menu
Partilhar

Jindo-coreano

Atualizado: 31 agosto 2021
Jindo-coreano

Os cachorros da raça jindo-coreano, como o próprio nome sugere, vêm da Coreia e ainda na atualidade, se encontram bastante restritos a este país. Eram utilizados na caça, mas são também excelentes cães de estimação, desde que uma série de fatores seja levada em conta, como veremos a seguir. Por outro lado, é um cão forte, robusto e enérgico. Adora correr livremente, caminhar com seu tutor e protegê-lo de estranhos.

Caracteriza-se também por apresentar grande inteligência e um temperamento forte, sendo necessária uma educação adequada desde a fase de filhote. Continue lendo este artigo do PeritoAnimal para aprender mais sobre esta raça coreana, sua origem, suas características e os cuidados de que necessita.

Origem
  • Ásia
  • Coréia, Sul
Classificação FCI
  • Grupo V
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Clima recomendado
Tipo de pelo

Origem do jindo-coreano

O jindo-coreano é nativo do sudeste da Coreia, especificamente da ilha de Jindo, e foi usado durante muitos anos como cão de guarda e caçador de coelhos, texugos, javalis e veados. É o cão nacional da Coreia. Há estudos que comprovam seu parentesco com o cão esquimó canadense, assim como com os cães Sakhalin, Sapsali e outras raças da Coreia. Além disso, os especialistas concordam que o jindo viveu nesta ilha por muito tempo, talvez bem preservado pelas complicações do transporte no passado.

Existem várias teorias sobre sua origem, mas a mais famosa o considera um híbrido entre cães nativos coreanos com cães mongóis das forças que invadiram a Coreia no século XIII. Atualmente, esta raça é protegida pela Lei de Proteção à Propriedade Cultural da Coreia, sendo designada como tesouro natural de número 53 pelo Governo da Coreia do Sul, que aprovou a Portaria de Preservação do Jindo-Coreano. Atualmente, é muito difícil exportá-los para fora do país.

Uma curiosidade é que esses cães desfilaram nas cerimônias de abertura dos Jogos Olímpicos de Seul em 1988. Diz a lenda que um jindo-coreano chamado Baekgu foi vendido e transportado por mais de 300 km, mas voltou com seu primeiro tutor mais de sete meses depois, emaciado e quase morto. É uma amostra da lealdade e bravura desta raça canina. O United Kennel Club o reconheceu em 1º de janeiro de 1998, e a Federação Cinológica Internacional o fez em 2005.

Características do jindo-coreano

O cachorro jindo-coreano pode apresentar dois tipos corporais distintos:

  • Tonggol ou Gyupgae: musculoso e robusto, com uma proporção similar entre comprimento e altura.
  • Hudu ou Heutgae: de porte mais delgado, peito menos profundo e lombo mais largo. Além disso, tende a ter a cabeça, o focinho e as orelhas mais largos.
  • Pode haver ainda uma mistura dos dois tipos, chamada de Gakgol, que apresenta o comprimento do corpo do Hudu, mas a profundidade do peito do Tonggol.

Os machos medem entre 48 e 53 cm, e as fêmeas, entre 45 e 50 cm. Elas pesam entre 15 e 19 kg, enquanto os machos variam entre 18 e 23. As principais características físicas do jindo-coreano são:

  • Cabeça larga e arredondada, com um crânio mediano e proporcional ao corpo.
  • Focinho exato, nem levantado nem saliente.
  • Lábios pretos, finos e fechados. O superior cobre ligeiramente o inferior.
  • Nariz preto, exceto nos espécimes brancos, nos quais é rosa.
  • Olhos amendoados, vivazes e de cor marrom escura.
  • Mordida em formato de tesoura e com dentes fortes.
  • Bochechas finas e bem desenvolvidas.
  • Orelhas triangulares, médias, grossas e retas, ligeiramente voltadas para a frente.
  • Pescoço espesso, musculoso e equilibrado.
  • Costas fortes e retas.
  • Lombo musculoso, magro e rígido.
  • Peito ligeiramente profundo e forte.
  • Costelas bem arqueadas com tórax desenvolvido.
  • Barriga retraída.
  • Cauda em forma de foice ou enrolada com uma ponta tocando as costas.
  • Pernas dianteiras fortes e musculosas.
  • Pernas traseiras moderadamente anguladas e musculosas.

Cores do jindo-coreano

O jindo-coreano possui uma pelagem de dupla camada para resistir ao frio, que é aceita nas seguintes cores:

  • Marfim.
  • Vermelho.
  • Branco.
  • Fogo.
  • Trigo maduro.
  • Cinza.
  • Preto.
  • Rajado.

Como é o filhote de jindo-coreano?

O filhote de jindo-coreano é parecido com o chow-chow, mas tem uma aparência de lobo que lembra os cães spitz. São filhotes atléticos, de tamanho médio e bem proporcionados, os quais já é possível diferenciar claramente entre machos e fêmeas. As fêmeas tendem a ser mais magras e angulosas, enquanto os machos tendem a parecer mais robustos, grandes e largos.

É importante socializar o jindo-coreano desde filhote, uma vez que esta raça pode apresentar sinais de agressão a estranhos se não for devidamente socializada. Também é bom ensinar o filhote a ficar em casa sozinho e a usar locais de refúgio, pois tende a sofrer com a ansiedade por separação.

Temperamento do jindo-coreano

Estes cães são corajosos, destemidos, atenciosos, calmos, leais, protetores, impetuosos e muito inteligentes. Diz-se também que são de um único tutor, devido à sua grande lealdade. Além disso, eles são muito ativos, por isso precisam de espaço para correr e se desestressar. Eles não são exageradamente afetuosos, pelo contrário, caracterizam-se por seu caráter independente.

Em geral, eles têm um temperamento forte que você precisa saber controlar. Embora sejam cães de caça por natureza, também são bons companheiros em casa e ótimos cães de guarda. Eles sabem diferenciar perfeitamente seus tutores e pessoas próximas de estranhos.

Cuidados do jindo-coreano

Este cão tem uma grande energia, que precisa gastar através de brincadeiras frequentes ao ar livre, caminhadas e corridas, se possível diariamente. Por isso esta não é uma raça ideal para pessoas sedentárias ou pouco ativas. O jindo-coreano precisa de um tutor comprometido e que goste de estar em movimento com seu cachorro. Por outro lado, embora seja independente, não gosta da solidão, e por isso precisa de alguns locais ou estímulos físicos e mentais em casa para evitar o tédio, a ansiedade e a depressão quando precisar ficar sozinho.

Quanto à higiene, sua pelagem não requer muitos cuidados. São cães limpos e que raramente ficarão com a pelagem suja ou em condições tão precárias que precisam de uma escovação urgente. Em geral, escovar uma vez por semana é suficiente, embora em certos momentos isso possa ser feito com maior frequência devido à queda. Limpar os dentes é importante para prevenir e detectar patologias orais, como o tártaro, a periodontite, a gengivite, fraturas, feridas, tumores ou infecções. As orelhas também devem ser limpas regularmente, observando qualquer secreção anormal que possa indicar inflamação ou infecção.

A alimentação deve ser completa, balanceada e de qualidade para manter sua boa musculatura, força, vitalidade e preservar sua saúde. Nesse sentido, a vacinação e a desparasitação são importantes como parte da medicina preventiva. Seu objetivo é evitar as principais doenças infecciosas e parasitas que afetam os cães.

Educação do jindo-coreano

O jindo-coreano é um cachorro muito inteligente e, em princípio, isso facilita o treinamento. Porém, deve-se levar em consideração que também são cães obstinados e, além disso, há dois pontos importantes a serem considerados na sua educação: sua agressividade para com o desconhecido e o medo do abandono. Por todas essas razões, o adestramento deve ser feito de forma meticulosa, cuidadosa e paciente. Deve ser baseado no reforço positivo, que consiste em recompensar comportamentos desejáveis a fim de alcançar um aprendizado mais rápido e evitar o medo, o castigo e o estresse desnecessário.

Saúde do jindo-coreano

O jindo-coreano tem uma expectativa de vida estimada entre 11 e 13 anos. É um canídeo robusto, forte e, de maneira geral, com poucos problemas de saúde, desde que seja devidamente cuidado e não sofra de doenças hereditárias. No entanto, esta raça parece ter uma maior predisposição para as seguintes patologias:

  • Luxação patelar: distúrbio ortopédico em que a patela, essencial na articulação do joelho, desliza para fora da tróclea, causando grandes dores, crepitações, fraqueza, aumento da sensibilidade e instabilidade da articulação, que por sua vez causa dificuldade para andar e inquietação no cão afetado.
  • Displasia de quadril: esta doença degenerativa consiste na falta de adaptação entre o acetábulo e a cabeça do fêmur, que são as superfícies articulares dos ossos ligados pela articulação do quadril. Produz frouxidão na articulação, permitindo a movimentação de ambos os ossos com o consequente enfraquecimento, instabilidade e posterior osteoartrite, o que acaba causando dificuldade para andar, dor, sedentarismo e atrofia muscular.
  • Hipotireoidismo: doença endócrina caracterizada por baixos níveis de hormônios tireoidianos resultando em baixo metabolismo e sinais clínicos como ganho de peso, intolerância ao frio, anemia, letargia, fraqueza muscular, infertilidade, hipotermia, alopecia, nistagmo, ataxia ou distúrbios digestivos.
  • Lupus eritematoso discoide: doença de origem autoimune que afeta a pele, principalmente na região do nariz, orelhas e ao redor dos olhos, sem sinais de doença sistêmica. Causa lesões que podem ser vistas, inicialmente, como áreas cinzas ou de despigmentação rosada. Elas vão se inflamando progressivamente, formando crostas ou úlceras.

Onde adotar um jindo-coreano?

Infelizmente, os jindo-coreanos são praticamente impossíveis de adotar se você não mora na Coreia. Existe sempre a opção de buscar na rede por uma associação de resgate desta raça, mas certamente será muito difícil encontrar uma, pois o deslocamento para fora de seu país de origem é muito restrito. Em todo caso, te incentivamos a não descartar a adoção de um cão Sem Raça Definida (SRD), como um vira-lata caramelo, pois a raça não é o mais importante.

Fotos de Jindo-coreano

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Jindo-coreano

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Jindo-coreano
1 de 5
Jindo-coreano

Voltar ao topo da página