Partilhar

Por que os cachorros cuidam dos bebés?

 
Por Liliana Ramos, Jornalista especializada em mundo animal. Atualizado: 12 junho 2018
Por que os cachorros cuidam dos bebés?

Ver fichas de  Cachorros

Costumamos dizer que o cachorro é o melhor amigo do homem e a verdade é que um cachorro amado e bem treinado cria um vínculo muito forte com todos os membros da família, incluindo as crianças e os bebés.

Alguns cachorros levam este vínculo até ao ponto de desenvolver um instinto protetor em relação à sua família, o que faz com que cuidem delas em qualquer momento, chegando até a ter atitudes agressivas perante quem consideram uma possível ameaça. Se você quer saber por que os cachorros cuidam dos bebés, continue lendo este artigo do PeritoAnimal.

O instinto protetor dos cachorros

Apesar de o cachorro estar junto do homem há séculos, o certo é que ainda não conseguiu perder todo o seu instinto selvagem. Ainda conserva o comportamento próprio da sua espécie, sobretudo no que diz respeito à sobrevivência e cuidado da manada.

Em famílias onde existem crianças pequenas e bebés, o cachorro sente a necessidade de protegê-los de estranhos que se aproximam e também de outros cachorros. Isto permite que o cachorro interaja com as crianças, considerando-as parte da família.

Todos os cachorros são capazes de manifestar este instinto protetor em relação a crianças e bebés, embora isto costume ser mais forte em raças que foram treinadas para a defesa, como é o caso do pastor alemão, o rottweiler ou o doberman.

Por que os cachorros cuidam dos bebés? - O instinto protetor dos cachorros

Pertencendo a uma manada

Alguns investigadores afirmam que o cachorro reconhece a família como a sua manada, enquanto outros asseguram que, ao invés de ver os humanos como iguais, o cachorro identifica-os como o grupo social a que pertence.

Da parte do grupo social, o cachorro recebe carinho, alimento e cuidados, pelo que qualquer possível ameaça faz com que ele sinta a necessidade de proteger os seus membros, tanto para retribuir todo o amor recebido como para assegurar a sua própria sobrevivência.

Esta proteção costuma chegar ao extremo quando falamos dos membros mais pequenos da família, como as crianças e os bebés. O cachorro entende que eles são seres mais inofensivos e dependentes do grupo, necessitando da ajuda de outros (incluindo o próprio cachorro) para estar bem. Além disso, não esqueça que os cachorros são capazes de notar as mudanças hormonais nos seres humanos, notando se alguém quer fazer mal ou se está nervosa ou ansiosa, por exemplo.

Por isso, não é estranho que, quando você leva o seu bebé ao parque com o seu cachorro, ele permaneça alerta ao que se passa em torno de vocês, adotando uma atitude protetora se alguém passa perto do bebê. Isto pode até acontecer na sua própria casa, quando chegam visitas que o animal não conhece. São múltiplos os casos de pessoas, grandes ou pequenas, que foram resgatadas de situações perigosas pelos seus cachorros, como afogamentos ou intrusos em casa, por exemplo.

Quando se trata de bebés, muitos cachorros fazem o melhor para dormir perto do pequeno, quer seja sob o berço ou na porta do quarto. Isto acontecerá quando eles são apresentados da forma adequada.

Reforçando um bom vínculo entre o cachorro e o bebé

Construir e reforçar uma boa relação entre o cachorro e as crianças da casa, incluindo os bebés, é essencial tanto para estimular este instinto protetor como para conseguir uma boa convivência entre todos os membros da família.

Quer você já tenha o cachorro em casa antes da chegada do bebê ou caso decida adotar um depois do nascimento, desde o princípio que é essencial estimular uma boa relação entre os dois, premiando os comportamentos positivos e deixando que brinquem e se conheçam, sempre sob a supervisão de um adulto. Não é necessário usar guloseimas para cachorros, um "muito bem" ou um simples carinho podem ajudar a entender que o bebê é algo muito bom e que estar calmo perto dele é uma atitude apropriada.

À medida que a criança começa a gatinhar e a caminhar, quererá passar mais tempo com o cachorro e fazer coisas como puxar as orelhas e cauda dele. Nessa etapa tão terna, é essencial tratar de evitar possíveis incidentes que o cachorro possa interpretar do jeito errado. Mais tarde, sim, você poderá ensinar o seu filho a ter a relação correta com o cachorro, mas quando falamos de bebês devem ser os tutores a proteger o cachorro de situações incômodas.

Não se esqueça que é muito importante nunca ralhar com o seu cachorro na frente do bebê ou depois de fazer algo com ele, uma vez que o cachorro pode associar a presença da criança ao castigo ou com atitudes negativas com ele mesmo, o que fará ele ressentir a criança.

Com o passar dos anos, o bebê cresce e pode ajudar a cuidar do cachorro, o que também lhe transmitirá o valor da responsabilidade. O cachorro e ele podem se converter em grandes amigos, uma vez que o amor que os cachorros dão às crianças é incondicional.

Por que os cachorros cuidam dos bebés? - Reforçando um bom vínculo entre o cachorro e o bebé

Se deseja ler mais artigos parecidos a Por que os cachorros cuidam dos bebés?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Conselhos
  • Perante qualquer problema entre o cachorro e o bebê, consulte um profissional de imediato.

Escrever comentário sobre Por que os cachorros cuidam dos bebés?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Por que os cachorros cuidam dos bebés?
1 de 3
Por que os cachorros cuidam dos bebés?

Voltar ao topo da página