menu
Partilhar

Meu gato está muito inquieto, por quê?

Meu gato está muito inquieto, por quê?

Ver fichas de  Gatos

Ainda que a crença popular sugira que os gatos têm um caráter independente, o certo é que se tratam de animais muito sociais que criam um vínculo emocional potente com seus seres queridos. Eles adoram se comunicar com a gente e com seus companheiros felinos. Entretanto, em certas ocasiões, esta atitude pode tornar-se cansativa para quem não compreende porque o gato tem esse comportamento.

Se seu gato está especialmente inquieto, te segue por todos os lados, busca sua atenção e seus mimos, assim como lamber você e te mordiscar, continue lendo este artigo do Perito Animal para investigar as causas que podem propiciar esta situação, antes que derive em transtorno relacionado com a separação. Meu gato está muito inquieto, por quê? Você vai descobrir agora!

Também lhe pode interessar: O meu gato dorme muito - Por quê?

As rotinas sagradas para os gatos

Os gatos, assim como outros animais, valorizam muito seguir determinadas rotinas. Poder prever o que vai acontecer os ajuda a ganhar confiança com o entorno em que vivem e em suas relações sociais, assim como para melhorar seu bem-estar emocional.

Por esta razão, se o seu gato te acorda cada manhã a mesma hora, te pede comida ou protesta quando você não está cumprindo com seus horários, você deve saber que se trata de uma atitude totalmente normal e que devemos começar a entender e respeitar, pois se trata de uma conduta típica dos felinos.

Meu gato está muito inquieto, por quê? - As rotinas sagradas para os gatos

Demanda de atenção

Cada gato é um mundo e tem uma personalidade própria que faz dele único e inigualável. Se o seu felino é dos que te segue pela casa, quer dormir sempre com você ou tenta brincar ainda que você não esteja com vontade, talvez você deva avaliar se o seu gato está entediado e necessita mais atenção. Ainda que a princípio possa te surpreender, especialmente se você dedica tempo e carinho, não devemos tratar do assunto levianamente, pois, para ele, é muito mais importante.

Lembremos que os gatos, exceto os que têm acesso ao exterior, passam toda a vida em um mesmo ambiente, sem sair, com os mesmos estímulos e brinquedos. Neste caso, leve em consideração adicionar algo diferente ao ambiente, pode ser que seja uma excelente terapia para o seu gato. Algumas ideias podem ser criar passarelas para gatos, preparar sua comida favorita ou utilizar brinquedos que estimulem a inteligência. Qualquer estímulo novo que possamos oferecer a ele é valioso.

Muitos gatos, inclusive aqueles que recebem afeto de forma diária, necessitam um extra de motivação. Seja porque tenham energia acumulada ou porque sejam especialmente apegados, neste caso é conveniente avaliar adotar um segundo gato, com a mesma personalidade e atividade física para que faça companhia ao seu melhor amigo. Também pode ser interessante criar uma rotina diária de brincadeiras, em que participemos de forma direta com nosso gato. Comprar a ele um ratinho de brinquedo e pensar que isso será suficiente é um erro grave, o gato necessita a interação que somente nós mesmos ou outro ser vivo podem oferecer-lhe.

Meu gato está muito inquieto, por quê? - Demanda de atenção

Uma doença não aparente

Os gatos são animais muito reservados com a sua saúde e é habitual que não manifestem sinais que nos ajudariam a identificar qualquer problema. Antes de pensar que se trata de um problema de comportamento, é importante saber se nosso gato está doente. Não se esqueça que é recomendável visitar o veterinário a cada 6 ou 12 meses. E, neste caso, acudir ao especialista é um fator a se levar em consideração, especialmente caso tenha observado algum sintoma estranho.

Meu gato está muito inquieto, por quê? - Uma doença não aparente

Sofre um transtorno relacionado à separação

Em certas ocasiões, o vínculo tão grande que criamos com nosso gato pode gerar algum problema, como a aparição de transtornos relacionados com a separação, conhecidos popularmente como ansiedade por separação. Costuma aparecer em gatos que foram adotados durante as férias ou festas de fim de ano, época em que passamos muito tempo em casa e, consequentemente, com eles, os novos membros da família.

Depois, com a volta à rotina, os gatos perdem muita interação social e se sentem tremendamente tristes cada vez que saímos de casa, começando a desenvolver problemas de conduta mais graves como a destrutividade ou o miado prolongado. Por isso, se você tem um gato inquieto e miando, pode ser que ele esteja sofrendo com isso.

Neste caso é fundamental tratar a ansiedade por separação, utilizando ferramentas distintas e brinquedos para fazer com que o tempo que o gato passa sozinho em casa seja rico e tenha suficientes distrações para que ele não sofra com a nossa partida.

Meu gato está muito inquieto, por quê? - Sofre um transtorno relacionado à separação

Uma mudança de vida

Em certas ocasiões, pode ser que não se trate de nenhuma das causas anteriormente mencionadas e se deva a uma mudança na vida do gato, que tenha marcado um antes e um depois, o que faça com que ele busque refugiar-se em você.

A castração, uma mudança de casa, um novo companheiro, um trauma ou alguma situação vivida pode ser que desencadeie a mudança de comportamento do felino. Sendo assim, é conveniente relembrar quando se iniciou este comportamento persistente que deixou o seu gato inquieto, qual pode ser o fator que o originou e qual é nossa atitude diante do felino.

Lembre-se que, em ocasiões, afastar nosso amigo ou castigá-lo (ações que nunca devem ser empregadas) podem reforçar a questão e deixar o seu gato ainda mais inquieto. Ele só deseja sua companhia, por isso, uma má resposta de sua parte pode ser negativa para ele.

Encontrar a origem do problema será a chave para resolver essa situação. Leve em consideração os conselhos que te oferecemos para melhorar o bem-estar e estado emocional do seu gato.

Meu gato está muito inquieto, por quê? - Uma mudança de vida

Se deseja ler mais artigos parecidos a Meu gato está muito inquieto, por quê?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Lídia Pereira
como cortar as unhas ao meu gato ,sem o levar ao veterinário e ele fazer escandalo??
Equipe editorial do PeritoAnimal (Editor/a de PeritoAnimal)
Olá, Lídia. Temos este artigo em que explicamos como cortar as unhas de gato: https://www.peritoanimal.com.br/cortar-as-unhas-a-um-gato-2713.html.
Esperamos que seja útil!

Meu gato está muito inquieto, por quê?
1 de 6
Meu gato está muito inquieto, por quê?

Voltar ao topo da página