Partilhar

Mamíferos voadores: Exemplos, características e imagens

Mamíferos voadores: Exemplos, características e imagens

Você já viu algum mamífero que voa? Normalmente, quando pensamos em animais voadores, a primeira coisa que nos vem à mente são imagens de pássaros. No entanto, no reino animal existem muitos outros animais voadores, desde insetos a mamíferos. É verdade que alguns destes animais não voam, apenas deslizam ou têm estruturas corporais que lhes permitem saltar de grandes alturas sem serem danificados quando chegam ao chão.

Ainda assim, existem mamíferos voadores que realmente têm a capacidade de voar, não apenas planar, como os morcegos. Neste artigo do PeritoAnimal vamos mostrar as curiosas características dos mamíferos voadores e uma lista com fotos das espécies mais representativas.

Características dos mamíferos voadores

A olho nu, as asas de um pássaro e de um morcego podem parecer muito diferentes. As aves têm asas cobertas de penas e morcegos com pêlo mas, no entanto, observando a sua estrutura óssea veremos que têm os mesmos ossos: úmero, rádio, ulna, carpas, metacarpos e falanges.

Nas aves, alguns dos ossos correspondentes ao pulso e à mão desapareceram, mas em morcegos não. Estes alongaram incrivelmente os seus ossos metacarpianos e falanges, alargando a extremidade da asa, excepto o polegar, que mantém o seu pequeno tamanho e serve os morcegos para andar, subir ou se apoiar.

Para voar, estes mamíferos tiveram de reduzir o seu peso corporal da mesma forma que as aves, diminuindo a densidade dos seus ossos, tornando-os mais porosos e menos pesados para voar. As patas traseiras foram reduzidas e, por serem ossos frágeis, não conseguem suportar o peso do animal em pé, por isso os morcegos descansam de cabeça para baixo.

Além dos morcegos, outros exemplos de mamíferos voadores são esquilos voadores ou os colugos. Estes animais, em vez de asas, desenvolveram outra estratégia de voo ou, melhor dizendo, de planagem. A pele entre as pernas dianteiras e traseiras e a pele entre as patas traseiras e a cauda foram cobertas de vegetação excessiva, criando uma espécie de pára-quedas que lhes permite planar.

Em seguida, te mostramos algumas espécies deste curioso grupo de mamíferos voadores.

Morcego lanudo (Myotis emarginatus)

Este mamífero que voa é um morcego médio-pequeno em tamanho que tem orelhas e focinho grandes. A sua pelagem tem um tom loiro-avermelhado nas costas e mais claro na barriga. Pesam entre 5,5 e 11,5 gramas.

Eles são nativos da Europa, Sudoeste Asiático e Noroeste da África. Preferem habitats densos e arborizados, onde proliferam as aranhas, sua principal fonte de alimento. Nidificam em áreas cavernosas, são noturnos e deixam os seus abrigos pouco antes do pôr-do-sol, regressando antes do amanhecer.

Mamíferos voadores: Exemplos, características e imagens - Morcego lanudo (Myotis emarginatus)

Morcego-arborícola-grande (Nyctalus noctula)

Os Morcegos-arborícola-grande são, como o nome indica, grandes e pesam até 40 gramas. Têm orelhas relativamente curtas em proporção ao corpo. Têm pelo castanho-dourado, muitas vezes avermelhado. As áreas do corpo que não têm pêlos como as asas, orelhas e focinho, são muito escuras, quase pretas.

Estes mamíferos voadores estão distribuídos por todo o continente euro-asiático, desde a Península Ibérica até ao Japão, para além do Norte de África. Também também é um morcego da floresta, nidifica em buracos de árvores, embora também possa ser encontrados em fendas de edifícios humanos.

É um dos primeiros morcegos a voar antes do anoitecer, por isso pode ser visto a voar ao lado de aves como andorinhas. Eles são parcialmente migratórios, no final do verão uma grande parte da população se desloca para o sul.

Mamíferos voadores: Exemplos, características e imagens - Morcego-arborícola-grande (Nyctalus noctula)
Imagem: Anna Nele Herdina

Morcego-hortelão-claro (Eptesicus isabellinus)

O próximo mamífero que voa é o morcego-hortelão-claro. É de tamanho médio-grande e o seu pelo é amarelado. Tem orelhas curtas, triangulares e de cor escura, como o resto do corpo que não está coberto de pêlo. As fêmeas são um pouco maiores do que os machos, atingindo 24 gramas de peso.

As suas populações distribuem-se desde o Noroeste de África até ao Sul da Península Ibérica. Alimentam-se de insetos e vivem em fendas de rochas, raramente em árvores.

Mamíferos voadores: Exemplos, características e imagens - Morcego-hortelão-claro (Eptesicus isabellinus)

Esquilo-voador-do-norte (Glaucomys sabrinus)

Os esquilos voadores têm pêlo castanho-acinzentado, excepto a barriga, que é branca. As suas caudas são achatadas e têm olhos grandes e bem desenvolvidos, pois são animais noturnos. Eles podem pesar mais de 120 gramas.

Eles estão distribuídos desde o Alasca até ao norte do Canadá. Vivem em florestas de coníferas, onde abundam árvores produtoras de nozes. Sua dieta é muito variada, eles podem comer bolotas, nozes, outras sementes, pequenas frutas, flores, cogumelos, insetos e até mesmo pequenos pássaros. São mamíferos voadores que fazem ninho em buracos de árvores e geralmente têm duas ninhadas por ano.

Mamíferos voadores: Exemplos, características e imagens - Esquilo-voador-do-norte (Glaucomys sabrinus)

Esquilo-voador-do-sul (Glaucomys volans)

Estes esquilos são muito parecidos com o esquilo voador do norte, mas o seu pêlo é mais claro. Eles também têm caudas planas e olhos grandes, como os do norte. Eles vivem em áreas florestadas do sul do Canadá ao Texas. A dieta deles é semelhante à dos seus primos do norte e precisam das árvores para se abrigar em suas fendas e nidificar.

Mamíferos voadores: Exemplos, características e imagens - Esquilo-voador-do-sul (Glaucomys volans)

Colugo (Cynocephalus volans)

O colugo, também conhecido como lêmure voador, é uma espécie de mamífero que vive na Malásia. São cinzentos escuros com a barriga mais clara. Como os esquilos voadores, eles têm um excesso de pele entre as pernas e a cauda que lhes permite planar. A cauda deles é quase tão comprida quanto o seu corpo. Eles podem atingir um peso de cerca de dois quilos. Se alimentam quase exclusivamente de folhas, flores e frutas.

Quando as lémures voadoras têm crias, elas carregam os filhotinhos na barriga até que se possam defender sozinhos. Com eles em cima, elas também saltam e "voam". Habitam áreas arborizadas, situando-se no topo das árvores. É uma espécie vulnerável à extinção, segundo a IUCN, devido à destruição do seu habitat.

Mamíferos voadores: Exemplos, características e imagens - Colugo (Cynocephalus volans)

Se deseja ler mais artigos parecidos a Mamíferos voadores: Exemplos, características e imagens, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Alcalde, J. T. (2017). Nóctulo mediano – Nyctalus noctula. En: Enciclopedia Virtual de los Vertebrados Españoles. Salvador, A., Barja, I. (Eds.). Museo Nacional de Ciencias Naturales, Madrid. http://www.vertebradosibericos.org/
  • Gonzalez, J.C., Custodio, C., Carino, P. & Pamaong-Jose, R. 2008. Cynocephalus volans. The IUCN Red List of Threatened Species 2008: e.T6081A12410826.
  • Heithaus, D. (2013). Creature Feature: Flying Squirrels. BFEC Newsletter, 17 (4).
  • Horváth, A. (2012). Murciélagos. Los aliados de la noche. 1ª Edición, El Colegio de la Frontera Sur (ECOSUR).
  • Lisón, F. (2017). Murciélago hortelano meridional – Eptesicus isabellinus. En: Enciclopedia Virtual de los Vertebrados Españoles. Salvador, A., Barja, I. (Eds). Museo Nacional de Ciencias Naturales, Madrid. http://www.vertebradosibericos.org/
  • Quetglas, J. (2015). Murciélago Ratonero Pardo – Myotis emarginatus. En: Enciclopedia Virtual de los Vertebrados Españoles. Salvador, A., Barja, I. (Eds.). Museo Nacional de Ciencias Naturales, Madrid. http://www.vertebradosibericos.org/
  • Thorington Jr, R. W., & Heaney, L. R. (1981). Body proportions and gliding adaptations of flying squirrels (Petauristinae). Journal of Mammalogy, 62(1), 101-114.

Escrever comentário sobre Mamíferos voadores: Exemplos, características e imagens

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Miriam Clara
Este assunto é um ótimo assunto de se abordar para crianças da minha idade (10).parabéns pelas descobertas

Mamíferos voadores: Exemplos, características e imagens
Imagem: Anna Nele Herdina
1 de 7
Mamíferos voadores: Exemplos, características e imagens

Voltar ao topo da página