menu
Partilhar

Curiosidades sobre o tubarão

 
Por Laura Fernández, Bióloga. 19 agosto 2021
Curiosidades sobre o tubarão

Ver fichas de  Tubarões

Você sabia que os tubarões sobreviveram às cinco grandes extinções de seres vivos que ocorreram em nosso planeta ao longo de milhões de anos? Estes peixes majestosos e surpreendentes foram capazes de se adaptar ao ecossistema aquático dos oceanos que habitam, evoluindo e desenvolvendo numerosas estratégias de adaptação que os tornam animais muito peculiares.

Continue lendo este interessante artigo do PeritoAnimal no qual revelamos as principais curiosidades sobre o tubarão e veja o quanto você sabe sobre a vida destes gigantes dos oceanos.

Também lhe pode interessar: O tubarão megalodon existe?

O tubarão não pode parar de nadar

Uma das principais curiosidades sobre os tubarões é o hábito que possuem de se manterem em movimento enquanto dormem, e isso tem uma explicação científica. A falta de uma bexiga natatória neste grupo de animais significa que os tubarões não podem permanecer imóveis durante seu tempo de descanso. Surpreendente, não é?

Isto se deve à ação das brânquias do sistema respiratório, que são responsáveis pela troca de gases no ambiente aquático que os tubarões precisam para respirar e, consequentemente, para sobreviver. Assim, as brânquias dos tubarões os fazem dormir em constante movimento. Este é sem dúvida um dos fenômenos mais fascinantes que garante sua sobrevivência, pois sem a ação das brânquias e o constante movimento do corpo, os tubarões correriam o risco de afundar até o fundo do mar.

Neste outro artigo você conhecerá 12 animais que quase não dormem.

O GPS dos tubarões é o campo magnético da Terra

Essa curiosidade sobre o tubarão é uma das mais interessantes: você sabia que os tubarões são capazes de reconhecer o campo magnético da Terra e usá-lo como uma bússola? Esta habilidade surpreendente que eles desenvolveram durante sua evolução no planeta lhes permite se moverem através dos mares e oceanos, bem como durante as longas migrações que caracterizam seus ciclos biológicos.

Este comportamento curioso lhes dá a capacidade de seguir seus próprios mapas das principais rotas que devem fazer ao longo de suas vidas. É um comportamento verdadeiramente surpreendente que eles adquiriram como meio de adaptação e, consequentemente, de sobrevivência na Terra.

Curiosidades sobre o tubarão - O GPS dos tubarões é o campo magnético da Terra

Como os tubarões caçam e identificam suas presas

Além de serem capazes de reconhecer o campo magnético terrestre, os tubarões têm a curiosa capacidade de detectar as cargas elétricas emitidas por suas presas enquanto se movimentam, orientando-se assim facilmente para atacá-las e devorá-las.

Mas como eles são capazes de sentir essas cargas? A resposta está na ampola de Lorenzini, um conjunto de redes de sensores elétricos que estão localizados no focinho do tubarão e atuam como órgãos sensoriais capazes de detectar cargas elétricas que estão próximas ao tubarão.

Curiosidades sobre o tubarão - Como os tubarões caçam e identificam suas presas

A gigantesca e temida mandíbula dos tubarões

Os tubarões são conhecidos mundialmente por seus ataques ferozes para se alimentar, mas todos os tubarões são igualmente agressivos? A resposta a esta pergunta está no tipo de dieta das diferentes espécies.

No caso do tubarão-baleia, por exemplo, ele se alimenta apenas de fitoplâncton, carecendo de mandíbulas grandes e sendo inofensivo para outros animais menores. Entretanto, a maioria das espécies de tubarões segue uma dieta carnívora, contando assim com musculaturas fortes e poderosas em suas mandíbulas e numerosas fileiras de dentes afiados que lhes permitem matar e desmembrar suas presas em questão de segundos.

Neste outro artigo te contamos quantos dentes tem um tubarão.

Curiosidades sobre o tubarão - A gigantesca e temida mandíbula dos tubarões

Os ossos dos tubarões

Outra das curiosidades sobre o tubarão é a respeito de seu esqueleto. Justamente por terem um tipo diferenciado, eles fazem parte um grupo distinto de peixes, chamados peixes condrictes ou peixes cartilaginosos. Os demais peixes, que contam com esqueletos ósseos, são chamados de peixes octeíctes.

O esqueleto cartilaginoso se caracteriza por ser muito leve e flexível, permitindo-lhes mover-se rápida e ágilmente na água, o que explica porque os tubarões são tão rápidos em capturar suas presas.

Os tubarões se camuflam

Na imensidão do mar profundo, muitos animais optam pela camuflagem como uma técnica de sobrevivência. A grande maioria deles tende a fazer isso para passar despercebida por seus predadores, misturando-se com seu entorno e, assim, conseguindo sobreviver.

No caso dos tubarões, esta técnica pode não parecer muito útil, pois eles são os predadores e não têm que se esconder de animais maiores. Mas a verdade é que eles se camuflam para que suas presas não os vejam e possam atacá-las rápida e agilmente. É por isso que os abdômens dos tubarões são geralmente brancos e suas costas são acinzentadas, o que facilita sua camuflagem na água.

Agora que você já conhece algumas das principais curiosidades sobre os tubarões, recomendamos a leitura deste outro artigo sobre o maior tubarão do planeta. Será que o tubarão megalodon existe?

Curiosidades sobre o tubarão - Os tubarões se camuflam

Se deseja ler mais artigos parecidos a Curiosidades sobre o tubarão, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Alcalde, S. (14/05/21). «Los tiburones usan el campo magnético terrestre para desplazarse». National Geographic España: Naturaleza. Disponível em: <https://www.nationalgeographic.com.es/ciencia/tiburones-usan-campo-magnetico-terrestre-para-desplazarse_16905>. Acesso em 13 de agosto de 2021.
  • Equipo de Redacción. «¿Cuánto sabes sobre tiburones?» National Geographic España: Naturaleza. Disponível em: <https://www.nationalgeographic.com.es/naturaleza/cuanto-sabes-sobre-tiburones>. Acesso em 13 de agosto de 2021.
  • Equipo de Redacción (14/09/2018). «Descubierto un tiburón omnívoro» National Geographic España: Biodiversidad. Disponível em: <https://www.nationalgeographic.com.es/naturaleza/actualidad/tiburon-omnivoro_13160>. Acesso em 13 de agosto de 2021.
  • Equipo de redacción (16/08/2013). «Anatomía en los tiburones». National Geographic España: Animales. Disponível em: <https://www.nationalgeographic.es/animales/anatomia-en-los-tiburones
  • Guerrero, T. (16/04/2014). «La evolución de la temida mandíbula de los tiburones». Periódico El Mundo: «Ciencia, Paleontología». Disponível em: <https://www.elmundo.es/ciencia/2014/04/16/534ead15e2704ec13f8b457f.html>. Acesso em 13 de agosto de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Curiosidades sobre o tubarão
1 de 5
Curiosidades sobre o tubarão

Voltar ao topo da página