menu
Partilhar

O dragão-de-komodo tem veneno?

 
Por Equipe editorial do PeritoAnimal. 27 março 2021
O dragão-de-komodo tem veneno?

O dragão-de-komodo (Varanus komodoensis) tem dentes afiados para rasgar sua presa e, ainda por cima, ainda a engole inteira. Mas será que o dragão-de-komodo tem veneno? E é verdade que ele mata usando este veneno? A maioria das pessoas acredita que as poderosas bactérias tóxicas que possui em sua boca são a razão pela qual suas vítimas morrem, no entanto, esta teoria foi completamente desacreditada.

A comunidade científica voltou então sua atenção para esta espécie, que é nativa da Indonésia. Outra dúvida comum sobre o animal é: será que o dragão-de-komodo é perigoso para os humanos? O que acontece se uma pessoa for mordida por um destes lagartos? Vamos tirar todas essas dúvidas neste artigo do PeritoAnimal. Boa leitura!

Também lhe pode interessar: Lagartixa tem veneno?

Curiosidades sobre o dragão-de-komodo

Antes de falar sobre o veneno do dragão-de-komodo, detalharemos um pouco as características deste curioso animal. Ele um membro da família Varangidae e é considerado a maior espécie de lagarto da Terra, atingindo até 3 metros de comprimento e pesando até 90 quilos. Seu olfato é particularmente aguçado, enquanto sua visão e audição são um pouco mais limitadas. Eles estão no topo da cadeia alimentar e são os predadores por excelência de seu ecossistema.

A história do dragão-de-komodo

Estima-se que a história evolutiva do dragão-de-komodo começa na Ásia, especificamente em um elo perdido de tarântulas gigantes que habitaram a terra há mais de 40 milhões de anos. Os fósseis mais antigos encontrados na Austrália datam de 3,8 milhões de anos e se destacam por serem indivíduos do mesmo tamanho e da mesma espécie que o atual.

Onde vive o dragão-de-komodo?

O dragão-de-komodo pode ser encontrado em cinco ilhas vulcânicas no sudeste da Indonésia: Flores, Gili Motang, Komodo, Padar e Rinca. Está perfeitamente adaptado a um território inóspito, resistente, cheio de pastagens e áreas arborizadas. É mais ativo durante o dia, embora também aproveite a noite para caçar, podendo correr até 20 km/h ou mergulhar até 4,5 metros de profundidade.

Eles são animais carnívoros e se alimentam principalmente de grandes presas, como veados, búfalos de água ou cabras. Há alguns anos um dragão-de-komodo foi flagrado, inclusive, se alimentando de um macaco inteiro em apenas seis mastigadas.[1] Eles se destacam por serem caçadores muito furtivos, pegando suas presas desprevenidas. Uma vez despedaçados (ou não, dependendo do porte do animal), eles os comem completamente, o que significa que não precisam se alimentar durante dias, na verdade, eles só ingerem alimentos cerca de 15 vezes por ano.

Reprodução do dragão-de-komodo

A reprodução desses lagartos gigantes não é, de forma alguma, simples. Sua fertilidade começa tarde, por volta dos nove ou dez anos de idade, que é quando eles estão prontos para procriar. Os machos têm bastante trabalho para fertilizar as fêmeas, que relutam em ser cortejadas. Por esta razão, os machos muitas vezes têm que imobilizá-las. O tempo de incubação dos ovos varia entre 7 e 8 meses e, uma vez eclodidos, os filhotes começam a sobreviver por conta própria.

Infelizmente, o dragão-de-komodo está incluído na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN) e está classificado como em situação vulnerável entre as espécies ameaçadas de extinção do planeta.

O dragão-de-komodo tem veneno? - Curiosidades sobre o dragão-de-komodo

O dragão-de-komodo tem veneno?

Sim, o dragão-de-komodo tem veneno e inclusive está na nossa lista de 10 lagartos venenosos. Por muitos e muitos anos acreditou-se de que ele não era venenoso, mas diversos estudos recentes realizados após os anos 2000 comprovaram o fato.

O veneno do dragão-de-komodo age diretamente, baixando a pressão arterial e promovendo a perda de sangue, até que a vítima entre em choque e seja incapaz de se defender ou fugir. Esta técnica não é exclusiva do dragão-de-komodo, outras espécies de lagartos e iguanas também compartilham este método de incapacitação. Entretanto, há dúvidas de que os dragões-de-komodo usem apenas seu veneno para matar.

Assim como outros lagartos, eles secretam proteínas venenosas através de suas bocas. Esta característica torna sua saliva potencialmente venenosa, mas é importante notar que seu veneno é diferente do de outros animais, como as cobras, que podem matar em questão de horas.

A saliva destes varanídeos é combinada com bactérias, que são a causa do enfraquecimento de suas presas, favorecendo também a perda de sangue. Um detalhe surpreendente é que os dragões-de-komodo selvagens têm até 53 cepas diferentes de bactérias, muito abaixo daquelas que podem ter em cativeiro.

Em 2005, pesquisadores da Universidade de Melbourne observaram inflamação localizada, vermelhidão, hematomas e nódoas após uma mordida de dragão-de-komodo, mas também pressão sanguínea baixa, paralisia muscular ou hipotermia. Existem dúvidas razoáveis de que esta substância tenha outras funções biológicas além de enfraquecer a presa, mas o que certamente sabemos é que o dragão-de-komodo tem veneno e é melhor ter cuidado com este animal.

O dragão-de-komodo tem veneno? - O dragão-de-komodo tem veneno?

O dragão-de-komodo ataca o ser humano?

Uma pessoa pode ser atacada pelo dragão-de-komodo, embora isso não seja algo frequente. O perigo deste animal reside em seu grande tamanho e força, não em seu veneno. Estes varanídeos podem farejar suas presas a até 4 quilômetros de distância, aproximando-se rapidamente para mordê-las e esperar que o veneno aja e facilite seu trabalho, evitando assim um possível confronto físico.

O que acontece se uma pessoa for mordida por um dragão-de-komodo?

A mordida de um dragão-de-komodo em cativeiro não é particularmente perigosa, mas em qualquer caso, caso uma pessoa seja mordida por um espécime em cativeiro ou selvagem, será essencial ir a um centro de saúde para receber tratamento com base em antibióticos.

Após a mordida deste animal, um humano sofreria perda de sangue ou infecções, até ficar debilitado e, portanto, indefeso. Nesse momento o ataque ocorreria, quando o dragão-de-komodo usaria seus dentes e garras para despedaçar a vítima e se alimentar. Na imagem principal deste artigo (acima) temos uma foto de uma pessoa que foi mordida por um dragão-de-komodo.

E agora que você já sabe que o dragão-de-komodo tem veneneno e conhecemos melhor suas características, talvez possa te interessar esse outro artigo em que falamos sobre animais que já foram extintos há muito tempo: conheça os tipos de dinossauros carnívoros.

Se deseja ler mais artigos parecidos a O dragão-de-komodo tem veneno?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Referências
  1. YOUTUBE. Dragão-de-komodo comendo macaco. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=GJNiZm4LiSA>. Acesso em 23 de março de 2021.
Bibliografia
  • World Conservation Monitoring Centre. 1996. Varanus komodoensis. The IUCN Red List of Threatened Species 1996: e.T22884A9396736. Disponível em: <https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.1996.RLTS.T22884A9396736.en>. Acesso em 23 de março de 2021.
  • FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Dragão-de-komodo tem veneno. Disponível em: <https://agencia.fapesp.br/dragao-de-komodo-tem-veneno/10512/>. Acesso em 23 de março de 2021.
  • R7. Operário é atacado por dragão-de-komodo em resort de 'Jurassic Park'. Disponível em: <https://noticias.r7.com/hora-7/operario-e-atacado-por-dragao-de-komodo-em-resort-de-jurassic-park-18122020>. Acesso em 22 de março de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

O dragão-de-komodo tem veneno?
1 de 3
O dragão-de-komodo tem veneno?

Voltar ao topo da página