Partilhar

Os cachorros veem espíritos?

Os cachorros veem espíritos?

Ver fichas de  Cachorros

É sabido em todo o mundo que os cachorros, tal como a imensa maioria dos animais, são capazes de pressentir fenômenos catastróficos que os humanos não são capazes de detectar apesar a nossa tecnologia.

Os cachorros possuem umas faculdades intrínsecas, ou seja totalmente naturais, que excedem a nossa compreensão. Sem dúvida o seu olfato, capacidade auditiva e outros sentidos podem chegar a explicar algumas coisas incompreensíveis à vista desarmada.

Está se perguntando se os cachorros veem espíritos? Continue lendo este artigo do PeritoAnimal e descubra!

Também lhe pode interessar: Os cães podem prever a morte?

O olfato canino

Sabe-se que através do olfato os cães detectam o estado anímico das pessoas. O exemplo mais claro é a típica situação na qual um cachorro tranquilo repentinamente se mostra agressivo sem motivo aparente contra uma pessoa. Quando tentamos saber a causa desta reação, resulta que a pessoa com a qual o cão se mostrou agressivo têm um medo enorme aos cães. Então dizemos que o cão cheirou o medo.

Os cachorros veem espíritos? - O olfato canino

Os cachorros detectam o perigo

Outra qualidade que os cachorros têm é que detectam as ameaças latentes à nossa volta.

Já tive um galgo afegão, Naím, que não suportava que nenhuma pessoa ébria se aproximasse de nós. Quando o passeava à noite, se a 20 ou 30 metros detectava um tipo bêbedo, imediatamente metia-se em pé sobre as suas patas traseiras, enquanto emitia um prolongado rouco e ameaçante latido. Os indivíduos ébrios apercebiam-se da presença do Naím e seguiam a sua vida.

Nunca treinei o Naím para que procedesse desta forma. Ainda filhote já reagia instintivamente desta forma. Esta atitude defensiva é frequente entre os cães, que reagem diante da presença de pessoas que consideram conflituosas e uma potencial ameaça para os membros da família com a qual convivem.

Os cachorros detectam espíritos?

Não somos capazes de determinar se os cachorros veem espíritos. Pessoalmente ignoro se os espíritos existem ou não. No entanto, acredito em boas e más energias. E estes segundos tipos de energias são captados claramente pelos cachorros.

Um exemplo claro acontece depois dos terremotos, quando se usam equipes de socorro caninas para localizar os sobreviventes e cadáveres entre as ruínas. Ok que se tratam de cães treinados, mas a forma de "marcar" a presença de um ferido e um cadáver difere totalmente.

Quando detectam um sobrevivente encurralado, os cães avisam ansiosos e efusivos os seus tratadores, ladrando. Assinalam com o focinho o pondo onde as ruínas tampam o ferido. No entanto, quando detectam um cadáver eriçam o pelo do lombo, gemem, dão voltas sobre si, e inclusivamente em muitas ocasiões defecam com medo. É claro que este tipo de energia vital que os cachorros percebem difere totalmente entre a vida e a morte.

Os cachorros veem espíritos? - Os cachorros detectam espíritos?

Experimentos

O psicólogo Robert Morris, investigador de fenômenos paranormais, realizou durante os anos 60 do séculos passado um experimento em uma casa do Kentucky na qual haviam acontecido mortes sangrentas e se murmurava que estava assombrada de fantasmas.

O experimento consistiu em entrar de forma separada, em um cômodo onde de cometerem crime com um cão, um gato, uma serpente cascavel e um rato. Este experimento foi filmado.

  • O cão entrou com o seu cuidador e apenas ao entrar um metro, o cão eriçou o pelo, grunhiu e saiu a correr do cômodo, negando-se a entrar novamente nele.
  • O gato entrou nos braços do seu tratador. Passados uns segundos o gato subiu para os ombros do seu tratador, ferindo as suas costas com as unhas. O gato saltou imediatamente para o chão e refugiou-se debaixo de uma cadeira vazia. Nessa posição soprou de forma hostil para outra cadeira vazia durante vários minutos. Passado algum tempo retiraram o gato do quarto.
  • A serpente cascavel adotou uma postura defensiva/agressiva, como se enfrentasse um perigo eminente embora o quarto estivesse vazio. A sua atenção estava dirigida para a cadeira vazia que provocou medo ao gato.
  • O rato não reagiu de nenhuma forma especial. No entanto, todos conhecemos a fama que os ratos têm em prenunciarem naufrágios e serem os primeiros a abandonar o navio.

O experimento de Robert Morris repetiu-se em outro cômodo da mesa casa na qual não havia acontecido nenhum acontecimento fatal. Os quatro animais não tiveram nenhuma reação anômala.

Os cachorros veem espíritos? - Experimentos

O que podemos deduzir?

O que talvez de possa concluir, é que a natureza dotou os animais em geral, e os cachorros em particular, com umas capacidade que escapam aos nossos conhecimentos atuais.

O que acontece é que o sentido do olfato do cachorro, e também o seu ouvido, são tremendamente superiores aos mesmos sentidos que os humanos têm. Portanto, captam através dos seus privilegiados sentidos estes estranhos acontecimentos... ou então, têm alguma capacidade superior que ainda não conhecemos e que lhes permite ver o que nós não conseguimos ver.

Se algum leitor já constatou que o seu animal de estimação viveu algum tipo de experiência relacionado com este tema agradecemos que nos conte para o podermos publicar.

Os cachorros veem espíritos? - O que podemos deduzir?

Se deseja ler mais artigos parecidos a Os cachorros veem espíritos?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Escrever comentário sobre Os cachorros veem espíritos?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
31 comentários
A sua avaliação:
Daniela
Sempre quando chega visitas na minha casa, meu cachorro as recebe feliz com o rabinho abanando e pulando nelas.. porem hj ao receber uma pessoa que tem problemas com depressão e pesadelos com espíritos ruins, ao vê-la saiu correndo latindo, chorando e se abaixando de medo. Estranhei muito. Saímos logo em seguida para ir ao supermercado e quando retornamos ele agiu normalmente.
A sua avaliação:
Geane Silva
Encontrei seu blog, fazendo una pesquisa pois gostaria se saber se já havia algum estudo sobre algum assunto parecido com o que eu tenho vivido. Eu tenho tido pesadelos por esses dias e toda vez que tenho um, meu cachorro late em direção ao meu quarto, até eu acordar. Isso tem sido uma constante. Ele dorme com neu filho e sai do quarto dele e começa a latir, independente da hora. Fiquei intrigada e resolvi me informar.
Obrigada pela matéria.
A sua avaliação:
Luiza
Que interessante! Já tive algumas experiências similares com gatos e me interesso muito pelo tema. Tentei procurar esse experimento na internet mas não encontrei, você pode me mandar o artigo ou até os vídeos que mencionou? Obrigada!
A sua avaliação:
Karol
Olá, queria escrever pra vocês uma experiencia que tive final do ano passado. O meu namorado trabalha viajando, e em novembro de 2019 ele estava para o Rio a trabalho quando aconteceu isso que vou contar. Ele mora com a mãe e a irmã, e tem um cachorro, na semana que ele estava viajando, o avô dele adoeceu e coincidentemente aconteceu uma situação que eu achei bem estranha, um certo dia o cachorro chegou na porta do quarto dele e ficou latindo, ele tinha medo de entrar no quarto dele, chegava a tremer quando a gente pegava ele no colo e entrava com ele no quarto, ele olhava para o alto no canto da parede e latia com medo, tentamos fazer com que ele entrasse no quarto mas ele saia correndo assustado e latindo, sempre olhando pra esse canto, até que a minha sogra pegou a bíblia e orou naquela direção, no final da oração ela deixou a bíblia em cima da cama e então o cachorro entrou no quarto normalmente como se não estivesse com medo de nada... 1 semana depois o avô do meu namorado faleceu... então, onde quero chegar com isso, é que eu acredito sim que os cães tem um poder especial de saber se existe ou não um espirito ali, ou algo ruim, não é a primeira vez que acontece coisas do tipo e que o cão reage dessa forma, essa foi a mais recente. Então, acredito que eles tem essa sensibilidade também.
A sua avaliação:
Ana
Meu cachorro dorme comigo no quarto e certa noite quando estava dormindo fui virar de lado da cama e escutei ele fazendo barulho como se estivesse com calor e abri um pouco os olhos.Vi uma adolescente abaixada mexendo nele.Estava penumbra.Achei que era uma das minhas filhas e chamei uma e a outra pelos apelidos mas ninguém respondeu.E o vulto sumiu.Acordei meu marido e fui no quarto delas .Ambas estavam dormindo.Realnente não sei o que vi e o que ele sentiu.As vezes ele tb brinca de pular sem ninguém está junto.Minha vizinha de cima era uma jovem que faleceu no banheiro por causa de gás.Não sei lidar c isto é fico com mexo
A sua avaliação:
Viúvo
Minha esposa cometeu suicídio, no terreno de nossa casa, hj fazem duas semanas atras. No local onde aconteceu o ocorrido juntaram se três gatos, a gata, que era dela, ficou no meio parada e quieta, enquanto os outros dois a rodeavam miando muito e arrepiados. A cena ñ me agradou e por isso coloquei o cão, que fica na parte da frente da casa, no terreno e este demonstrou muito medo e ficou durante toda noite proximo a porta que dá acesso a frente, por fim deixei ele voltar p frente. Já é complicado lidar c a dor da perda sem estes fenomenos "naturais", mas este é meu relato e procurando a respeito achei este site. Agradeço a quem possa ajudar e/ou me aconselhar. Dispenso curiosos e desde já agradeço!
A sua avaliação:
Antonio Pedro Raposo
Existe uim comportamento do meu cão que me aflige bastante.Tenho um Galgo Inglês, muito dócil e meigo, caracteristicas da raça para quem não sabe. Mas vamos ao assunto
O meu cão sempre dormiu á noite na cozinha de minha casa onde tem uma cama bastante confortável e grande. Nos ultimos 2 meses por voltas das 4h da manhã , ladra como que zangado e na defensiva em relação a algo. Quando o ouço a ladrar corro para a cozinha e vejo-o de pé com o focinho bem arreganhado e os dente de fora. Como se tivesse a ser atacado. Quando me vê acalma-se. Mas este acontecimento têm-se repetido todas as noites dentro do mesmo padrão de reacção e horas. Tentei perceber se havia alguma dor fisica, mau jeito durante o sono, qualquer coisa que eu pudesse entender. Mas nada. Resolvi então levá-lo para o meu quarto á noite com a sua cama e o resultado foi maravilhoso. Ambos dormimos maravilhosamente. E assim tem sido todos os dias , até que ontem resolvi pô-lo de novo na cozinha para ver qual seria o registo. E claro está que aconteceu o mesmo episódio.
Mas o mais engraçado, ou não, ontem á noite estava na cozinha e a minha televisão ligou sozinha. Quando fui para a desligar, ela desligou-se automáticamente e ligou-se o meu leitor de CDs e desligou tb assim que me dirigi para o desligar. Estes episódios já me aconteceram várias vezes nesta casa onde habito há vários anos.
E por tudo isto lembrei-me de pesquisar se os animais têm uma percepção destes mistérios melhor do que nós.
Estou tranquilo e a mim não me incomoda pois não valorizo.
No entanto gostaria que alguem com mais profundo conhecimento nesta matéria me pudesse esclarecer .
Desde já o meu obrigado
Tâmara Michelly
Michelle, cheguei à esta página justamente pesquisando o comportamento do meu cachorro de ontem pra cá e só a noite, com as mesmas, as mesa.as, atitudes da sua cachorrinha ...Nossa é angustiante demais, pra mim, não existe outra esplica ao que não seja espírito , depois de eu rezar o terço agora , foi que ele relaxou mais acredita e baixou a cabeça pra cochilar, porque ele não raxava? Vc ainda conseguiu saber algo a respeito?
Bianca
Não sei se o horário e importante rsrs mais esqueci de colocar, meu cachorro que olhava fixo para parede era a noite, mas em horários aleatórios, a outra cachorra era d dia, a qual disse que estava brincando com algo que so ela via rs e os latidos para parede era a noite.
Bianca
Tive um cachorros que o canil dele ficava na parte superior da minha casa, e ja presenciei ele olhando fixamente para parede de dentro do canil e não tinha nada na parede, ao lado do canil dele fica uma escada a qual ja peguei ele olhando fixo também ,cheguei ate subir proximo do canil para sabe o que era e não tinha nada, ele olhava fixo sem nenhuma reação, depois de uns anos esse cachorro morreu de velhice e peguei outro para criar, e uma cachorra, eu ja presenciei bem ao lado dela rs estava sentada em um banco e ela brindando na minha frente e começou a olhar a girar mordendo o ar como se tivesse alguém pegando no rabo dela rs ela corria e olhava pra cima e depois para parede e latia e corria mordendo o ar, juro que não tinha nada no ar nem mosquitos rsrs tomei um susto e chamei atenção dela achando que ela tava fazendo gracinhas pq ela bem maluquinha mais nunca brincou assim, direto no canil dela eu vejo escondido de longe pq ela estar latindo, e quando olho e para parede rsrs

Os cachorros veem espíritos?
1 de 5
Os cachorros veem espíritos?

Voltar ao topo da página