Partilhar
Partilhar em:

Meu cachorro tem ciúmes do bebê, o que fazer?

Meu cachorro tem ciúmes do bebê, o que fazer?

Ver fichas de  Cachorros

Quando adotamos e levamos para casa um cachorro é como se tivéssemos um filho, queremos dar-lhe todo o amor e atenção possível para crescer saudável e feliz. Todos esses anos a nossa energia fica dirigida praticamente ao cachorro.

Mas, o que acontece quando chega um novo membro da família? Um bebê? O que acontece é que tudo pode mudar numa questão de dias e se não lidarmos com isso de forma correta, pode levar a que a relação com o nosso pet assim como a sua relação com este novo bebê se torne um pouco complicada.

Se é mamãe e está passando por esta situação, neste artigo do PeritoAnimal vamos lhe explicar o que fazer se seu cachorro tem ciúmes do bebê, dando-lhe dicas para que haja harmonia entre o seu cachorro e bebê e com toda a família.

Também lhe pode interessar: Evitar ciúmes entre crianças e cachorros

Chegou alguém novo

Imagine que é um cachorro e que todo o amor do seu papai e mamãe é para si. Mas de repente um bebê lindo e amoroso, mas exigente e aos gritos, chega a casa para se apoderar de toda a atenção da família. O seu mundo se desmorona.

Perante esta nova dinâmica os cães podem sentir ciúmes por se sentirem deslocados dentro da nova vida familiar, e ao serem criaturas tão sensíveis, percebem como se já não houvesse lugar para eles no coração da família. Além de ciúmes, podem ficar ressentidos, com medo, com depressão e podem haver manifestações físicas como certas reações adversas com o bebê.

A verdade é que não é culpa do bebê nem do cachorro. E muitas vezes também não é dos pais, esta é uma dinâmica automática e inconsciente que ocorre no núcleo familiar mas que é importante detetar a tempo para evitar a desconexão entre o cachorro e o bebê. O mais importante é dar a cada um o seu tempo e espaço, envolver o cachorro na nova dinâmica familiar e tentar que todo o processo seja o mais natural possível.

Antes da chegada do bebê

A maioria dos cachorros aceitam a chegada de um novo bebê a casa, mesmo que o cachorro tenha sido muito querido antes. No entanto, há um ou outro que costuma ter pior caráter ou dificuldades para se adaptar e que poderia não levar a situação de forma tão leve. Para não exceder os limites dos ciúmes e os comportamentos inadequados, é melhor prevenir e preparar o seu cachorro para a chegada do bebê.

Primeiro deve conhecer a psicologia canina e entender que os cachorros são animais territoriais, por isso, não só a casa é o seu território, como também você o é. Por isso, é normal que o seu cachorro sinta um pouco de ciúmes do seu bebê porque se sentiu posto de parte dentro do seu próprio território. As suas rotinas mudarão (algo que não gostam muito) já que não poderá dormir em certos lugares nem desfrutará da sua completa atenção, e como os cachorros são animais também muito inteligentes, detetará que é devido à presença desse outro novo "filho".

Deverá preparar o terreno antes da mudança de rotina:

  • Os cachorros ficam estressados com as mudanças. Se está pensando em mexer os móveis de sítio ou reformar algum espaço, faça-o com antes da chegada do bebê, desta forma o cachorro irá se habituando pouco a pouco e não relacionará isso com o bebê.
  • Não isole, por completo, o seu pet do quarto do bebê, deixe-o cheirar e ver as coisas novas. No momento que chegar o bebê, o cachorro não estará tão ansioso e curioso para cheirar um novo espaço já conhecido para ele.
  • Passe tempo com outras crianças estando com o seu cachorro, seja justo e divida a sua atenção em partes iguais. É importante que o cachorro veja que é totalmente normal compartilhá-lo com outras pessoas. Veja também como reage perante um caos como este e corrija, a tempo, qualquer comportamento negativo.

Apesar disso, continua ciumento

Na maioria dos casos os cachorros continuam tendo atitudes ciumentas porque cada vez mais se sentem afastados do seu coração. A mudança sólida irá se basear em algumas questões como as seguintes:

  • A primeira coisa a fazer é analisar quais são os comportamentos que o cachorro está tendo com o bebê e observar se estes poderiam chegar a ser do tipo agressivos. Se se tornarem maiores, consulte um especialista em comportamento canino ou etólogo.
  • Revise o seu comportamento. Tente passar mais tempo de qualidade com ele, dê-lhe mimos, respeite (na medida do possível) o seu espaço, as suas dinâmicas e o seu tempo. Não o ignore enquanto estiver com o bebê. É normal que tudo mude, no entanto, tente que as mudanças não sejam tão bruscas. Acima de tudo, lembre-se que o seu cão continua sendo parte da família.
  • Os brinquedos são a chave. Os brinquedos do bebê devem estar separados dos brinquedos do seu pet. Se o seu cachorro tentar pegar um brinquedo que não é seu, tire-o e dirija a sua atenção a um brinquedo que seja dele. Se o seu cachorro brinca de forma natural com os seus brinquedos recompense-o. O mesmo acontece se o bebê é quem procura o brinquedo do cachorro. Pense que agora tem dois filhos.

Coisas a ter em conta

  • Esfregue um pouco de óleo de coco ou amêndoas nos brinquedos e peluches do seu cachorro, ele associará o cheiro com as suas coisas.
  • Deixe o cachorro cheirar e ver o bebê. Lembre-se que é importante não isolar o seu cachorro do bebê.
  • Mantenha o seu cachorro saudável e limpo, isto irá dar-lhe mais confiança na hora do seu bebê se encontrar perto dele.
  • Nunca repreenda ou afaste de forma agressiva o seu cachorro quando se aproximar de forma curiosa do bebê.
  • É preferível que nunca os deixe sozinhos, por melhor que se deem em algum momento, tanto o cachorro como o bebê podem ser imprevisíveis.
  • Dedique um tempo por dia para estar sozinho com o seu cachorro.
  • Realize atividades divertidas com o cachorro e o bebê ao mesmo tempo. Promova a interação e o afeto entre eles.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Meu cachorro tem ciúmes do bebê, o que fazer?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre Meu cachorro tem ciúmes do bebê, o que fazer?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Meu cachorro tem ciúmes do bebê, o que fazer?
1 de 5
Meu cachorro tem ciúmes do bebê, o que fazer?