Partilhar

Morcegos são cegos?

 
Por Equipe editorial do PeritoAnimal. 18 setembro 2020
Morcegos são cegos?

Existe uma crença popular de que os morcegos são cegos, devido à sua invejável capacidade de deslocamento, por meio da ecolocalização, o que lhes permite uma orientação perfeita mesmo à noite. Contudo, é verdade que os morcegos são cegos? O sentido de visão destes mamíferos alados é diferente do dos humanos, e eles têm outras habilidades que lhes permitem sobreviver de forma muito eficiente.

Quer saber como os morcegos vêem? Neste artigo do PeritoAnimal vamos falar em profundidade sobre a sua visão e as incríveis capacidades destes animais. Boa leitura!

Também lhe pode interessar: Como espantar morcegos

Características dos morcegos

Existem mais de mil espécies de morcegos no mundo, todos com características únicas. No entanto, estas espécies compartilham certos atributos, tais como o seu tamanho, que pode variar entre 30 e 35 centímetros de comprimento, e o seu peso, que no geral não excede 100 gramas. No entanto, existem algumas exceções, como o morcego-dourado-filipino (Acerodon jubatus), que pode atingir 1,5 metro de comprimento, e a raposa-voadora (Pteropus giganteus), que vive na Ásia e Oceania e pode chegar a quase 2 metros de envergadura.

O corpo dos morcegos é coberto com um pêlo curto que os ajuda a suportar baixas temperaturas. Além disso, os dedos da frente destes animais estão presos a uma membrana muito fina que os permite voar facilmente.

A alimentação varia de espécie para espécie. Alguns tipos de morcegos comem apenas frutas, enquanto outros preferem insetos, pequenos anfíbios, mamíferos, aves e, alguns, se alimentam de sangue.

Onde os morcegos gostam de ficar?

Os morcegos vivem em qualquer lugar, exceto em áreas onde as temperaturas são muito baixas. O mais comum é encontrá-los em ambientes tropicais e temperados, onde se instalam em árvores e cavernas, embora também se refugiem nas fendas das paredes e em troncos ocos.

Se você tem medo deles, neste artigo você descobre como espantar morcegos.

Morcegos são cegos? - Características dos morcegos

Como os morcegos enxergam?

Os morcegos têm um dos sistemas de comunicação mais impressionantes da natureza. Eles têm uma capacidade chamada ecolocalização, que lhes permite visualizar diferentes objetos graças aos sons de baixa frequência. O mecanismo da ecolocalização é complexo. O que se observa é que os morcegos são capazes de diferenciar entre os sinais de entrada e de saída. Como resultado, enviam e recebem informação simultaneamente, como acontece quando uma pessoa ouve a sua própria voz através de um eco.

Como os morcegos enxergam? Em grande medida, por meio deste sistema de ecolocalização, que só é possível graças a várias adaptações anatômicas localizadas nos ouvidos e na laringe, às quais se soma a extraordinária orientação espacial que têm. O animal emite um ultra-som que tem origem na laringe e é expelido através do nariz ou focinho. As orelhas captam, então, as ondas sonoras que rebatem no objetos ao redor e, assim, o morcego se orienta.

Existem vários tipos de ecolocalização, mas os morcegos utilizam a ecolocalização de alto ciclo: ela permite a obtenção de informações sobre o movimento e a localização das presas. Eles emitem este som continuamente enquanto ouvem a frequência do eco que recebem.

Apesar desta grande habilidade, há insetos que desenvolveram adaptações que dificultam a sua localização pelos seus predadores, uma vez que são capazes até mesmo de cancelar os ultra-sons e não produzir ecos. Outros são capazes de gerar os seus próprios ultra-sons para confundir estes mamíferos voadores.

Morcegos são cegos? - Como os morcegos enxergam?

Morcegos são cegos?

Apesar das histórias e mitos sobre os morcegos e sua cegueira, fique sabendo que não, estes mamíferos não são cegos. Pelo contrário, eles conseguem ver ainda melhor do que outros mamíferos, embora não superem a capacidade de visão dos seres humanos.

No entanto, são os únicos mamíferos capazes de ver a luz solar polarizada e de utilizá-la para a própria orientação. Além disso, a visão destes animais permite-lhes voar longas distâncias e orientar-se, uma vez que é impossível utilizar a ecolocalização com esse objetivo, tanto é que eles só a utilizam para o deslocamento de curtas distâncias no escuro.

Antigamente, acreditava-se que os olhos dos morcegos só possuíssem bastonetes, que são células fotorreceptoras que lhes permitem ver no escuro. Hoje já se sabe que, apesar do pequeno tamanho dos seus olhos, eles também possuem cones, o que demonstra que eles têm a capacidade de ver durante o dia. Ainda assim, isso não diminui o seu estilo de vida noturna, já que os morcegos são sensíveis a mudanças nos níveis de luz.

Você já ouviu alguma vez a expressão "cego como um morcego"? Pois é, agora você já sabe que ela está errada, porque os morcegos não são cegos e dependem tanto dos seus olhos como da ecolocalização para se orientarem e perceberem o que se passa à sua volta.

Morcegos são cegos? - Morcegos são cegos?

Morcegos que se alimentam de sangue

Historicamente os morcegos são associados a lendas de terror e suspense. Muita gente acredita que todas as espécies do mamífero se alimentam de sangue, o que não é verdade. No Brasil, das 178 espécies conhecidas, só três se alimentam de sangue.

Essas espécies que precisam do sangue para sobreviver são conhecidas popularmente como morcegos-vampiros: morcego-vampiro-comum (Desmodus rotundus), morcego-vampiro-de-asas-brancas (Diaemus youngi) e morcego-vampiro-de-pernas-peludas (Diphylla ecaudata).

Os alvos dos morcegos são usualmente o gado, porcos, cavalos e aves. O homem não é considerado uma presa natural dos morcegos-vampiros, mas há registros de ataques principalmente em zonas rurais. Outra preocupação usual em relação aos morcegos está associada ao fato de que eles são transmissores da raiva - mas vale ressaltar que qualquer mamífero infectado pode transmitir a doença, e não apenas os morcegos.

Os morcegos também exercem importante papel na manutenção e equilíbrio dos ecossistemas já que, em sua maioria, se alimentam de frutos e insetos. Isso faz com que eles sejam importantes aliados no combate de pragas urbanas e agrícolas. Como muitos também se alimentam de néctar e pólen, eles ajudam na polinização de diversas espécies de flores, uma função bastante similar à das abelhas e pássaros.

E da saliva desses mamíferos voadores têm surgido novos estudos e drogas por ser rica em substâncias anticoagulantes. Alguns pesquisadores acreditam que os morcegos também podem ajudar no desenvolvimento de medicamentos para tratar a trombose e outros problemas de saúde de pessoas que sofreram acidentes vasculares[1].

Se você quiser saber ainda mais sobre esses mamíferos, leia este outro artigo do PeritoAnimal tipos de morcegos e suas características.

E já que falamos sobre a alimentação deles, você pode conferir neste vídeo no canal do PeritoAnimal os diferentes tipos de alimentação dos morcegos:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Morcegos são cegos?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Referências
  1. G1. Campinas e Região. Terra da Gente. Disponível em <https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/terra-da-gente/especiais/noticia/brasil-tem-178-especies-de-morcegos-e-so-tres-se-alimentam-de-sangue.ghtml>. Acesso em 17 de setembro.

Escrever comentário sobre Morcegos são cegos?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Morcegos são cegos?
1 de 4
Morcegos são cegos?

Voltar ao topo da página