Partilhar

Peixes de água doce para aquário - Tipos, nomes e fotos

 
Por María Luz Thomann, Bióloga e ornitóloga. Atualizado: 19 novembro 2020
Peixes de água doce para aquário - Tipos, nomes e fotos

Os peixes de água doce são aqueles que passam toda sua vida em águas com uma salinidade inferior a 1,05%, ou seja, em rios, lagos ou lagoas. Mais de 40% das espécies de peixes que existem no mundo vivem neste tipo de habitat e, por esta razão, desenvolveram características fisiológicas diferentes ao longo da evolução, o que lhes permitiu uma adaptação bem sucedida.

Tanta é a diversidade, que podemos encontrar uma grande variedade de tamanhos e cores dentro das espécies de peixes de água doce. Na verdade, muitos deles são utilizados em aquários devido a suas formas e desenhos espetaculares, são os conhecidos peixes ornamentais de água doce.

Você quer saber quais são os peixes de água doce para aquário? Se você está pensando em montar seu próprio aquário, não perca este artigo do PeritoAnimal, em que te contaremos tudo sobre estes peixes.

Também lhe pode interessar: Peixes de água fria

Aquário para peixes de água doce

Antes de incorporar os peixes de água doce em nosso aquário, devemos ter em mente que eles têm requisitos ecológicos muito diferentes daqueles de água salgada. Aqui estão algumas das características que devem ser consideradas ao montarmos nosso aquário de peixes de água doce:

  • Compatibilidade entre espécies: devemos levar em conta quais espécies vamos ter e averiguar sobre a compatibilidade com outras espécies, já que existem algumas que não podem viver juntas.
  • Exigências ecológicas: informe-se sobre as exigências ecológicas de cada espécie, já que elas não são as mesmas para um peixe-anjo e um baiacu, por exemplo. Devemos levar em conta a temperatura ideal para cada espécie, se ela necessita de vegetação aquática, o tipo de substrato, a oxigenação da água, entre outros fatores.
  • Alimentação: informe-se sobre os alimentos que cada espécie precisa, pois existe uma grande variedade e formatos de alimentos para peixes de água doce, como alimentos vivos, congelados, equilibrados ou em flocos, entre outros.
  • Espaço necessário: você deve conhecer o espaço que cada espécie precisa para garantir que o aquário tenha espaço suficiente para que os peixes vivam nas melhores condições. Pouco espaço pode reduzir o tempo de vida dos peixes de água doce para aquário.

Estas são algumas das questões que devemos levar em conta se você está buscando peixes de água doce para aquário. Recomendamos também que você leia este outro artigo do PeritoAnimal com 10 plantas para aquário de água doce.

A seguir, conheceremos as espécies mais marcantes de peixes de água doce para aquário e suas características.

Nomes de peixes de água doce para aquário

Peixe Tetra-neon (Paracheirodon innesi)

O Tetra-neon ou simplesmente neon pertence à família Characidae e é um dos tipos de peixe de aquário mais comuns. Nativo da América do Sul, onde habita o rio Amazonas, o Teatra-neon precisa de temperaturas de água quente, entre 20 e 26 ºC. Além disso, possui características fisiológicas que lhe permitem adaptar-se a águas com altos níveis de ferro e outros metais, o que para outras espécies poderia ser fatal. Isto, somado à sua coloração muito marcante, sua personalidade calma e o fato de poder viver em cardumes, faz dele um peixe muito apreciado para a aquariofilia.

Ele mede cerca de 4 cm e tem nadadeiras peitorais transparentes, uma faixa azul fosforescente que percorre todo o corpo pelos lados e uma pequena faixa vermelha do meio do corpo até a barbatana caudal. Sua dieta é onívora e aceita ração de peixe muito bem balanceados, tanto de origem animal quanto vegetal. Por outro lado, como não come alimentos que caem no fundo do aquário, é considerado um bom companheiro para conviver com outros peixes para aquário que habitam justamente essa parte do fundo, já que não haverá disputa pela comida, como os peixes do gênero Corydoras spp.

Para saber mais sobre este que é um dos preferidos entre os tipos de peixe de aquário, leia o artigo como cuidar do peixe neon.

Peixes de água doce para aquário - Tipos, nomes e fotos - Nomes de peixes de água doce para aquário

Kinguio, peixinho-dourado ou peixe-japonês (Carassius auratus)

O kinguio é, sem dúvida, o primeiro colocado no ranking de peixes para aquário mais famosos, pois foi uma das primeiras espécies que o homem domesticou e começou a usar no aquarismo e em lagoas privadas. Esta espécie está na família Cyprinidae e é nativa do leste da Ásia. Também chamado de peixinho-dourado ou peixe-japonês, é pequeno em tamanho comparado com outras espécies de carpas, mede aproximadamente 25 cm e se adapta muito bem a diferentes condições ambientais. Entretanto, a temperatura ideal para sua água é de cerca de 20 ºC. Além disso, é uma espécie de vida muito longa, pois pode viver cerca de 30 anos.

É uma espécie muito apreciada dentro da indústria de aquários devido à grande diversidade de cores e formas que pode ter, apesar de ser mais conhecido pelo dourado, existem peixes alaranjados, vermelhos, amarelos, pretos ou brancos. Algumas variedades têm um corpo mais alongado e outras mais arredondado, assim como suas nadadeiras caudais, que podem ser bifurcadas, veladas ou pontiagudas, entre outras formas.

Neste outro artigo do PeritoAnimal você descobre como montar um aquário.

Peixe-zebra (Danio rerio)

Nativo do sudeste asiático, o peixe-zebra pertence à família Cyprinidae e é típico de rios, lagos e lagoas. Seu tamanho é muito pequeno, não excedendo 5 cm, com as fêmeas sendo um pouco maiores que os machos e menos alongadas. Tem um desenho com faixas longitudinais azuis nas laterais do corpo, daí seu nome, e parece ter uma cor prateada, mas é praticamente transparente. Eles são muito dóceis, vivem em pequenos grupos e podem coexistir muito bem com outras espécies tranquilas.

A temperatura ideal do aquário não deve exceder 26 ºC e um detalhe a ser levado em conta é que estes peixes se aventuram, de vez em quando, a saltar sobre a superfície, por isso é vital manter o aquário coberto com uma malha que impeça que ele caia para fora da água.

Peixe escalar ou Acará-bandeira (Pterophyllum scalare)

O Acará-bandeira é um membro da família Cichlidae e é endêmico na América do Sul. É uma espécie de tamanho médio e pode atingir 15 cm de comprimento. Tem uma forma corporal muito estilizada. Por este motivo, além de suas cores, é muito procuradok pelos amantes da aquariofilia. Na lateral, sua forma é semelhante a um triângulo, com nadadeiras dorsais e anais muito longas, e têm uma grande variedade de cores, pode haver variedades cinzas ou alaranjadas e com manchas escuras.

É uma espécie muito sociável, por isso em geral coexiste bem com outros peixes de tamanho semelhante, mas sendo um peixe onívoro, poderia consumir outros peixes pequenos, como os peixes Tetra-néon, por exemplo, por isso devemos evitar juntá-los a este tipo de espécie. A temperatura ideal para o aquário do peixe escalar deve ser quente, entre 24 a 28°C.

Peixe Guppy (Poecilia reticulata)

Os peixes guppies pertencem à família Poeciliidae e são nativos da América do Sul. Eles são peixes pequenos, as fêmeas medem cerca de 5 cm e os machos cerca de 3 cm. Eles têm grande dimorfismo sexual, ou seja, há grandes diferenenças entre machos e fêmeas, sendo que os machos possuem desenhos muito coloridos na barbatana caudal, são maiores e com cores azul, vermelho, laranja e muitas vezes com manchas tigradas. As fêmeas, por outro lado, são esverdeadas e só mostram laranja ou vermelho na barbatana dorsal e caudal.

Você deve levar em conta que eles são peixes muito inquietos, portanto precisam de muito espaço para nadar e com uma temperatura ideal de 25 ºC, embora possam suportar até 28 ºC. O peixe guppy alimenta-se tanto de alimentos vivos (como larvas de mosquitos ou pulgas d'água) quanto de rações balanceadas para peixes, já que é uma espécie onívora.

Coridora pimenta (Corydoras paleatus)

Da família Callichthyidae e nativo da América do Sul, é um dos tipos de peixes para aquário de água doce mais populares, pois além de muito bonitos, desempenham um papel muito importante no aquário. Eles são responsáveis por manter o fundo do aquário limpo devido a seus hábitos alimentares, já que, graças à forma de seu corpo, achatado ventralmente, eles ficam continuamente removendo o substrato do fundo em busca de alimentos, que de outra forma se decompõem e poderiam causar problemas de saúde ao resto dos habitantes do aquário. Eles também fazem isso graças aos apêndices sensoriais táteis que têm sob suas mandíbulas barbudas, com os quais podem explorar o fundo.

Além disso, eles coexistem perfeitamente com outras espécies. Esta espécie é pequena em tamanho, medindo cerca de 5 cm, embora a fêmea possa ser um pouco maior. A temperatura ideal da água para o aquário da coridora pimenta está entre 22 e 28 ºC.

Molinésia negra (Poecilia sphenops)

A molinésia negra pertence à família Poeciliidae e é nativa da América Central e parte da América do Sul. Tem dimorfismo sexual, já que a fêmea, além de ser maior, pois mede cerca de 10 cm, é laranja, ao contrário do macho que mede cerca de 6 cm, é mais estilizado e é preto, daí seu nome.

É uma espécie pacífica que convive muito bem com outras de tamanho semelhante, tais como guppies, coridora ou acará-bandeira. No entanto, precisa de muito espaço no aquário, pois é um peixe muito inquieto. Sua dieta é onívora e aceita tanto alimentos secos quanto vivos, seja larvas de mosquito ou pulgas d'água, entre outros, além de se alimentar de alimentos de origem vegetal, especialmente algas, que procuram no aquário, evitando seu crescimento excessivo. Por ser uma espécie de água tropical, é um dos peixes ornamentais de água doce que necessitam de uma temperatura ideal que varia entre 24 e 28 ºC.

Peixe Betta (Betta esplendens)

Também conhecido como peixe-de-briga-siamês, o peixe betta é uma espécie da família Osphronemidae e é originário do sudeste asiático. É sem dúvida um dos peixes ornamentais de água doce mais impressionantes e belos e um dos tipos de peixe de aquário favoritos para quem pratica o aquarismo. De tamanho médio, seu comprimento é de cerca de 6 cm e tem uma grande variedade de cores e formas de suas barbatanas.

Existe dimorfismo sexual nesta espécie, e o macho é aquele com as cores mais marcantes que variam do vermelho, verde, laranja, azul, roxo, entre outras cores que parecem iridescentes. Suas nadadeiras caudais também variam, pois podem ser altamente desenvolvidas e em forma de véu, enquanto outras são mais curtas. Os machos são bastante agressivos e territoriais uns com os outros, pois podem vê-los como competição para as fêmeas e atacá-los. Entretanto, com machos de outras espécies, tais como tetra-neon, platys ou bagre, eles podem se dar bem.

Os peixes betta preferem alimentos secos e é preciso levar em conta que existe um alimento específico para ele. Quanto ao aquário ideal para os peixes betta, eles precisam de água morna, entre 24 e 30ºC.

Peixe platy (Xiphophorus maculatus)

O platy ou plati é um peixe de água doce da família Poeciliidae, nativo da América Central. Como outros membros de sua família, como as molinésias negras e os guppies, esta espécie é muito fácil de cuidar, por isso também é uma excelente companhia para outros peixes para aquario de água.

É um peixe pequeno, cerca de 5 cm, com a fêmea sendo um pouco maior. Sua coloração varia muito, há indivíduos bicolores, laranja ou vermelho, azul ou preto e listrado. É uma espécie muito prolífera e os machos podem ser territoriais, mas sem serem perigosos para seus companheiros. Eles se alimentam tanto de algas quanto de ração. É importante que o aquário tenha plantas aquáticas flutuantes e alguns musgos, e a temperatura ideal esteja em torno de 22 a 28ºC.

Peixe Acará-Disco (Symphysodon aequifasciatus)

Da família Cichlidae, o peixe acará-disco, também conhecido comi discus, é nativo da América do Sul. Achatado lateralmente e em forma de disco, pode atingir cerca de 17 cm. Sua coloração pode variar de marrom, laranja ou amarelo a tons azuis ou esverdeados.

Prefere compartilhar seu território com peixes tranquilos como molinésias, tetra-neon ou platy, enquanto espécies mais inquietas como guppies, acará-bandeira ou betta, podem não se dar bem com o peixe acará-disco, pois podem causar-lhes estresse e levar a doenças. Além disso, são sensíveis a mudanças na água, por isso é aconselhável mantê-la muito limpa e a temperaturas entre 26 e 30ºC. Alimenta-se principalmente de insetos, mas aceita rações equilibradas e larvas de insetos congeladas. Deve-se ter em mente que existe uma ração específica para esta espécie, portanto você deve estar bem informado antes de incorporar um peixe discus em seu aquário.

Peixe Trichogaster leeri

Os peixes desta espécie pertencem à família Osphronemidae e são nativos da Ásia. Seu corpo achatado e alongado mede cerca de 12 cm. Possui uma coloração muito marcante: seu corpo é prateado com tons marrons e é coberto por pequenas manchas em forma de pérola, o que faz com que ele seja conhecido em muitos países como peixe pérola. Possui também uma linha escura em ziguezague que percorre lateralmente seu corpo desde o focinho até a barbatana caudal.

O macho se distingue por possuir um ventre mais colorido e avermelhado, e a barbatana anal termina em filamentos finos. É uma espécie muito gentil que se dá bem com outros peixes. Quanto à sua alimentação, prefere alimentos vivos, como larvas de mosquito, embora aceite rações muito bem balanceadas em flocos e ocasionalmente algas. Sua temperatura ideal varia de 23 a 28ºC, especialmente na época de reprodução.

Peixe Ramirezi (Microgeophagus ramirezi)

Da família Cichlidae, o ramirezi é nativo da América do Sul, mais especificamente da Colômbia e Venezuela. É pequeno, medindo de 5 a 7 cm e geralmente pacífico, mas é recomendável que, se vive com uma fêmea, ela esteja sozinha, pois pode ser muito territorial e agressiva durante a época de reprodução. Entretanto, se não houver uma fêmea, os machos podem coexistir pacificamente com outras espécies semelhantes. Em qualquer caso, é recomendável que vivam aos pares, pois é isso que fazem na natureza.

Eles têm uma coloração muito diferente dependendo do tipo de peixe ramirezi, já que há laranjas, dourados, azuis e alguns com desenhos listrados na cabeça ou nos lados do corpo. Alimenta-se de alimentos vivos e ração balanceada, e por ser uma espécie de clima tropical, necessita de águas quentes entre 24 e 28ºC.

Outros peixes de água doce para aquário

Além das espécies que citamos anteriormente, aqui estão alguns dos outros peixes para aquário de água doce mais populares:

  • Barbo cereja (Puntius titteya)
  • Arco-íris Boesemani (Melanotaenia boesemani)
  • Killifish Rachow (Nothobranchius rachovii)
  • Baiacu do Rio Cross (Tetraodon Nigroviridis)
  • Acará do Congo (Amatitlania nigrofasciata)
  • Peixe Limpa Vidro (Otocinclus affinis)
  • Tetra Foguinho (Hyphessobrycon amandae)
  • Danio Ouro (Danio margaritatus)
  • Comedor de algas siamês (Crossocheilus oblongus)
  • Tetra Neon Verde (Paracheirodon simulans)

Agora que você já sabe bastante sobre os peixes de água doce para aquário, não deixe de ler o artigo como os peixes se reproduzem.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Peixes de água doce para aquário - Tipos, nomes e fotos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de O que precisa saber.

Bibliografia
  • Campos, D. F. D., Jesus, T. F., Kochhann, D., Heinrichs-Caldas, W., Coelho, M. M., & Almeida-Val, V. M. F. (2017). Metabolic rate and thermal tolerance in two congeneric Amazon fishes: Paracheirodon axelrodi Schultz, 1956 and Paracheirodon simulans Géry, 1963 (Characidae). Hydrobiologia, 789(1), 133-142.
  • Parisse, G. (2018). El acuario tropical de agua dulce. Parkstone International.
  • Vidthayanon, C. (2011). Betta splendens. La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN. Disponível em: <https://www.iucnredlist.org/species/180889/7653828>. Acesso em 11 de novembro de 2020.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Peixes de água doce para aquário - Tipos, nomes e fotos
1 de 13
Peixes de água doce para aquário - Tipos, nomes e fotos

Voltar ao topo da página