jardim ou pátio, mas gostam de estar ao ar livre quando estão em companhia. Se adaptam bem quando vivem em um apartamento, mas é melhor que vivam em uma área calma e tranquila e não no centro da cidade.

Uma escovação ocasional é suficiente para o pequeno brabançon, e eles só devem ser banhados quando estão realmente sujos.

Treinamento do pequeno brabançon

O treinamento canino é muito importante para estas três raças, além da socialização adequada, pois é necessário ser capaz de controlar estes pequenos cães com personalidades fortes. O treinamento tradicional, baseado em domínio e castigo, geralmente não funciona bem com estas raças. Pelo contrário, ela tende a causar mais danos do que benefícios. Por outro lado, os estilos de treinamento positivos, como o adestramento com clicker, costumam ter muito sucesso com o pequeno brabançon, griffon de bruxelas e com o griffon belga.

Saúde do pequeno brabançon

Em geral, essas três raças de cães são geralmente saudáveis, e não sofrem de doenças caninas com mais frequência do que outras raças. Entretanto, é necessário estar ciente de alguns dos problemas de saúde mais comuns dentro dessas três raças para evitá-los. Tais problemas incluem:

  • Luxação patelar
  • Distiquíase
  • Narinas estenóticas
  • Exoftalmia (protrusão do globo ocular)
  • Lesões do globo ocular
  • Catarata
  • Atrofia progressiva da retina

Fotos de Pequeno brabançon

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Pequeno brabançon

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Pequeno brabançon
1 de 9
Pequeno brabançon

Voltar ao topo da página