Partilhar

Hamster anão russo

Hamster anão russo

O Hamster anão russo, como o seu nome indica, é oriundo da Rússia, embora também esteja presente no Cazaquistão. É um pet muito comum entre o público infantil, já que não requer cuidados excessivos e possui uma atitude agradável, próxima até, com quem se encarrega de o alimentar.

Esse roedor pode suportar temperaturas muito baixas, uma vez que vem da estepe.

Origem
  • Ásia
  • Europa
  • Casaquistão
  • Rússia

Aspeto físico

Possui um tamanho pequeno, medindo entre 7 e 11 centímetros de comprimento e pesando entre 35 e 50 gramas. A sua cauda é curta e o corpo roliço, o que muitas pessoas consideram adorável. No geral, pode ser encontrado na natureza em tons de café, cinza e branco. Possuem uma linha preta no dorso e uma mancha preta no ombro. A barriga é quase sempre de cor branca.

Ignorando as cores tradicionais, quem trabalha na sua reprodução combina exemplares de diferentes cores que resultam em agentes de cor distintos (sépia, com linha dorsal dourada), canela (tom cinza), mandarim (alaranjado) ou pérola (cinza claro).

Podemos distinguir o macho e a fêmea através da distância entre os orifícios do ânus e da vulva. Os da fêmea são mais juntos, enquanto os do macho são mais separados. Também é possível resolver o mistério se conseguir identificar os testículos.

Comportamento

É um hamster excepcionalmente doce e sociável e, talvez por isso, muitos progenitores o escolhem como pet para os seus filhos. Embora se trate de um hamster amigável e simpático, não é recomendado que vivam em pares do mesmo sexo pois são territoriais entre os da sua espécie.

São mais ativos pela noite, quando e possível ouvi-los rodando em sua roda clássica fazendo exercício. De dia costumam dormir mais, embora também se possam manter acordados.

Uma característica a ter em conta é que hibernam, embora isso não costume acontecer em cativeiro. Se o fizerem, podem passar uma semana inteira sem sair do seu ninho, o que pode fazer o tutor pensar que está morto. Nessa fase, costumam protagonizar um fenômeno pouco comum, cambiando o seu pelo e ficando mais claros.

Alimentação

São roedores omnívoros na natureza, o que quer dizer que se alimentam tanto de sementes como de alguns insetos. Em cativeiro, basta oferecer sementes como girassol, milho, cevada, cártamo... Também pode incluir fruta na sua dieta uma ou duas vezes por semana, como maçã ou morango (nenhuma fruta cítrica!) ou verdura, como por exemplo brócolis ou pimentões verdes.

Encontrará, em lojas de animais, preparados de sementes específicos. Apenas deve adicionar as doses de fruta, verdura e algum insecto se assim desejar. Caso contrário, pode oferecer queijo sem sal, gema de ovo cozida ou um pouco de fiambre de peru.

A água fresca e limpa não deve faltar. Use um bebedouro como o dos coelhos para que seja mais cômodo.

Habitat

No estado selvagem vive em tocas subterrâneas embora em cativeiro, obviamente, utilizemos uma gaiola. Pode escolher um terrário amplo ou uma gaiola de tamanho adequado mas deve assegurar-se que esta não tem barras muito separadas ou de um material que se possa partir. Senão o hamster russo irá escapar.

Deverá ter algo para roer visto que os seus dentes crescem sem parar ao longo de toda a sua vida. Procure um ramo ou um brinquedo que encontre nas lojas de pets. Também deve oferecer-lhes uma roda para que se exercitem e inclusivamente, se tiver espaço, um circuito.

Limpe o seu habitat regularmente para prevenir doenças evitando sempre o pó. Também deve retirar as sobras de fruta e verduras que o hamster possa comer e como consequência adoecer.

Doenças

O hamster anão russo pode sofrer de diarreia caso ingira doces ou demasiada verdura: tenha em conta que apenas pode comer alimentação extra duas ou três vezes por semana. Também pode sofrer uma queda total de pelo caso se encontre debilitado ou com carência de vitaminas, por isso compre vitaminas que podem ser misturadas na água na sua loja habitual,

Se não limpar adequadamente o pó da gaiola, ele pode acabar nos olhos do hamster e provocar conjuntivite. Em princípio, deve se solucionar sozinha em alguns dias mas, em alguns casos em especial, deve recorrer ao veterinário para que recomende antibióticos ou anti-inflamatórios.

Outra doença comum é a paralisia neurológica que pode ser identificada quando o hamster deixa de ter mobilidade nas patas traseiras. Geralmente, isso acontece como resultado de uma queda.

Pode prevenir todas as doenças proporcionando a alimentação adequada e a higiene regular do animal.

Fotos de Hamster anão russo

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Hamster anão russo

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Hamster anão russo

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?
61 comentários
A sua avaliação:
Bianca
Minha lorelay é uma menina muito carinhosa, estou com ela a 3 meses e sei que o amor só cresce.
Ela sabe quando chamo e toda manhã espera eu pegar a sua gaiola e levar para cozinha para me ver preparando o cafe.
Sempre vem buscar um bjo,sim,ela me beija todos os dias e quando quer colo temos um codigo,ela vem para a portinha da gaiola,me beija e fica paradinha esperando eu pegar,quando nao quer,beija e sai fora.
Ama meu colo,meu cheiro e ama meu carinho...
Gosta de lamber a ponta da minha orelha...um máximo...
Ela ama quando arrumo a gaiola.
Porem fez a cama dela num dos tubos,desfiou uma toalhunha ate fazer um ninho aconchegante,ali eu nao mexo,pois sei que é o cantinho dela dormir...
Ela odeia aquela bola pra andar pela casa,mas ama os canos e a famosa roda...
Vai de sp ao rio grande do norte em uma só noite correndo na roda!!
Fantastica e eu amo,fico imaginando o que sera de mim quando se for...
A sua avaliação:
Jeniffer
Ola tenho um casal nao sei diferenciar qual e o macho e a femea .ja tem algubs meses que comprei os 2 vivian bem mas de uns fias pra ca estao btiganfo nuito separei nao estao mas na mesma gaiola mas quetia intender o porque .naonesto sabendo lidar com a dituacao eles machucam um ao outro morde e wuando si grudam custamos separar eles .pode me ajudar por favor ?
A sua avaliação:
Maria Helena Aguiar Ferreira
Eu tenho um anão russo mas ele é bem brabinho e adora comer mais a questão não é essa.
Os dentes eu tenho um preocupação, eles podem crescer demais como de coelhos por em risco de auguma maneira a vida dele? Por que as vezes quando ele fica brabo e faz aquele barulhinho não dá para ver direito mais parece que é meio vermelinho, vc pode me ajudar?
A sua avaliação:
Luis Antônio Tiago
Eu já tinha criado antes à uns 10 anos atrás e à 20 dias atrás comprei um casal q já tinja 6 meses de vida, os 2 mto dóceis e bagunceiros, e deixo eles numa gaiola de 3 andares e pra minha grata surpresa, hj a femea deu a luz a 5 lindos filhotinhos, coisa mais fofa, deixei o machinho na repartição de cima onde tem rodinha, casinha, comida e agia e reservei as outras 2 repartições de baixo pra ela cuidar dos filhotes, onde tbm tem a rodinha, agua, casinha, comida e ela está mto tranquila cuidando dos filhotinhos dela, o q foi mais lindo foi ver ela dando a luz, aconpanhei à uma distancia de 1 metro para não estressar ela e ela esta cuidando mto bem deles.
A foto nao ficou legivel pois nao ativei o flash pra nao estressar ela, esse foi o parto do primeiro filhote.
A sua avaliação:
Waffle
Adoro dormir com a barriguinha pra cima, sou um anjinho de dia e de noite bagunço minha gaiola inteira :)
A sua avaliação:
Talita Souza
Tive uma anão russo super dócil, Minduim, sobreviveu por 2 anos e meio, desde a compra ele sempre foi tranquilo, adorava ficar no colo, nunca mordeu, mas sempre odiou outro animais por perto, ficava agitado quando sentia cheiro dos cachorros.
Glaucia
O meu era meio arisco qua do eu comprei, há uns meses. Ele era bebezinho e soltava uma esguichos quando a gente tentava tocar nele. Hoje já permite que o peguemos, mas por curto espaço de tempo. Está mais sociável. Geralmente ele não gosta de novidades e detesta aquela bolinha de andar pela casa. Também fica nervoso quando mexo nas coisas dele dentro da gaiola na hora de limpar. Mas sempre me cumprimenta pela manhã!
A sua avaliação:
Jaqueline
Eu tenho há menos de uma semana, um Anão Russo, ele já tinha 6 meses quando eu comprei. Desde do primeiro dia, ainda no petshop, pude ver como ele é dócil, eu li muito, pesquisei muito sobre, e os principais comentários que lia era que ele não era tão dócil nem tão amigável, porém o meu Oli, é totalmente o oposto rs eu comprei ele sexta-feira, e ontem, tiramos ele da gaiola para limpar a mesma, ele passeou pela casa, com a supervisão do meu esposo, subiu em nossas mãos, enfim, ele é um amorzinho, quando escuta nossa voz, sai da toquinha para querer brincar e receber carrinho. Tive muito medo dele ser bravo e não querer tanto contato, mas ele é um amorzinho, como ele fica sozinho durante o dia, até umas 18h, quando estamos em casa, ele quer nossa companhia, claro que não ficamos o tempo todo com ele nas mãos, respeitamos o tempo dele, ou seja, pegamos ele um pouco ficamos com ele, mas depois devolvemos ele para gaiola para que ele possa ficar sozinho, pois os hamster precisam de espaço. Enfim, estou muito contente com o meu pequenininho, ele é uma belezinha!!
A sua avaliação:
Katia tieri
Como saber se a sua é femea ou macho?
Jessica Breves de Queiroz
Tenho 2 fêmeas, da mesma ninhada, que ainda não atingiram a maioridade. Como não queria que tivessem filhotes, disseram para levar fêmeas, pois viveriam bem juntas, o contrário de 2 machos, que brigariam por território. Uma quer ficar mais próxima da outra, mas essa outra expulsa, causando uma briga sempre. Comprei 2 gaiolas e unimos elas com tubos, assim a briguenta reclama por não querer a presença da outra do seu lado.

Hamster anão russo
Foto postada por Wilton:Essa é a Caeda. Como estou acostumado com os silenciosos e agitados topolinos, quase enfarto quando ela grunhe!
Foto postada por Marth:Pequeno Marth comendo um pepino
1 de 9
Hamster anão russo

Voltar ao topo da página