Partilhar

Feromônios para gatos - o que são e como usá-los

 
Por Aline Nunes. 19 setembro 2018
Feromônios para gatos - o que são e como usá-los

Ver fichas de  Gatos

Os animais têm muitas maneiras de se comunicar entre eles, podem se conectar através da visão, sons, vocalizações, posições corporais, cheiros ou feromônios, entre outros. No entanto, neste artigo do Perito Animal, vamos nos concentrar nos feromônios, especificamente das espécies felinas, para dar informações às pessoas que têm um lar "multigato" (com 2 ou mais gatos) e geralmente se encontram enfrentando problemas de agressão entre eles. Este fato é muito frustrante e entristecedor para o humano que convive com eles, pois, tudo o que ele quer é que os seus gatos vivam harmoniosamente.

Se você não sabe o que são feromônios para gatos ou como eles os utilizam, continue lendo este artigo e esclareça as suas dúvidas.

Também lhe pode interessar: Porque os gatos tricolores são fêmeas

O que são feromônios de gatos?

Os feromônios são compostos químicos biológicos, formados principalmente por ácidos graxos, que são produzidos dentro do corpo dos animais e secretados ao exterior por glândulas especiais ou juntando-se a outros fluidos corporais, como a urina. Essas substâncias são sinais químicos lançados e captados por animais da mesma espécie e influenciam o seu comportamento social e reprodutivo. Eles são liberados ao ambiente constantemente ou em horários e lugares específicos.

Os feromônios estão bastante presentes no mundo dos insetos e vertebrados, sabemos que eles existem, ainda, em crustáceos e moluscos, porém, são desconhecidos em aves.

Por que os gatos esfregam a cabeça? - Feromônio facial felino

Os gatos capturam os feromônios por um dispositivo sensorial especial, localizado no palato, chamado órgão vomeronasal. Você já notou que o seu gato faz uma pausa quando cheira e, deixa a boca entreaberta? Bem, naquele momento, em que o gato abre a boca quando cheira alguma coisa, ele está olfateando feromônios.

As glândulas que produzem feromônios são encontradas na região das bochechas, queixo, lábios e bigodes. Essas glândulas existem em cães e gatos. Como curiosidade, o cão tem uma glândula nas orelhas, e duas glândulas a mais: uma delas, no canal auditivo e outra no ouvido externo. No gato, cinco feromônios faciais diferentes foram isolados nas secreções sebáceas das bochechas. Atualmente, sabemos a função de apenas três deles. Esses feromônios estão envolvidos no comportamento da marcação territorial e em certos comportamentos sociais complexos.

O gato parece marcar alguns pontos no seu território ao redor dos seus caminhos favoritos, esfregando o rosto contra eles. Ao fazer isso, ele deposita um feromônio, que pode tranquilizá-lo e ajudá-lo a organizar o ambiente classificando-o em "objetos conhecidos" e "objetos desconhecidos".

Durante o comportamento sexual, para detectar e atrair as fêmeas no cio, o gato macho esfrega o rosto nos locais ao redor de onde está a gata e deixa outro feromônio diferente daquele usado no caso anterior. Se observa que em gatos esterilizados a concentração deste feromônio é mínima.

Feromônios para gatos - o que são e como usá-los - Por que os gatos esfregam a cabeça? - Feromônio facial felino

Outros feromônios em gatos

Além dos feromônios faciais, outros feromônios são distinguidos em gatos com fins específicos:

  • Feromônio da urina: a urina de gatos machos tem um feromônio que lhe confere o seu cheiro característico. A marcação da urina é sem dúvida o comportamento mais conhecido no gato e é considerado o principal problema comportamental dos gatos que convivem com humanos. A posição que os gatos adquirem durante a marcação é típica: se levanta e pulveriza pequenas quantidades de urina em superfícies verticais. Este hormônio está ligado à busca de um parceiro. As gatas no cio costumam marcar também.
  • Feromônio de arranhado: os gatos soltam esse feromônio interdigital riscando um objeto com suas patas dianteiras e também atraem outros felinos para realizar o mesmo comportamento. Portanto, se o seu gato arranhar o sofá e você não souber o que fazer, consulte o artigo "Soluções para que o gato não arranhe o sofá", entenda o seu comportamento e o guie.
Feromônios para gatos - o que são e como usá-los - Outros feromônios em gatos

Feromônios para gatos agressivos

A agressividade felina é um problema muito comum observado pelos etologistas. É um fato muito sério porque coloca em risco a integridade física dos humanos e de outros animais de estimação. Um gato em uma casa pode alcançar um alto bem-estar compartilhando o território com seres humanos ou outros animais, como cães, no entanto, eles são pouco tolerantes com a presença de outros companheiros felinos em locais fechados. Os gatos selvagens que vivem em grupos sociais com comida farta, formam grupos matrilineares, isto é, as fêmeas e as suas crias são as que permanecem nas colônias. Os machos jovens geralmente deixam o grupo e os adultos, se são tolerantes uns aos outros, podem sobrepor seus territórios, embora, em geral, mantenham o seu território defendido ativamente. Além disso, um grupo social não permitirá a participação de outro felino adulto. Por outro lado, um gato selvagem pode ter um território entre 0,51 e 620 hectares, enquanto o território de um gato doméstico tem limites artificiais (portas, paredes, muros, etc.). Dois gatos que vivem em uma casa devem compartilhar o espaço e o tempo e, tolerar a si mesmos, sem demonstrar agressividade.

No caso da agressividade em gatos, existe um feromônio chamado "feromônio apaziguador". Verificou-se que os gatos que convivem entre si ou entre um gato e um cão, ou, ainda, entre um gato e um ser humano, quando o felino é sociável a estas espécies, o feromônio diminui a probabilidade de um comportamento agressivo entre o gato e o outro indivíduo, pulverizado com este hormônio. Existem também difusores de feromônios que promovem um ambiente relaxado e calmo, fazendo com que os felinos se mostrem mais tranquilos. É assim que funcionam os hormônios vendidos no mercado. No entanto, recomendamos consultar um especialista para saber qual é o mais adequado para o nosso caso específico.

Feromônios caseiros para gatos

Um dos remédios caseiros mais usados para acalmar um gato hiperativo ou agressivo é cultivar a erva-gateira ou catnip. Esta erva atrai a maioria dos amigos peludos de uma forma irresistível! No entanto, é importante ter em mente que nem todos os felinos são igualmente atraídos (cerca de 70% da população mundial de gatos se atraem e isso é devido a fatores genéticos), e que todos os gatos apresentam os mesmos efeitos, após ingeri-los.

Podemos usar essa erva como uma guloseima, esfregá-la contra objetos ou novos animais companheiros para facilitar a aproximação. Este "feromônio" caseiro para gatos também serve como um relaxante para os felinos hiperativos ou, ainda, como um repelente de insetos.

Feromônios para gatos - o que são e como usá-los - Feromônios caseiros para gatos

Se deseja ler mais artigos parecidos a Feromônios para gatos - o que são e como usá-los, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Escrever comentário sobre Feromônios para gatos - o que são e como usá-los

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Feromônios para gatos - o que são e como usá-los
1 de 4
Feromônios para gatos - o que são e como usá-los

Voltar ao topo da página