menu
Partilhar

Estivação - Significado e exemplos de animais

 
Por Nick A. Romero H., Biólogo e educador ambiental. 14 julho 2022
Estivação - Significado e exemplos de animais

Você sabe o que é estivação? As condições ambientais nos habitats dos animais podem variar com frequência. Em alguns casos, estas mudanças podem ser extremas, o que faz com que as temperaturas alcancem valores prejudiciais para as espécies. Mediante esta situação, fatores como a disponibilidade de água e alimento também têm modificações importantes, o que deixa os animais expostos a estas dificuldades. Neste sentido, vários indivíduos desenvolveram certas estratégias para sobreviver a estes eventos porque, do contrário, poderiam morrer.

Neste artigo do PeritoAnimal falaremos sobre um desses processos, conhecida como estivação. Siga lendo e conheça a seu significado, exemplos de animais que entram em estivação e a diferença dela com a hibernação.

Também lhe pode interessar: Aposematismo animal - significado e exemplos

O que é a estivação?

A estivação é um processo de letargia em que entram determinados animais que vivem em locais onde ocorrem temporadas com aumentos das temperaturas, que também incidem de secas prolongadas. Neste sentido, os animais que entram em estivação minimizam seu metabolismo, reduzem a respiração, o ritmo cardíaco e, em geral, todo o seu sistema entra em economia de funcionamento, de forma que sua temperatura também desce, retém mais a umidade e inclusive reorganizam as rotas metabólicas em nível celular para garantir a sobrevivência do indivíduo.

Desta forma, a estivação é um estado de latência em que vários animais, tanto invertebrados como vertebrados, entram em momentos de seca. Em alguns casos, se estima que é mais pela disponibilidade de água do que pelo aumento das temperaturas que a estivação é desencadeada. Por outro lado, este mecanismo estratégico está presente na diversidade animal há milhares de anos, embora não seja usado por todos os animais, uma curiosidade é que ocorre em grupos taxonômicos muito diversificados.

Animais que entram em estivação

Agora que conhecemos a definição de estivação, por que se produz e quando, é provável que você se questione quais animais realizam esse processo. Existem várias espécies capazes de desenvolver este processo considerado como uma adaptação evolutiva. Neste sentido, conheceremos alguns exemplos de animais que entram em estivação:

  • Caracol de leite (Otala lactea): se trata de um molusco da classe gastrópode, sendo um caracol de hábitos terrestres que habita na Península Ibérica, Marrocos e Malta, entre outros países, e ainda foi introduzido na América. Este animal realiza estivação em épocas de seca ou diminuição do alimento, reduzindo seu metabolismo, especialmente alguns processos celulares.
  • Rã-de-unhas-africana (Xenopus laevis): nativa do sul da África, este anfíbio também foi introduzido na Europa, norte e sul da América. Este animal é principalmente aquático, mas em épocas de seca extrema, quando os poços de água secam, é capaz de se enterrar na lama e permanecer imóvel por até um ano, esperando que se renove a água do habitat.
  • Gorgulho alfalfa (Hypera postica): entre os diversos insetos que entram em estivação podemos mencionar este besouro, que tem uma ampla distribuição na Europa. Na época do verão, quando está na fase adulta, entra neste tipo de letargia na qual diminui principalmente suas funções respiratórias e nervosas.
  • Crocodilo-de-água-doce (Crocodylus johnstoni): esta espécie endêmica da Austrália habita em diversos tipos de lagos de água doce, dos quais podem diminuir muito na época de seca, por isso usa a estratégia de estivação para sobreviver na temporada mencionada.
  • Tartaruga do deserto (Gopherus agassizii): esta tartaruga nativa dos Estados Unidos e México, varia sua atividade segundo o local que habita, de forma que naqueles ecossistemas onde o verão é seco e com altas temperaturas, entra em estado de estivação. Por isso, a estivação das tartarugas é uma das mais conhecidas e estes animais, ao invés do que se pensa, não hibernam, mas sim entram em estado de letargia aqui mencionado ou fazem a brumação.
  • Caranguejo-de-água-doce (Austrothelphusa transversa): neste caso temos um crustáceo nativo da Austrália, do qual na época de seca também estiva. Habita em rios sazonais e constrói uma toca subterrânea, no qual usa para manter certa umidade, e ali permanece em estado letárgico até que as chuvas retornem e seu corpo seja coberto de água.
  • Lêmure-anão-de-cauda-grossa (Cheirogaleus medius): mesmo que seja menos comum encontrar mamíferos que entram em estivação, esta espécie de lêmure nativo de Madagascar entra neste estado na época de seca que ocorre em seu habitat, que pode durar aproximadamente 6 meses. Durante este tempo, o animal se inativa dentro de um buraco em árvores, em que se mantém totalmente enrolado, utilizando as reservas que armazena na sua cauda para sobreviver durante a letargia. Além disso, o animal varia sua temperatura corporal segundo a do ambiente.

Como vimos, os exemplos de animais que entram em estivação são muito variados e não são específicos de um único grupo taxonômico, algo realmente curioso, não acha? Se deseja conhecer mais Fatos curiosos sobre os animais, não deixe de conferir este outro artigo.

Estivação - Significado e exemplos de animais - Animais que entram em estivação

Qual é a diferença entre hibernação e estivação?

A principal diferença entre hibernação e estivação é que a estivação ocorre em habitats onde seja escassa a água e as temperaturas aumentam, enquanto que na hibernação acontece em ambientes onde as temperaturas caem de forma muito considerável, abaixo dos 0 ºC.

Por um lado, a estivação pode ocorrer em animais vertebrados e invertebrados, enquanto que a hibernação, mesmo que seja um termo amplamente utilizado, realmente acontece com certos mamíferos como esquilos terrestres, ratos saltadores ou marmotas, entre outras espécies afins.

Outra diferença entre estivação e hibernação encontramos no fato que os animais que estivam podem sair muito mais rápido desta letargia que os animais que hibernam, que podem precisar de mais tempo para se recompor e retomar o ritmo normal do seu metabolismo e das demais funções corporais.

Agora que você já sabe tudo sobre a estivação, não perca o vídeo a seguir do canal Nossa Ecologia com todos os detalhes sobre a hibernação e os animais que a realizam:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Estivação - Significado e exemplos de animais, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Myers, P.; R. Espinosa; CS Parr: T. Jones; GS Hammond; TA Dewey. (2022). Web de Diversidad Animal. Disponível em: <https://animaldiversity.org/>. Acesso em 14 de julho de 2022.
  • Kenneth B. Storey; Janet M. Storey (2012). Aestivation: signaling and hypometabolism. J Exp Biol 1; 215 (9): 1425–1433. Disponívem em: <https://doi.org/10.1242/jeb.054403>. Acesso em 14 de julho de 2022.
  • UICN (2022). Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN. Versión 2021-3. Disponível em: <https://www.iucnredlist.org>. Acesso em 14 de julho de 2022.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Estivação - Significado e exemplos de animais
1 de 2
Estivação - Significado e exemplos de animais

Voltar ao topo da página