Partilhar

Migração da borboleta monarca

Por Nelson Ferreira, Redator do Perito Animal. 1 setembro 2016
Migração da borboleta monarca

A borboleta monarca, Danaus plexippus, é um lepidóptero cuja principal diferença com outras espécies de borboletas é que emigra percorrendo uma quantidade descomunal de quilômetros.

A borboleta monarca tem um ciclo de vida muito peculiar, que varia dependendo da geração que lhe calhe viver. O seu ciclo vital normal é o seguinte: vive 4 dias como ovo, 2 semanas como lagarta, 10 dias como crisálida e de 2 a 6 semanas como borboleta adulta.

No entanto, as borboletas que nascem desde os finais de agosto até inícios do outono, vivem 9 meses. Chamam-se Geração Matusalém, e são as borboletas que emigram desde o Canadá até ao México e vice-versa. Continue a leitura deste artigo do PeritoAnimal onde lhe narramos todos os pontos mais relevantes da migração da borboleta monarca.

Também lhe pode interessar: Como nascem as borboletas

Acasalamento

As borboletas monarca medem entre 9 a 10 cm, com u peso de meia grama. As fêmeas são menores, tem as asas mais finas e a sua cor é mais escura. Os machos têm uma veia nas suas asas que libera feromonas.

Depois de acasalarem põem ovos em umas plantas chamadas as Asclépias (flor-borboleta). Quando nascem as larvas alimentam-se do resto do ovo e da própria planta.

Migração da borboleta monarca - Acasalamento

As lagartas da borboleta monarca

A larva à medida que devora a flor-borboleta transforma-se em uma lagarta com um padrão listrado próprio da espécie.

As lagartas e as borboletas monarca têm um sabor desagradável para os predadores. Além disso o seu mau sabor também é tóxico.

Migração da borboleta monarca - As lagartas da borboleta monarca

Borboletas Matusalém

As borboletas que migram desde o Canadá até ao México em viagem de ida e volta, têm uma vida inusualmente prolongada. A esta geração tão especial chamamos de Geração Matusalém.

As borboletas monarca migram até ao sul no final do verão e princípio do outono. Realizam mais de 5000 km até chegar ao seu destino no México ou Califórnia para passar o inverno. Passados 5 meses, durante a primavera a geração matusalém regressa até ao norte. Nesta movimentação migram milhões de exemplares.

Migração da borboleta monarca - Borboletas Matusalém

Habitar de Inverno

As borboletas do este das Montanhas Rochosas hibernam no México, enquanto as do oeste da cadeia montanhosa hibernam na Califórnia. As borboletas monarca do México passam o inverno em bosques de pinheiros e de abetos acima dos 3000 metros de altura.

A maioria das regiões onde habitam as borboletas monarca durante o inverno foram declararas, no ano de 2008: Reserva da Biosfera da Borboleta Monarca. As borboletas monarcas da Califórnia hibernam em bosques de eucalipto.

Migração da borboleta monarca - Habitar de Inverno

Predadores da borboleta monarca

As borboletas monarca adultas e as suas lagartas são tóxicas, mas algumas espécies de aves e ratos são imunes ao seu veneno. Uma ave que pode alimentar-se com a borboleta monarca é o Pheucticus melanocephalus. Esta ave também é migratória.

Existem borboletas monarca que não migram e vivem todo o ano no México.

Migração da borboleta monarca - Predadores da borboleta monarca

Se deseja ler mais artigos parecidos a Migração da borboleta monarca, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Escrever comentário sobre Migração da borboleta monarca

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Migração da borboleta monarca
1 de 6
Migração da borboleta monarca

Voltar ao topo da página